Com a chegada do Natal as empresa de produtos de informática e eletroportáteis começam a investir pesado na criação de novos produtos, a fim de garantir o aumento das vendas no período de Natal onde a maioria das pessoas sempre acaba gastando as suas reservas econômicas ou até mesmo o 13º salário para comprar aquele tão sonhado e desejado produto.

Com a empresa Apple não acontece de maneira diferente, pois diante da grande concorrência que ela trava com outras empresas, tais como, a Motorola e a Samsung, a fim de dominar o mercado de venda de celulares e tablets, a Apple acaba de lançar o seu mais novo produto que é o iPad Air 2.

Esse iPad foi desenvolvido, especialmente, para ser um produto mais fácil de segurar e o mais difícil para se largar, muitas novidades tecnológicas foram utilizadas nesse produto para surpreender os consumidores.

As novidades já começam no design externo desse produto, haja vista que essa nova versão quando se comparada com a versão anterior ela trouxe o aparelho 18% mais fino, com apenas 6,1 mm de espessura e somente 435 gramas de peso.

A tela do iPad Air 2 também veio mais fina, uma vez que ela foi redesenhada, a tela tem o tamanho de 9,7 polegadas com uma resolução de 2048X1536 capazes de produzir 3,1 milhões de pixels e a incrível resolução de 264 pixels por polegada.

Quanto à configuração interna do iPad a Apple mais uma vez surpreendeu, porque esse novo modelo está com uma arquitetura de 64 bits, os quais são capazes de produzir chips gráficos 2,5 vezes mais rápidos. A CPU que está sendo disponibilizada nesse produto também é outro fator de relevância, uma vez que ela é, nada mais nada menos, 40% mais rápida do que a da versão anterior.

Para os produtos da Apple não precisamos nem falar com relação à autonomia da bateria porque quem já teve a grata satisfação de ter um produto dessa marca sabe que a bateria desses produtos é simplesmente sensacional no quesito autonomia, o que no caso desse novo iPad tem um duração de até 10 horas.

Então se você deseja inovar neste Natal e dar um presente inesquecível a uma pessoa que você goste dê a ela um iPad, porque sem dúvida será um presente inesquecível.

Por Adriano Oliveira

iPad Air 2

iPad Air 2

Fotos: Divulgação


Se você está pensando em comprar um iPad, prepare-se: escolher uma opção dentre as disponíveis atualmente pode ser uma dor de cabeça. Conforme esperado, a Apple anunciou novos modelos do tablet na última semana, em sua sede, em Cupertino (Califórnia / EUA), mas não retirou do mercado as versões antigas. Isso dá aos compradores cinco opções de iPads, digo, de modelos. E cada modelo vem em diferentes versões de memória, cores, conexão Wi-Fi e celular.

As mais novas opções são o iPad Air 2 e o iPad Mini 3. O primeiro vem no tamanho oficial, porém mais fino, e conta com um novo sensor de impressão digital Touch ID. Câmera melhor, processador melhor, placa de vídeo melhor, barômetro e uma série de outras melhorias que no fundo não vão interferir na escolha do dispositivo como a cor, a quantidade de memória e o tipo de conexão.

Nos Estados Unidos, o modelo começa a partir de US$499 na versão com apenas conexão Wi-Fi e 16GB de armazenamento, chegando a US$829 na versão com Wi-Fi / celular e 128GB de armazenamento.

O modelo Mini 3 também segue a mesma linha de pensamento, com algumas melhorias em relação à última versão dos modelos “mini”, também vem com o sensor de impressão digital, câmera melhor, porém continua com o mesmo processador de seu antecessor. Os preços variam de US$399 (Wi-Fi, 16GB) até US$729 (Wi-Fi / celular, 128GB).

Os modelos antigos também continuam à venda, e partem de US$249 para a primeira versão do iPad Mini, US$299 o Mini 2 e US$399 a primeira versão do “Air”.

O grande questionamento dos novos lançamentos girou em torno dos modelos com 16GB de memória, já considerada pouca pra quantidade de aplicativos e mídia que os usuários utilizam nos tablets, bem como a falta de um modelo com 32GB, mas a Apple deixa claro com isso que a intenção é concorrer com os aparelhos mais em conta de outras marcas, tentando atrair um público maior a comprar seu primeiro “iDevice” (apelido para dispositivos da Apple).

Vale lembrar que os valores são da loja online da fabricante nos EUA. Na loja online oficial da Apple no Brasil os novos modelos ainda não estão disponíveis. E quando estiverem, provavelmente terão o preço no mínimo 3 vezes maior do que no seu país de “origem”.

Por Felipe Foureaux Freitas

iPad Air 2

iPad Mini 3

Fotos: Divulgação


Nos últimos anos os tablets se tornaram febre entre a população mundial e independente do modelo se tornou uma forma prática e rápida para o acesso da Internet.

Quantas vezes não nos deparamos em diversos locais com pessoas das mais diferentes classes sociais acessando os seus e-mails, redes sociais ou até mesmo lendo um dos seus livros favoritos, que agora são chamados de e-Books.

Os tablets inicialmente foram tidos como os sucessores dos notebooks e netbooks, mas em um mundo onde a tecnologia a cada dia que passa ganha novos horizontes, uma parcela da população faz a opção por um enquanto que outros fazem a opção pela outra tecnologia. Seja qual o lado escolhido conseguimos ver bom resultados em notebooks, netbooks e tablets e bem administrados conseguem torna o seu dia-a-dia bem mais fácil, principalmente quando utiliza ao máximo a tecnologia de todos.

Um bom exemplo de tablete que tem uma tecnologia de ponta é o famoso iPad da Apple que apresenta funcionalidades que conseguem fazer com que as tarefas sejam executadas de uma forma bem mais rápida que o convencional, ou seja, um dos modelos mais conceituados é o  iPad Air que apresenta uma capacidade de wi-fi e também de wi-fi + celular classificada em 4 modelos diferentes que são: 16GB, 32GB, 64GB e 128GB para atender os mais diferentes gostos.

Tablets.

Para aqueles que ficam sempre procurando manter o seu aparelho em perfeito estado, principalmente referente à limpeza esse modelo consegue apresentar uma tela Multi-Touch de 9.7 polegadas que apresenta um revestimento contra impressões digitais e oleosidade.

Já em relação ao chip conta com o A7 que tem uma arquitetura de 64 bits e um coprocessador de movimento M7 que aumenta o desempenho do aparelho, fora as câmeras FaceTime HD e iSight que conseguem transformar qualquer vídeo ou foto em uma perfeita obra-prima, principalmente para aqueles que tem poucos manejos com tecnologias mais avançadas.

Esse produto tem um consumo de energia e bateria que consegue suportar uma utilização em torno de 9 a 10 horas dependendo do procedimento executado.

Para obter maiores informações acesse o site http://www.apple.com/


O iPad Air se tornou nos últimos tempos uma referência de tablet no mercado mundial. E não poderia ser diferente, principalmente por fazer parte da família Apple e apresentar duas cores belíssimas, que são o Cinza Espacial e o Prateado.

Após a escolha de uma das cores, é necessário escolher se o modelo que vai utilizar vai ser aquele que possui apenas conectividade Wi-Fi ou se será aquele que possui Wi-Fi e 3G. Além disso, também é preciso escolher a capacidade de memória, que pode ser de 16, 32, 64 ou 128 GB. Dependendo do modelo escolhido, vai ocorrer uma variação no preço e também no peso, onde a versão com Wi-Fi apresenta 469g e a versão com Wi-Fi + 3G conta com 478g.

A tela Multi-Touch de 9.7 polegadas foi desenvolvida para resistir a impressões digitais e também as marcas apresentadas pela oleosidade.

O chip A7 de 64 bits e o processador M7 também foram desenvolvidos para transformar as suas tarefas em processos mais rápidos, principalmente quando também identificamos que o aparelho utiliza Wireless 802.11 e conta com Bluetooth 4.0.

A sua câmera frontal tira fotos com uma capacidade de 1,2 MP. O tablet também realiza vídeos em HD de 720p, além de realizar detecção de rostos e também utilizar a retroiluminação.

Já a Câmera traseira consegue realizar fotos de 5MP, possui lente de 5 elementos, conta com filtro IV híbrido e possui os mais diferentes itens que fazem as resoluções ficarem perfeitas. A gravação de vídeo também é em HD e apresenta 1080p. Além disso, a câmera possui zoom de 3x, conta com estabilização de vídeos e possui detecção de rostos.

Não podemos esquecer do sistema operacional iOS 7, que conta com AirDrop, AirPlay, AirPrint, iCloud, Passbook e vários outros atrativos que facilitam a execução das suas tarefas.

Para aqueles que também se interessam pelos Apps, existem instalados o Safari, o iBooks, o iTunes Store, o iPhoto, o iMovie, entre outros que o tornam mais sofisticado.

Mais informações podem ser encontradas no site www.apple.com.

Por Fernanda de Godoi


O conceito cinco estrelas sempre foi muito difícil de ser conquistado no mercado tecnológico, alguns sites conseguiram apontar essa classificação em  apenas três smartphones: o HTC Desire, o Samsung Galaxy S2 e HTC One. Já quando falamos de tablets este conceito se torna ainda mais raro até o momento.

iPad Air, no entanto, roubou a cena como o mais elegante, mais leve, com um novo design, e isso indica que o modelo é um grande promissor para receber uma classificação máster, especialmente quando se fala de sua tela de 9,7 polegadas.

Ele é 28% mais leve, 20% mais fino e possui menos 24% de volume. Podemos ver que a Apple realmente se esmerou no quesito design, e o resultado pode ser descrito como “fenomenal."

Ainda devemos citar os chips A7 e M7 que fazem do tablet um dispositivo extremamente impressionante quando se trata de trabalho pesado, superando todos os seus rivais.

O modelo tem atraído tanto os consumidores que ele tem sido citado não apenas como o melhor tablet da Apple, mas sim o único tablet que você deve pensar neste Natal, se você estiver interessado em uma tela maior. A nova abordagem da Apple para tablets é para tornar tudo mais fácil de transportar. Ele tem o mesmo design da parte traseira lisa, como moldura fina e alto-falantes.

Uma das vantagens mais apontadas para o iPad  é o preço, a Apple está oferecendo o modelo Wi-Fi de 16GB no mesmo custo que os seus rivais. A faixa de preço estimada é de 399 libras (cerca de R$ 598,00), além disso a Apple está estimando vários softwares livres úteis, trazendo uma experiência mais refinada com o iOS 7.

O design do Air iPad é, como já mencionado, muito impressionante. É totalmente baseado no iPad Mini, e as duas opções de cores (prata e cinza) oferecem diferentes experiências.

Por Jaime Pargan

iPad Air

Foto: Divulgação


Quais são as características que o Surface 2 da Microsoft e o Nokia 2520 têm que o novo iPad Air não tem?

Primeiramente, a Apple já não possui o padrão ouro para tablets, embora considera-se que nenhum fornecedor detém esse padrao hoje, o que significa que você tem muito mais possibilidades de escolha. O IPAD foi comprimido consideravelmente, o que o torna mais frágil, o que aumenta o risco de ruptura significativamente. 

O Ipad Air tem o poder que precisava para executar o novo sistema operacional, e esta é provavelmente a razão mais forte para substituir o seu iPad antigo por um novo. Os tablets da Apple são tablets puros, como Tim Cook destacou. Você pode adicionar um teclado Bluetooth, mas iPads são projetados para que isso não seja necessário, afinal para isso já existem os laptops. Isso ocorre por design, porque a Apple quer que seus clientes comprem um MacBook, para consecutivamente possam obter o lucro agregado.

O Surface 2, que utiliza o novo processador Nvidia Tegra 4, traz uma série de recursos que faltam no iPad, embora com um peso que está mais perto do velho iPad. O teclado retroiluminado magnético é provavelmente o recurso mais interessante, assim como a opção de ter uma versão com uma bateria auxiliar que aumenta a vida útil da bateria em cerca de 50 por cento.

O teclado serve como uma tampa e protege o ecrã comprimido, que é a parte mais frágil. Ele também tem um estribo lateral ajustável que facilita assistir filmes. Na verdade, você realmente não precisa de um laptop com este modelo.

O surface 1 tem o plug  que desconecta melhor agora. Ele tem duas portas USB 3.0 e um slot micro-SD que permite o tablet armazenar até 64 GB.

Já o Lumia 2520, utiliza o novo processador Qualcomm Snapdragon 800, também tem um teclado opcional. Como alguns dos melhores teclados de reposição do iPad, ele usa um slot para segurar o tablet. Ele permite um upgrade da bateria de até 50 por cento, o que não está disponível no caso da Apple.

Por Jaime Pargan


Em um evento especial que aconteceu em San Francisco, em  22 de outubro deste ano,  a  Apple lançou o iPad Air.

O modelo apresentado é significativamente mais fino e mais leve que o iPad da quarta geração, e se parece muito com o iPad Mini. O novo modelo vem em substituição do iPad da quarta geração e terá preço estimado em  US$ 500 para o modelo de 16GB Wi-Fi. A previsão de lançamento é para o dia 1º de novembro de 2013.

Ao contrário das últimas gerações do iPad que foram relativamente pequenas atualizações, o iPad Air tem uma moldura 43% menor do que seu antecessor com 7,5 milímetros de espessura e pesa apenas 453 gramas.

A Apple diz que o novo iPad Air é o mais fino e mais leve "tablet full-size", e ainda assim ele consegue 10 horas de vida útil de bateria.

O iPad Air está disponível para pré-venda desde o dia 22 de outubro, mas a previsão de data oficial de lançamento do modelo para venda no varejo é para o mês de novembro de 2013.

O modelo está disponível preferencialmente nas cores cinza ou prata, e a Apple não confirmou se ampliará o portfólio e cores do aparelho, mas segundo rumores ele ainda será disponível na cor preta.

Os iPads da quarta geração muito provavelmente irão desaparecer do mercado, pois a Apple irá intensificar a fabricação da nova geração, por meio do iPad Air.

iPad Air

Foto: Divulgação

Com tanto investimento financeiro e principalmente em marketing, a empresa pretende fazer com que mais esta criação seja colocada no topo hierárquico do mercado de iPads, a fim de superar a expectativa de vendas.

Seria esta também uma tentativa de reversão do comentado insucesso de vendas do iPhone 5C?

Pelo sim ou pelo não, basta agora aguardar a chegada oficial do iPad Air no mercado de varejo para constatar como de fato anda a Apple sem o S de Jobs.

Por Jaime Pargan


Alguns de nós estávamos esperando em um iPad 5 – assim como foi esperdao com o iPhone 5S –  um sensor de impressões digitais, um botão Home redesenhado e uma outra forma de navegação por meio de toque. E foi isso mesmo que encontramos? Veja as comparações entre o iPad 4 e iPad Air.

O Ipad Air mede 240 x 169,5 x 7,5 milímetros em comparação com a 241,2 x 185,7 x 9,4 milímetros iPad 4. Usando as próprias estatísticas da Apple, o novo Air iPad é 28% mais leve, 20% mais fino e  possui 24% menos volume. A iPad  Air também possui dois microfones na borda inferior para capturar som mais claramente e reduzir o ruído de fundo durante as chamadas. Com uma resolução de 1536 x 2048 pixels e uma densidade de pixels de 264 pixels por polegada, o painel Retina atual ainda oferece nitidez.O grande foco de venda do  Air é o seu aspecto mais fino.

Na câmera, o núcleo de 5 megapixels, lente de cinco elementos é essencialmente a mesma tecnologia. Ele tem a mesma abertura f/2.4 grande angular e o mesmo sensor de iluminação traseira (BIS) que capta mais luz para lhe dar melhores resultados quando tirando fotos em condições de pouca luz.

Como o iPad 4, antes disso, a iPad  Air é um dispositivo para ir a qualquer lugar que tenha conexão Wi-Fi disponível. O iPad 4 foi baseado em torno de um A6X dual core com um chip gráfico quad-core. Já o  iPad Air foi construído em torno A7 novo chip da Apple de 64 bits.

Se isso não bastasse, o chip A7 também bate o A6X graças à presença de M7 novo coprocessador movimento da Apple, que monitora todos os dados recolhidos a partir do movimento do iPad built-in acelerômetro, giroscópio e bússola digital. Nenhuma  mudança real em questões de processamento

Apesar do tamanho reduzido do iPad Air e as demandas do processador A7, a Apple manteve as mesmas 10 horas de uso da bateria usando vídeo.

Por Jaime Pargan





CONTINUE NAVEGANDO: