Cientistas comprovaram que usar papel alumínio potencializa o sinal de Wi-Fi.

A era digital veio para ficar. Hoje as redes podem alcançar longas distâncias, muitas vezes até dispensando os cabos, tal como ocorre com o sistema Wi-Fi. Entretanto, as gambiarras, ou arranjos provisórios, que ajudam a potencializar ainda mais as conexões, ainda estão sendo utilizadas, até mesmo por cientistas. É do conhecimento popular os diversos tipos de vantagens que se pode tirar do uso de papel alumínio, porém, recentemente, alguns profissionais e pesquisadores da Universidade de Dartmouth, conseguiram comprovar, por meio de muitos testes, que a utilização do famoso papel alumínio tende a ser extremamente eficaz no direcionamento e eficiência de um sinal da internet em Wi-Fi.

Os testes realizados pelos referidos cientistas fazem parte de uma série de procedimentos experimentais, cuja intenção consiste em melhorar as conexões de internet sem fio, que é muito utilizada e até necessária na atualidade. Utilizando papel de alumínio eles intuíram que um tipo de impressa 3D encapada com folhas de alumínio tende a fazer aumentar o alcance dos contatos sem fio, e melhorar a segurança do Wi-Fi. Tudo isso pode custar em um simples investimento no valor de US $ 35, sendo que basta especificar os atributos necessários de cobertura, fazendo uso de um refletor sem fio que pode ser aparelhado no sentido de ir além das antenas existentes, que chegam a custar milhares de dólares todos os anos, conforme declarou uma das professoras assistente da Universidade de Dartmouth.

Todo o trabalho, em resumo, consiste em instalar um refletor na antena própria do roteador sem fio; deste modo é necessário moldar o feixe existente no local, tornando maior, assim, o seu nível de alcance, sendo que o sinal fica bastante alto, suspenso, evitando obstáculos em locais por onde não deveria passar. De acordo com as instruções escritas pela mesma professora assistente, o grupo de pesquisadores teve chance de testar diversos designs de antenas direcionais, como também experimentar um tipo de solução que, sumariamente, consiste em fixar, com resina, uma lata de refrigerante na parte de trás do roteador para que seja possível dar outra forma às ondas de rádio que passam pelo dispositivo, direcionando-as a um alvo específico. Afinal de contas, todo tipo de lata é feita de folhas de alumínio de espessuras diferentes.

Outro método é o de posicionar uma folha de papel alumínio também na parte de trás da antena do roteador, quase a envolvendo completamente, deixando uma abertura direcionada para o alvo certo que proporcione ampliação do sinal. Entretanto, todos esses experimentos ainda estão em fase de confirmação, já que estão sendo testados por diversos meios e não se pode garantir o tempo de melhora que proporcionam no sinal Wi-Fi, por exemplo.

Enfim, depois de todos os tipos de testes em cima dos equipamentos próprios e adaptáveis para este projeto, os quais significariam uma mão na roda, literalmente, a mesma equipe de pesquisadores elaborou um programa adicional, intitulado de WiPrint em que o 3D imprime um molde mais preciso e necessário para configurar os raios e os feixes, garantindo uma cobertura mais perfeita e segura. Entretanto, esta equipe de pesquisadores ainda não decidiu disponibilizar nenhum tipo de dispositivo para o público geral, que seria lançado sob a forma de um programa, porém, eles sustentam a tese de que com esses procedimentos as conexões sem-fio certamente tendem a ficar muito melhores.

Este é método muito simples, porém, genial, sendo que constitui uma estratégia extremamente eficiente, conforme as pesquisas avançam. Na medida em que os moldes elaborados ficaram prontos e foram adaptados ao roteador, o mesmo grupo de pesquisadores logrou alcançar um sinal Wi-Fi potencializado e mais eficiente, atingindo os pontos desejados, sendo que foi possível criar um refletor capacitado para manter a internet íntegra e seu sinal, impedindo que a mesma escape pela janela, por exemplo, tornando ela mais consistente dentro de um determinado ambiente.

Por Paulo Henrique dos Santos

Wi-Fi


Confira algumas dicas para fazer a bateria do notebook durar mais.

Você estava trabalhando em uma atividade importante e de repente o seu notebook desligou, e você está sem a fonte para recarregá-lo imediatamente? Essa situação inconveniente é comum, pois as baterias desses dispositivos não costumam durar tanto quanto as suas marcas prometem e acabam desligando-o nos momentos em que mais precisamos dele.

Para fugir desse problema, você pode adotar algumas medidas simples e práticas que ajudam o aparelho a trabalhar por mais tempo, impedindo que você tenha que interromper as suas tarefas.

Confira abaixo dicas de como fazer a bateria do seu notebook durar mais tempo e não te deixar na mão:

1. Reduza a resolução

Assim como acontece com os celulares, quanto mais alta estiver a resolução da tela do notebook, mais pixels ela será obrigada a processar por vez, o que implica em um gasto maior de carga. Se você está apenas digitando um arquivo de texto, a resolução Full HD não é necessária nesse caso, pois não faz muita diferença.

Portanto, para fazer a bateria durar mais alguns minutos, você pode diminuir a resolução da tela. Para tal, basta clicar com o botão direito na Área de Trabalho, optar pela alternativa ‘’Configurações de exibição’’, em seguida escolha o botão ‘’Configurações de vídeo avançadas’’ e, por fim, é só reduzir a resolução de acordo com a sua necessidade.

2. Diminua o brilho da tela

Apesar de parecer algo muito simples, diminuir o brilho da tela costuma funcionar bem para conservar a bateria do computador por mais tempo, pois essa função gasta muita energia do aparelho. O ideal é manter a iluminação da tela somente em um nível que te possibilite enxergar aquilo que está fazendo. A redução do brilho pode ser feita através da tecla específica do dispositivo, clique sobre ela e vá diminuindo até onde quiser.

3. Desligue a tela quando não estiver usando o notebook

Sem perceber, muitas pessoas acabam deixando a tela do computador ligada o tempo todo, mesmo quando não estão usando-o. Essa ação consome muita energia e faz com que a bateria acabe rapidinho. Sendo assim, é aconselhável desligar a tela quando não estiver usando o dispositivo.

Para configurar a tela para desligar quando não está em uso, você deve apertar o botão direito do mouse na Área de Trabalho, selecione ‘’Configurações de exibição’’, vá em ‘’Energia e suspensão’’, depois determine em quanto tempo a tela tem que ser desligada quando não estiver sendo usada.

4. Abaixe o som

Além da tela, o volume do som também influencia no gasto da bateria do notebook. Se você está executando uma atividade da qual não precisa ouvir nada, procure abaixar o volume ou até mesmo desligar para poupar a carga da bateria. Clique no ícone de som na Barra de Tarefas e deligue o volume ou diminua-o. Caso haja a necessidade de ouvir algo, recomenda-se usar fone de ouvido, visto que consome menos energia.

5. Dê preferência para aplicativos mais simples

Os softwares pesados exigem mais carga do notebook, consequentemente consomem a sua bateria em menor tempo, pois forçam o uso do hardware do dispositivo. Quando precisar economizar energia, o mais apropriado é usar aplicativos mais leves. Uma boa ideia quando estiver digitando é trocar o Microsoft Word pelo Bloco de Notas.

6. Desative os recursos de conectividade

Os recursos para conectar o notebook à internet ou a outros aparelhos como, por exemplo, Bluetooth e Wi-Fi gastam muita bateria. Por isso, se você quer economizá-la, uma dica funcional é desativar essas funções quando estiver trabalhando no computador sem utilizá-las. É acessar o ícone de cada recurso, disponível na Barra de Tarefas e optar por desativá-los.

Por Simone Leal

Bateria de notebook


A Série 3000 possui modelos leves, compactos e ideais para tarefas do cotidiano.

A Dell Technologies é a maior empresa no mercado de soluções tecnológicas dos Estados Unidos da América e uma das maiores do mundo e sua história começa quando, em 1984, o calouro da Faculdade de Medicina da Universidade do Texas, Michael Dell, abriu uma empresa com apenas mil dólares chamada PC’s Limited. A empresa foi crescendo e inovando no mercado de computadores pessoais, ao ponto de Michael ter que abandonar a faculdade para se dedicar aos negócios. Já em 1986, apresentou o computador mais rápido da época e, até os dias atuais, a Dell busca comercializar produtos de alta performance.

O portfólio da Dell contempla diversos modelos de computadores, notebooks, monitores e acessórios para diversos públicos: gamers, empresas, famílias, cinéfilos, etc. Uma das linhas de sucesso é a Série 3000.

Composta por notebooks que também podem ser usados como tablets, por conta da tela ser inclinável 360º em relação ao teclado, a Série 3000 possui modelos leves, compactos e ideais para tarefas do cotidiano. Segundo o portal da Dell, seus pontos fortes são a tela touchscreen e a mobilidade do aparelho. Atualmente, a Série 3000 possui o Inspiron 11 3000 2 em 1.

O Inspiron 11 possui 4 GB de memória RAM e disco rígido de 500 GB. Sua tela é Led HD de 11,6 polegadas com touchscreen e câmera de alta definição (720 p) com microfone integrado. E para melhorar ela é resistente a derramamento de líquidos! Seu touchpad é multitoque e ativado por gestos com rolagem integrada – ideal para jogos.

Possui quatro modos de uso: PC, Tent, Stand e Tablet, de acordo com o ângulo de rotação da tela. Tem entrada USB, HDMI e para cartão de memória micro SD. A bateria pode durar até 7 horas – segundo a Dell, Essa é uma política da empresa de manter o notebook o mais tempo possível longe da tomada para que não se torne um “computador de mesa” móvel. Possui também dobradiças resistentes, resistência ao calor de até 65º C, botões que aguentam mais de 40 mil toques, alguns chegando a 10 milhões de toques sem apresentar qualquer variação de seu estado normal.

Caso deseje maximizar sua experiência com o Inspiron 3000, a Dell recomenda alguns acessórios. O primeiro deles é o mouse sem fio preto WM126 que é surpreendentemente leve e de longa duração de bateria. Além disso, você pode ouvir suas músicas ainda mais alto com o alto-falante portátil com Bluetooth AD211 que leva o seu som aonde quiser, pois inclui também bateria de longa duração recarregável. Agora, se você precisa reproduzir CD’s e DVD’s, vai precisar da Unidade Óptica de DVD externa e fina DW136. Conectável por cabo USB, essa unidade roda todos os tipos de discos modernos e você ainda pode gravar o que quiser.

Com tudo isso, o Inspiron 11 3000 possui características que vão atender aos seus anseios diários de um notebook (ou tablet) que tenha um preço acessível se comparado ao seu desempenho. Seu preço varia de R$ 1.759 a R$ 2.139, sem contar com acessórios. É um dos mais barato das séries da Dell e vem com ampla cobertura de garantia e suporte técnico.

No próprio site da empresa estão alguns drivers para otimizar o desempenho do Inspiron 11 3000.

Fica a dica então, mas não deixe de pesquisar mais sobre as opções que a Dell disponibiliza ao público brasileiro. No portal da empresa (www.dell.com/br/p/inspiron-11-3168-2-in-1-laptop/pd?oc=cai3168w101731202br009w1&ref=PD_OC), é possível verificar as especificações completas do Inspiron 11 300 e de outras séries como a 5000 ou 7000. O importante é você encontrar um produto que te complete e auxilie em seus desafios diários. E, claro, que caiba no seu bolso.

Por Mateus de Faria

Dell Inspiron 3000


Dicas dos melhores serviços de armazenamento de dados na nuvem.

O armazenamento em nuvem é uma tecnologia que tem feito muito sucesso nos últimos anos. É um serviço que pode ser acessado de qualquer lugar e que oferece diversas funcionalidades, especialmente para pessoas que trabalham ou estudam em equipe. No mercado existem diversas opções de planos (gratuitos e pagos), com diferentes focos. Confira as principais do mercado:

Google Drive

Para usar o Google Drive, basta ter uma conta Gmail ou no YouTube. O serviço oferece 15GB para armazenamento on-line e gratuito para arquivos em qualquer formato.

Os planos premium podem ser contratados das seguintes maneiras:

· 100GB – R$6,99/mês;

· 1TB – R$34,99/mês;

· 2TB – R$69,99/mês;

· 10TB – R$349,99/mês;

· 20 TB – R$699,99/mês;

· 30TB – R$1.049,99/mês.

Microsoft OneDrive

O serviço de armazenamento em nuvem Microsoft OneDrive pode ser acessado por meio de conta do Outlook. Nesse caso, é disponibilizado 5GB de espaço gratuito, e é possível ter apenas acesso on-line ao Office 365. A empresa também oferece duas modalidades de pacotes pagos:

1) Uso pessoal

· 50GB – R$7/mês, pode ser acessado por até um usuário, em apenas penas um computador e há somente acesso on-line ao Office 365.

· 1TB – R$239/ano ou R$24/mês, pode ser acessado por até um usuário, em um computador, um tablet e um telefone. O Office 365 também pode ser instalado em um PC ou Mac, para uso off-line.

· 5TB – R$299/ano ou R$29/mês, pode ser acessado por até cinco usuários, em até cinco computadores, cinco tablets e cinco telefones. O Office 365 também pode ser instalado em até cinco PCs ou Macs, para uso off-line.

2) Uso em ambiente corporativo/Business

· 1 TB com Office 365 Business Premium – R$656,40/ano ou R$65,60/mês por usuário.

· 1 TB (sem Office 365 Business Premium) – R$262,80/ano por usuário.

· Ilimitado (sem Office 365 Business Premium) – R$524,40/ano por cada usuário.

É importante frisar que esses são valores aproximados, pois deverão ser pagos por meio de transação internacional em Dólar.

Dropbox

O Dropbox disponibiliza 2GB de armazenamento em nuvem gratuito. Porém, esse tamanho pode chegar a 18GB, quando usado por mais pessoas parceiras. Já as opções pagas, têm como adicional a integração com o Office 365.

Podem ser contratadas destas formas:

· 1TB (para pessoas físicas) – US$8,25/mês (plano anual) ou US$9,99 (plano mensal).

· 2TB (para equipes) – US$12,50/mês por usuário (plano anual) ou US$15/mês por usuário (plano mensal).

· Ilimitado Advanced (para equipes) – US$20/ mês por usuário (plano anual) ou US$25/mês por usuário. Nesse caso, o cliente tem acesso a atendimento diferenciado/suporte em horário comercial.

· Ilimitado Enterprise (para equipes) – valor não informado pela companhia. Esse plano oferece serviços diferenciados, como atendimento/suporte 24 horas por dia.

Mega

Quando se fala em armazenamento gratuito, com certeza a melhor escolha é o Mega. O serviço disponibiliza segurança criptografada e 50GB de espaço grátis para qualquer usuário. Entretanto, seu problema está nos planos pagos, que são cobrados em Euros, como pode ser visto abaixo:

· 1TB – 4,99€/mês;

· 2TB – 9,99€/mês;

· 8TB – 19,99€/mês;

· 16TB – 29,99€/mês.

A empresa garante que há descontos para quem contratar uma dessas opções em plano anual.

Box

O Box disponibiliza gratuitamente 10GB de armazenamento on-line. O serviço oferece também opções pagas, que variam conforme as necessidades de cada usuário:

1) Uso pessoal

· 100GB – US$11,50/mês.

2) Uso corporativo/Business

· 100 GB – US$6/mês por usuário. É disponibilizado para equipe de entre três e dez pessoas.

· Ilimitado Business – US$17/mês por usuário. Deve ser usado por equipe de mais de três pessoas.

· Ilimitado Enterprise – valor não informado. Deve ser usado por equipe de mais de três pessoas. Oferece sistema de segurança especial e funcionalidades mais avançadas.

3) Para desenvolvedores

· 125GB – US$500/mês, sendo disponibilizado para apenas um grupo de pessoas.

· 1 TB – US$4.250/mês, sendo disponibilizado para até 10 grupos de pessoas.

Para escolher uma das opções citadas, é importante avaliar não somente a quantidade de espaço de armazenamento oferecido, mas também as funcionalidades que cada uma possui. Afinal, ao optar por esses serviços, os usuários em geral têm necessidades diferentes e/ou específicas.

Por Camilla Silva

Nuvem


Aprenda aqui como tirar o print da tela no notebook.

A opção de captura de tela é utilizada em qualquer plataforma digital e com o Windows não poderia ser diferente. Se você quer ou precisa compartilhar alguma foto ou informação que esteja na tela de seu notebook, o print é uma maneira mais fácil e conveniente para se fazer isso. Neste artigo mostraremos algumas maneiras diferentes para capturar uma imagem do seu notebook.

Tirar screenshots rápidos com o Print Screen (PrtScn)

O botão Print Screen que se encontra no teclado de seu notebook é capaz de capturar uma imagem e guarda-la como um arquivo do computador ou fazer uma captura de tela utilizando apenas uma janela (em vez de toda a tela). O botão print screen pode ser rotulado como "PrtScn", "PrntScrn" ou algo similar.

Na maioria dos teclados, o botão é normalmente encontrado entre o F12 e o Scroll Lock. Em alguns teclados de notebook, você terá que pressionar a tecla "Function" ou a tecla "Fn" para acessar o recurso Print Screen. Quando você pressionar a tecla, a imagem será diretamente armazenada na área de transferência de seu notebook.

Para salvar sua imagem como um arquivo

Pressione a tecla "logotipo do Windows + PrtScn. Em alguns notebooks e outros dispositivos, você terá que pressionar a tecla "logotipo do Windows + Ctrl + PrtScn" ou "tecla do logotipo Windows + Fn + PrtScn”. Verifique o manual de seu notebook para mais informações.

A tela vai escurecer por um momento e você vai ver a imagem aparecer como um arquivo em uma pasta intitulada "Imagens", dentro da pasta "Imagens" padrão. A imagem é automaticamente rotulada com um número.

Para capturar uma imagem de tela sem salvar

Pressione a tecla "PrtScn". Uma captura de tela do seu monitor agora será copiada para a área de transferência. Abra o seu editor favorito de imagem, processador de texto ou outro programa que deseja usar a imagem em seu notebook. Escolha a opção Editar>Colar para colar a imagem onde quiser. As dimensões da imagem serão as mesmas que a resolução da área de trabalho. Nota: Em alguns notebooks e outros dispositivos, você vai ter que pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn" para conseguir finalizar o processo.

Para uma captura de tela de apenas uma janela

Clique na barra de título da janela que você deseja capturar. Pressione "Alt + PrtScn". Uma captura de tela da janela ativa no momento será copiada para a área de transferência, assim como na última sessão. O próximo passo é colar em seu editor de imagem favorito ou editor de documentos. Nota: Em alguns laptops e outros dispositivos, você novamente precisará pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn”, verifique corretamente o manual do seu notebook para mais informações.

Tirar screenshots mais flexíveis com a Ferramenta de Recorte

A ferramenta Snipping tem sido muito utilizada pelo Windows para capturar imagens. Esta ferramenta foi incluída pela primeira vez no Windows Vista e nunca recebeu qualquer atualização, além de algumas correções de bugs. A ferramenta de recorte pode tirar screenshots de uma janela aberta, área retangular, uma área de forma livre ou a tela inteira. Você pode personalizar os seus recortes com canetas de cores diferentes ou um marcador e salvar como um arquivo de imagem ou MHTML.

A Ferramenta de Recorte no Windows Vista, 7 e 8 tem uma limitação: não é possível capturar screenshots que envolvam movimentos do mouse. Para capturar algo que envolve o movimento do mouse, como menus e dicas de ferramentas pop-up, você terá que usar o método Print Screen.

No Windows 10, a Ferramenta de Recorte tem uma nova opção "Delay", que permite capturar screenshots como pop-up, menus e dicas de ferramentas. Abra o aplicativo Ferramenta de Recorte e clique Delay. A partir da lista drop-down, clique sobre o número de segundos que você gostaria de esperar até que a sua imagem é tomada.

Agora escolha o tipo de recorte que você quer fazer, clicando na seta ao lado; Você poderá escolher entre um dos quatro tipos de snip de forma livre, retangular e em tela cheia.

Ao contrário de um recorte regular, a tela não vai desaparecer imediatamente. Em vez disso, você terá que esperar de 1 a 5 segundos, dependendo do atraso que você escolheu, para configurar seus screenshots. Você pode usar esse tempo para abrir o menu pop-up ou dica de ferramenta que você deseja capturar. Uma vez que seus segundos se passaram, a tela irá congelar para que você possa criar o seu recorte. Se você escolheu janela ou em tela cheia, ela só vai capturar o recorte imediato.

Paulo Naylan Chaves Freitas


Confira aqui algumas dicas de como preservar a bateria do seu notebook.

Mesmo que por pura curiosidade, todo mundo já deve ter colocado ao menos uma vez baterias e pilhas no freezer de casa para eventualmente “ressuscitar” as mesmas com o resfriamento. Apesar de ser um processo curioso e de muitos adeptos e divulgadores a coisa não é por aí…Até mesmo por um simples “não custa tentar” é bom não fazer nada disso. Entre diversos outros fatores, as condições e a umidade dentro do freezer podem acabar causando mais danos a bateria no lugar de supostamente renová-la.

Então nada de achar que os fabricantes de baterias fazem conspiração. Até agora ainda não contamos com nenhuma tecnologia que consiga produzir uma fonte de energia que seja inesgotável e que possamos usá-la em notebooks, tablets e smartphones.

Antes de tentar esses métodos que prometem verdadeiros milagres na bateria, uma boa ideia é sempre usá-la com bom senso, fazer os ajustes quando for preciso e claro, quando chegar o momento trocá-la.

De qualquer forma existem várias coisas que podem ser feitas para que o desempenho da bateria seja otimizado (e não estamos falando do freezer!).

Uma das primeiras coisas que o usuário pode fazer é reduzir o brilho do monitor de seu aparelho. Quanto mais brilhante a tela for mais desperdício da bateria haverá.

A lista de vilões vai bem além da tela. Dispositivos USB que estejam conectados e que ficam lá sem uso também contribuem para um uso “prejudicial” da bateria.

Softwares que não estão configurados corretamente e execução de diversos programas ao mesmo tempo não são coisas ideais de se fazer.

Um bom exemplo nesse ponto é o celular que está conectado ao notebook ou a impressora e que não estão sendo usados. Eles ficam sugando a energia da bateria, contrariando a falsa ideia de que se não estão em atividade não consomem nada. Na hora de economia da energia é bom ficar atento a todos os periféricos que estejam conectados a sua máquina para evitar o desperdício.

Outro ponto que entra na lista de dicas de economia é sempre desligar o Wi-Fi e o Bluetooth de seu notebook toda vez que não estiver usando os mesmos.

Por final, para fazer a recarga não saia pegando qualquer carregador que você encontrar por aí e nem deixe a energia do computador acabar por completo. O ideal é que a bateria seja recarregada quando estiver entre 20% e 30%.

No caso de a bateria não durar mais de 30 minutos, pode ser sinal de que já está na hora de fazer a troca. E lembre-se de sempre buscar por alternativas originais para seu aparelho.

Por Denisson Soares


Confira aqui algumas dicas na hora de comprar um notebook.

Hoje em dia, muitas pessoas estão preferindo ter um notebook do que um computador, porque o notebook não ocupa muito espaço, oferece mobilidade, pode ser guardado em diversos lugares e não precisa ficar sempre conectado na tomada.

Caso você já tenha um notebook, mas deseja trocar porque ele está velhinho ou ainda não tem um notebook, mas deseja comprar um, não perca essas dicas. Na hora de comprar um notebook, é importante avaliar diversos critérios: conectividade USB, HDMI, WiFI, sistema operacional, o armazenamento HD e SSD, a memória RAM, a tela, a bateria, unidade de CD/DVD, Blu-ray, sistema operacional e o processador.

Memória

Para escolher a memória RAM de um notebook, é importante analisar o padrão atual disponível no mercado. Para quem não vai utilizar muito o notebook é recomendável comprar um notebook com memória RAM de 2GB. Já para as pessoas que utilizam muito o notebook, a memória RAM deve ser no mínimo de 4GB.

Processador

Caso precise realizar apenas as tarefas básicas no notebook, o processador pode possuir recursos de economia de energia, com isso ele evitará o aquecimento e fará com que a energia da bateria mantenha por mais tempo. Já para os programadores ou pessoas que gostam muito de jogos, é necessário um notebook mais potente. Escolha um notebook com processador de dois núcleos ou mais.

Bateria:

É muito difícil encontrarmos um notebook que a bateria tenha duração considerada como adequada. Mas na hora de comprar um notebook, é recomendado que ele tenha uma bateria do tipo íons de lítio, elas são mais duradoras.

HD ou SSD:

Notebooks com HD tendem a ser mais caros do que os notebooks com SSD, porque o HD para um notebook é menor que o HD para um computador. Mas se mesmo assim preferir comprar um notebook com HD, prefira com um HD de 500GB.

Entretanto, o espaço de armazenamento de um notebook com SSD é bem menor que de um notebook com HD, apesar do SSD ser uma opção muito interessante e permitir que o sistema operacional inicie com uma ótima velocidade.

Sistema Operacional:

Na hora da escolha do sistema operacional, opte pelo sistema operacional mais atualizado, com as funcionalidades e a interface conhecidas por você. Atualmente existem diversos sistemas operacionais: Windows, Linux e Mac Os. 

Aline Aparecida Feitosa Dias


Confira aqui algumas dicas do que verificar antes de escolher uma nova memória RAM para seu PC.

Muitas vezes quando o seu computador está lento, isso poderá ser resolvido com um upgrade na memória RAM do dispositivo. Antes de fazer a compra você deverá prestar atenção para certos detalhes que podem ser essenciais, como pegar peças erradas e contar com prejuízo no bolso.

É o perfil do usuário que vai apontar quanto é a memória necessária para o computador. Para músicas, edição de textos e navegação na internet, 2 GB de memória RAM são o suficientes para esses atos.

Já para aqueles que necessitam fazer edições de vídeos ou jogar games mais atuais em um nível médio de resolução, a memória RAM que deve ser considerada é de, no mínimo, 4 GB. Para esses trabalhos, mas com efeitos profissionais e jogos em resoluções máximas, a memória RAM deverá se apresentar entre 8 GB até 16 GB.

O que mais o usuário deverá verificar?

Outros atributos devem ser verificados, além da quantidade da memória RAM. A latência é uma delas. Ela vai apresentar o tempo da resposta da memória e isso é medido em ms (milissegundos). Pesquise memórias que tenham um numero menor de latência, pois serão melhores.

A taxa de dados também deve ser observada. Ela vai ser a velocidade da operação da memória que tem a sua medição feita por MT/s (transferência por segundo). Os módulos DDR2 ficam em 1066 MT/s e os DDR3 conseguem chegar a 1600 MT/s. Ou seja, quanto maior esse número, melhor será o desempenho.

Mais uma questão deve ser observa se refere ao tipo da memória que a placa-mãe do seu PC conta com compatibilidade. Hoje os padrões ficam em DDR2, DDR3 e os novos DDR4, que são os mais modernos.

Quantidades de slots

Elas são as entradas que estão disponíveis para pentes de memória. Observe isso para não comprar uma quantidade acima do que a placa-mãe tem suporte. Há alguns programas que você encontra na internet que vão apontar a compatibilidade da placa-mãe e também as entradas que são disponíveis.

A grande maioria das placas-mãe contam com a tecnologia Dual Channel, que possibilita que o seu sistema tenha melhor desempenho trabalhando em paridade. Ou seja, dois módulos de 4 GB trabalhariam melhor que apenas um de 8 GB.

O seu processador também deverá ser observado, uma vez que se o mesmo é em 32 bits, o máximo de memória RAM será de 3 GB. Não vai adiantar colocar um número maior que esse. Acima deste número somente com um processador com 64 bits.


Confira aqui os prós e contras na hora de comprar um Notebook Gamer.

Com a popularização dos jogos eletrônicos, os notebooks se tornaram objeto de desejo para muitos jogadores. A pergunta é: Vale a pena investir em um notebook para jogos? Confira aqui.

O primeiro benefício do notebook gamer é a possibilidade de levá-lo para outro ambiente de forma simples, o que não ocorre com um desktop. Ao contrário do modelo de mesa, basta colocar o dispositivo em uma mochila, abrir a tampa e iniciar a jogatina onde você estiver. Apesar desse benefício, os notebooks contam com algumas – porém importantes – desvantagens.

Além da placa de vídeo onboard, esses modelos contam com um chip gráfico offboard, capaz de gerar gráficos de alta qualidade. No entanto, a solda na placa mãe torna impossível a troca desse periférico, o que anula a possibilidade de um futuro upgrade.

Outra desvantagem está no uso excessivo de bateria, que mantêm o jogador preso a uma tomada e inviabiliza a portabilidade. Além disso, o preço para ter um modelo de alto desempenho pode variar entre R$ 5.000 e R$ 18.000.

Sabendo disso, o jogador pode optar por escolher um modelo convencional com desempenho semelhante ao da linha gamer, capaz de executar jogos e programas de edição sem travamentos. Confira abaixo alguns modelos custo x benefício:

  • Notebook ASUS X555: O modelo da Asus conta com placa dedicada de 2 GB, processador Intel i5, 6 GB de memória RAM (expansível até 10 GB) e 1TB de armazenamento interno. Atualmente, o modelo é encontrado no mercado brasileiro por cerca de R$ 2.900.
  • Notebook Dell: Falar em notebook e não citar a Dell é praticamente impossível. A fabricante americana possui diversos modelos com placa de vídeo dedicada, como os da linha Vostro e Inspiron. Os preços variam entre R$ 1.800 e R$ 4.000, dependendo do modelo escolhido.
  • Notebook Lenovo G40: Alguns modelos da linha G40 contam com placa de vídeo dedicada de 2 GB. As versões podem ser encontradas com processadores Intel i5 ou i7, 4 ou 8 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento. Atualmente, o modelo é encontrado no varejo ao preço médio de R$ 3.000.

O futuro dos games de alto desempenho e portabilidade combinada pode ocorrer com a chegada de serviço em nuvem, como o Grid e OnLive. Infelizmente, para obter uma jogatina fluída e sem travamentos é necessário ter conexão com a internet de alta qualidade.

Por Wendel George Peripato


Confira aqui algumas dicas para deixar o seu computador ou notebook mais rápido.

Com o passar do tempo, seu computador passa a perder potência devido a diversos fatores. Com isso, ele pode não ser mais suficiente para suprir suas necessidades. No entanto, se você não tem recursos para investir em um novo desktop ou notebook, talvez a melhor opção seja seguir algumas dicas que ajudarão a aumentar o poder de fogo de seu computador. Para ajudá-lo, separamos quatro medidas eficientes para que você possa usufruir novamente da potência de sua máquina.

1 – Limpe seu computador por dentro: A poeira acumulada com o tempo pode ser um fator determinante para a perda de desempenho de seu PC. Ela pode prejudicar a ventilação de componentes importante, bem como impedir que alguns deles funcionem em seu melhor estado. Sendo assim, abra seu computador ou notebook e utilize um spray de ar. Você também pode fazer isso no teclado, melhorando sua aparência e permitindo o uso mais pleno das teclas.

2 – Limpar ou aumentar a memória RAM: A memória RAM é um componente vital para o funcionamento de sua máquina. Ela trabalha em harmonia com o processador para permitir que você utilize diversos programas ao mesmo tempo. Para aumentar o desempenho de seu computador, você pode realizar a limpeza dos pentes de memória ou até adquirir outros com maior quantidade de MB para introduzir em seu PC. Dessa forma, você conseguirá obter respostas mais fluídas e rápidas em todo o uso do sistema, como para abrir programas, executar jogos, acessar a internet, entre outras atividades.

3 – Reinstale ou formate seu sistema operacional: Seja Windows, Mac ou Linux, todo sistema acumula dados que podem deixar seu computador lento durante o tempo de uso. Para solucionar esta questão, você pode utilizar programas de limpeza que são bastante úteis. No entanto, por melhor que sejam, eles não superam a remoção completa que uma formatação ou reinstalação proporciona. Dessa forma, você pode optar por realizar a formatação de seu computador para ter um sistema sendo executado de maneira mais rápida e sem os "lixos de dados" existentes devido ao acúmulo de uso. A formatação também elimina a maioria dos vírus que podem estar instalados em seu computador, danificando o desempenho do sistema.

4 – Substitua a bateria ou fonte de alimentação: Muitos usuários reclamam da pouca duração da bateria de seu notebooks. Isso normalmente resulta em redução de desempenho, visto que o usuário diminui o brilho da tela, executa programas em baixo desempenho, entre outras ações, só para ganhar autonomia da bateria. Por isso, talvez seja a hora de você adquirir uma bateria nova para seu notebook. Assim, você poderá utilizar o poder máximo de sua máquina para acessar a internet, executar jogos e utilizar programas mais complexos. Os desktops contam com fontes de alimentação que são ligadas diretamente em uma fonte de energia. Para esses usuários esse problema é quase inexistente.

Por William Nascimento


Os notebooks são muito utilizados atualmente, e para prolongar a vida útil deles basta adotar algumas medidas de cuidado.

Todos os aparelhos possuem uma vida útil e dependendo da forma como são conservados, sua vida útil poderá se prolongar ou diminuir. Os notebooks são cada vez mais utilizados atualmente, pois são computadores portáteis que trazem praticidade para seus usuários. O notebook, assim como todos os outros aparelhos eletrônicos, também irá funcionar por determinado tempo.

Descubra aqui como prolongar a vida útil de seu notebook:

Se você gosta de comer ou beber algo enquanto usa seu notebook, deve parar. O que tem se tornado um costume de muitas pessoas pode prejudicar seriamente o aparelho. Farelos de comida e líquidos derramados irão danificar, ou até mesmo inutilizar o teclado e o mouse. Se a quantidade de líquido derramada for grande, ele poderá deixar de funcionar completamente.

Diversos notebooks possuem atualmente uma tela de LCD. A tela que traz diversos benefícios para imagens mais nítidas não deve ser tocada. Dependendo da forma que alguém bate na tela, poderão surgir manchas irreparáveis nela. O mesmo vale para batidas fortes.

Outro costume muito grande entre os usuários de notebooks é utilizá-los diretamente ligados na tomada. Isso poderá viciar a bateria de seu computador, que ficará completamente dependente da tomada. O correto é ao menos uma vez por mês utilizar o aparelho até que a bateria acabe completamente, após isso, deixe-o desligado por 5 horas e depois carregue-o. Dessa forma, o sensor de carga da bateria não ficará descalibrado.

Quando for transportá-lo ele deve ser desligado. Se o notebook estiver ligado enquanto é transportado e bater em algo ou alguém, o HD poderá se riscar. Com um HD riscado há a grande possibilidade de que os arquivos nele sejam danificados e, por consequência, perdidos.

Ao adquirir um notebook, procure comprar também uma bolsa própria para transportá-lo. O transporte desses computadores em sacolas, mochilas, etc., inadequados poderá quebrar componentes externos e até mesmo internos do aparelho.

Há saídas de ar específicas em seu notebook para que ele não superaqueça. Por esse motivo, ele não deve ser utilizado em cima de almofadas, camas, sofás, ou outras superfícies que tampem completamente essas saídas. É importante evitar o superaquecimento, pois ele poderá até mesmo queimar o processador do computador.

Faça uma limpeza externa no aparelho com frequência. Utilize um pano seco e limpo para limpar a tela, assim como um pincel macio também seco e limpo para limpar o teclado e o mouse. Isso irá evitar o acúmulo de poeira. Nunca utilize produtos de limpeza ou panos molhados.

Evite a queima do notebook utilizando apenas fontes originais para carregá-lo. Fontes diferentes irão acarretar a queima do mesmo.

Se possível, faça uma manutenção preventiva uma vez ao ano, com alguém capacitado para fazê-la. Com o tempo o notebook poderá apresentar problemas e a manutenção é uma forma de preveni-los e proteger seus arquivos.

Se possuir dúvidas sobre alguma função ou algum recurso do aparelho, ligue para um técnico que entenda do assunto. Dessa forma problemas acidentais são facilmente evitados.    

Por Isabela Palazzo

Usando notebook

Foto: Divulgação


Confira aqui algumas dicas para consertar as teclas do notebook.

O teclado do seu notebook parou de funcionar? É, sabemos que esse problema é irritante, ainda mais quando estamos fazendo algo importante. Mas apesar da raiva de momento, a boa notícia é que a maior parte dos problemas que ocorrem com o teclado são fáceis de corrigir.

Identificando o Problema:

É claro que para encontrar os erros é preciso identificar a raiz do problema. Então, pressione todas as teclas – letras e números – em vários programas. Esse procedimento deve ser realizado porque o erro pode estar na configuração do software. Se a informação for positiva, a saída é recorrer à ajuda de um programa específico.

A falha está ocorrendo em mais de um programa? Então o problema está no teclado. Apesar disso, é preciso ficar atento, já que uma série de possibilidades pode gerar a situação. Por exemplo, quando as teclas localizadas na mesma região não funcionam, o local pode está sujo.

Para resolver o problema, o processo é simples: basta limpar o teclado do notebook com um pincel. Agora se apenas uma tecla dá erro, a falha pode estar no mau posicionamento da tecla. Retire-a e coloque de volta. É recomendado buscar informações que ensine passo a passo de como encaixar a tecla do notebook.

Configuração Errada:

Nem o encaixe e nem a limpeza deram um fim no problema? Calma que o problema ainda pode ser solucionado. Isso porque alterações no sistema, incluindo atualizações, podem desajustar o dispositivo de entrada. O teclado do notebook parou de funcionar do nada? Reinicie o computador.

É possível que o mousepad esteja travado, por conta da paralisação das teclas. Entrar em desespero? Que nada! Basta manter o botão power pressionado até que o notebook desligue. Em seguida, é só ligá-lo novamente.

Reiniciou a máquina e o erro ainda persiste? Calma que ainda não é hora de entrar em desespero. Vá em Painel de Controle e entre em Dispositivos e Impressoras. Em seguida dê um duplo clique no ícone do próprio laptop. Selecione a aba Hardware e localize o teclado. Não encontrou ou está aparecendo apenas um ponto de exclamação? É só entrar no site da fabricante e baixar o driver de teclado mais recente.

Por Flavinha Santos


Recebimento de mensagens em massa sempre causam muita dor de cabeça aos usuários. Confira aqui algumas dicas para diminuir o recebimento de Spam.

O recebimento de SPAM é um problema que incomoda muitos usuários. Os envios em massa costumam ser indesejáveis e em alguns casos contêm vírus e malwares capazes de comprometer até mesmo o desempenho de seu dispositivo e suas informações pessoais.

Mas afinal, existem maneiras de diminuir o recebimento de SPAM? A resposta para esta pergunta é sim! Confira com a gente algumas dicas para reduzir o recebimento de SPAM:

  1. Não divulgue seus e-mails em sites em sites públicos da internet: Inocentemente, muita gente insere o e-mail em fóruns de discussão, sites de compra e venda e redes sociais. As listas de envio são extraídas por meio de robôs que identificam potenciais endereços @exemplo.com. Opte pelo envio através de mensagens privadas.
  2. Não autorize o recebimento de mensagens em qualquer site: Muitos endereços, a fim de conseguir captar o maior número possível de e-mails, oferece em troca da informação uma série de sorteio de prêmios, vantagens ou benefícios. Desconfie, na maioria dos casos se trata apenas de tentativas mentirosas de persuasão.
  3. Possua um antivírus e mantenha seu firewall ativo: Apesar de todos saberem a importância do assunto, é válido lembrar que o envio de spams muitas vezes é feito através de computadores infectados. Evite que o seu faça parte dessa lista.
  4. Não responda e não clique para exclusão do cadastro: Como a listagem é feita de maneira bem grosseira, muitos e-mails que estão ali não existem ou então não estão mais ativos. Quando você se manifesta, você passa a informação de que aquele endereço de e-mail é válido e possui acesso constante. Esse comportamento gera o recebimento de muito mais spams, afinal, eles não estão preocupados com sua privacidade.
  5. Não baixe conteúdos desconhecidos provenientes de spam: Essa é outra estratégia que os spammers utilizam para saber se o seu endereço de e-mail está ativo. Através da oferta de vantagens ou informações que pareçam ser interessantes, os usuários realizam downloads que podem conter malwares nocivos. Além de correr o risco de prejudicar o desempenho de sua máquina, seu e-mail será vendido para empresas que tentarão, a qualquer custo, oferecer seus produtos e serviços.

Por Beatriz 


Antes de comprar um notebook é preciso ficar atento às suas necessidades e o que espera do aparelho.

Os notebooks atualmente enfrentam uma forte concorrência dos tablets e smartphones, sendo que para conseguirem manter as boas vendas, tiveram que passar por uma grande melhoria e hoje os notebooks que encontramos no mercado, são ótimos equipamentos, capazes de rodar até os games e editores de imagens e vídeos mais pesados.

Por isso, é preciso ficara tento à configuração, quando você for comprar seu notebook, pois o mercado oferece ótimos equipamentos, com preços bem mais em conta.

Primeiramente, analise a tela do notebook que irá comprar, pois os mais novos já contam com tecnologia LED, o que garante uma imagem com melhor qualidade e consomem menos bateria.

Mas é preciso saber qual será a finalidade do seu notebook, para que você possa escolher o tamanho ideal da tela para o seu caso. Se você pretende levar o notebook para todo lugar, então a dica é investir em uma tela menor, com 13" ou 14", que lhe atenderá bem, mas se o notebook for ficar em casa, então pode adquirir um modelo que tenha tela maior.

Dê preferência para notebooks que ofereçam várias entradas, do contrário, se você conectar um mouse e um modem 3G já terá ocupado tudo e não terá como utilizar nem um pen drive a mais. Quanto mais entradas oferecer, melhor.

E não deixe de conferir se o notebook já conta com uma placa Wi-Fi, afinal, notebook é sinônimo de mobilidade e você vai querer ficar com o notebook livre em casa, para usá-lo no quarto, na sala, ou onde quiser, sendo assim, é importante garantir o acesso à internet sem fio.

Verifique também o sistema operacional instalado no notebook, pois o mais popular, o Windows, tem um custo para as empresas e, por isso, algumas preferem instalar um sistema operacional gratuito e o usuário, depois de comprar o notebook, terá que pagar um técnico para formatar o notebook novinho e instalar o Windows.

Quanto mais espaço no HD, melhor, então fique atento ao tamanho do disco. Atenção também à memória disponível no aparelho, pois quanto mais memória, melhor será o desempenho.

E, por fim, verifique se o processador é moderno e capaz de rodar vários programas ao mesmo tempo, para garantir que seu notebook continue veloz, mesmo depois que você instalar vários programas nele.

Por Russel

Notebooks

Foto: Divulgação


Utilizar um teclado externo e outros periféricos no notebook prolonga a vida útil do aparelho e traz benefícios até mesmo para a saúde.

A grande vantagem do notebook é a sua facilidade de ser transportado e além de ser tão mais prático que um computador desktop, o notebook apresenta um ótimo processamento, principalmente os notebooks atuais que contam com muito espaço em disco para armazenamento, ótimo poder de processamento e também, muita memória RAM.

Mas quem utiliza um notebook para trabalho sabe que às vezes faz falta adicionar um teclado externo e fazendo isso as vantagens são muitas!

O primeiro benefício em usar um teclado externo para notebook está justamente no fato de evitar o desgaste no teclado do notebook e se adicionar um mouse ao aparelho, melhor ainda, pois assim você irá "poupar" o notebook, utilizando somente o teclado externo.

Para quem trabalha digitando muito, vai sentir ainda uma melhora considerável, pois erra menos, já que evita inconvenientes esbarrões no mouse pad do notebook que acontecem quando se utiliza o teclado do próprio aparelho.

Outra vantagem no teclado externo para notebook está na distância que o usuário ficará da tela, já que é preciso respeitar uma distância mínima de 40 centímetros entre o monitor e os olhos. Digitando diretamente no teclado, não há como respeitar este limite e os olhos ficam muito próximos da tela, mas com um teclado externo você conseguirá manter o notebook a uma distância razoável, não prejudicando sua visão.

E com um teclado externo em seu notebook você estará reduzindo bastante o risco de que aconteçam lesões, pois irá ficar mais confortável, evitando aquelas posições que tão prejudiciais são para nosso corpo. Com isto você não vai mais sentir dores nos ombros ou pescoço e até mesmo no braço, depois de utilizar o notebook por um tempo mais prolongado. E há periféricos que ajudam a melhorar as posições do notebook, reduzindo inclusive o risco de lesões em tendões e até em nervos.

Um dos motivos que levam as pessoas a não comprarem um teclado externo para seu notebook é o fato delas quererem economizar, mas vamos analisar por outro lado: se você utiliza o teclado de seu notebook e ele estragar, o conserto ficará muito mais caro do que se acontecer com um teclado externo.

Os benefícios são muitos, pense bem que certamente você vai querer adquirir o quanto antes um teclado externo para o seu notebook.

Por Russel

Teclado externo no notebook

Foto: Divulgação


Consumidores devem saber quais são os seus direitos em casos de internet com velocidade abaixo do contratado ou com muitas quedas.

Você está terminando um trabalho ou fazendo um download importante e a internet cai. Ou está vendo um filme ou série online e a velocidade da internet resolve ficar muito baixa. Você sabe o que fazer nesses casos?

Velocidade baixa:

Se o seu pacote de dados mensal anda dando muito mais dor de cabeça do que você queria é possível pedir abatimento à operadora proporcional ao valor contratado. Ainda há a opção de receber benefícios em troca das constantes quedas de velocidade. Mas se o seu caso é mais grave e a sua velocidade não chega nem perto do valor contratado, a lei lhe ampara para que você peça a rescisão do contrato com a operadora.

Queda de internet:

Embora na lei não haja prerrogativas para que a operadora recompense seus clientes pelos possíveis dias de interrupção do sinal de banda larga, algumas operadoras já oferecem esse benefício no contrato de adesão. Fique atento quando fechar um contrato com alguma operadora e verifique se existe essa cláusula. Se existir, esta deve ser cumprida e toda vez que houver interrupção do sinal por culpa da distribuidora, você deve receber um desconto proporcional na próxima conta.

É sempre bom lembrar que a opção de rescisão de contrato, ou de migrar para outros planos ou mesmo outras operadoras é completamente amparada por lei. As operadoras tentam fazer vendas “casadas” em que oferecem benefícios ao cliente, em troca de um tempo mínimo de fidelidade. Só que às vezes os benefícios não são cumpridos e o consumidor se sente lesado. Se isso está acontecendo com você, procure o órgão responsável pela defesa do consumidor (Procon) e abra uma queixa contra a operadora.

É ilegal forçar o cliente a um contrato de fidelização, se a outra parte não cumpre o acordado. Em uma decisão judicial, o consumidor, com certeza, ganhará a causa. É preciso conhecer seus direitos e estar atento para que se cumpram.

Por Patrícia Generoso


O notebook é muito prático, podemos levá-lo para qualquer lugar da casa ou do trabalho. Porém, tem um sério problema, justamente por ficar em vários lugares: o notebook suja muito. Além de limpar o notebook com maior frequência, é preciso saber limpá-lo, do contrário, você poderá causar danos irreparáveis.

O acúmulo de sujeira pode riscar o monitor, atrapalhar o teclado, bloquear as saídas de ar, então é melhor ficar sempre atento à limpeza do seu notebook.

Limpar um notebook é muito fácil, porém é preciso muita cautela. Tudo que você vai precisar é de cotonetes, um pincel com cerdas bem macias, um pano macio que não solte aqueles fiapinhos, água limpa e, se possível, ar comprimido.

Quem puder investir em um mini-aspirador, é bom, pois ajuda bastante na limpeza do notebook. Jamais utilize produtos abrasivos para limpar seu equipamento, nem panos duros que poderão riscar a tela!

Antes de começar a limpar o notebook, o primeiro passo é desligá-lo da tomada. Se possível, até remova a bateria. A parte externa do notebook deve ser limpa com um pano macio, levemente umedecido na água. Cuidado para não deixar a água escorrer! Faça movimentos leves, uniformes, sem pressionar. Utilize um outro pano macio e seco para remover o excesso de umidade.

Na parte de trás ou laterais do seu notebook estão as saídas de ar e elas devem ser muito bem limpas. Utilize cotonete e pincel para limpar estas partes. O cotonete só pode ser utilizado na parte externa, nem pense em penetrar estas aberturas com o cotonete, pois ele pode soltar fiapos lá dentro. Um mini-aspirador poderá ajudar nesta hora.

A limpeza da tela é o mais complicado, pois ela é muito sensível. Utilize um pano macio e seco. Jamais passe pano úmido na tela. Passe o pano seco e macio, na tela do seu notebook sem pressionar!

No caso do monitor apresentar sinais de dedo, você pode umedecer a ponta do pano e passar levemente no local, secando em seguida com o pano seco.

Lojas de informática vendem produtos específicos para limpeza da tela. Ao utilizar estes produtos, jamais passe-os diretamente na tela. Aplique no pano primeiro.

E, por fim, limpe o teclado utilizado um pano levemente umedecido e também o aspirador de pó. Pode-se utilizar também ar comprimido e o pincel para auxiliar nesta limpeza.

Por Russel

Foto: divulgação


O Google+ talvez não tenha êxito em popularidade, entretanto, ele possui boas considerações no fator de recursos. A Google desenvolve de forma intensa buscando acrescentar novas funcionalidades que sejam de bom uso aos usuários, fator que é perceptível inclusive para as pessoas que vão utilizam o site todos os dias.

Isto é comprovado através da recente demanda de funções automáticas para usuários que têm frequência na captura de diversos vídeos. De acordo com a informação de Tim St. Clair, uma das pessoas que trabalham na rede social, a empresa desenvolveu, na última semana, uma sequência de detalhes novos para que os vídeos fiquem mais atrativos.

No momento atual, o usuário poderá otimizar a qualidade visual e sonora dos seus vídeos somente com um clique. O Google+ considera as cores, estabilidade, luminosidade e, inclusive, em pouco tempo também a comunicação na faixa de áudio. O procedimento é bem comum:

1) É necessário somente a utilização do Auto Backup no celular para possibilitar o armazenamento dos vídeos na nuvem;

2) O Google+ irá considerar de forma automática a imagem e áudio do vídeo;

3) O usuário é avisado no momento que o site observa que existem melhorias a serem feitas;

4) Uma demonstração é feita, de forma que usuário tenha a possiblidade de optar se deseja acrescentar as alterações.

É necessário considerar também que as melhorias do Google+ podem ser utilizados também em vídeos que o usuário possua no computador. É necessário apenas a inclusão de um vídeo dentro do Google+ e permitir que a rede social execute as funções.

O Google+ havia divulgado anteriormente também a criação para permitir que o usuário selecione de forma mais diversificada as identidades de gênero. A companhia prevê permitir um número ilimitável de chances para que o usuário escolha a forma como prefere ser visualizado pelo mundo. Existe também a possibilidade de limitar as pessoas que visualizam o gênero.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação


Em 2010, no Brasil, havia apenas 4 modelos disponíveis de tablets e atualmente possui quase 20 opções entre marcas renomadas e outras menos conhecidas. Diante de tantas opções, o consumidor pode ficar perdido na hora da compra. Portanto, para você não ter dúvidas na hora de adquirir um tablet listamos abaixo algumas dicas que irão ajudar você nesta escolha:

– Se você for apenas utilizar a internet, ler livros ou assistir a vídeos, por exemplo, um tablet com 16GB resolve suas necessidades. Entretanto se você precisa armazenar inúmeros vídeos, arquivos mais pesados, baixar jogos, os modelos a partir de 32GB são interessantes;

– Se você quer um tablet portátil que caiba tranquilamente em bolsas femininas ou no bolso traseiro de calças masculinas, opte para o tamanho da tela de 7 polegadas. Mas, se você prefere um aparelho que oferece melhor resolução escolha um de 10 polegadas;

– Se você gosta de tirar fotos, as câmeras dos tablets permitem fazer videoconferências, utilizando, por exemplo, o Skype. Existem aplicativos que usam esse recurso e permitem que o usuário brinque com as imagens clicadas;

– Se você precisa de um tablet que execute as tarefas de forma mais rápida, o processador de dois núcleos (dual-core) é o melhor. Para o uso simples do aparelho (ler livros, instalar alguns jogos e aplicativos, navegar na web), um tablet com processador de um núcleo resolve;

– É interessante que o seu tablet ofereça as duas opções de navegação, Wi-Fi e 3G;

– Observar se o aparelho traz uma porta mini-USB (não confundir com a USB tradicional), no caso de você precisar transferir imagens ou carregar a bateria. Alguns tablets possuem uma porta mini-HDMI, que possibilita ligar o tablet diretamente à televisão;

– Faça uma pesquisa de preços antes de adquirir o aparelho;

– Atualmente , existem três plataformas disponíveis no mercado: Android (do Google), BlackBerry (da RIM) e o iOS (da Apple). A sua escolha depende dos aplicativos que você deseja ter no seu tablet;

– Fique atento ao prazo de garantia oferecido pelo fornecedor do aparelho.

Independente da sua escolha, é possível achar um  tablet na medida certa para suas tarefas.

Por Raquel Alice

Tablets

Foto: Divulgação


As vantagens de possuir um notebook (laptop) são inúmeras, afinal, este aparelho oferece mobilidade, pode ser guardado facilmente e ocupa pouco espaço físico. Além disso, hoje em dia o mercado oferece notebooks com configurações para todos os gostos.

Se você pretende comprar ou trocar, veja as dicas as dicas abaixo para que você possa escolher o notebook mais adequado às suas atividades diárias.

– Na hora da compra do seu notebook não esqueça de olhar a quantidade de memória RAM, você deve considerar o padrão atual do mercado. Para os padrões atuais, é importante ter pelo menos 2GB de memória RAM, para não prejudicar o desempenho do computador e quando você precisar o notebook vai rodar aplicações um pouco mais pesadas. Entretanto, se você vai utilizar o notebook com uma certa frequência , opte por 4GB.

– Preste atenção às características de conectividade do aparelho. Observe se o notebook possui pelo menos duas portas USB, uma porta HDMI, conectividade Wi-Fi e um leitor de cartões SD.

– Se você utilizar o notebook para tarefas básicas é melhor escolher um processador que possua recursos de economia de energia. Mas, se você precisa de um aparelho mais potente, capaz de rodar aplicações pesadas, escolha um processador com dois ou mais núcleos.

– Pesquise se a marca desejada possui ampla rede de assistência técnica;

– Verifique se o aparelho escolhido não possui uma tecnologia obsoleta;

– Procure em fóruns de discussão ou na internet sobre o modelo de seu interesse, se ele é confiável;

– Se você gosta de assistir vídeos ou jogar no computador, é recomendável que você opte por um notebook com um bom chip gráfico.

– É de extrema importância que você adquira um notebook com o sistema operacional mais atual possível.

A função dessas dicas é fazer com que você saiba quais itens precisam ser analisados durante a compra do notebook, assim você saberá reconhecer as características de maior ou menor importância.

Por Raquel Alice

Notebooks

Foto: Divulgação


Em 2010 os tablets surgiram no mercado com o lançamento do primeiro iPad. Simultaneamente as indústrias de e-Books e aplicativos aumentaram e começaram a atender um vasto publico que passou a creditar aos tablets a solução para edição de fotos, textos, imagens e troca de e-mails.
Mas será que um tablet supre todas as necessidades como o notebook? Isso depende de inúmeros fatores. Portanto, para você não ter dúvidas na hora de adquirir um tablet ou notebook listamos abaixo algumas dicas que irão ajudar você nesta escolha:

– Se você necessita de um aparelho que ofereça o recurso de leitura e redija e-mails, acesse as redes sociais, os sites de notícia e de compra e venda, um tablet pode ser a sua melhor opção, por ser mais leve, mais rápido e sua bateria durar mais tempo.

– Se você faz utiliza programas mais pesados, como os de arquitetura, manipulação e criação de imagens (PhotoShop, CorelDraw e Illustrator); ou gosta de conteúdos multimídia e baixa esses conteúdos frequentemente, o notebook é a sua melhor escolha.

– O tablet é útil desde suas horas de diversão (jogar e assistir vídeos) até na hora do trabalho ou estudo.

– O notebook apresenta uma boa configuração, a começar que são notebooks Intel, alguns possuem o processador Intel Core i7, que possui um ótimo poder de processamento. Entretanto, você pode usar o tablet como complemento do notebook e vice-versa. Por exemplo, criar as apresentações de negócios ou de estudos em seu notebook e migrá-los para o tablet. Além de que você pode navegar no seu notebook e salvar os artigos que deseja ler, e abri-los no tablet para ler mais tarde ou no final de semana. Se você procura esse lado complementar, é interessante investir na compra dos dois aparelhos.

Alguns consumidores optam por comprar um ultrabook, basta você encontrar modelos de ultrabooks conversíveis, desta maneira você terá uma máquina com excelente configuração e que ainda pode se transformar em tablet.

Independente da sua escolha, é possível achar um notebook ou tablet na medida certa para suas tarefas.

Por Raquel Alice

Tablet x Notebook

Foto: Divulgação


As baterias de um notebook são envolvidas constantemente por ideias mitológicas. Pergunta-se com frequência se é melhor ou não retirar a bateria ao conectar o notebook na tomada. Outro questionamento é se existe algum risco na compra de bateria pirata e também se há a possibilidade da extensão da durabilidade da bateria do notebook.

– É correto afirmar que é necessário retirar o carregador da tomada no momento que a bateria do notebook estiver com a carga completa?

Não. Caso uma pessoa tenha uma tomada disponível e não haja necessidade de mover o notebook, o melhor é permanecer o notebook ligado na tomada. A bateria tem um tempo de uso que tem limitação através do número de cargas. Desta forma, usa-la de forma desnecessária causará um desgaste sem utilidade que irá acarretar na diminuição do seu tempo de uso.

– É preciso retirar a bateria se desejarmos utilizar o computador conectado diretamente na tomada?

Não. Recentemente, as baterias de íons de lítio não têm o efeito memória. Esta característica era constante nas baterias anteriores de níquel cádmio, que necessitavam de uma descarga total antecipada para o começo de serem recarregadas novamente. 

Existe também o fato de que, se a bateria permanecer no computador, você poderá prevenir a perda de seu trabalho se a energia cair.

– Manter o notebook conectado em tempo total diminui o tempo de uso da bateria?

Caso o computador esteja o tempo todo ligado na tomado, não é necessário. O tempo de uso da bateria é determinada pela quantidade de vezes que ela chega no nível de 100% de carga. Caso o computador se mantenha o tempo todo conectado na tomada, ao considerar a ausência da modificação do nível de carga da bateria, não terá nenhum desgaste para a bateria.

A bateria pode ser danificada se deixar se o seu tempo for zerado. Caso você mantiver a bateria descarregada armazenada por muito tempo, sua carga mínima de utilização poderá se perder, tornando a bateria sem uso.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação


Todo aparelho eletrônico deve ter um cuidado especial, pois são frágeis e podem estragar facilmente e de diversas formas. Hoje a maioria das pessoas tem um computador, notebook e smartphone em casa, ou até mais.

Conheço pessoas que tem: PC, notebook (uns 3), netbook, tablet, smartphone e outros aparelhos que não sei o nome direito.

Cada hora inventam uma coisa nova e todos eles têm uma coisa em comum: precisam de muito cuidado. Eles podem se estragar com quedas, com energia elétrica, com calor, com sujeira, com água, com calor, com atrito e ufa! Acho que só. Pois é. São muitas as maneiras de colocar seus equipamentos em risco. Tem que cuidar.

Evite deixá-los nas beiradas das coisas (mesas, mesinhas, cadeiras, armários), pois você ou outra pessoa pode esbarrar e ele cair. Evite deixá-los ligados na tomada por muito tempo mesmo que seja para recarregar, pois eles aquecem e podem danificar o processador. Aí já era. Só o lixo mesmo. Sem falar que na maioria das cidades as quedas de energia são constantes e essas quedas causam ainda mais oscilações na corrente onde você carrega seu aparelho. Usamos uma energia suja e inconstante, uma das piores do mundo.

Agua. Está certo que ninguém lava o telefone embaixo da torneira, mas algumas formas da água estragá-lo são: deixá-lo no bolso enquanto vai ao banheiro e ele cair no vaso (fato bem comum e acontece com frequência); deixá-lo naquela mesinha ao lado da cama bem embaixo do umidificador (o acúmulo de vapor de água durante toda a noite em cima do aparelho pode danificá-lo); entrar no mar com o aparelho.

Enfim, siga os cuidados básicos e você terá um aparelho funcionando por muito mais tempo, pois sabemos que, por mais cuidado que tenhamos, eles não são eternos.

Por Luciana Viturino

Aparelhos eletr?nicos

Foto: Divulgação


Quando lançados, foram uma febre como poucas vistas no mundo tecnológico nos últimos tempos. Todos queriam um tablet. Ficar batendo os dedos numa tela de vidro e ela abrir vídeos, músicas, internet e jogos era sensacional.

Os primeiros tablets tinham preços muito altos e, então, pouco acessíveis. Em pouco tempo a China, como de costume, chegou no pedaço e fez todos os concorrentes reverem seus preços. Milhões de tablets foram vendidos, mas, como eu sempre digo em relação à área de tecnologia: temos sempre que esperar 365 dias para dar um "ok" positivo para qualquer coisa.

Digo um ano porque é o tempo suficiente para os circuitos existentes dentro de qualquer engenhoca mostrar se são confiáveis ou não. Enfim, o tablet mostrou-se eficiente para algumas funções e horrendo para outras.

Para jogar é bom. Mexer no Facebook, abrir um e-mail, ver algumas fotos. E pronto. Serve pra isso. Qualquer função a mais no aparelho faz ele ficar lento, travar e até desligar. Está certo que existem muitos modelos, marcas e configurações de tablets, mas os testes apontam para os mais vendidos. Claro que qualquer aparelho top de linha tende a apresentar menos defeitos. 

Os melhores equipamentos disponíveis no mercado, que valem a pena o investimento, são os da empresa chinesa Huawei, que têm tela de 7 polegadas e trazem as seguintes configurações de hardware: processador quad-core Hisilicon Kirin 910, GPU Mali-450MP4, 2 GB de RAM e 16 GB de espaço de armazenamento.

O tablete da gigante Amazon conta com processador Qualcomm Snapdragon 800, GPU Adreno 330 e 2 GB de RAM. Há versões com 16 GB, 32 GB e 64 GB disponíveis para o consumidor.

E o melhor tablet, na opinião de especialistas e consumidores, é o Galaxy Tab S, da Samsung, com tela de 8,4 polegadas. O produto já está disponível nas lojas brasileiras e tem preço sugerido de R$ 1.800,00.

Segundo testes realizados no aparelho, ele responde bem a todos os quesitos e vale a aquisição.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


Hoje os consumidores têm muitas opções quando falamos de tecnologia. A regra de sempre é avaliar o que se precisa e não cair na tentação de comprar por impulso, ou porque é um lançamento imperdível e todo mundo já tem um. Fazer isso é cair nas armadilhas, especialmente criadas para pegar você, consumidor desavisado.

A aquisição de um computador deve ser avaliada como a compra de qualquer outra coisa. Merece uma atenção especial, porque quem compra um computador deposita nele muitas expectativas, seja de lazer ou trabalho.

Comprar um desktop – computador de mesa – ainda é uma excelente opção, principalmente se o usuário sabe exatamente o que é um e para qual finalidade vai utiliza-lo. Um PC, como é mais conhecido, é o pai de tudo que vemos por ai.

Dentro de seu gabinete, existem as mesmas peças que dentro de um notebook, ultrabook, smartphone, claro que guardada as devidas proporções de tamanho. As configurações desses PC’s, quando personalizadas, são máquinas superpotentes, que deixam qualquer notebook no chinelo.

Aos viciados em games, pode montar um equipamento com sistema de refrigeração eficiente, com uma placa de vídeo robusta, com muita memória e um processador de ponta. A enorme vantagem disso tudo é que as peças podem ser facilmente trocadas quando apresentam defeito ou quando se deseja potencializar ainda mais o equipamento, fato que já fica dificultado quando o assunto é notebook e seus sucessores.

A desvantagem básica de um desktop é a locomoção. Precisam de um espaço fixo, pois podem ter monitores enormes, de tamanho de televisores. Toda mudança de local demanda um certo esforço. Por isso não é indicado para quem precisa carregar o computador para todo lado.

Mas, para quem trabalha em um lugar fixo, não tem opção melhor, pelo custo-benefício que apresenta diante das demais opções.

A manutenção, quando necessária sempre é mais barata e mais fácil de encontrar. E, com o preço que se paga em um notebook de ponta, você consegue montar uma máquina que com certeza, terá uma configuração top de linha por muito tempo.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


O sonho de consumo das pessoas hoje é um tablet. Posso estar falando com você, que está economizando e pensando em comprar para seu filho(a), para seu esposo(a), namorado(a) ou mãe. Qualquer loja de eletroeletrônicos que se entra hoje, a venda dos tablets tem acontecido de forma disparada. Aí você pensa: como faço para comprar um tablet? Que itens eu tenho que observar? Para você que pensa em adquirir um tablet e não sabe qual comprar, seguem algumas dicas e sugestões.

Com tantos lançamentos, marcas e funções fica cada vez mais difícil escolher um tablet. Na verdade não é tão difícil assim optar pela marca ou modelo, basta ficar atento às dicas que você vai receber e ir direto a compra do seu tablet.

Primeiro tem que saber qual a sua necessidade. Muitas vezes o mais caro, o mais completo e cheio de funções torna-se desnecessário, pois não é a sua real necessidade.

Faça as seguintes perguntas: Que tipo de conexão eu preciso, Wi-Fi ou 3G? Preciso de quanto espaço de memória interna? Que aplicativo preciso instalar? Enfim, vá fazendo uma série de perguntas relacionadas ao que você precisa que seu tablet tenha, para quando chegar a uma loja, você faça com que o vendedor vá direto ao produto que atenda o custo benefício que está a sua verdadeira possibilidade de aquisição, evitando assim que você saia insatisfeito e que o vendedor perca tempo te oferecendo o que você não quer ou não pode comprar.

Quanto à marca, procure sempre uma que tenha assistência técnica em sua cidade, evitando assim o desgaste de futuramente precisar da assistência e ter que contatar uma que possivelmente esteja em outra localidade e que tenha que tratar de possíveis assuntos por e-mail, ou que tenha que postar o aparelho pelos correios e assim por diante. Evite futuras dores de cabeça e verifique esses pequenos detalhes que na hora da necessidade, fazem uma enorme diferença!

Por Luciana Viturino

Tablets

Foto: Divulgação


O processador de um computador é conhecido como sendo o “cérebro” da máquina, já que é a unidade central e controladora que determina todos os processos que serão realizados pelos demais hardwares.

Dessa forma, fazendo uma analogia justamente com o cérebro humano, questiona-se o que acontece em seu interior nos momentos em que a máquina que ele comanda está ociosa. A resposta é simples se mantivermos a comparação: ele não para!

Essa central de comando, durante todo o tempo que o computador está ligado, está registrando informações “aferentes” e enviando comando “eferentes” para as demais partes da máquina. Um computador é dito ocioso quando o usuário não realiza nenhum comando em um determinado período, ou seja, não está mexendo no mouse, digitando ou esperando respostas de algum aplicativo rodando no sistema operacional.

Nos computadores executando Windows, é possível ver o uso do processador e quais aplicativos estão sendo executados ao acessar o Gerenciador de Tarefas do Windows. Essa função exibe, inclusive, um gráfico de uso da CPU e quais aplicativos estão utilizando qual porcentagem de seu desempenho.

No entanto, ao contrário do que se espera, quando o computador está ocioso, ele ainda está executando uma tarefa chamada Tempo Ocioso do Sistema.

Essa tarefa faz com que a CPU monitore os aplicativos que estão sendo rodados em segundo plano, verificando se necessitam de alguma atenção, e ainda permite que o processador esteja sempre pronto para responder a algum comando realizado pelo operador da máquina.

Porém, mesmo que a tarefa Tempo Ocioso do Sistema esteja sempre ligada ao acessar o Gerenciador de Tarefas, ela perde em questão de prioridade para qualquer outro programa que começar sua execução. Dessa forma, a análise de programas de segundo plano só é executada quando não há outra coisa para o computador fazer.

Em relação a essa questão de ociosidade do processador, surgem questionamentos sobre a possibilidade de economizar energia durante esses momentos. Porém, mesmo que a CPU nunca pare, ela diminui o clock por um período, fazendo com que sua frequência de funcionamento esteja bem abaixo em relação aos momentos de intensa atividade, o que economiza energia, sendo uma grande vantagem para os dispositivos que funcionam com baterias.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: divulgação


O fim do ano está se aproximando e com ele as festividades e comemorações, inclusive o Natal.

Quando pensamos acerca de confraternizações como o Natal logo nos vem à cabeça algumas situações, como amigo secreto ou comprar algum tipo de presente para entes queridos. Quando pensamos em presentear alguém, nos preocupamos em agradar, em fazer a escolha certa, em comprar algo bom e que seja compatível com o nosso bolso.

Em pesquisas realizadas, chegamos à conclusão que existem presentes que estão no topo da lista dos mais desejados, contudo, para não errar na hora da escolha do seu presente para este fim de ano, seguem os itens mais esperados por milhares de pessoas:

1 – Notebook e Tablet;

2 – TV LCD e Smart TV;

3 – iPod Touch;

4 – Sapatos e tênis;

5 – Celular;

6 – Porta Retrato Digital;

7 – Roupas.

Desta forma, há itens para todo tipo de pessoa e para todos os gostos. No entanto, se você não está com muito dinheiro para gastar nessa época do ano, atente-se para os mais baratos e presenteie quem você ama. Diante dessa lista de presentes não dá para deixar de agradar.

O fato que mais chama a atenção é que os aparelhos eletrônicos como tablets, notebooks e celulares lideram a preferência das pessoas, uma vez que possuem diversas funcionalidades que servem tanto para uma dona de casa quanto para um executivo. Isso revela que o mundo tecnológico está cada vez mais presente na vida das pessoas. Além disso, muitos estudantes podem desfrutar dos inúmeros aplicativos que eles fornecem, como, por exemplo, o aplicativo lecture note, no qual o jovem poderá transformar o tablet em um caderno e livrar-se da quantidade exagerada de cadernos e livros que precisa carregar diariamente. Para as crianças há aplicativos educativos e outros que servem para desenho ou jogos que auxiliam no aprendizado. Já para os adultos, além das inúmeras funcionalidades há aplicativos que servem para ajudar a educação financeira da família, administração do tempo, cronograma de atividades extras realizadas no decorrer do dia, entre outros.

Porém, avalie o que está mais compatível com o seu bolso e presenteie quem você ama.

Por Luciana Viturino

Notebooks e tablets

Foto: Divulgação


A Hewlett-Packard, conhecida mundialmente pelas inicias HP, é uma empresa americana de tecnologia com diversos produtos espalhados no mercado, entre impressoras, tablets, desktops e laptops. O nome se refere aos sobrenomes de seus fundadores, Bill Hewlett e David Packard, que criaram a empresa em 1939.

Dentre os produtos de destaque da empresa estão os seus notebooks, conhecidos por alta qualidade e durabilidade, o que garante que esses laptops estejam entre os mais indicados no mercado.

A seguir, estão as especificações técnicas de alguns dos melhores modelos da HP atualmente disponíveis.

Pavilion 14-n030br

Processador Intel® Core™ i5-4200U, 1.6 GHz, memória RAM de 4 GB DDR3L SDRAM, HD de 500 GB, gravador de DVD/CD, 2 portas USB 3.0 e 1 porta 2.0, placa de vídeo AMD Radeon™ HD 8670M, placa de som integrada com DTS Sound+, bateria de 4 células ,Webcam, tela HD LED de 14 polegadas e resolução de 1366 x 768.

Pavilion 14-n040br

Processador Intel® Core™ i5-4200U, 1.6 GHz, memória RAM de 8 GB DDR3L SDRAM, HD de 1 TB, gravador de DVD/CD, 2 portas USB 3.0 e 1 porta 2.0, porta HDMI, placa de vídeo AMD Radeon™ HD 8670M, bateria de 4 células, Webcam, tela HD LED de 14 polegadas e resolução de 1366 x 768 e Bluetooth.

Pavilion 14-n050br

Processador Intel® Core™ i7-4500U, 1.8 GHz, memória RAM de 8 GB DDR3L SDRAM, HD de 1 TB, gravador de DVD/CD, 2 portas USB 3.0 e 1 porta 2.0, placa de vídeo AMD Radeon™ HD 8670M, porta HDMI,  placa de som integrada com DTS Sound+, bateria de 4 células ,Webcam, tela HD LED de 14 polegadas e resolução de 1366 x 768.

Pavilion 14-n060br

Essa versão trata-se de um ultrabook, com processador Intel® Core™ i5-4200U, 1.6 GHz, memória RAM de 8 GB DDR3L SDRAM, HD de 1 TB, Memória Flash (SSD) de 32 GB com tecnologias Intel® Rapid Start e Intel® Smart Response, gravador de DVD/CD, 2 portas USB 3.0 e 1 porta 2.0, placa de vídeo AMD Radeon™ HD 8670M, porta HDMI,  placa de som integrada, com DTS Sound+, bateria de 4 células com 48Wh ,Webcam e tela de 14 polegadas.

Pavilion 14-n070br

Esse também é um ultrabook, com processador Intel® Core™ i7-4500U, 1.8 GHz, memória RAM de 8 GB DDR3L SDRAM, HD de 1 TB, Memória Flash (SSD) de 32 GB com tecnologias Intel® Rapid Start e Intel® Smart Response, gravador de DVD/CD, 2 portas USB 3.0 e 1 porta 2.0, placa de vídeo AMD Radeon™ HD 8670M, porta HDMI,  placa de som integrada, com DTS Sound+, bateria de 4 células com 48Wh ,Webcam, tela de 14 polegadas e Bluetooth.

Foto: divulgação

Split 13

Esse é um notebook touch, mais parecido com um tablet, com processador Intel® Core™ i5-4200Y, 1.4 GHz, memória RAM de 4 GB DDR3L SDRAM, HD de 500 GB, Memória Flash (SSD) de 64 GB, 1 porta USB 3.0 e 1 porta 2.0, placa de vídeo Intel® HD Graphics 4400, porta HDMI, dois alto-falantes Beats Audio™, bateria de 3 células com 33Wh ,Webcam e tela de 13,3 polegadas.

Por Rannier Ferreira Mendes


Foi-se a época em que um celular com internet era um sonho de consumo, hoje em dia todo mundo tem um celular seja com o sistema do Google ou da Microsoft, que é o caso dos aparelhos Nokia.

Imaginávamos que o mundo fosse evoluir mas não tão rápido, em 2000 um laptop era luxo, sem falar dos computadores e celulares enormes que mal cabiam no bolso. As tecnologias avançam a cada ano, em 2011 foi o ano dos tablets com o surgimento do iPad. Os tablets sumiram das prateleiras das lojas e o sistema só cresceu. Hoje se pode ter uma caneta que grava, um relógio que recebe chamada e SMS ou até mesmo um óculos que tira foto em tempo real, é muito para você que é jovem? Imagina para os nossos pais, que já se acostumaram com a indústria rotineira sem internet e sem tudo isso, sem falar que daqui a alguns anos provavelmente as pessoas nem se quer sairão de casa para ir comprar algo ou até mesmo trabalhar, será tudo virtual.  

Está a procura de um celular, mas não sabe qual escolher? Não sabe qual sistema querer, Android ou Windows? Aqui vão umas dicas para você não errar na hora de escolher seu novo celular. Dicas de celulares bons, com bom preço e que têm tecnologia de ponta.  

Se você está procurando em preços pequenos a dica é comprar celulares menores com a resolução da câmera menor que é o caso do Samsung Galaxy Star Trios. Ele tem a capacidade para obter 3 chips, tela de 3.14, Android 4.1 e câmera com resolução de 2 MP além de conter Wi-Fi, GPS, MP3 e Processador de 1 Ghz Single Core. O preço está na faixa de R$ 279,00.  

Agora se você não está preocupado com o preço e sim com a qualidade e modernismo a dica é a compra de um dos melhores dispositivos móveis já feito, o Xperia Z2, da Sony, com uma tela de 5.2 com uma resolução de 1920×1080 pixel com Wi-Fi e GPS e leitor de  leitor multimídia, rádio, videoconferência, e Bluetooth. Sem falar da memória interna de 16 GB com uma câmera de  20.7 megapixels que grava vídeos em Full HD e além de ter uma pulseira inteligente  que grava todas as atividades do usuário de fotos até músicas ou físicas o que o torna mais fantástico. O preço do celular está em média de R$ 2.249,10.

Dois celulares bons, com funcionalidades diferentes devido ao preço, porém ambas as opções são boas.

Agora vamos falar de algumas tecnologias que estão em lançamento do mercado de 2014 e 2015:

– Lançamento do Windows 9: há rumores de que o Windows 9 será lançado em abril de 2015 com novidades. O Windows novo vem sendo chamado de "Treshold" e conforme boatos a Microsoft não manterá muita coisa do antigo sistema, pois os usuários não estão muito satisfeitos.

– Entre os lançamentos de notebooks a Sony sempre inova e surpreende com um novo computador Vaio Type G que é a prova d´água pelo incrível sistema de drenagem que consegue escoar a água sem danificá-lo, além de ter uma resistência ótima e um sistema que permite que os arranhões na tela não atrapalhem a performance. Por enquanto  o notebook só foi lançado no Japão no valor de US$ 1.500, mas certamente esse notebook é perfeito para a leva de consumidores do Brasil.  

Por Cristiano Moreno Nascimento

Sony Xperia Z2

Sony Vaio Type G

Fotos: Divulgação


O notebook por seu tamanho, peso e design tornou-se muito mais prático para aqueles que passam por diversos lugares durante o dia e precisam de um computador à mão para realizar tarefas urgentes. Entretanto, nem todos exigem um aparelho com configurações de última geração.

É exaustivo realizar uma busca específica por um equipamento de qualidade, porém com o preço acessível. As opções disponíveis podem confundir o consumidor, desta forma, para aqueles que necessitam de um notebook para realizar trabalhos rápidos diariamente, e não sabem ao certo que tipo de configuração escolher, aqui vão algumas dicas de aparelhos bons, que custam até R$ 2 mil.

As opções abaixo contêm especificações básicas de cada aparelho que são de diversas marcas, cada uma com seu tipo de configuração específico, o que torna mais fácil a escolha do consumidor.

A primeira é o Samsung Ativ Book 2. Por R$ 1,8 mil, o notebook tem tela de 14 polegadas, resolução HD, processador Intel Core i3 3110M de 2.4 GHz, além de conter placa de vídeo Intel HD Graphics 4000, memória RAM de 4GB, HD de 500 GB, e Windows 8 instalado no aparelho. A bateria autônoma do notebook dura 6 horas em uso moderado e 4 horas quando o uso é mais intenso.

O Asus X450LA, sai por R$ 1,9 mil, possui tela de 14 polegadas, processador de dois núcleos Intel Core i5 4200U, com 1.60 GHz de velocidade e 2.60 GHz de frequência turbo máxima. O notebook vem com o Windows 8.1 instalado de 64-bit, 4 GB de memória RAM, placa de vídeo Intel HD Graphics 4000, além de um HD com 500 GB para armazenamentos.

O Lenovo G40, pelo mesmo valor do Asus X450LA, R$ 1,9 mil, é caracterizado por seu display LED HD, também de 14 polegadas, processador Intel Core i5 4200U, memória RAM de 4 GB, placa de vídeo AMD Radeon R5 M230 e 1 TB de HD. O notebook tem o Windows 8.1 instalado, além de outros aplicativos personalizados.

Por último, o HP Pavilion, por R$ 1.990, possui tela LED de 14 polegadas, processador Intel Core i5 4200U, com 1,6 GHz de velocidade e 2,6 GHz de frequência turbo máxima e gráficos da Intel HD 4400.

Por Bruna Pereira

samsung Ativ Book 2

Asus X450LA

 

Lenovo G40

HP Pavilion

Fotos: Divulgação


Muitas pessoas se perderam no mundo dos videogames há algumas gerações e não conseguem se encontrar nas gerações atuais. Jogos muito fáceis, com apelo visual significativo, com obras que se aproximam muito mais das telonas do cinema do que das telas dos PCs e TVs, onde se ligam os videogames.

É fato que hoje existem vários jogos sensacionais, porém, parece que o glamour dos jogos no PC ficou pra trás há muitos anos. Hoje, são raros jogos adventure, point and clicks, games que se assemelham muito a um jogo de tabuleiro, por terem uma interface gráfica simplória, mas que são cheios de diversão.

Creio que, pensando nisso, surgiu o GoG (Good old Games). Um site recheado de velharias que poderiam muito bem sair de um baú da casa do seu tiozão que curtiu os anos 80 e 90 na frente de um pc.

O gog.com é um site maravilhoso para os saudosistas. Ele conta com produtos que se encontram entre os mais vendidos do passado, como também com aqueles chamados jogos B, que só uma galera mais cult jogava.

Para atrair um público mais jovem, o gog também conta games novos, inclusive com exemplares da nova geração. A biblioteca é ampla, apresentando títulos divididos em gêneros (ação, aventura, indie, corrida, rpgs, shooters, etc), plataforma, linguagem, modos de jogo, ano em que foi lançado, empresa e preços.

O site também tem um sistema de busca muito eficaz, no qual você pode pesquisar por tudo o que está descrito acima e encontrar os produtos desejados.

Outra vantagem evidente são os preços. Produtos, no geral, muito baratos. Não bastasse isso, o site também traz promoções constantes que reduzem ainda mais os valores cobrados por cada jogo.

A partir do momento que você compra o jogo, ele é de fato seu, e você pode, inclusive, gravá-lo em CD ou em pendrive e transferir para outro computador, ao contrário do que ocorre em outras empresas que vendem jogos online.

Outro grande atrativo está nos extras que acompanham os jogos que você compra. Artworks, manuais, tracklists, detonados, vem tudo junto na compra. E tem mais: os jogos já vêm arrumados para serem compatíveis com os novos sistemas operacionais.

Sem sofrimento, é só instalar e jogar. Quando você começar a usar, vai se pegar comprando joguinhos o tempo todo. Vale a pena matar saudade.

Por Nosf

Foto: divulgação


É muito comum encontrarmos pessoas nos dias de hoje que passam horas a fio na tela do computador, trabalhando ou estudando. E, você já pensou em começar a redigir e sentir aquela dor inconfortável na região do pulso? E se o teclado estiver muito duro para escrever? É uma situação extremamente indelicada, pois isso pode causar algumas lesões musculares nas regiões do antebraço. Por isso, preste bastante atenção, pois vou revelar a você o momento que o seu teclado precisa ser trocado.

Primeiramente, é importante destacar que assim como qualquer outro tipo de aparelho o teclado também possui um tempo de vida. Hoje é cada vez mais comum os modelos compactos e versáteis. Contudo, esse alto investimento precisa ser avaliado e o consumidor tem de ter alguns cuidados para não se decepcionar no curto prazo.

O teclado pode não estar em bom funcionamento devido a um líquido derramado ou até mesmo pela força com que o usuário digita. Mas, pode haver outros motivos também. Essas são apenas hipóteses. Diante disso, ao identificar a demanda por teclados de qualidade, foi criada uma empresa que atende a esse público-alvo e assim, é possível verificar os mais diversos modelos que são de marcas como HP, Dell, Acer, entre outras. Os interessados em adquirir podem acessar www.bbbaterias.com.br e verificar os diferentes modelos.

A empresa BB Baterias é especializada em dispositivos portáteis e através do site você pode obter informações sobre os tipos de baterias, diferenças de capacidade, compatibilidade, entre outros dados. Os produtos são 100% novos, testados e lacrados. Ressalte-se que você tem a garantia do produto caso não tenha ficado satisfeito com o que lhe foi proposto. E lembro, ainda, que todos vêm diretamente da fábrica com a melhor qualidade. Por isso, se você precisa de algum dispositivo portátil, entre agora em contato e a empresa irá mostrar a você o melhor conceito em tecnologia de tais dispositivos.

Por Luciana Viturino

Teclado

Foto: Divulgação


Para algumas pessoas ter Wi-Fi em toda a casa pode parecer a coisa mais difícil do mundo tecnológico. Mas a verdade é que não é assim. Alguns dispositivos ligados à internet conseguem manter a rede wireless por toda casa com qualidade.

Vamos às dicas para poder distribuir internet em todos os cantos de sua casa, de forma que não irá precisar se preocupar com apagões e nem a falta do Wi-Fi em alguns lugares.

– Roteador:

Sem ele fica muito difícil conseguir equipar sua rede interna. É o roteador que faz o sinal do seu wireless chegar a todo lugar. No mercado você pode encontrar vários roteadores, de diversas marcas e preços. Lembre-se que deseja cobertura máxima do Wi-Fi em toda a sua casa, até nos lugares elevados e menos utilizados, como banheiro, por exemplo. Isso é preciso ser levado em consideração na hora de escolher e comprar um roteador.

Você deve escolher aparelhos com potência acima dos 20mW, mesmo que você não conheça nada sobre essa especificação, exija número maior que isso. Os números comuns, diríamos padrões, são de apenas 100mW. Então, quando maior a sua potência, maior será seu alcance.

Certifique que onde mora não há muitos sinais de Wi-Fi. Assim ficar melhor para escolher aparelhos com até 2.4 GHZ é um bom aparelho em propagação e alcance.  Para quem mora e prédios, normalmente há mais Wi-Fi, então será melhor roteadores com até 5GHz ou, se possível, Dual Band. Assim não terá chance de ter interferência.

– Localização:

Interferências físicas podem atrapalhar a chegada do Wi-Fi. Paredes grossas e alguns obstáculos podem prejudicar a distribuição. Procure um ponto central da casa para posicionar o roteador. Um ponto, como um corredor, para que ele possa distribuir mais facilmente o sinal para toda casa.  Evite locais perto de paredes. Cada roteador tem um pico de frequência a ser observado.

– Repetidor:

Para quem precisa ou quer ter uma cobertura maior do Wi-Fi é preciso  usar um repetidor do sinal da internet. O preço mais acessível é de aproximadamente R$ 100. Não terá problemas para instalar já que é de fácil instalação. Em alguns aparelhos dá para fazer pontos de rede cegos. Assim nenhum roteador irá alcançar.  

Por Douglas Lima dos Anjos


Nos dias de hoje existem smartphones e tablets com capacidade de “digitalizar” documentos. Quem não conhece a tecnologia pode estranhar o termo. Na prática, “digitalização” significa processo que trabalha com objetivo de transformar documentos físicos em imagens visualizadas de maneira digital, através da tela do monitor dos celulares, tablets ou qualquer computador pessoal, com ou sem uso da internet.

Para evitar necessidade de espaço no disco rígido dos computadores ou aumentar segurança para proteger informações, administradores optam por digitalizar documentos online com uso de dispositivos móveis. Assim, contratantes têm arquivos digitalizados, disponíveis de forma organizada e segura.

Digitalização é um fenômeno da época moderna que surgiu com o avanço da tecnologia nas áreas de informática e plataformas à web. A quantidade de papéis aumenta de modo considerável conforme empresas crescem o número de cliente ou funcionários.

Ao digitalizar, administradores têm documentos digitais disponíveis dentro de computadores ou em sistemas na internet e não em montanhas de papéis jogadas na mesa do escritório.

Usuários precisam ter atenção no dispositivo móvel que usa para digitalizar documentos. Plataformas para anexar documentos devem ter ferramentas que ajudam clientes a terem acesso rápido à informação.

Quem dispensa uso de papel no processo produtivo tem moral sustentável. Donos de negócios não precisam usar impressoras ou tinta, dois produtos que prejudicam a atmosfera, inclusive no descarte, por conta da falta de aterros sanitários preparados para decompor o lixo eletrônico e evitar envio de gases tóxicos aos limites atmosféricos.

Desde o final do século XX a digitalização evolui como serviço importante no mundo. Na época, apenas poucas empresas tinham confiança em depositar conteúdo informativo à internet. Hoje em dia a confiança aumentou ao ponto de existir inclusive celulares e tablets que fazem o trabalho de digitalizar, serviço antes reservados apenas para scanners.

A maioria das novidades tecnológicas do mundo demanda tempo para que se torne indispensável aos seres-humanos e com tais serviços não é diferente. Com o tempo a digitalização se torna indispensável.

Por Renato Duarte Plantier

Foto: divulgação


O navegador popular Firefox, da Mozilla, está se tornando cada vez mais uma opção para o uso da internet. A nova versão 31 do navegador está ainda em processo de finalização e deve ser lançado no final de julho deste ano. Mesmo ainda com três meses para o seu lançamento, a companhia já anunciou que vai desafiar desenvolvedores que encontrar bugs no gerenciador de certificados do programa.

A nova versão do Firefox nem chegou e a marca já procura profissionais e especialistas para não deixar que o navegador seja um uso inseguro para os usuários. O desenvolvedor que encontrar qualquer erro ou falha na nova plataforma que vai ser lançada pode receber dinheiro ou prêmios.

Caso a descoberta aconteça, o valor pode chegar a US$ 3 mil, o que seria R$ 6,7 mil. O total que a empresa oferece é de US$ 10 mil, cerca de R$ 23 mil.

Os criadores da nova versão afirmaram que a plataforma 31 do navegador está mais aprimorada, com melhor eficiência para o rastreamento de certificados e um maior controle de bugs. Isso tudo por causa da criação de um código mais aperfeiçoado.

O browser vai trabalhar com uma análise mais profunda de toda a rede da internet sempre buscando uma certificação do site em que o usuário estiver navegando, dificultando as possibilidades de invasão e entrada de sites não confiáveis.

As últimas versões do Mozilla às vezes não apresenta a certificação dos sites navegados por causa de uma falha na localização, só que isso não necessariamente ocorre por falta de confiabilidade de uma rede. Mesmo assim a nova versão quer levar mais confiança ao usuário e mesmo que ainda em versão beta, os criadores acreditam na melhoria da nova plataforma do navegador.

O lançamento oficial do novo Firefox 31 do Mozilla será no dia 31 de julho. Para os especialistas que vão trabalhar na procura de erros da nova versão, o dia último para a descoberta será até 30 de junho. Caso algum desenvolvedor encontre falhas na versão beta, a empresa quer ter esse tempo de solução até o seu lançamento oficial. 

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação


Brasileiros se perguntam o motivo de kindles (leitores digitais de livros) terem preços altos no país, assim como acontece com tablets, smartphones e outros produtos tecnológicos. Forma de economizar nos dias de hoje está nos sites que oferecem desconto em compras de eletrônicos.

Pesquisar representa o segredo para economizar na compra online. Ao usar cupom de sites que ofertam descontos, consumidores compra com menor preço acessórios eletrônicos, como leitores de livros digitais, ferramentas com importância fundamental nos dias de hoje, em principal ao levar em conta que livros digitais têm preços menores do que quantias cobradas por impressos.

Parte das obras literárias digitais é salva de forma gratuita, outra notícia que favorece na economia.

FNAC está entre as empresas com acordo nos sites que ofertam desconto. Na página da loja há ofertas à tecnologia que se direciona para a leitura. Exemplo, leitor eletrônico IRIVER RB02 2GB custa menos do que o Kindle Amazom, principal kindle Premium atualmente.

Livraria Cultura consiste em outra loja de livros com preços populares por conta dos sites que ofertam descontos. Atualmente, poucos e-commerce acarretam a variedade de leitores digitais à venda no site cultural.  Entre os tipos disponíveis se destacam os aparelhos da empresa KOBO, com preços inferiores ao comparar aos Kindles Amazon.

Cultura concede dez por cento de desconto nas compras via site. Ou seja, ao considerar a porcentagem do preço descontada com cupons de sites que ofertam descontos, então existe ainda maior queda do preço.

Lojas Americanas, Livraria da Folha e Martins Fontes também representam empresas que possuem acordos com sites de descontos para compradores de leitores de livros digitais.

Nesse sentido, antes de fazer a compra, procure saber se existem sites de descontos que possuem acordo com lojas que vendem os melhores leitores digitais de livros que existem no mercado nacional e internacional.

Por Renato Duarte Plantier

Foto: divulgação


O programa Gimp é um editor de imagens gratuito, mas que oferece vários recursos de edição ao usuário. O editor pode até mesmo mudar a cor da pele de uma pessoa em uma imagem qualquer. A opção é fácil de ser realizada e pode ser feita com a tonalidade preferida do usuário. Tanto uma pessoa pode ter a sua cor da pele mudada como um objeto qualquer que estiver na foto.

Depois de baixar o programa Gimp, que pode ser encontrado em alguns sites seguros de download, o usuário deve abrir o programa e ir a parte escrita “Arquivo” para importar a imagem desejada que está no computador para o editor. A imagem vai aparecer na parte principal do programa e, para começar o trabalho, o usuário precisa clicar com o botão direito do mouse sobre a camada e selecione “Duplicar camada”. Depois que a camada foi duplicada, com o botão direito do mouse é preciso selecionar a opção “Adicionar canal alfa”. Aperte mais uma vez com o botão direito do mouse sobre a camada copiada e escolha “Alfa para seleção”.

Para começar a desenvolver a mudança de cor na pele da pessoa na foto, é preciso ainda selecionar a “Ferramenta de seleção livre” e certificar que o modo selecionado é o “Substituir seleção atual” e que as caixas “Anti-serrilhamento” e “Enevoar bordas” estão marcadas. Para que o processo saia de forma correta, o usuário vai selecionar apenas a parte da fotografia em que a pele da pessoa está exposta, ou seja, sem roupas ou qualquer tipo de acessório. Para que a marcação fique de forma uniforme e não perca o processo correto, o usuário pode alternar, na opção de ferramentas, o modo de edição para “Adicionar à seleção atual” quando estiver no fim da edição. Isso serve para a imagem em que há várias não sequências cores de pele que serão mudadas.

Depois que a pele estiver marcada, o usuário vai no quadrado “Cor de frente” e escolhe a cor que seja da sua preferência. Depois “Ferramenta de preenchimento”, “Opções de ferramentas”, escolher “Preencher toda a seleção” no campo “Área afetada”. Feito esse processo, é preciso voltar no menu e clicar em “Selecionar” e depois em “Nada”. Na aba “Camadas”, mude o modo para “Multiplicar”. Para que a imagem fique perfeita e que a cor escolhida seja adaptada no corpo da foto para não parecer mal feita, é preciso escolher a ferramenta borracha, selecionar o pincel “Hardness” e apagar a área dos olhos e da boca.

Por Carolina Miranda

Gimp

Foto: Divulgação


Um dos problemas que afetam o computador e que deixa muitas vezes o usuário “na mão” é aquela história de o computador desligar sozinho. Esse problema pode ser desde uma pequena falha no sistema operacional até a situação de ter um item danificado no computador que esteja causando esses desligamentos automáticos e restarts.

O primeiro problema e talvez o mais comum que causa o desligamento do computador é o superaquecimento de componentes internos como placa de vídeo, placa mãe e processador. O computador desliga sozinho como forma de proteção para não ocorrer danos irreversíveis a esses itens quando eles chegam a uma determinada temperatura.

Para identificar se o desligamento está acontecendo por causa do superaquecimento, tanto em PC como em notebook, o usuário precisa verificar se o cooler do processador está funcionando corretamente. Caso o item esteja fazendo ruídos acima do normal ou esteja com muita sujeira, o usuário precisa urgentemente limpá-lo, ou, se não melhorar, substituí-lo.

Outra questão que faz com que o computador desligue sozinho é quando o usuário realiza a troca de algum componente. É importante certificar-se de que a fonte de alimentação do mesmo possui a potência necessária para alimentar todo o seu conjunto de hardware.

O usuário consegue calcular a potência média dessa fonte e saber se realmente ela suporta todo o conjunto. O usuário precisa informar a configuração da máquina que está sendo montada para que o utilitário aconselhe a quantidade de Watts necessária para suprir todos itens de hardware.

A memória RAM também pode ser um dos fatores que realizam o desligamento automático da máquina. O usuário precisa verificar se os pentes de memória estão bem encaixados ou até mesmo certificar que se as memórias estão livres de sujeira. O computador ou notebook também aceitam o uso de programas e softwares específicos para a verificação e resultados de diagnósticos. No caso do Windows 7, há uma Ferramenta de Diagnóstico de Memória. 

Por Carolina Miranda

Computador

Foto: Divulgação


Alguns usuários já passaram algum tipo de problema do áudio do computador. O principal deles é o funcionamento incorreto do driver de áudio. Se você tem a placa de som no seu computador, mas o Windows 7 não a reconheceu, saiba o que fazer neste texto abaixo que vai ensinar a instalar um novo driver de áudio.

A instalação pode ser feita por programa ou manualmente. Para quem não tem nenhum programa, a instalação pode ser feita de forma manual sem nenhum problema. Vamos falar de drivers disponibilizados em arquivos compactados, no entanto, caso o seu driver de áudio for do tipo executável, basta rodá-lo e seguir suas instruções. Antes de iniciar o procedimento, vá até o site do fabricante e baixe o driver da placa e, depois, descompacte o driver em uma pasta.

O primeiro passo deve ser feito no botão Iniciar, depois, com o botão direito do mouse, clique sobre a palavra Computador. No próximo passo, clique na opção Gerenciar. Depois desse passo, clique na opção Gerenciador de Dispositivos. Nessa mesma palavra, o usuário precisa clicar com o botão direito do mouse no ícone que representa o computador e depois em Adicionar hardware herdado. Em uma outra opção, para fazer a instalação manual, vai ter uma alternativa “Instale o hardware que eu selecionar manualmente em uma lista (avançado)”. Depois “Mostrar todos os dispositivos”, em seguida “Localizar o arquivo”, logo “Instalar do disco” e no final “OK”.

Depois de feito todos esses processos, o usuário precisa voltar à tela do assistente e escolher o driver de acordo com a placa compatível com o computador, e depois clicar em “Avançar”. Depois disso é preciso esperar o assistente copiar os arquivos. Esse procedimento dará um alerta quando terminar. Para isso, basta que o usuário clique na palavra “Concluir”. Terminado esse processo, o usuário poderá abrir o áudio e escutar um som normalmente que não haverá problemas.

Por Carolina Miranda


Vários funcionários dependem dela para poder realizar suas tarefas diárias. Imagine se os equipamentos de sua rede resolverem falhar? Por isso que fazer reparos em equipamentos de sua rede é essencial para evitar essa surpresa desagradável.

A importância de cuidar da rede:

É importante ter em mente que um computador deve ajudar e facilitar o trabalho na empresa e não se tornar um obstáculo para atrapalhar o desempenho. Se a empresa não tiver um sistema de reparo e manutenção adequado o computador pode ser tornar o problema ao invés de uma solução.

Esse problema não é só com uma máquina e sim com toda a rede. Uma revisão periódica de todos os equipamentos pode fazer com que o dia a dia de trabalho seja mais proveitoso e com que os dados da empresa fiquem mais protegidos.

Como esse reparo pode ser útil para uma empresa?

Ao fazer o reparo ou também a conhecida “manutenção corretiva”, você poderá resolver qualquer problema que pode parecer pequeno, no início, mas pode com o decorrer do tempo atrapalhar todo o andamento do trabalho. Isso, além de manter a integridade dos equipamentos da rede, faz com que sua durabilidade seja maior e o mantém disponível para produção ou operação.

Outro ponto importante é que uma manutenção de equipamentos bem feita garante a integridade física dos trabalhadores. Um fio desencapado pode levar a acidentes catastróficos. Se tudo for mantido e reparado rotineiramente, esses riscos são praticamente eliminados.   

Como é feito o reparo em equipamentos de rede?

Há dois tipos de sistemas de reparo ou de manutenção preventiva: a manutenção preventiva de hardware e a manutenção preventiva de software. Ambas visam detectar qualquer problema que esteja invisível aos olhos e arrumá-lo, evitando que ele ganhe grandes proporções.

Vários procedimentos são feitos para isso. A manutenção preventiva de hardware inclui limpeza geral dos computadores, detecção de defeitos em discos rígidos, placas, teclado, verificação da fonte de alimentação, do cooler do processador, entre outros. Já a de software procuram deficiências no sistema operacional. 

Com elas, o mau funcionamento e as perdas de dados, que podem trazer um grande prejuízo à corporação, são evitados, o que faz com que a realização de reparos em equipamentos de sua rede seja essencial para a segurança. Ele deve ser feito sempre por especialistas, para que tudo dê certo.

Por Milena Godoy


Os Notebooks começaram a perder terreno desde que os tablets chegaram ao mercado. Porém, apesar dessa realidade, o fato é que muita gente ainda prefere ter um bom Note, que pode auxiliar a pessoa tanto para seu lazer como em termos de trabalho; e, pensando nessas questões, as principais marcas de notebooks chegaram ao veredicto de que, nesse ano de 2014, muita coisa precisa mudar e ser feita para que mais consumidores e clientes possam ser conquistados.

Seja bem como for, levando em conta o Brasil, a verdade é que nosso país ainda é um dos maiores compradores  de notebooks do mundo. A questão foi que, após a IFA, que é a conferencia de eletrônicos que ocorreu em Berlim, os especialistas perceberam que esses aparelhos precisam de novas funções.

Até porque, diga-se de passagem, o fato é que os smartphones e os tablets estão sempre se reinventando e lançando novidades no mercado de tecnologia. Sendo assim, para não ficar para trás, os notebooks estão começando a criar novas configurações e estilos diferenciados que pretendem alcançar um número ainda maior de clientes.

Um exemplo desse novo quadro, com efeito, é o IdeaPad Yoga 2 Pro da Lenovo que além de bem bonito tem uma tela de 13 polegadas com resolução de incríveis 3200 x 1800 pixels. Seja lá como for, vale dizer que muitas marcas também estão seguindo esse caminho de atualização.

A Sony, por exemplo, também inovou bastante com seu novo ultrabook da linha Vaio que, de uma forma surpreendente, chamou a atenção do  público por ter vários recursos bacanas e um dos designs mais bonitos da atualidade em termos de notebooks.

O grande segredo do momento é investir em novas tecnologias, melhor performance, funções cada vez mais inovadoras, qualidade dos serviços e uma conectividade cada vez mais rápida e eficiente. Agora é esperar para ver se essas Tendências vão pegar.

Not?cias.


Se sua máquina anda lenta, travando e demorando para iniciar, isso pode ser sintoma de uma memória RAM carregada de arquivos e programas inúteis, que muitas vezes são instalados sem que você perceba ao baixar arquivos e outros programas na internet. Estes problemas são mais recorrentes em equipamentos antigos que dispõem de uma configuração de hardware e software muito defasada.

Um dos motivos é que estes programas desnecessários acabam usando e sobrecarregando as memórias RAM e cache, responsáveis por turbinar a execução de programas e aplicativos que você está usando naquele exato momento. Como você já dispõe de muitos programas sendo carregados automaticamente na inicialização do Windows, o seu sistema funciona aos trancos e barrancos.

O mais interessante é quando os programas que você está usando conscientemente são fechados e sobram arquivos inúteis na memória cache do seu sistema. Por isso, é muito importante você de vez em quando fazer uma faxina nessa memória e otimizar a inicialização do Windows desmarcando programas que você não deseja que sejam iniciados com o sistema operacional, especialmente os que você não usa com muita frequência. Já aqueles programas indesejáveis, você pode desinstalá-los imediatamente do seu computador, pois funcionam como parasitas inúteis sugando a força da sua máquina.

Mas nem tudo está perdido, existem alguns programas disponíveis gratuitamente na internet que podem lhe ajudar nesta tarefa, ou melhor, fazer esta tarefa para você com muita rapidez e agilidade, facilitando assim a sua vida e melhorando o desempenho do seu equipamento. Logo abaixo você encontra dois destes programas que estão no topo da lista dos melhores do gênero.

O primeiro deles se chama CCleaner, que possui uma interface intuitiva e em português. Esse programa é muito simples, podendo ser usado por pessoas comuns sem a necessidade de conhecimentos avançados em informática.

A outra opção se denomina Glary Utilities, uma ferramenta também muito poderosa, mas com algumas funções adicionais não encontradas no primeiro. Este também está disponível em nossa língua. Para facilitar a vida do usuário, o Glary tem a opção “manutenção em um click”, que facilita muito a vida de pessoas menos hábeis no assunto.

Para fazer o download dos programas citados clique nos links abaixo:

Por Édson Dassib


A tecnologia avança um pouco mais todo dia. São computadores, celulares e uma imensa variedade de outros aparelhos eletrônicos com as mais diversas funções, que surgem para aumentar o conforto dos compradores e o entretenimento dos mesmos. Utilizados como ferramentas de diversão e trabalho, são tantos os aparelhos comercializados no mercado brasileiro, que muitas vezes o próprio consumidor não sabe a diferença entre um produto e outro que aparentemente apresentam as mesmas funções.

Esse é o caso do Tablet e Ipad, os quais têm semelhanças assim como diferenças, mas que nem sempre ficam extremamente claras para quem os compra. Cada aparelho traz suas próprias características para atender ao consumidor como esse mais desejar. Quais são essas diferenças e semelhanças?

iPad.

Semelhanças:

O que estes produtos possuem de tão semelhante a ponto de confundir o consumidor na hora de diferenciar um do outro?

 Ambos realizam funções que poderiam ser realizadas em um computador. A tela é maior que dos smartphones, porém menor do que dos notebooks, tendo uma média de 7 a 12 polegadas. São facilmente transportados em bolsas e mochilas devido ao seu tamanho, que também é propício para a visualização de fotos, vídeos e até mesmo filmes.

Tem um hardware robusto, competente o suficiente para funcionar jogos e aplicativos com rapidez e qualidades superiores a dos smartphones.

Possuem aplicativos específicos para determinados objetivos, como por exemplo, os aplicativos que permitem a leitura de textos, os mesmos disponíveis em computadores.

O touchscreen do aparelho facilita a navegação na internet, assim é possível realizar todas as tarefas online sem realmente ter de estar perto de um computador.

Diferenças:

A real diferença entre Ipad e Tablet se dá pelo fato de que o Ipad em si também é um Tablet, porém fabricado pela Apple. Embora ambos tenham os mesmos intuitos e funções, são fabricados por diferentes concorrentes, motivo pelo qual muita gente se confunde. A escolha entre um dos aparelhos é de acordo com a preferência do consumidor.


É igualmente importante, assim como tempos atrás, ter uma boa impressora, seja para trabalhos profissionais ou para uso doméstico, muitas pessoas utilizam as mais modernas formas de impressão.

Ao contrário do que se pensava, mais do que nunca usamos as impressoras diariamente, de forma bastante ampla. Muitos são aqueles que preferem um material impresso para leitura ou revisão de diversos tipos de textos. Sendo assim, listamos alguns lembretes na hora de comprar a sua impressora:

1) Escolha uma impressora multifuncional. Ela é mais prática e eficiente – junta várias funcionalidades em um só aparelho (impressora, scanner, fax, etc). Já foi o tempo em que se comprava um aparelho para realizar essas funções;

2) A marca deve ser escolhida pelo critério da assistência técnica. Não adianta comprar um produto cuja assistência técnica, suprimentos e acessórios sejam difíceis de encontrar. Você deve procurar praticidade neste quesito;

3) Recarga de cartuchos – É recomendável usar somente cartuchos originais, a fim de preservar a qualidade de impressão e a garantia da própria impressora. A recarga de cartuchos originais é uma velha prática, tendo em vista que é mais econômico;

4) Resolução – Para imprimir textos, o recomendável é o modo de impressão normal ou econômico. Para as impressões de fotos ou documentos coloridos, o ideal é 300 dpi; contudo, se quiser usar mais qualidade, não irá necessitar passar dos 600 dpi;

5) Laser/jato de tinta – As mais comuns são as de jato de tinta, recomendada para trabalhos pequenos. Já as impressoras a laser são recomendadas para trabalhos maiores – por exemplo, quem precisa imprimir um grande volume de cópias por mês;

6) Tipos de conexões – Depende do objetivo. Para uso empresarial, é recomendável que se empregue via ethernet ou USB; para os residenciais, as conexões Wi-Fi tendem a ser mais práticas.

As suas necessidades são os melhores indicadores do tipo de impressora que você vai utilizar. Analise bem os conselhos gerados aqui e tenha certeza de que irá fazer uma boa compra. 

Por Cristiane Gusmão

Impressoras - Dicas e cuidados

Foto: Divulgação


Com uma infinidade de marcas, modelos e design de teclados, não é fácil definir qual o melhor modelo que você deve levar para casa. Isso depende da utilidade do seu periférico; para cada tipo de usuário, um tipo de teclado. Tentamos resumir aqui alguns conselhos que nortearão você na compra do seu teclado.

Teclados leves e planos: Prefira teclados leves e silenciosos (há alguns que emitem sons ao pressionar as teclas) – seja qual for a utilidade, esta é a melhor opção. Também, escolha teclados planos, tendo em vista que isso exigirá menos esforço na hora de usar as teclas (tanto na digitação, quanto em jogos, entre outros aspectos).

Design simples: Quanto mais simples for o modelo, melhor a sua produtividade. Muitas vezes a estética é bonita, mas a funcionalidade deve ser prioridade na escolha do melhor teclado. Teclado deve ser simples, prático e agradável de trabalhar.

Teclado numérico destacável: Se esse tipo de teclado é destacável, fica mais fácil na hora de trabalhar com números, principalmente se você trabalha bastante com números em planilhas eletrônicas. Tecnicamente é muito mais difícil, por exemplo, trabalhar nos notebooks, pois esses teclados são integrados, com relação às outras teclas. Os teclados de desktops saem na frente, nestes casos.

Botões de programação de funções: Algumas funções têm suas teclas exclusivas, pelo menos nos desktops essas teclas são mais presentes (isto é até óbvio, por questão de espaço). Por exemplo, temos as funções de stand-by, desligar e captura da área de trabalho.

Teclados com e sem fio: Depende de cada tipo de usuário. Por exemplo, se você utiliza a máquina para jogar, é melhor que esse teclado seja com fio, já que você emprega muitas teclas simultaneamente em algumas ações. Se você é daquele tipo prático, vai optar pelo teclado sem fio (é aconselhável para todos os usuários, exceto o primeiro aqui mencionado). Talvez a única desvantagem do teclado sem fio seja a utilização de baterias.

Após analisar esses itens na escolha de seu teclado, você já pode comprar o seu periférico. Nunca compre por compulsão, ou só porque é “bonitinho”, pois poderá se arrepender depois. Pode ser caro um produto, mas se ele for de boa qualidade, isto valerá a pena. É igualmente importante cuidar do seu teclado, para que ele tenha uma duração significativa.

Por Cristiane Gusmão

como escolher o melhor teclado

Foto: Divulgação


O mouse é uma mão na roda quando se trata de produtividade – programas de edição de textos, áudio, imagens e vídeos, navegadores de internet, entre outros. Ao escolher um mouse, você deve levar em consideração o tamanho, a ergonomia e a utilidade, por exemplo. Depois de considerar isso, com certeza vai querer cuidar bem dele, sempre o tratando com carinho, deixando-o limpo, para poder usar todas as suas funcionalidades com eficácia.

Para limpar o seu mouse corretamente, a primeira lição já e conhecida: nunca use produtos de limpeza, em especial os abrasivos (multiuso e alvejantes, por exemplo). O álcool isopropílico (geralmente utilizado em limpeza de componentes eletrônicos) é o mais recomendável para a limpeza dos mouses com esferas. É recomendável usar luvas ao manipular esse tipo de álcool.

Nunca deixe os roletes (normalmente são três na maioria dos modelos) sujos, pois o acúmulo de sujeira interfere no desempenho do periférico. A boa higiene será útil para o bom funcionamento do mouse. Empregue ferramentas adequadas para limpá-lo corretamente – do contrário, se usar objetos pontiagudos ou chaves de fenda, por exemplo, pode danificar o seu aparelho – poderá limpar com uma flanela com álcool isopropílico (se utilizar alguma ferramenta, faça isso de forma delicada, a fim de não estragar o mouse). A limpeza deve ser feita tanto externa, como internamente.

Também, cuide para não pressionar ou mesmo puxar o fio do seu mouse. Isso equivale a puxar pelo meio do fio um plug da tomada. Tenha certeza de que ele não é um fio de aço que nunca se rompe. Dê preferências em usar um bom descanso para o seu mouse, pois algumas mesas não irão te dar uma boa produtividade.

Tenha sempre em mente que o mouse é uma boa ferramenta para a sua maior produtividade, especialmente se você o utiliza como objeto de trabalho. Ele faz parte de seu computador, apesar de ser denominado periférico. Nunca espere os travamentos, para depois começar a fazer sua manutenção.

Lembre-se: a prevenção começa com os devidos cuidados desde o início. Como qualquer produto, ele deve ser valorizado. Não esqueça de dar o devido cuidado para o mouse, o seu companheiro inseparável do computador.

Por Cristiane Gusmão

Foto: Divulgação


Escolher um HD externo é uma tarefa que envolve alguns cuidados por parte de quem vai comprar. Seguir dicas é uma das formas de evitar transtornos quando for adquirir o seu HD, evitando que ele traga mais problemas do que a solução de que precisa para o seu PC ou notebook.

A primeira dica para quem vai comprar um HD externo é ver se há compatibilidade entre ele e o USB 2.0. Isso porque com a versão 1.0 vai ficar muito complicado ter uma boa velocidade para se fazer a transmissão de dados.

Outra sugestão importante é saber o que você deseja mesmo deste HD externo, uma vez que ele pode ser de 3,5" (de mesa) ou de 2,5" (portátil). 

Os dois possuem a mesma capacidade de armazenamento de 250 GB a 2 TB. Só que como o próprio nome diz, o HD externo de mesa é perfeito para quem usa computador fixo (tem pouca resistência), já o portátil (que tem muita resistência) é ideal para quem usa computadores portáteis.

A pessoa que está em busca deste produto deve saber qual a sua real necessidade para poder comprar o HD. Os preços dele vão de R$ 400,00 a R$ 1.900,00.

Por Michele de Oliveira


O notebook é um tipo de computador pessoal, móvel, de grande utilidade para quem vive em movimento e não pode parar com as suas atividades. Checar e enviar e-mails, fazer compartilhamento de documentos, acessar as redes sociais e fazer planejamentos de trabalhos, são apenas algumas de milhares de coisas que se pode fazer com um notebook. O problema é quando ele está cheio de vírus, podendo vir a causar prejuízos no HD ou em outros compartimentos do aparelho. Quando isso ocorrer, o correto é fazer um processo chamado de formatação, algo que você mesmo pode fazer em casa, bastando apenas siguir os passos, na ordem, que vamos ensinar agora.

O primeiro passo para fazer uma formatação eficiente em um notebook com Windows 7 é colocar o CD-ROM do Windows 7 na gaveta do computador. Já com esta ferramenta inserida, reinicie a máquina, o que vai ocorrer em segundos. Depois de reiniciada, vai aparecer automaticamente na área de trabalho do notebook uma mensagem para dar boot e caso este comando não apareça, aperte a tecla F8 ou DEL para que a opção seja ativada. Após este procedimento, é só dar Enter para que a formatação siga.

O segundo passo é apertar a tecla Esc, opção que vai não apenas fazer a formatação do HD como também vai inseri-lo novamente em seu notebook. Não esqueça de apertar a tecla D para deletar toda a partição existente no HD. Sempre confirme quando o computador perguntar se está certo de cada etapa que está fazendo. Em seguida aperte a tecla C para criar uma nova partição, para ficar no lugar daquela que foi deletada.

Vamos entrar agora na terceira etapa, a que caracteriza a formatação propriamente dita. O melhor nesta fase é escolher a opção “Formatação Completa”, fugindo do modo rápido que vem na opção “quick”. Depois disso é só clicar a tecla F para a finalização da formatação do seu notebook Windows 7.

Você pode até pensar, por causa deste passo a passo, que este processo se faz em minutos, não é isso? Mas é um engano pensar assim, pois para fazer uma formatação completa, em um HD de 80 GB de memória, pode levar até mesmo uma hora. Um tempo que vale à pena para se ver livre de alguns perigos em seu notebook.

A última etapa é reiniciar a máquina, não apertando qualquer outra tecla durante este processo, para evitar transtornos. Você já está na última etapa e não é agora o momento de arriscar colocar a formatação a perder não é mesmo?

Depois que o notebook estiver reiniciado, comece a dar início ao programa de instalação do Windows. Após este passo, instale o Windows através de um processo que é automático, ou seja, o aparelho não vai mais precisar da sua ajuda. Feito isso, o seu notebook está completamente formatado.

Com este passo a passo não vai haver erros para colocar o seu aparelho em devido funcionamento e caso esteja precisando deste suporte, é só seguir as orientações dadas para que você mesmo faça a formatação que precisa.

Por Michele de Oliveira


Com o início do ano chegando começa a corrida dos pais pelos melhores preços em materiais escolares para seus filhos.

Para atender a este público sazonal foi criado no site Sua Lista Escolar um recurso que personaliza a lista de materiais para estudos.

Para isso é preciso o envio da lista de materiais escolares e em no máximo 24 horas o usuário terá uma lista personalizada com diversas opções de produtos e preços para a escolha.

Deste modo, a compra dos materiais escolares dos filhos ficará mais fácil com a identificação do melhor preço e maior qualidade.

Fonte: IDGNOW


Com o crescimento do uso da internet e das redes sociais, bem como o aumento no acesso por meio dos tablets e smartphones, aumenta também o interesse de criminosos nas informações trocadas e veiculadas na internet, principalmente no meio corporativo.

Para proteger seu computador de ataques, confira algumas dicas da F-Secure:

1 – Os sistemas devem estar sempre atualizados – Com o sistema operacional atualizado é possível evitar falhas de segurança e vulnerabilidades;

2 – Backup e antivírus – Essa dupla deve estar sempre presente no seu pacote de segurança;

3 – Solução antirroubo – Evita o roubo de dados do seu computador com uma solução de segurança que protege as informações;

4 – Não clique em links desconhecidos – Sempre verifique se o endereço eletrônico começa com HTTPS e não clique em anexos ou fotos que você desconheça a origem;

5 – Cuidado com as redes sociais e redes públicas Wi-Fi – Use ambas com critério.

6 – Cuidado ao fazer o download de aplicativos – Antes de baixar os apps verifique se o mesmo é confiável, faça uma breve pesquisa na Internet;

7 – Avalie a necessidade de preencher dados cadastrais – Não informe dados pessoais ou cadastrais em qualquer aplicativo.

Por Natali Alencar


O novo iPad, que teve seu lançamento no começo de março de 2012, ainda não possui previsão de chegada ao Brasil.  Em três dias foram vendidos 3 milhões de unidades apenas nos dez países em que o aparelho foi lançado.

Com tela de 9,7 polegadas, câmera traseira 5 megapixels, processador Apple A5X com 1 GHz, sistema operacional iOS 5.1  e disponível nas versões com 16 GB, 32 GB e 64 GB, o novo iPad é mesmo revolucionário.

Mas será que vale a pena trocar o iPad 2 pelo novo iPad? A troca depende muito do usuário e para qual fim que ele utilizará o produto. Se o objetivo é jogar, tirar fotos, filmar e assistir filmes no tablet, com certeza o novo modelo é uma ótima aquisição, por ter uma qualidade bem superior ao seu antecessor. Porém se o objetivo é apenas ler livros e realizar tarefas mais básicas, a troca acaba sendo desnecessária.

Os aparelhos da Apple são sempre muito sedutores e os usuários acabam vendo seus aparelhos como uma grande necessidade, e que sem eles estão atrasados.

O preço do novo iPad  nos Estados Unidos gira em torno de US$ 499, cerca de R$ 900. É claro que assim que o produto chegar ao Brasil esse valor provavelmente ficará duas vezes maior.

Por Guilherme Marcon


Com o sucesso dos tablets, o número de modelos disponíveis no mercado aumenta a cada dia. E no meio de tanta variedade, começaram a surgir no mercado os modelos chineses. Estes modelos, apesar do preço bem mais em conta, podem acabar virando uma tremenda dor de cabeça para o comprador.

Buscando evitar que você se estresse com isso, listaremos aqui uma série de motivos para você tomar cuidado com estes aparelhos:

A primeira coisa que você deve ficar ciente é sobre o fraco hardware que estes dispositivos geralmente têm. Devido a isso, não espere que seu tablet rode perfeitamente aplicativos mais pesados, caso você tente rolar estes aplicativos, certamente terá de lidar com uma certa lentidão no processamento do aparelho. Para não sofrer com este problema, evite comprar modelos que apresentem um processador inferior a 1GHZ e tela de 7 ou 10 polegadas (com resolução de 800×490 ou superior).

Outro fato que você deve ficar ciente é de que o Touchscreen destes aparelhos são bem ruins e não respondem precisamente ao toque. Para não ter tanta dor de cabeça com isso, busque comprar um aparelho que possua multitoque (capaz de realizar tarefas com mais de um toque). Apesar disso inicialmente parecer desnecessário, com o tempo irá se tornar algo que você pode sentir bastante falta.

Outra desvantagem dos tablets chineses é a falta de um suporte técnico. Com isso, caso você tenha problemas com o aparelho, terá de arcar sozinho com tais defeitos.

Se você ainda está pensando em comprar um tablet chinês, esteja ciente de que a resolução da tela dele também não será das melhores. Apesar de reproduzir vídeos, não espere ver algo em HD ou Full HD, pois ele não irá suportar.

Vale lembrar também que estes tablets não possuem uma bateria de longa duração.

Mas com tantos pontos negativos, será que realmente não tem nada de bom nos tablets chineses? Alegro-me em dizer-lhes que tem sim. Estes aparelhos são ótimos para quem quer utilizá-lo para ler um e-book ou então como “cobaia” para instalação de ROMs customizadas e coisas do tipo.

Um alerta que fica não só para quem está pensando em comprar um tablet chinês, mas para todas que estão pensando em comprar um aparelho desses, é que ele não irá substituir o computador. Os tablets possuem grandes limitações, o que lhe impedem de realizar inúmeras tarefas que poderiam ser feitas no computador.


Pra mim, um dos problemas dos tablets em relação ao PC e ao notebook é a baixa capacidade de armazenamento. Eu, por exemplo, acabei de adquirir um iPad de 16 GB. Por enquanto, ainda não vi nenhum problema, já que minha intenção é usá-lo para trabalhar. O que significa não enchê-lo de vídeos e jogos. Mesmo assim, o espaço livre depois de uma semana de uso já caiu para apenas 12 GB.

Mas quem deseja usar o tablet para recheá-lo de vídeos, jogos, fotos e tudo o mais, pode ficar um pouco frustrado. Uma opção para resolver esse problema é usar um drive externo. E modelos até que não faltam no mercado. Outros ainda estão por chegar, como é o caso do Mobi SX, que será lançado pela Kingston e se comunicará com iPad via Wi-Fi sem a necessidade de usar o iTunes para enviar arquivos. O Mobi SX também será compatível com o iPhone, contará com uma bateria capaz de durar até 6 horas em standby, custará a partir de 99 dólares e terá capacidade entre 16 e 32 GB.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: MacWorld


Saiba como proteger e cuidar de seu equipamento de forma correta.

Não ande por ai com seu computador ligado, não o deixe funcionando dentro de sua mochila ou pasta. O dico rígido pode ser danificado apenas por um simples impacto, seja um solavanco, batida ou esbarrão. Fora este detalhe, o seu notebook "confinado" pode superaquecer. Desligue antes de transporta-lo. Lembre que existe algumas configurações do próprio Windows, que podem modificar o comportamento do botão desligar para quando fechar a tampa.

Cuidado ao utilizar seu Notebook na cama. Fique esperto com seus cobertores e travesseiros, próximos ao mesmo, eles podem estar bloqueando a ventilação e causando danos aos componentes com o superaquecimento. Além de poder estar machucando as si mesmo, em posição não favorável a sua coluna ao utilizar.

Não deixe no carro, além de ladrões que ficam em estacionamentos a temperatura do carro pode subir dependendo do lugar parado e danificar seu equipamento. Caso seja realmente necessário, deixe no porta-malas, tomando cuidado e sendo discreto.

Sobre seu Smartphone, coloque sempre senhas em seus aparelhos e os deixe travados. Para que no caso de roubo, não seja possível coletar suas informações para uso mal-intencionado ou roubo de identidade. Existe ainda uma ferramenta chamada Norton Mobile Security para o Android, que bloqueia a distância com possibilidade de formatação, com um simples comando via SMS.

Por Marcos Tegon


A CBL é a líder mundial em recuperação de dados digitais, que é uma preocupação que ocorre em 10 de 10 profissionais que trabalham armazenando documentos no computador.

Os reparos são realizados em unidades de fita de backup DAT,DLT, LTO, AIT, TRAVAN e LIBRARY.

Os serviços de conversão de dados de fitas magnéticas para mídias mais avançadas como DAT, DLT, LTO entre outras.

A CBL oferece um programa exclusivo para empresas que buscam vantagens competitivas, além de realizar a venda de equipamentos e softwares de recuperação de dados.

Para maiores informações acesse o site www.cblvendas.com.br ou www.cbltech.com.br. O suporte é gratuito 24 horas por dia.

Por Teresa Almeida


Muita gente não sabe mas aparelhos como no-breaks são indispensáveis em seus computadores. São eles que protegem os equipamentos durante oscilações, surtos e falhas no fornecimento de energia além de manter protegido o hardware e informações importantes do fornecimento irregular passível de imprevisibilidade da energia elétrica.

As vezes as falhas no computador podem resultar da péssima qualidade da energia elétrica e não do equipamento. No-breaks da linha Microsol são eficientes e prolongam a duração da bateria por até 1 hora dependendo do modelo.

Acesse o www.apc.com/promo, digite o código 41436B e saiba mais. 

Por Victor Gonçalves


Muita gente não dá bola para o manual de instruções dos aparelhos eletrônicos como celulares, PCs e notebooks. Muitas vezes as pessoas só se lembram dele na hora em que surge algum problema. E uma coisa comum nessa hora é justamente não encontrá-lo.

Quem tem acesso à internet, felizmente, possui um ótimo aliado para encontrar todo tipo de coisa. Basta uma pesquisa rápida para encontrar o que se deseja.

Mas antes de procurar no Google ou outro buscador, vá direto no site do fabricante. A maioria deles possui uma área específica de suporte, aonde é possível encontrar drivers e manuais para download.

Um exemplo é o site da HP. Na área de suporte é fácil encontrar os manuais e drivers de praticamente todos os produtos da empresa. No caso dos manuais, não esqueça de procurar pela sigla “br” ao lado do nome do modelo.

Por Maximiliano da Rosa


O que são netbooks? Ora, computadores portáteis como os notebooks. Com telas menores, e memória menor, capacidade de armazenamento menor, preço menor. E com as vendas aquecidas, eles podem se se tornar uma boa opção para quem não precisa de uma máquina muito poderosa. Certamente são indicados para estudantes, donas de casa, e pessoas que desejam adquirir seu primeiro computador.

É verdade que alguns executivos também estão utilizando esse tipo de laptop. Por serem pequenos e terem boa autonomia de bateria, são ideias para carregar em viagens sem risco de pagar excesso de bagagem.

Por outro lado, algumas pessoas podem ficar desapontadas com o seu desempenho. Nos EUA, um hospital optou por adquirir dois netbooks para uso. No entanto, dias depois desistiu de usá-los. É que eles descobriram que netbook e notebook são duas coisas bem distintas. E que na hora da compra não é só o preço que conta.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: PC World


Qual é a ideia por trás do iPad? Não é a mobilidade, a capacidade de poder levá-lo para qualquer lugar, em qualquer hora e usá-lo para navegar na internet enquanto se toma um café na esquina, por exemplo? Eu creio que sim.

Mas é claro que os proprietários do gadget mais revolucionário de todos os tempos estão a cada dia procurando novas funções e modos de uso para ele. De salões de beleza à pilotos de corrida.

Agora um americano foi além e transformou o iPad num pequeno desktop. De maneira muito simples e eficiente. Apoiado num acessório chamado BookArc, o tablet parece um monitor LCD. Acrescentando-se um teclado sem fio e caixas de som, não dá para dizer que o iPad WI-fi com 32GB de memória não seja também um bom substituto para o velho computador de mesa.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Info Abril


O Netbook é uma boa escolha?

A pergunta é:  Qual é a sua necessidade?

Se você precisa de uma máquina para poder se conectar na internet e usar o pacote office. Para estudar ou trabalhar, ver e-mails, acessar as redes sóciais como orkut, twitter e blogs além de realizar pesquisas na internet, desenvolver textos e guardar arquivos e fotos.

Então, o ideal para você é um ultraportátil, que em geral pesa 1 kg cabe em mochilas e bolsas, da para levar para qualquer lugar, são mais baratos e costumam ter recursos embutidos como a webcam.

Agora se você quer jogar jogos pesados que exijam muita memória e placa de vídeo, trabalhe com hardware avançado e precise de bateria com alta durabilidade, não é ideal a compra de um minibook.

Para você que se identificou com o netbook, a indicação é para o mini 10 da Dell, oferece mobilidade com modem 3G, produtividade com HD 160GB e memória de 2 GB.


* Colocar um CD num Leitor de DVD estraga?

Mito: Estragar não, o que pode ocorrer é que se o leitor de dvd não for do tipo “combo” aquele que suporta tanto cd como DVD, este não será lido. Por incrível que pareça já houve casos de pessoas que tentaram colocar pen drive ou disquete na unidade de CD, aí sim com certeza haverá danos.

*O uso excessivo do Reset pode danificar o PC:

Pode ser: Usar o botão Reset quando necessário não causa danos ao computador, mas este deve ser usado com moderação. Se o computador trava a ponto de resetá-lo várias vezes, deve-se descobrir a origem do travamento. Problemas de hardware superaquecimento, controladores (drivers), vírus, podem causar isso.

*Um celular pode explodir?

Pode ser que sim: Já ouvimos notícias de pessoas que morreram em consequência de uma explosão de celular. Os motivos podem variar de um superaquecimento de pilhas e baterias ou mesmo um curto-circuito causado por um defeito de fabricação. Esses acidentes não são frequentes e podem ser evitados quando usamos produtos com carregador original do fabricante.

*Remover o pen drive sem segurança pode estragá-lo.

Com certeza: “Remover hardware com segurança” deve ser usado sempre. Remover diretamente o pen drive pode causar um curto que pode queimar tanto a entrada o USB, como o aparelho.

*Não existem anônimos na Internet.

Plausivel: Embora o anonimato seja possível, hoje em dia existem muitos meios de rastreamento dos endereços IP. Em alguns anos o protocolo IPV6 que está sendo testado por muitos provedores pode virar uma realidade e o anonimato será realmente possivel.

*Usar o notebook ligado na tomada pode estragá-lo:

Mito: Antigamente quando as baterias eram de níquel cádmio era possível estragar o aparelho, mas hoje as baterias de lítio, não permitem que esse dano ocorra.

*Voip será um fiasco.

Mito: As grandes operadoras de telefonia terão grande lucro com a tecnologia Voip visto esta ser de baixo custo. O Skype se tornou uma empresa rentável, embora ainda há muito o que se explorar na área Voip, as operadoras ainda investirão muito nessa tecnologia.

Fonte:G1

Por Vivian Aguiar


Faz algum tempo que o preço dos notebooks vem caindo porém não tanto quanto gostaríamos. Mas não se pode duvidar de que até mesmo um MacBook hoje esteja ao alcance de meros mortais.

Basta dar uma olhada no Buscapé, por exemplo, para encontrar modelos com preços até R$ 2700,00. Para quem sempre sonhou em ter uma dessas maravilhas, nunca foi tão fácil. Ainda mais com as facilidades de financiamento.

Há outras opções mais em conta, claro. Facilmente encontra-se modelos na Internet por menos de R$ 300,00. Porém tratam-se de netbooks importados da China. Há que se examinar o risco. Todo mundo está careca de saber que o barato quase sempre sai caro.

Outra questão: se você não sabe a diferença entre Notebook e Netbook, cuidado. Pesquise, informe-se. Quanto mais barato o modelo, mais simples ele é. Uma dica importante para quem quiser mesmo comprar um netbook: verifique o tamanho do disco rígido. Em geral a capacidade gira em torno de 4GB (e normalmente trata-se de uma memória flash como as utilizadas em pen-drives). Só pra comparar, um notebook em geral tem HD’s em torno de 250GB.

Por Maximiliano da Rosa


Infância, época de diversão, de não ter preocupações, época da inocência e também da internet. Internet?

As crianças brasileiras estão passando muito tempo na internet, deixam de lado brincadeiras tradicionais, e divertem-se com Orkut, MSN e vídeo game. Se por um lado é muito bom que as crianças aprendam desde cedo a utilizar o computador, por outro isso pode representar um perigo a elas.

São inúmeros os casos de abusos sexuais, seqüestros, assassinatos que ocorrem com as crianças, ocasionadas pela conversa via Internet. Também não é necessário proibi-las de nada, apenas o ideal seria que os pais acompanhassem a navegação dos filhos em sites (ficassem de olho), para protegê-las ou informá-las sobre determinado assunto.

Pais presentes, criança feliz.


Os notebooks surgiram para facilitar nossas vidas de forma compacta, portátil e com as mesmas funcionalidades de um desktop, mas é necessário avaliar a sua necessidade particular e opção de manuseio, uma vez que os custos podem ser equivalentes.

E qual a melhor opção de escolha quando se têm outras modernidades tecnológicas no mercado? Além dos SmartPhones, Mobile Internet Device (MID) temos os Netbooks e nessa situação devemos avaliar os prós e contras de sua aquisição. Uma das principais vantagens em adquirir um Netbook é com relação ao peso e o tamanho. Eles pesam  em torno de 900 gramas a 1,5kg e podem ser carregados com mais tranquilidade nas bolsas e pastas, diferente dos Notebooks que pesam em média 2,5 a 3kg e necessitam de uma atenção maior na hora de transportá-los.

Mas quando o assunto é o bolso, as opiniões podem ser diferentes. No mercado brasileiro, o custo de um Net não apresenta tanta vantagem com relação ao Note e, além disso, o primeiro aparelho não apresenta um hardware tão potente e completo quanto o segundo e também não possui drive de CDs e DVDs. Sendo assim, é necessário avaliar sua necessidade e interesse pelos modelos portáteis existentes no mercado e boa sorte na sua escolha.





CONTINUE NAVEGANDO: