Novos processadores da Intel são 20% mais rápidos e devem ser utilizados por Desenvolvedores e Gamers.

Há décadas a Intel tem produzidos modelos de processadores de alta performance para usuários domésticos, fator que a consagrou como referência na fabricação de hardware. Atualmente, a fabricante possui duas linhas distintas: a mainstream (as quais são baseadas na tecnologia Skylake) e a recém lançada Broadwell-E, indicada ao público entusiasta.

Segundo a fabricante, a linha será inicialmente composta pelos modelos: Core i7 6800K, i7 6850K, i7 6900K e i7 6950K. Os novos modelos também serão compatíveis com o novo padrão de memórias RAM DDR4, com frequência de até 2400MHz em quad-channel.

A última atualização dos processadores topo de linha da empresa foi em 2014, quando a tecnologia Haswell-E foi implantada. Em relação a versão anterior, a nova tecnologia Broadwell-E amplia a capacidade de processamento para até dez núcleos destintos, contra oito da tecnologia anterior. Por exemplo, o modelo Core i7-6950X possui 10 núcleos e 20 threads.

De modo geral, o principal diferencial da nova linha está na litografia, que passa de 22 nm para 14 nm. Essa modificação gera aumento de performance e mantêm o consumo de energia em 140W, ou seja, o mesmo TDP utilizado pela linha Haswell-E.

Vale lembrar, que os novos modelos da linha Broadwell-E são direcionados principalmente ao público entusiasta, ou seja, desenvolvedores que desejam extrair ao máximo a performance dos componentes. A nova linha também pode ser indicada para o uso em games.

A nova linha também traz benefícios para quem possui placas mães com chipset X99 e processadores Haswell, já que ambas as tecnologias compartilham do mesmo soquete, o LGA 2011 v3.

A tecnologia Turbo Boost Max 3.0 também foi aprimorada e está focada principalmente nos programas que utilizam apenas um núcleo. Ou seja, quando apenas um núcleo for utilizado em tarefas a nova tecnologia faz com que o desempenho seja até 20% mais eficiente.

A Intel também promete um bom resfriamento, já que durante alguns testes realizados em overclock o modelo Intel Core i7 6950K alcançou 38ºC.

A nova linha de processadores da Intel já pode ser encontrada à venda nas principais lojas de informática do Brasil, com preços que variam entre R$ 2.800 e R$ 9.799,00. No momento da compra, é necessário examinar se os benefícios proporcionados pelos novos modelos condizem com as taxas cobradas em território nacional.

Por Wendel George Peripato


Jen-Hsun Huang, CEO da NVIDIA, anunciou recentemente em uma apresentação sobre os resultados fiscais da empresa, que tablets com o processador Quad-Core Tegra 4 estão em processo de desenvolvimento e que devem ser lançados em breve.

Dentre os conhecidos, podemos citar os que já confirmaram que utilizaram o novo processador da empresa, como o tablet HP SlateBook, o HP Slate 21 AIO, um “super smartphone” da ZTE e o Toshiba AT10LE-A. Porém, ainda não está definida nenhuma data de lançamento, exceto pelo portátil da Toshiba que deve ser o primeiro a ser apresentado.

O potente processador da NVIDIA Tegra 4 foi revelado na CES 2013 e conta com 4 núcleos de CPU Cortex-A15 de 1.9 Ghz. Além disso, ainda conta com um quinto núcleo destinado a tarefas de baixo desempenho visando à economia de bateria. Ainda conta com 72 GPUs personalizados, para um melhor processamento gráfico em displays de LED de 3200×2000 pixels e Ultra HD via saída HDMI.

O uso de um potente processador como esse em dispositivos móveis como tablets e futuramente smartphones, é sem dúvidas um grande avanço para fabricantes e desenvolvedores que terão uma liberdade maior para criar aplicações de alto desempenho.

Por Henrique Nicolau


Ao que tudo indica o futuro no mercado de processadores serão os modelos com oito núcleos e é com base nesta idéia a empresa AMD iniciou as vendas do seu modelo FX-8300.

Este processador é do tipo octa-núcleo com arquitetura Vishera de 32 nanômetros e um TDP de 95 W que proporciona um consumo menor.

Fonte: Techtudo

 

Além disso, o FX-8300 tem como características interessantes cachê L2 com 2 MB para cada um dos seus quatro módulos, modo TurboCore com 3,6 GHz, clock de 3,30 GHz, dentre outras.

Para quem deseja adquirir um processador como o FX-8300, a AMD já disponibilizou este produto no mercado mundial com valores a partir de 190 dólares.

Por Ana Camila Neves Morais


A LG terá no início de 2013 diversas novidades e produtos interessantes para os consumidores de todo o mundo e o mais novo lançamento da empresa é o notebook AIO V325 PC.

Fonte: Techsnapr

 

Este computador possui uma tela em touchscreen de 23 polegadas, tem como processador o Intel Core i5 e uma placa gráfica do tipo GeForce GT640 M que permitem a este aparelho um alto desempenho em suas atividades.

A LG informou que os detalhes sobre seus preços e data de início da comercialização serão divulgados durante a CES 2013 que acontece no próximo mês.

Por Ana Camila Neves Morais


Ao que parece, a Apple pretende atualizar o seu tablet, o Novo iPad, para deixá-lo mais potente. As informações foram divulgadas pelo site MacRumors e indicam que a Maçã está desenvolvendo uma nova versão do iPad mais rápida, alterando o seu processador.

Conforme o site, o chip A5X será alterado pelo A6, que foi utilizado no iPhone 5. Os indícios do lançamento de um novo iPad surgiram quando a lista de dispositivos da Apple foi acessada nas instruções de comando do app, utilizadas por quem é desenvolvedor. Nessa lista apareceu um dispositivo nomeado iPad 3.6, porém ainda não há certeza se é uma atualização do atual iPad ou então um novo aparelho que será lançado por volta de março de 2013 – que é a data especulada para lançamento da nova geração do modelo.

Como se trata de uma versão 3.6, a probabilidade de ser uma nova versão do iPad atual é bastante grande, pois provavelmente o próximo aparelho seja chamado de iPad 4.

Nessa nova versão, além de ser especulado um novo processador, é provável que seja feita a atualização para o novo conector de 8 pinos, ao invés do atual de 30 pinos.

Por Guilherme Marcon


De acordo com o site PC World, a Qualcomm está preparando uma versão do seu chip Snapdragon S4 para notebooks com o novo sistema operacional Windows 8. A intenção da fabricante é entrar na onda dos ultrabooks.

De acordo com Rob Chandhok, vice-presidente sênior da Qualcomm, os chips serão usados em notebooks mais leves e finos que o MacBook Air, fabricado pela Apple.

Segundo as informações do site PC World, a empresa já teria enviado protótipos de computadores com o sistema Windows 8 e o chip Snapdragon para a realização de testes.

Segundo Rob, os notebooks terão conectividade 4G e uma grande qualidade multimídia. O executivo disse ainda que como o Windows 8 pode melhorar o desempenho dos aplicativos com a ajuda de programas que funcionam em paralelo através dos vários núcleos, a Qualcomm está trabalhando em compiladores para poder paralelizar a execução de diversos programas do nosso cotidiano.

Vale lembrar que os chips ARM tornam o tempo de vida útil da bateria bem maior, porém com um desempenho um pouco inferior aos processadores fabricados pela Intel. 

Por Guilherme Marcon


O mercado de tablets é hoje o foco de muitas empresas fabricantes de produtos de informática, devido à crescente demanda por esses equipamentos. A fabricante de processadores, Qualcomm, já fez a sua aposta e lançou o novíssimo processador dual core para tablets, o Snapdragon APQ8060, pertencente a linha Snapdragon.

A HP já implantou no TouchPad a novidade, e segundo o presidente da Qualcomm, Steve Mollenkopf, não só a HP, mas várias empresas firmaram acordos para fabricar tablets com o novo processador.

O Snapdragon APQ8060 vem com recursos poderosos que permitem alta resolução de vídeo e 3D. A Nvidia e a Texas Instruments são as grandes concorrentes da Qualcomm e estão investindo pesado no setor dos portáteis. As empresas que fabricam processadores para dispositivos móveis focam em aliar desempenho e economia de energia. A Nvidia vem atualmente liderando esse mercado.

Por Andrea Gomes

Fonte: Reuters


Gordon Moore foi um dos fundadores da Intel, a maior fabricantes de processadores do mundo. Além disso, ele foi responsável por criar a Lei de Moore. Essa lei diz respeito à performance dos processadores e da miniaturização do transístores, que deveriam dobrar num período de 18 meses.

Dos aos 80, quando foi elaborada, até hoje, a Lei de Moore seguiu ditando as regras na indústria de processadores. Mas para o vice-presidente de pesquisas da nVidia, a Lei de Moore está morta e enterrada.

Tanto é verdade que a Intel é a prova disso. Hoje, a empresa fundada por Moore, constrói processadores baseados em vários núcleos que trabalham em paralelo, como é o caso dos Dual Core, Quad Core e Core i7. O processo de miniaturização, enfim, parece ter encontrado seu limite.

E para que os computadores do futuro não se tornem aberrações cheias de núcleos e mais núcleos, será preciso encontrar novos modelos de industrialização para o mercado de microchips.

Indagado a respeito, um executivo da Intel respondeu na Europa que o número de pessoas que decretam a morte da Lei de Moore dobra a cada 18 meses.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Adrenaline





CONTINUE NAVEGANDO: