Durante a Eletrolar Show 2014, a fabricante brasileira de eletrônicos Positivo apresenta diversas novidades por um preço acessível. Um dos produtos de destaque é o notebook Duo ZX3000 que pode se transformar em um tablet. Seu valor é bastante atrativo para os consumidores nacionais: R$ 999. Mas não foi somente isso que a empresa revelou. Abaixo segue uma lista dos produtos oferecidos pela empresa e suas especificações:  

– Duo ZX3000:

Esse notebook será lançado no Brasil em novembro e contará com um processador quad-core Intel, sistema operacional Windows 8.1, 16 GB de armazenamento interno e 1 GB de memória RAM. O modelo tem características de um tablet, visto que ele apresenta essa funcionalidade. O Duo ZX3000 apresenta uma ampla conectividade como Wi-Fi b/g/n, Bluetooth 4.0 e micro HDMI. Há ainda duas câmeras. A traseira tem apenas 2 megapixels e a frontal é destinada para videoconferências.  

Positivo Duo ZX3000

– Stilo DS3000:

Esse desktop será lançado este mês pela empresa. Ele virá equipado com um monitor HD de 15,6 polegadas. Para aqueles que ainda gostam de um computador de mesa, o Positivo Stilo DS3000 contará com um processador Intel Dual-Core, 2GB de memória RAM, memória interna de 320 GB, leitor e gravador de CD/DVD e sistema operacional Windows 8.1. Além disso, o computador oferece portas HDMI, VGA e USB. Seu valor é de R$ 899.  

Positivo Stilo DS3000

– Mini Quad:

O Mini Quad é um tablet com um design atraente em acabamento branco e prata. Seu processador é um Intel Atom Quad Core, acompanhado por uma tela IPS de 7,85 polegadas. Há ainda uma câmera de 5 megapixels e conectividade Wi-Fi, Bluetooth e mini HDMI. O armazenamento interno do Mini Quad é de 8 GB, expansível para até 32 GB, via cartão microSD. O sistema operacional é a versão Jelly Bean do Android (4.2). Ele será vendido nas próximas semanas pelo valor de R$ 599.  

Positivo Mini Quad

– S480:

Esse smartphone deverá competir com o consagrado Moto G, da Motorola. O Positivo S480 chegará às lojas no próximo mês pelo valor de R$ 599. O aparelho trará uma tela IPS de 4,5 polegadas. Há opções para variação das capas traseiras nas cores bordô, prata e preta.  

O smartphone virá com um processador quad-core Intel, memória interna de 8 GB (expansível para até 32 GB via cartão microSD), 1 GB de memória RAM, Android 4.4 KitKat, 3G, Wi-Fi, GPS e Bluetooth. Há ainda a possibilidade de utilizar dois cartões SIM. O aparelho ainda possui uma câmera frontal de 2 megapixels e uma traseira de 8 megapixels com sensor para tirar fotos com qualidade superior, flash e zoo digital.

Positivo S480

Fotos: Divulgação

Por William Nascimento


O negócio que envolve a comercialização de aparelhos tecnológicos é sem dúvida um dos mais promissores devido à velocidade com que a tecnologia dá o seu salto. Todos os anos são lançados produtos, como computadores, tablets, smartphones e tantos outros, capazes de modificarem não apenas a economia, mas também o modo de vida do consumidor, que integra cada vez mais esses utensílios em seu modo de vida.

Uma das maiores gigantes do ramo, a Sony, fez a apresentação do Xperia T3, um foblet que promete dar o que falar no mercado. Chegando após cinco meses do lançamento do T2 Ultra, o modelo traz um display IPS HD Triluminos de 5,3 polegadas e corpo ultrafino e uma espessura de apenas 7 milímetros.

Com características simples, o Xperia T3 traz processador Snapdragon 400 quad-core de 1,4 GHz, 1 GB de memória RAM e 8GB de espaço para dados, com expansão de 32 GB por meio de cartão SD e bateria de 2.500 mAh. Ele vem com duas câmeras digitais, traseira e frontal, sendo 8 e 1,1 megapixels com tecnologia Xmor RS, da Sony. Além do acesso a rede 4G, ele conta com o aplicativo “Easy Trasfer”, que oferece ao usuário mover com segurança todos os dados de seu antigo telefone Android ou iOS, como fotos, músicas, contatos dentre outros. Seu sistema é o Android 4.4 (KitKat) e mesma interface presente no Xperia Z2, o Xperia UI.

De acordo com a Sony, o foblet estará nas lojas a partir do mês que vem, porém ainda não foi informada sua faixa de preço.

O que é um Foblet?

Vindo da junção de palavras “fone” e “tablet”, o foblet chegou ao mercado com o intuito de atender os consumidores que precisam de um smartphone com tela maior, onde consiga fazer suas anotações, sem deixar de lado as funções de ambos. Ele só não é considerado tablet devido a seu tamanho, porém suas funcionalidades não fogem do proposto.

A tendência já é uma realidade na vida de muitas pessoas e muitos da categoria já são sucessos como: o Optimus Vu, da LG, o Galaxy Note, da Samsung e o Eluga Power, da Panasonic. 

Por Juliana Alves de Souza

Sony Xperia T3

Foto: Divulgação


As empresas de tecnologia têm tido um crescimento bastante significativo nos últimos anos graças ao mercado cada vez maior.

Para suprir a demanda do consumidor por itens desse tipo, as companhias têm investido cada vez mais em inovações que realmente venham agradar ao público mais exigente, com hardware e software de ponta.

A China é um dos países que mais investem em inovação e é de lá que surgem algumas das companhias de maior sucesso nesse ramo. O país é sede de alguns eventos importantes de tecnologia como a Computex, que é uma feira que acontece anualmente e tem a participação de alguns dos maiores nomes mundiais no setor.

A Asus, por exemplo, é famosa pela sua linha de hardware de ponta aqui no Brasil e possui alguns dos equipamentos mais desejados por gamers. Entretanto, a companhia também produz equipamentos que são pouco conhecidos por aqui, como tablets, notebooks e smartphones, ou uma combinação perfeita desses três dispositivos.

Uma das maiores novidades da Asus lançada na Computex 2014 foi o Transformer Book V, um misto bastante interessante de um tablet de 12,5 polegadas, smartphone de 5 polegadas e um dock que pode ser acoplado e transforma todo o sistema em um notebook que funciona tanto com o Windows quanto com o Android.

Na traseira do tablete, que funciona com o Windows 8.1 da Microsoft, há um espaço onde é possível acoplar o smartphone. Ao se fazer isso, a tela do smartphone é projetada na tela principal do tablet, o que dá acesso a arquivos e pastas dos dois sistemas, algo extremamente conveniente para trocar arquivos e músicas sem a necessidade de cabos ou conexões. O teclado removível também é uma parte importante desse conjunto, já que ao ser acoplado, permite que o sistema funcione como um perfeito notebook, além de oferecer duas entradas USB e um armazenamento de 1TB ao sistema.

O preço do aparelho ainda não foi divulgado pela Asus que informou apenas que a novidade deve ser lançada nos próximos meses. 

Por Ebenezer Carvalho

Asus Transformer Book V

Foto: Divulgação


Parte dos usuários que digitam por horas em smartphones e tablets acha desconfortável o teclado virtual que eles oferecem. Estes ainda preferem o teclado físico, pois permite maior produtividade, precisão e conforto.

Recentemente a empresa norte-americana Tactus Technology inventou uma nova tecnologia que parece mágica, segundo diversos sites internacionais. Trata-se de botões que surgem na tela sensível ao toque na hora da digitação e desaparecem quando o usuário termina de digitar, voltando a ser uma tela plana touchscreen normal. Estas informações foram dadas pelo CTO da empresa, Micah Yairi, em Las Vegas, durante a Consumer Electronics Show (CES) 2014, em uma entrevista para o site Business Insider.

Essa nova tecnologia possui a capacidade de se adaptar a qualquer tela sensível ao toque. É possível implantar a nova tela apenas fazendo a substituição da camada superficial do dispositivo. Além disso, não é necessário uma adaptação na estrutura do aparelho no momento da substituição. Quando se toca na tela sensível, fluídos passam por diversos microcanais que expandem rapidamente a camada de polímeros, fazendo os botões surgirem. Estes só aparecem na hora da digitação, sendo inutilizáveis em aplicativos como jogos e desenhos.

Segundo a empresa, “a sensação de tocar é cinco vezes mais rápida que a da visão”. Dessa forma, o novo sistema vai agradar tanto usuários que gostam dos botões como os que não sentem falta deles. A tecnologia deve ser lançada ainda no ano de 2014, mas não há data prevista.

Ela deve ser incorporada em smartphones e tablets produzidos por diversas empresas nacionais e internacionais. Ainda não se sabe os custos para ter uma tela dessa em um dispositivo. Porém, ela ainda precisa de alguns polimentos antes de ser lançada no mercado.

Ainda está havendo estudos detalhados em laboratório para o seu ótimo funcionamento. A nova missão da Tactus é fazer com que o sistema já saia de série no futuro.

Por Danilo Gonçalves

Smartphone com botões que somem

Foto: Divulgação


Desde o momento em que a Nokia anunciou oficialmente a sua parceria com a Microsoft no desenvolvimento dos smartphones com Windows Phone 8 a expectativa é muito grande quanto ao lançamento de um tablet, fruto da parceria entre as duas empresas.

Até então, a finlandesa não divulgou nada sobre o lançamento do seu primeiro tablet com Windows 8, mas já existem rumores de que isso possa acontecer em fevereiro deste ano. Os boatos também indicam que o novo gadget rodará com Windows RT, além de ter um teclado próprio e especial, que funciona com uma bateria reserva para aumentar a durabilidade da carga do dispositivo. Ao todo, especula-se que são 10 horas de uso só com o tablet e de mais ou menos 12 horas com o teclado acoplado.

Outras informações são de que o tablet da Nokia terá compatibilidade com 3G e 4G LTE, além de conexão Wi-Fi. Com isso, é provável que a bateria do gadget tenha melhor desempenho que a bateria de dispositivos que só são compatíveis com Wi-Fi.

Nada foi comentado pela Microsoft ou pela Nokia, mas a expectativa é que o novo tablet seja apresentado durante a CES 2013 ou então na MWC 2013.

Por Guilherme Marcon


A era de brinquedos digitais teve mais um avanço, pois a Estrela apresentou nesta quarta-feira, dia 12 de dezembro de 2012, o seu novo lançamento.

A novidade do momento é a Estrela Digital que consiste no ramo da empresa de brinquedos destinadas a jogos eletrônicos.

Inicialmente serão fornecidas versões digitais dos jogos Banco Imobiliário, Pula Macaco, Autorama e Cilada; já em 2013 serão lançados novos jogos como Jogo da Vida, Detetive e Caixa Encaixa.

Segundo a empresa, a Estrela Digital oferecerá cerca de 100 jogos da marca com a possibilidade do jogo em multiplataformas que serão compatíveis com diversos sistemas operacionais como Android, iOS, Apple além do uso em redes sociais e Google Chrome.

Com relação ao modo de jogar, os interessados devem acessar o site da Estrela e obter “Estrelinhas” que é a moeda criada para comprar os jogos que custam cerca de 2,5 mil “Estrelinhas”.

Além disso, os cartões serão vendidos em lojas de brinquedos e bancas de jornais de todo o país.

Por Ana Camila Neves Morais


Com certeza a Asus levou à feira Computex 2012, em Taiwan, muitas novidades, lançamentos e produtos curiosos. Um deles é, sem dúvida, o Asus PadFone, que esteve em exposição durante todos os dias do evento e atraiu muitas pessoas curiosas para saber como ele funciona.

Antes de ser um aparelho que “se transforma”, o PadFone é um smartphone com tela de 4.3 polegadas Super AMOLED, sistema operacional Android Ice Cream Sandwich e processador de 1.5 GHz da Qualcomm. O novo dispositivo da Asus tem, com certeza, configurações potentes, mas não pode ser colocado no mesmo patamar que o iPhone 4S ou o Samsung Galaxy S III.

A transformação do aparelho só é possível, porque ao se comprar o novo dispositivo o consumidor levará para casa também um pequeno notebook com um compartimento na parte traseira. É nesse espaço que o Asus PadFone será encaixado para se tornar um notebook e exibir o sistema operacional Android na tela maior.

O lado ruim dessa transformação é que o notebook age simplesmente como uma tela maior para o smartphone e, com isso, muitos aplicativos do celular não funcionam no dock, porque não há tela touchscreen.

O preço de venda do Asus PadFone é algo em torno de US$ 900 no exterior, o que equivale a R$ 1.800 sem impostos, e já está disponível para compra em diversos países, sem previsão de chegar ao Brasil.

Por Guilherme Marcon


Saiba como proteger e cuidar de seu equipamento de forma correta.

Não ande por ai com seu computador ligado, não o deixe funcionando dentro de sua mochila ou pasta. O dico rígido pode ser danificado apenas por um simples impacto, seja um solavanco, batida ou esbarrão. Fora este detalhe, o seu notebook "confinado" pode superaquecer. Desligue antes de transporta-lo. Lembre que existe algumas configurações do próprio Windows, que podem modificar o comportamento do botão desligar para quando fechar a tampa.

Cuidado ao utilizar seu Notebook na cama. Fique esperto com seus cobertores e travesseiros, próximos ao mesmo, eles podem estar bloqueando a ventilação e causando danos aos componentes com o superaquecimento. Além de poder estar machucando as si mesmo, em posição não favorável a sua coluna ao utilizar.

Não deixe no carro, além de ladrões que ficam em estacionamentos a temperatura do carro pode subir dependendo do lugar parado e danificar seu equipamento. Caso seja realmente necessário, deixe no porta-malas, tomando cuidado e sendo discreto.

Sobre seu Smartphone, coloque sempre senhas em seus aparelhos e os deixe travados. Para que no caso de roubo, não seja possível coletar suas informações para uso mal-intencionado ou roubo de identidade. Existe ainda uma ferramenta chamada Norton Mobile Security para o Android, que bloqueia a distância com possibilidade de formatação, com um simples comando via SMS.

Por Marcos Tegon


A LG anunciou há poucos dias que pretende aumentar sua participação no mercado de smartphones. No entanto, um de seus protótipos exibidos no início do ano, o GW990 foi engavetado.

É mais um que se junta ao Courier e o Sltate, tablets da Microsoft e HP respectivamente, que também não irão sair do papel.

Não se sabe que motivos levaram à desistência da fabricação do GW990. Mas um olhar mais atento pode revelar algumas questões. Em primeiro lugar, o aparelho não era nem um smartphone nem um tablet. Ou era um smartphone um pouco maior, ou um tablet reduzido. Como ele nunca será produzido, jamais saberemos. O fato é que talvez não passasse apenas de um delírio do pessoal da LG.

Há quem acredite que a culpa seja da Intel. Veja: o sistema operacional seria o Moblin, uma variação de Linux criado pela fabricante de chips. Mas a Intel está apostando em outro sistema também derivado do Linux, feito em conjunto com a Nokia, o Meego.

E talvez a LG não se sentisse à vontade com isso. A versão oficial é a de que eles nunca tiveram a intenção de fabricá-lo.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte:Info Abril





CONTINUE NAVEGANDO: