Lançamento do sistema operacional sofreu atraso e deverá chegar aos novos computadores depois do lançamento oficial.

O sistema operacional mais aguardado de todos os tempos, o Windows 10, deverá sofrer um atraso para chegar aos novos computadores. Sendo assim, não há a possibilidade de comprar novos PCs com Windows 10 pré-instalado antes da data oficial de lançamento do software. O fato foi confirmado pelo diretor de marketing da Microsoft, Yusuf Mehdi.   

No dia 29 de julho, o Windows 10 poderá ser baixado gratuitamente nos computadores com Windows 7 e Windows 8.1. No entanto, os computadores à venda nas prateleiras das lojas de varejo não terão o novo sistema operacional instalado.

A Microsoft está fazendo um grande investimento de marketing no Windows 10 e realmente é frustrante não poder adquirir um computador novo com o sistema na data oficial de lançamento.   

De acordo com Mehdi, o problema será resolvido e no mês de outubro é esperado que os novos computadores tenham o Windows 10 pré-instalado. Mesmo com o atraso, algumas fabricantes de PCs, como a americana Dell, já estão aceitando encomendas de compras para sua nova linha de laptops que contará com o sistema operacional mais recente da Microsoft. Caso os clientes realizem o pagamento até o dia 29 de julho, há uma pequena chance deles já poderem contar com o notebook em suas casas no dia 30 de julho. 

No entanto, esse não deve ser um grande problema para a Microsoft. A companhia espera que seus usuários, em sua maioria, atualizem seus sistemas através do Windows Update. Além disso, há a venda tradicional de CDs de instalação, bem como de pendrives que a empresa promete disponibilizar no mercado.  

De acordo com diversas fontes, o Windows 10 já teria sido finalizado semana passada e a Microsoft enviado o software para que as fabricantes possam fornecê-lo em seus novos computadores. Se seu computador está habilitado para receber atualizações automáticas, você receberá o Windows 10 de maneira automática a partir do dia 29 de junho.

Por William Nascimento

Windows 10

Fotos: Divulgação


Sistema operacional traz novidades e pode ser baixado gratuitamente pelos usuários que possuem o Windows 8.1 e o Windows 7 SP1.

No início desta semana, 1º de junho, a Microsoft anunciou a data oficial para o lançamento da nova versão de seu sistema operacional, o Windows 10, que será no dia 29 de julho.

O Windows 10 chega trazendo muitas novidades, inclusive a assistente pessoal, a Cortana, que estará disponível também para computadores, como também tablets e smartphones.

Outra novidade do Windows 10 é a opção "Iniciar", tão comum nas primeiras versões mas que acabou sendo banido pela Microsoft, mas depois dos usuários reclamarem bastante, o "Iniciar" volta no Windows 10.

E o Internet Explorer, um dos navegadores mais utilizados de todos os tempos, está sendo aposentado, pois o Windows 10 traz um novo browser para os usuários, o Microsoft Edge, que promete atender as novas tecnologias e tendências do mercado.

A princípio, o Windows 10 será lançado apenas para tablets e computadores, mas claro que a Microsoft tem uma versão do sistema operacional que é exclusivo para smartphones, que logo, logo estará disponível.
O Windows Continuun é uma ferramenta do novo sistema operacional da Microsoft que ajuda na integração entre os aparelhos que tenham o sistema operacional Android ou iOS com um computador que tenha o Windows 10 instalado, mas se no smartphone já tiver o Windows 10, então a conexão é feita de forma automática.

E o Windows 10 trouxe 2 games clássicos dos usuários de smartphone, o Candy Crush e Paciência que já é antigo conhecido dos usuários do Windows.

Quem já for usuário do Windows 8.1 ou do Windows 7 SP1, poderá fazer o upgrade para o Windows 10 gratuitamente e estes usuários já podem, inclusive, fazer a reserva de atualização para o novo sistema operacional.

Para fazer esta "reserva", basta acessar o ícone do Windows que se encontra na barra de tarefas, à direita, onde deverá escolher a opção "Reserve your free upgrade", devendo informar o e-mail e aguardar que receba a confirmação de sua reserva, depois é só aguardar que assim que a atualização para o Windows 10 estiver disponível, um e-mail será enviado com todas as informações.

Por Russel

Windows 10-3

Foto: Divulgação


O Windows 10 já está disponível para download para testes. A Microsoft realizou um evento no último dia 21 de janeiro para mostrar oficialmente as suas novidades, que já eram alvo de muitas especulações nas últimas semanas. Os usuários poderão testar o novo SO em suas máquinas nas versões 32 ou 64 bits.

Entre as apresentações, os principais destaques foram a interface e funcionalidades da nova versão do sistema operacional, a atualização da Cortana e o navegador que vem para substituir o Internet Explorer.

O Windows 10, como já sabíamos, terá uma experiência universal. Isso significa que tanto em PCs quanto em smartphones, tablets e Xbox One, o sistema operacional será semelhante. Isso também vale para a loja de aplicativos, que estará integrada para todos os dispositivos.

O Menu Iniciar está de volta, unificando o visual do Windows 8 e permitindo ser redimensionado. O Action Center será uma barra de ações para ativar conexões bem como acessar as notificações e configurações. Essas últimas, estão unificadas, tanto os ajustes do Windows 8 quanto o clássico Painel de Controle.

Já a Cortana, que também estará integrada ao Maps, passou por uma grande evolução. Durante o evento de apresentação da Microsoft, ela demonstrou uma interação mais natural e fez até piadas. As pesquisas realizadas com a assistente são registradas, com um controle de privacidade.

Uma das novidades mais comentadas recentemente, o novo navegador do Projeto Spartan, oferecerá uma nova engine de renderização, que promete mais velocidade. Ele também estará integrado com a Cortana, e a assistente pessoal oferecerá respostas que vão desde rotas a reservas de restaurantes.

Para obter a versão de testes do Windows 10, basta se inscrever no Windows Insider Program, fazer o download da Build do Windows 10 para 64 bits ou 32 bits e gravar a ISO em um DVD ou pendrive. Depois de rodar a ISO, basta seguir as instruções do instalador.

Por Daniel Cavalcante

Windows 10

Foto: Divulgação


A Microsoft já apresentou esboços de seu novo sistema operacional, válido para computadores e smartphones. Não será o Windows 9 como todos esperavam, mas sim o Windows 10.

A empresa optou por pular o 9. Ninguém sabe porquê. A novidade do novo sistema operacional além do número, é que será mais leve e voltará a ter uma atrativa área de trabalho, diferente da versão anterior, que privilegiou os quadros, deixando a área de trabalho escondida e de difícil acesso aos usuários comuns.

O Windows 8 não obteve o sucesso que a empresa esperava em computadores e notebooks, pois muitos usuários continuaram preferindo usar a antiga versão: o Windows 7. Nesta versão o usuário contava com uma área de trabalho atraente, de fácil utilização e com um design agradável. Tudo isso desapareceu no Windows 8, que foi projetado muito mais para uso em smartphones e tabletes do que para computadores pessoais. Muitos usuários que compraram seus computadores com o Windows 8 preferiram instalar a versão antiga, pela facilidade de uso e pela maior velocidade no carregamento do sistema operacional. Avaliando essas deficiências, a Microsoft decidiu criar no Windows 10 novamente o início pela área de trabalho, porém dando alternativa ao usuário de trabalhar com as janelas como na versão anterior.

O software ainda está em fase de testes e aperfeiçoamento e tem previsão de lançamento no segundo semestre de 2015. Ele também rodará em smartphones e tablets, sendo que os fabricantes destes esperam um sistema operacional mais leve e de fácil uso.

As maiores reclamações para os usuários do Windows 8 era a dificuldade de se localizar. Onde está uma foto? Como chegar em determinado aplicativo? Desde os primórdios do Windows que os usuários se acostumaram com uma área de trabalho. E de repente ela desaparece.

A Microsoft entendeu o recado, frente o sucesso do Windows 7 perto do 8 e mudou. Agora podemos ter novamente nossa boa e velha área de trabalho.

Por Luciana Viturino

Windows 10

Windows 10

Fotos: Divulgação


De olho em um mercado cada vez mais móvel, a Microsoft anunciou  que faria o lançamento do Windows 9, mas pulou direto para a 10ª versão. Dessa forma a empresa pretende focar na união das plataformas para atender uma gama de dispositivos, de smartphones a computadores, e ainda explorar o universo mobile, além da computação nas nuvens. 

Ao contrário de todas as expectativas geradas pelo evento, a Microsoft pulou o Windows 9 e foi direto para o versão 10 da plataforma. A empresa explicou que o nome representa um novo marco. "Quando o produto completo estiver pronto, acreditamos que vão concordar que Windows 10 é o mais apropriado", afirmou o vice-presidente de sistemas operacionais, Terry Myerson, durante a apresentação em São Francisco, nos Estados Unidos.

Na última quarta-feira, dia 1º de outubro a edição especial para desenvolvedores, o Technical Preview, foi liberado. O novo sistema chega para usuários domésticos apenas no ano que vem, em 2015, e substituirá o Windows 8, lançado há dois anos, em 2012. “O novo sistema desbloqueia novas experiências para permitir que os usuários trabalhem, joguem e se conectem", afirmou Myerson. 

Um dos problemas identificados pelos usuários do sistema operacional Windows 8 e que volta na nova versão é menu “Iniciar”.  O botão volta a aparecer em sua forma original, exibindo os últimos programas e documentos acessados, o que facilita e agiliza o uso do sistema, além de opções para desligar e reiniciar o dispositivo. Porém, o botão também vem com novidades, ele é composto por blocos dinâmicos personalizáveis e conta com o recurso de busca, que vai funcionar de maneira integrada, incluindo arquivos do computador ou páginas da web.

Outra novidade, é o recurso semelhante ao do MacOS X, sistema da Apple para computadores. O Windows 10 também conta com múltiplas áreas de trabalho, que podem ser alternadas de forma a permitir o uso de diferentes aplicativos em execução ao mesmo tempo. Na parte inferior da tela, será possível visualizar as interfaces, como miniaturas dos programas. 

Por Vivian Schetini

Windows 10

Foto: Divulgação


Muitos sites na internet vêm divulgando a informação de que a Microsoft está planejando alterar os ciclos de lançamento de seu sistema operacional, encurtando-o. Com isso, o suposto Windows Blue chegaria ao mercado muito antes do previsto.

De acordo com supostas informações obtidas de relatos de pessoas próximas a Microsoft, a companhia pretende trazer novidades para a sua plataforma a cada ano, tal qual é feito pela Apple e Samsung no lançamento de seus gadgets.

Entretanto, agora os rumores estão ganhando força acerca do Windows Blue, pois, conforme o site WinAero, ele utilizará o Kernel NT 6.3, o que indica que o Blue seja uma atualização do Windows 8, tal qual foi com o Windows 7 – tendo em vista que o Windows 8 utiliza o Kernel NT 6.2 e o Windows 7 utiliza o Kernel NT 6.1.

Além disso, se essa informação for confirmada, com certeza a Microsoft começará a aplicar ciclos anuais de lançamento dos sistemas operacionais, ao contrário dos ciclos de três anos que eram utilizados anteriormente.

Mesmo com os boatos divulgados, tudo pode se tratar apenas de um rumor e ser desmentido pela Microsoft, pois a base para todos os rumores tem sido um printscreen de uma tela, onde há informações do Windows Blue.

Por Guilherme Marcon


Durante uma sessão de perguntas e respostas feitas com a imprensa e a Microsoft, o vice-presidente da empresa estava presente e comentou sobre a utilização de outros sistemas operacionais no seu tablet, o Surface Pro.

Uma das perguntas feitas ao executivo foi se existe a possibilidade de desabilitar o boot seguro do gadget e também se o aparelho obriga que o sistema operacional utilizado seja o Windows 8. Na resposta, foi dito que tal qual qualquer outra máquina que rode com o Windows, o novo Surface permite o acesso a BIOS – o que permite que o boot seguro seja desligado. Além disso, dessa mesma forma também é possível que seja habilitado o carregamento de outras plataformas – como o Linux.

Essa resposta animou bastante as pessoas que são fãs do Linux e que se interessaram pelo tablet Surface Pro. E também, isso pode ser um fator que impulsione as vendas do gadget – mesmo que diminua a utilização da plataforma, de certa forma – visto que muitas pessoas adquirem computadores com o Windows, mas trocam o sistema operacional para o Linux.

Além disso, o fato de ser possível utilizar outros sistemas operacionais coloca o gadget da Microsoft em um patamar acima do iPad, que não permite esse tipo de alteração.

Por Guilherme Marcon


Surgiu na imprensa internacional um rumor novo a respeito do sistema operacional Windows. De acordo com um usuário do fórum PCBeta, a Microsoft está com planos de lançar todo ano atualizações do Windows para garantir sempre novidades estruturais com mais agilidade aos seus clientes.

O usuário do fórum atende pelo nick de “Maxy” e disse que é um membro muito importante dentro da companhia de Redmond e caso as informações dele estejam certas, é provável que já na metade deste ano o novo sucessor do Windows 8 apareça no mercado. A próxima versão do sistema seria chamada de Windows Blues e apresentaria diversas atualizações baseadas em plataformas móveis, incluindo até a possibilidade de poder redimensionar as tiles do Windows 8 para tornar o sistema mais personalizado.

Além disso, a atualização ainda traria outra grande novidade que estaria presente na modificação Kernel usada pelo sistema operacional da Microsoft. A versão nova apresentaria diversas modificações estruturais para que o sistema fique mais fluído e leve. 

Vale lembrar que tudo isso não passa de rumores, mas com certeza seria muito bom se a Microsoft começasse a liberar atualizações anuais para seus sistemas operacionais.

Por Felipe Santos Bonfim


A Microsoft está buscando ganhar um mercado do gigante de buscas Google: o serviço de e-mail.

Isto ocorre porque o Google informou que irá eliminar, de forma gradativa, a sincronização das contas de e-mail de novos clientes por meio do EAS (Microsoft Exchange ActiveSync).

Este serviço é utilizado por meio do licenciamento do EAS da empresa Redmond pelo Google e Apple para oferecer e-mail em smartphones e tablets além de realizar a sincronia entre calendário e contatos em várias situações.

Por isso, o Google Sync ficará restrito à contas grátis que já foram criadas e a clientes do Google Apps que pagam a partir de 30 de janeiro de 2013.

Com essa decisão a única organização que perde é a Microsoft já que o Google informou que não irá criar aplicativos do Gmail, Google Drive e outros voltados para o sistema operacional Windows RT ou Windows 8.

Por isso, a Microsoft está incentivando os usuários não pagantes do Gmail que utilizem o Outlook.com com a manutenção de seus endereços eletrônicos atuais.

Por Ana Camila Neves Morais


Nesta última sexta-feira, dia 14 de dezembro de 2012, o Gerente-Geral da Microsoft em São Paulo – Celso Winik – concedeu entrevista a jornalistas e blogueiros sobre os rumos da empresa e seus produtos.

Sobre o Windows Phone, Winik afirmou que os aplicativos presentes no modelo foram todos testados e seus hardwares foram definidos para obter o melhor desempenho pelos usuários.

Além disso, o executivo afirmou que o Windows Phone é o único sistema operacional do mercado que possui os “live tiles” que consistem em atalhos para diversos tipos de aplicativos são atualizados em tempo real.

Ao considerar o mercado de jogos eletrônicos, o gerente da Microsoft afirmou que a plataforma da empresa possui mais de 100 jogos.

Considerando a presença do Windows 8 no mercado Winik disse que a Microsoft espera com este sistema oferecer maiores dispositivos que tornem a vida dos usuários mais fáceis.

Por Ana Camila Neves Morais


A busca constante por inovações e melhorias tecnológicas leva ao surgimento cada vez mais rápido de novas possibilidades.

A novidade do momento neste ramo vem da Apple que pode estar criando a nova versão do Mac OS X que terá como base de funcionamento tecnologias feitas pela Intel.

O novo produto da empresa de Steve Jobs terá como nome OS X 10.9 e este novo sistema operacional já foram visualizados na internet e deve ser lançado no início de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um modelo de computador portátil está sendo oferecido no mercado mundial de eletrônicos e a novidade do momento é o notebook HP Pavilion g4-2117.

Dentre as principais características deste aparelho estão o processador AMD A6, tela de 14 polegadas, memória RAM de 2 GB, entradas para USB 2.0 e 3.0, sistema operacional Windows 7 e conexão para Bluetooth e Wi-Fi.

Mas o grande diferencial deste modelo fica mesmo em sua alta capacidade de áudio. O HP Pavilion g4-2117 vem com o sistema Dolby Advanced Áudio com som de alta qualidade e volume.

Fonte: Tecnologia.uol

 

Além disso, este notebook possui o sistema HP CoolSense que realiza o controle de temperatura e melhora a sua performance.

Para quem gostou das inovações deste novo modelo, ele pode ser adquirido com valores a partir de R$1.400,00 sendo ideal para atividades básicas do dia-a-dia.

Por Ana Camila Neves Morais


A era de brinquedos digitais teve mais um avanço, pois a Estrela apresentou nesta quarta-feira, dia 12 de dezembro de 2012, o seu novo lançamento.

A novidade do momento é a Estrela Digital que consiste no ramo da empresa de brinquedos destinadas a jogos eletrônicos.

Inicialmente serão fornecidas versões digitais dos jogos Banco Imobiliário, Pula Macaco, Autorama e Cilada; já em 2013 serão lançados novos jogos como Jogo da Vida, Detetive e Caixa Encaixa.

Segundo a empresa, a Estrela Digital oferecerá cerca de 100 jogos da marca com a possibilidade do jogo em multiplataformas que serão compatíveis com diversos sistemas operacionais como Android, iOS, Apple além do uso em redes sociais e Google Chrome.

Com relação ao modo de jogar, os interessados devem acessar o site da Estrela e obter “Estrelinhas” que é a moeda criada para comprar os jogos que custam cerca de 2,5 mil “Estrelinhas”.

Além disso, os cartões serão vendidos em lojas de brinquedos e bancas de jornais de todo o país.

Por Ana Camila Neves Morais


Sem dúvida o Windows 8 chegará ao mercado recheado de novidades, porém algumas coisas são mantidas e apenas melhoradas, como por exemplo, o ícone Regedit, as preocupações com segurança e as janelas do Explorer.

Desde o lançamento do Windows Vista, a Microsoft vem fazendo um excelente trabalho na blindagem da plataforma e por isso na nova versão do sistema operacional mais melhorias foram feitas. Ainda assim, é muito importante que os usuários tenham um antivírus instalado. O primeiro deles que é compatível com o Windows 8 é o Kaspersky 2013, que foi anunciado recentemente e que revela grande foco da desenvolvedora em evitar fraudes bancárias utilizando artifícios como, por exemplo, o Safe Money que anuncia ao usuário, através de uma borda verde na janela do navegador, que o site não é confiável.

Além disso, algumas novidades do novo antivírus foram direcionadas à interface do sistema, que agora conta com o visual Modern, mas que também rodará na versão clássica. O modo Safe Money agora oferece maior segurança ao usuário evitando ações de sites de bancos falsos que se passam por verdadeiros.

O restante das alterações divulgadas foram feitas apenas para incrementar o software. Entretando, no Encontro Latino Americano de Análise de Segurança da Kaspersky Lab, que acontecerá em breve, serão reveladas mais novidades.

Por Felipe Santos Bonfim


Parece que a sexta versão do sistema operacional da Apple pode chegar ao mercado antes do que muitos esperam. Há rumores circulando pelas mídias de que o lançamento da nova plataforma será no mês de junho deste ano.

O site 9To5Mac disse que alguns usuários já estão testando o software desde abril e essa informação foi confirmada pelos desenvolvedores dos aplicativos da própria Apple.

A ideia da Maçã é disponibilizar algumas versões de avaliação para que os engenheiros de aplicativo da Apple Store possam testá-las. Esse mesmo procedimento foi feito com o iOS 5 no ano passado, antes de ser divulgado.

Com certeza o que muitos devem estar se perguntando o que terá de diferente no iOS 6, mas até o momento todas as informações disponíveis não passam de rumores, sendo que apenas um deles já foi confirmado.

De acordo com a Apple, a nova versão da plataforma terá um novo sistema de mapas que irá substituir o Google Maps e, como diferencial, terá tecnologia 3D. Ainda, algumas notícias revelam que o iPad receberá a assistente pessoal, Siri, e que o iCloud ganhará algumas atualizações importantes.

A estimativa dos especialistas em tecnologia é receber informações mais sólidas a partir do dia 11 de junho, data em que acontecerá o Worldwide Developer Conference, o evento para desenvolvedores da Apple.

Por Guilherme Marcon


O novo Ubuntu versão 12.04 Precise Pangolin foi lançado no final de abril e trouxe como novidades o HUD (uma ferramenta de busca rápida), melhoramentos na interface Unity e opções de privacidade diferenciadas. A atualização feita no sistema operacional foi classificada como Long Term Support, que significa que a desenvolvedora disponibiliza um tempo maior de suporte para essa versão do que para as versões anteriores.

O HUD surgiu para criar uma facilidade na busca pelos aplicativos instalados e outros termos no sistema operacional. Ainda, com a modificação nas opções de privacidade, o usuário pode controlar o que irá aparecer na Dash da interface Unity.

Além dessas novas ferramentas e opções, o Ubuntu conquistou uma melhor compatibilidade com o ClickPad, além de ter o Rhythmbox de volta como player de música padrão, substituindo o antigo Banshee.

Outras mudanças que estão na interface do Unity são as melhorias na Dash, que ganhou um campo chamado Video, que leva o usuário diretamente para o Vimeo, Amazon ou TED Talks. E também, foi disponibilizado um novo menu do Nautilus, onde foram adicionados alguns efeitos de combinação de cores, além da opção de auto-ocultar o dock na Unity.

O Ubuntu 12.04 Precise Pangolin já pode ser baixado através do site oficial e de alguns sites de downloads. 

Por Guilherme Marcon


Antes do lançamento do novo sistema operacional da Microsoft, o Windows 8, a empresa anunciou que seria removido do sistema, de forma definitiva, o botão iniciar e em seu lugar ficaria a Start Screen.

Após está divulgação, houve muita polêmica e apareceram diversos rumores de que a Microsoft iria voltar atrás com esta decisão, e que no final acabaria colocando o botão que já é tradicional em seu sistema operacional. Mas tudo leva a crer que isso não irá acontecer.

É possível que a Microsoft coloque alguns tutoriais para orientar o consumidor nos primeiros passos com o sistema operacional. 

O tutorial terá dicas para ajudar a interagir com a nova interface Metro, pois os comandos serão feitos através de atalhos no teclado e combinações de movimento via mouse. O objetivo é oferecer aos consumidores orientação em um sistema completamente novo, para que de maneira alguma os usuários se sintam perdidos em um primeiro contato com o produto.

Mesmo com a Microsoft ignorando a opinião dos usuários que se opõem à retirada do botão iniciar, algumas alternativas para suprir essa “carência” já se encontram disponíveis na internet.

Por Guilherme Marcon


A versão “Consumer Preview” do Windows 8 está prestes a ser lançada no mercado – o que será feito no Mobile World Congress 2012 – para podermos saber do que o novo SO da Microsoft realmente é capaz.

Alguns sites já disponibilizam a versão “pré-beta” do Windows 8 Consumer Preview, que já pode nos dar base sobre como será o sistema operacional. Ainda assim, uma lista gigante de inovações foi prometida pela Microsoft, o que pode ser muito bom pela mudança, ou assustar pela estranheza.

Diz a lenda dos sistemas operacionais Windows que uma versão é boa, a seguinte é ruim, e na sequência vem outra versão boa. Portanto, se o Seven conquistou a todos, se seguirmos a lógica o Windows 8 será um fracasso. Mas isso pode ter mudado, não é?!

Conforme o Tecmundo, a lista das inovações foi grande, entre eles a aparência do Windows Explorer, a interface Metro, o Gerenciador de Tarefas, o Painel de Controle e a Windows Store. Claro que a versão 8 terá alguns resquícios do Seven, porém haverá algumas “complicações” como o fato de que o botão Iniciar vai deixar de existir. Isso sim vai deixar muita gente perdida.

Um dos focos do Windows 8 são os aparelhos com telas sensíveis ao toque, porém, se utilizados com esse SO acabarão ficando mais caros que o iPad.

Aí fica a pergunta, o Windows 8 pode ser um fracasso? Vamos ter que testá-lo realmente para podermos saber se vamos nos assustar com tanta diferença, ou adorar tanta inovação.

Por Guilherme Marcon


A RIM (Research In Motion), empresa fabricante do smartphone BlackBerry, acaba de adiar para o mês de fevereiro de 2012 o lançamento do novo sistema operacional (OS, sigla em inglês) para seu tablet, o PlayBook.

A empresa não quer se precipitar pois sabe da importância de lançar o novo sistema com tudo em perfeito estado, pois essa é, segundo os executivos, a melhor maneira de deixar seus tablets atrativos novamente aos olhos dos consumidores canadenses, berço da companhia. Esse mercado no país está cada vez mais dominado pelos produtos da Apple e pelos aparelhos que utilizam o sistema operacional Android, do Google.

David Smith, vice-presidente executivo de tablets da RIM, afirmou no blog da companhia (blogs.blackberry.com), que a decisão de adiar o lançamento foi difícil, mas que é melhor, pois dessa forma o PlayBook 2.0 chegará aos usuários atendendo todas as suas expectativas, e também as de seus desenvolvedores.

A empresa aproveitou o anúncio para afirmar que o novo sistema operacional não contará com um sistema de envio de mensagens de texto, ao contrário do que havia sido dito em um primeiro momento.

Por Mozart Artmann


Segundo informações do portal Bloomberg, a Microsoft, maior fabricante de software do mundo, não vai mais lançar esse ano o sistema operacional para tablet para concorrer com a Google e a Apple. A organização resolveu postergar o lançamento da nova versão do Windows para 2012, e ainda no final de 2011, vai realizar os testes do sistema operacional para tablets com clientes e parceiros.   

A Microsoft está trabalhando nas atualizações do Windows 7 para adaptá-lo com características para telas touchscreen, tamanho e duração da bateria dos tablets para conseguir ganhar um “lugar ao sol” no mercado concorrido dos tablets. A competição nesse ramo é acirrada, com mais de 100 novos projetos de diversas fabricantes ainda para esse ano, e a previsão é que até 2015 atinja mais de 118 milhões de unidades.

Enquanto isso, a Apple já lançou a segunda versão do iPad há menos de um ano do lançamento do seu primeiro tablet.

Por Andrea Gomes


A Dell, que tem parceria com a Microsoft, está apostando no mercado de tablets e pretende lançar um modelo implantado com o sistema operacional Windows, cujo foco serão os clientes corporativos.

A fabricante já lançou um aparelho com o Android, mas segundo a Dell, essa clientela está ambientada com o Windows e o objetivo é atrair justamente essa fatia do mercado.

O novo tablet da Dell será apresentado em um evento no dia 15 de fevereiro, e o que se sabe é que o portátil apresentará tela de 10 polegadas. A HP lançou um tablet com Windows, mas segundo analistas, as vendas foram baixas, pois o sistema operacional em questão não é adequado para telas tochscreen.

Por Andrea Gomes

Fonte: Reuters


A Apple acabou de liberar uma nova atualização do seu sistema operacional móvel, o iOS 4.3. A nova versão, porém, não está disponível para os usuários finais, apenas para os desenvolvedores, pois trata-se de uma versão beta ainda.

Mesmo assim, é possível saber que novidades vem por aí tanto no iPad 2 como no futuro iPhone 5. A primeira delas é o suporte à múltiplos toques na tela. A nova versão do iOS poderá reconhecer 4 ou 5 toques ao mesmo tempo, o que abrirá caminho para diversas novas possibilidades.

As versões GSM dos iGadgets também ganharão suporte ao chamado Personal Hotspot, que permitirá compartilhar a conexão com outros aparelhos.

Também foi incluído no iOS 4.3 o suporte ao AirPlay para aplicativos de terceiros. Outra novidade é o acréscimo de novos efeitos na gravação de vídeos e no FaceTime.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: BGR

O site W3Schools divulgou dados sobre o mercado de sistemas operacionais atualizado até o fim de Junho. Os resultados não trazem nenhuma surpresa, e mostram o Windows liderando absoluto. Em segundo e terceiros lugares vem o Mac OS e o Linux.

Os dados não são exatamente apurados, pois não levam em conta computadores fora da internet, apenas os conectados, e também não consideram os servidores. Além disso, também não leva em conta as diferentes distribuições Linux (e são muitas).

No entanto, dá para se ter uma ideia da distribuição dos SOs. O Windows tem quase 90% do mercado, com o Windows XP em 54% dos computadores e 19,8% do Windows 7, que vem crescendo rapidamente.

Já o MacOs vem oscilando, e está com 6,8%, enquanto o Linux cresce lentamente, apesar de ter avançado 0,3% em 1 mês.

Por Maximiliano da Rosa


Um dos grandes problemas dos netbooks é o sistema operacional. Muitas vezes uma máquina com pouca memória é obrigada a abrir mão de vários recursos por causa do desempenho. Vendidos a preços baixos, a maioria tem pouca memória. Muitos vem com alguma versão do Linux ou com o Windws XP Starter ou Windows 7 Starter, que impõe sérias restrições ao usuário.

Para contornar esse problema é adotar o conceito de computação em nuvem, que tem sido apontado por especialistas como o futuro da computação. Nesse sistema os aplicativos não são instalados na máquina cliente, mas rodam direto de servidores na internet. Basta um clique para instalar novos softwares. Assim, mesmo um netbook com pouca memória pode rodar aplicativos mais pesados.

Um exemplo desse tipo de SO deverá ser o Google Chrome, mas enquanto ele não é lançado há outras opções, como o Jolicloud, criado especialmente para rodar em netbooks. Mais informações podem ser vistas no site www.jolicloud.com.

Por Maximiliano da Rosa


Há poucos dias um consumidor conseguiu fazer valer um direito que poucas pessoas sabem que tem: o de não aceitar uma venda casada. A ideia se baseia num princípio muito simples: o SO de um computador é um produto como outro qualquer, e seu preço vem embutido no do hardware como se fosse um só. Não é.

Baseado no artigo 39 do Código de Defesa, o consumidor conseguiu, depois de uma batalha que durou mais de um mês, que a Lenovo devolvesse o dinheiro pago pelo Windows que veio pré-instalado em seu notebook. A diferença ficou em mais de duzentos reais.

Pode parecer estranho, mas está no código de defesa do consumidor. No caso de pcs, notebooks, netbooks, etc, o sistema operacional é essencial para o funcionamento do equipamento. No entanto, muitas vezes não temos a opção de escolher.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: