Novo Computador para Jogos da Dell possui 3 opções de configuração e custa R$ 5 mil.

A Dell decidiu recentemente trazer para o mercado brasileiro uma versão superpotente de uma das suas opções de computadores voltadas para o público gamer. O aparelho que conta com configurações avançadas e de ponta se trata do desktop XPS 8900 Special Edition. Então vamos conhecer um pouco da novidade.

Bom, para início de conversa, o desktop XPS 8900 Special Edition chega ao Brasil com um processador Intel de sexta geração integrado (até o Core i7-6700k). Também vamos encontrar uma placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960. Além dela há a alternativa que conta com a AMD Radeon HD R9 370. Temos ainda no aparelho a possibilidade de armazenamento SSD, bem como recursos exclusivos para os jogos.

A chegada da novidade até que já era esperado no mercado, uma vez que ela faz parte de uma estratégia adotada pela companhia com o objetivo de reforçar o portfólio especialmente no que diz respeito ao setor gamer no país, proporcionando para os consumidores equipamentos de alta performance.

Sobre o novo produto, a Gerente de Marketing para o Consumidor Final da empresa no Brasil, Raquel Martins Braga, informou que o XPS 8900 Special Edition conta com desempenho que é exigido para rodar os principais games em FullHD. De acordo com ela, o equipamento ainda possui um alto padrão de detalhamento gráfico.

Segundo as considerações da gerente, o usuário uma vez que terá um equipamento que possui armazenamento híbrido equipado com SSD, acabará por ganhar ainda mais tempo para jogar e poderá também diminuir o tempo entre uma e outra rodada. Isso porque o desktop é capaz de entregar velocidades de leitura, bem como de gravações, muito maiores do que aquelas que são obtidas nos discos rígidos tradicionalmente usados.

O novo desktop gamer da Dell vai chegar ao Brasil com a possibilidade de três combinações distintas. Sendo que o consumidor ainda tem como opcional a escolha entre as placas de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960 (2GB) ou AMD RADEON HD R9 370 (4GB).

O potencial da máquina fica por conta da sexta geração de processadores Intel Core i7, indo até a versão 6700K. O desktop ainda possui um sistema de overclocking dinâmico que tem a capacidade de aumentar o desempenho do equipamento de acordo com a necessidade exigida pelo jogo.

No mais ainda há as opções que possuem 16 GB e 24 GB DDR4 de memória RAM. A Dell ainda equipou o XPS 8900 com duas opções de unidades de armazenamento, sendo elas SSD de 256 GB e um HD de 2TB.

E tem mais, a Dell garante para quem comprar o equipamento até o dia 30 de setembro, ganhar um pacote especial criado juntamente com a Intel composto por 12 aplicativos. Entre os apps vamos encontrar jogos de última geração e programas de edição de vídeo, entre diversos outros.

O preço inicial sugerido do XPS 8900 Special Edition é de R$ 5.649.

Por Denisson Soares


Novo computador tem design futurista e conta com pulseira especial.

A novidade mais recente da Asus é o ROG GT51CA, um desktop feito especialmente para gamers que vem com um acessório bem interessante: uma pulseira chamada ROG Band. Além disso, o PC se destaca pelo visual arrojado e características técnicas de ponta que garantem que gamers possam rodar qualquer jogo que desejarem com as melhores configurações.

Detalhes Técnicos:

O design é a primeira coisa que chama a atenção: ele tem vários ângulos e uma inclinação diferenciada que dão um visual bem moderno ao equipamento. Com o corpo em cinza e detalhes vermelhos ele é um computador digno de filmes de ficção científica. Ele inclusive foi o ganhador da iF Design Award de 2016, que premia produtos de vários tipos.

Para garantir experiência de qualidade para seus usuários, ele agrega vários hardwares de qualidade. A placa mãe é uma Intel Z170 e também possui processadores Skylake-S, ele pode ter memória RAM de até 64 GB. O armazenamento interno também não deixa a desejar, são 3 TB.

Não é preciso se preocupar com os gráficos que esse monstro pode exibir, ele possui placas da NVIDIA e Titan X que ajudam a rodar jogos com resolução 4K. Elas também são compatíveis com os dispositivos de realidade virtual que viraram febre no mercado. Apesar disso tudo, o ROG não é um PC muito barulhento, já que a Asus economizou nas ventoinhas utilizando refrigeração líquida.

Por fim, ele vem com um acessório chamado ROG Band, uma pulseira que o usuário deve utilizar para ativar certas funções do PC. A ROG Band deve ter surgido como uma ação da Asus para acompanhar a tendência do mercado de “wearables”, tecnologias que os usuários podem vestir.

Com movimentos e comandos da pulseira o usuário consegue acessar uma área restrita do armazenamento de seu computador. Dessa maneira ele pode guardar arquivos de maneira segura, já que só é possível acessa-los pela pulseira. Alguns podem até achar que é uma inovação um tanto que desnecessária, mas é preciso esperar para ver o que o público acha.

Preço e Venda:

Por enquanto a novidade da Asus não tem data oficial de lançamento ou preço recomendado. Provavelmente ele será anunciado ainda em 2016, para a alegria dos gamers ansiosos.

Por Gizele Gavazzi


Segundo dados levantados pelo instituto IDC Brasil na quinta-feira (18), as vendas de computadores pessoais no Brasil caíram 25% no terceiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. A queda é expressiva e mostra a desaceleração deste tipo de produto para os consumidores brasileiros.  

De acordo com o levantamento da IDC, foram vendidos no terceiro trimestre cerca de 1,6 milhão de notebooks, 23% a menos em comparação anual, e 974 mil desktops, queda de 28% na mesma comparação.  

Os resultados apresentados ficam em linha com as projeções levantadas pelo próprio instituto, que estimou que as vendas iriam recuar 25% no fechamento do ano de 2014, para 10,4 milhões de PCs, sendo 3,9 milhões de desktops e 6,5 milhões de notebooks.

A estimativa da IDC foi piorada em 1% em comparação à anterior, que previa uma queda de 24% nas vendas de PCs em território brasileiro. Já para o próximo ano, a consultoria prevê uma recuperação, mesmo que leve, apresentando um crescimento de 1%.

Segundo Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil, um trimestre desafiador já era esperado, devido ao impacto das eleições nas compras do setor público e nos investimentos da empresas. Além disso, os PCs estão enfrentando uma concorrência cada vez maior de outros dispositivos, como o caso dos smartphones e tablets, que são mais baratos e mais portáteis que notebook e desktops. Ainda, de acordo com Hagge, os desktops e notebooks têm vida útil maior, retardando o processo de troca. Em todo o mundo a desaceleração de PCs é real. Mesmo com o lançamento de notebooks cada vez mais finos e potentes, além de ultrabooks híbridos, as empresas não conseguem reverter o quadro de queda no número de vendas destes equipamentos.  

O mercado de tablets, segundo estimativa da IDC, fechará as vendas de 2014 com uma forte alta de 17%, acima de 10 milhões de unidades. Já para o próximo ano é previsto uma alta ainda considerável de 10%.

Por William Nascimento

Computadores

Foto: Divulgação


Hoje os consumidores têm muitas opções quando falamos de tecnologia. A regra de sempre é avaliar o que se precisa e não cair na tentação de comprar por impulso, ou porque é um lançamento imperdível e todo mundo já tem um. Fazer isso é cair nas armadilhas, especialmente criadas para pegar você, consumidor desavisado.

A aquisição de um computador deve ser avaliada como a compra de qualquer outra coisa. Merece uma atenção especial, porque quem compra um computador deposita nele muitas expectativas, seja de lazer ou trabalho.

Comprar um desktop – computador de mesa – ainda é uma excelente opção, principalmente se o usuário sabe exatamente o que é um e para qual finalidade vai utiliza-lo. Um PC, como é mais conhecido, é o pai de tudo que vemos por ai.

Dentro de seu gabinete, existem as mesmas peças que dentro de um notebook, ultrabook, smartphone, claro que guardada as devidas proporções de tamanho. As configurações desses PC’s, quando personalizadas, são máquinas superpotentes, que deixam qualquer notebook no chinelo.

Aos viciados em games, pode montar um equipamento com sistema de refrigeração eficiente, com uma placa de vídeo robusta, com muita memória e um processador de ponta. A enorme vantagem disso tudo é que as peças podem ser facilmente trocadas quando apresentam defeito ou quando se deseja potencializar ainda mais o equipamento, fato que já fica dificultado quando o assunto é notebook e seus sucessores.

A desvantagem básica de um desktop é a locomoção. Precisam de um espaço fixo, pois podem ter monitores enormes, de tamanho de televisores. Toda mudança de local demanda um certo esforço. Por isso não é indicado para quem precisa carregar o computador para todo lado.

Mas, para quem trabalha em um lugar fixo, não tem opção melhor, pelo custo-benefício que apresenta diante das demais opções.

A manutenção, quando necessária sempre é mais barata e mais fácil de encontrar. E, com o preço que se paga em um notebook de ponta, você consegue montar uma máquina que com certeza, terá uma configuração top de linha por muito tempo.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


O Google anunciou um novo recurso para o seu serviço de armazenamento online, o Google Drive, que permitirá que os usuários acessem mais facilmente os arquivos salvos na nuvem usando seus aplicativos favoritos do desktop. O recurso, porém, não está disponível para os aplicativos em si, mas como uma extensão do Chrome, navegador da empresa. Uma vez instalado, o usuário poderá clicar com o botão direito nos arquivos do Google Drive e escolher em qual programa deseja acessá-lo. Além disso, é necessário que seja atualizada a versão do Drive instalada para a mais recente disponível (1.18), e que os arquivos estejam sincronizados com o computador para a extensão funcionar.

A iniciativa do Google em facilitar o acesso ao Drive por aplicativos não próprios parece estranha, mas o objetivo principal da ideia é tentar aproximar e facilitar a relação entre computadores e nuvem, uma vez que a novidade coloca os programas do PC e os documentos, planilhas e apresentações do Google em “pé de igualdade”. Dar o braço a torcer também representa o reconhecimento de que alguns usuários não podem, não querem, não confiam ou não gostam da ideia de mudarem completamente de ambiente de trabalho, no caso, para os aplicativos na nuvem. Talvez por utilizarem um recurso específico que o Google Docs não suporta, ou pela comodidade de já estarem acostumados com as ferramentas disponíveis no Office, como Word e Excel, ou até mesmo por suas atividades requererem um software mais sofisticado, não oferecido online pelo Google.

A extensão, por mais simples que possa parecer, pode ajudar a persuadir esses usuários mais exigentes (ou acomodados) a, aos poucos, migrarem suas atividades para dentro do navegador. Uma vez lá, podem começar a tirar vantagem do recurso de armazenar seus arquivos na nuvem e poder acessá-los facilmente em seus programas favoritos, independente de quais sejam (documentos, vídeos, projetos ou qualquer outro).

A empresa informou que a extensão será disponibilizada “dentro dos próximos dias”.

Por Felipe Foureaux Freitas

Google Drive

Foto: Divulgação


A HP começou na quarta-feira (29/10) a pré-venda de um novo produto que pretende reanimar o interesse por computadores desktop. O Sprout é o resultado da união de um computador pessoal com uma espécie de mesa digitalizadora, um scanner 3D e um projetor. O resultado é um equipamento inovador que custará US$ 1,9 mil.

O Sprout realmente inova incluindo duas telas: a principal vem com 23 polegadas e 10 pontos touchscreen. A segunda, chamada Touch Mat, tem 20 polegadas e 20 pontos touchscreen. É uma espécie de mouse touc screen gigante, mas com a função de interagir com imagens com as mãos, sem necessidade de mouse ou teclado. O usuário poderá simplesmente arrastar as imagens da tela "principal" para o Touch Mat e manipulá-las manualmente. A HP chama isto de "plataforma de computação imersiva”. Imagine as aplicações para artistas e designers!

A superfície do Touch Mat foi projetada para ser durável, indo na contra-mão da obsolescência programada, sendo à prova de arranhões e pode ser limpa até mesmo de canetas de tinta permanente.

Sobre a tela principal, ergue-se o Illuminator, a união inovadora de projetor com scanner 3D. O conjunto conta com um projetor DLP e uma câmera digital de 14,6MP com tecnologia RealSense 3D da Intel. Essa câmera permite que o Illuminator capture imagens 3D, que podem ser manipuladas com o Touch Mat. Lembra que mencionei que o Sprout dispensa teclado? Um teclado digital é projetado no Touch Mat também.

Ademais, o hardware do computador conta com processador Intel Core i7 com Intel HD Graphics 4600 e NVIDIA GeForce GT 745A, 8 GB de RAM, e 1 TB de armazenamento interno.

A HP, empresa que está tentando se inovar, tem um pensamento a longo prazo para o Sprout. "Esse é apenas um produto; temos uma visão", afirma Eric Monsef, VP de Sistemas Imersivos da HP. Como qualquer empresa que procura um reposicionamento no mercado, a HP sabe que precisa aprender sobre seu potencial novo publico. Por isso, ela tem cautela no lançamento e enviará o Sprout em algumas centenas de unidades para “fabricantes, desenvolvedores, pessoas do mercado de TI, educadores”, a fim de realizar testes beta e, assim, receber feedback necessário para aprimorar suas ideias.

Resta saber se o novo conceito cairá nas graças do público geral, com novas propostas de aplicação, ou ficará restrita a um nicho, como artistas, designers gráficos e afins.

Por Alexandre S.T.


Durante a Eletrolar Show 2014, a fabricante brasileira de eletrônicos Positivo apresenta diversas novidades por um preço acessível. Um dos produtos de destaque é o notebook Duo ZX3000 que pode se transformar em um tablet. Seu valor é bastante atrativo para os consumidores nacionais: R$ 999. Mas não foi somente isso que a empresa revelou. Abaixo segue uma lista dos produtos oferecidos pela empresa e suas especificações:  

– Duo ZX3000:

Esse notebook será lançado no Brasil em novembro e contará com um processador quad-core Intel, sistema operacional Windows 8.1, 16 GB de armazenamento interno e 1 GB de memória RAM. O modelo tem características de um tablet, visto que ele apresenta essa funcionalidade. O Duo ZX3000 apresenta uma ampla conectividade como Wi-Fi b/g/n, Bluetooth 4.0 e micro HDMI. Há ainda duas câmeras. A traseira tem apenas 2 megapixels e a frontal é destinada para videoconferências.  

Positivo Duo ZX3000

– Stilo DS3000:

Esse desktop será lançado este mês pela empresa. Ele virá equipado com um monitor HD de 15,6 polegadas. Para aqueles que ainda gostam de um computador de mesa, o Positivo Stilo DS3000 contará com um processador Intel Dual-Core, 2GB de memória RAM, memória interna de 320 GB, leitor e gravador de CD/DVD e sistema operacional Windows 8.1. Além disso, o computador oferece portas HDMI, VGA e USB. Seu valor é de R$ 899.  

Positivo Stilo DS3000

– Mini Quad:

O Mini Quad é um tablet com um design atraente em acabamento branco e prata. Seu processador é um Intel Atom Quad Core, acompanhado por uma tela IPS de 7,85 polegadas. Há ainda uma câmera de 5 megapixels e conectividade Wi-Fi, Bluetooth e mini HDMI. O armazenamento interno do Mini Quad é de 8 GB, expansível para até 32 GB, via cartão microSD. O sistema operacional é a versão Jelly Bean do Android (4.2). Ele será vendido nas próximas semanas pelo valor de R$ 599.  

Positivo Mini Quad

– S480:

Esse smartphone deverá competir com o consagrado Moto G, da Motorola. O Positivo S480 chegará às lojas no próximo mês pelo valor de R$ 599. O aparelho trará uma tela IPS de 4,5 polegadas. Há opções para variação das capas traseiras nas cores bordô, prata e preta.  

O smartphone virá com um processador quad-core Intel, memória interna de 8 GB (expansível para até 32 GB via cartão microSD), 1 GB de memória RAM, Android 4.4 KitKat, 3G, Wi-Fi, GPS e Bluetooth. Há ainda a possibilidade de utilizar dois cartões SIM. O aparelho ainda possui uma câmera frontal de 2 megapixels e uma traseira de 8 megapixels com sensor para tirar fotos com qualidade superior, flash e zoo digital.

Positivo S480

Fotos: Divulgação

Por William Nascimento


Notebooks, Netbooks, Tablets, Celulares e Smartphones. Cada vez mais a tecnologia amplia seus limites e funções. São ferramentas que nos oferecem todos os tipos de serviços e aplicativos e, claro, um excelente acesso à internet.

Com tantas vantagens e qualidades, pesquisadores e ''conspiradores'' de plantão, acabam pregando por aí que, francamente, não há mais espaço para os computadores de mesa. Será o fim desse mecanismo em nossas vida?

O desktop quando surgiu foi, sem sombra de dúvida, um marco, uma revolução no cenário digital, na maneira de se pensar e fazer tecnologia no mundo. Muitos especialistas afirmam que com os avanços dos tablets, por exempo, os computadores de mesa perderam sua validade. Outros críticos rebatem e dizem que não, que o Desktop ainda tem vez no mercado e na casa das pessoas.

Afinal, quando falamos em desempenho, os notebooks ainda precisam evoluir muito. Seja como for, essas discussões sempre existiram e sempre existirão. O fim do VHS e a chegada do DVD e Blue-Ray ou fim dos livros impressos pelos digitais, esses papos sempre aparecem.Que o leitor, independente de estar lendo esse postagem num desktop ou netbook, tire suas próprias conclusões;

Por Madson Lima de Oliveira


A chinesa Acer apresentou ao mundo o Aspire R7, um aparelho híbrido que permite o uso em três modos diferentes: desktop, notebook e tablet, de acordo com a necessidade do usuário.

Para realizar as mudanças de formato, basta alterar a posição do aparelho, que pode ser feita de forma simples. 

O modelo é equipado com uma tela sensível ao toque que permite seu uso como tablet sem nenhum problema, já o teclado e o suporte disponíveis podem fazê-lo um notebook ou desktop.

A Acer ainda não disponibilizou muitas informações quanto às características técnicas. Sabe-se apenas que o produto conta com um display Full HD e compatibilidade com a tecnologia de áudio Dolby Home Theater. É certo que o modelo irá usar um processador Core i5 ou i7, terá memória RAM de até 6 GB e um HD de 500 GB e 24 GB de memória SSD.

O diferencial fica por conta do sistema Screen Grasp, o qual permite utilizar qualquer elemento exibido na tela e girá-lo com os dedos de acordo com o desejo do usuário. 

O Aspire R7 estará disponível para a compra a partir do dia 14 de maio somente pela loja Best Buy. que terá exclusividade do produto. O preço ainda não foi revelado pela Acer. 

Por Robson Quirino de Moraes


A Asus lançou recentemente um desktop-tablet de 18,4 polegadas. O Transformer AiO (All in One) pode ser usado como tablet e também como desktop fixado em um apoio próprio (Deck) como um monitor. Nessa posição Desktop pode-se usar  teclado e mouse como um PC normal.

Além de um monitor (ou tablet) de tamanho considerável, o novo aparelho tem um Hardware interno de tirar o chapéu. Conta com processador core i5 de segunda geração, disco rígido de 1TB e 8Gb de memória RAM. Além de um drive DVD-R, entradas USB (3) e leitores e cartão. A configuração de fábrica conta com windows 8 mais é possível utilizá-lo com o Android Jellybean 4.2 se o usuário preferir.

O preço é o equivalente a R$ 2,4 mil em média e estará disponível no mercado a partir de abril. O preço pode parecer salgado a princípio, mais é o preço pago pela novidade e uma configuração que vai agradar até usuário avançados.

Os equipamentos All in One são uma tendência de mercado e têm se apresentado como uma opção prática a usuários que precisam ocasionalmente carregar seu desktop para apresentações e/ou viagens.

Por Bruno Hardt


Durante a Computex, a Asus realizou uma coletiva de imprensa sobre a linha Republic of Gamers (ROG) e anunciou uma máquina que é capaz de conquistar todos os fanáticos por jogos.

O modelo apresentado no evento é chamado de ROG Tytan CG8890 e possui um design bastante similar ao da linha de notebooks gamers da própria Asus.

O dispositivo vem equipado com processador Intel Core i7 3960X de seis núcleos com uma frequência que varia entre 3,8 e 4,2 GHz. Essa frequência é feita através de um overclock dinâmico, basta que o usuário aperte um botão para que sejam abertas duas portas localizadas nas laterais do produto, que possui seis coolers aerodinâmicos.

Além disso, o ROG Tytan CG8890 conta com placa NVIDIA GeForce GTX690, 16 GB de memória RAM DD3 de 2.133 MHz, disco rígido SATA de 2 TB e duas unidades SSD de 128 GB. O aparelho ainda possui um drive óptico de Blu-ray e placa de som ASUS Xonar DX.

Ainda não foi definido qual será o preço do aparelho, mas estima-se que nos Estados Unidos o produto chegue com valor de US$ 4 mil, aproximadamente R$ 8 mil.

A previsão é que o produto chegue ao mercado já no próximo trimestre deste ano. 

Por Guilherme Marcon


Nem só os celulares fazem a cabeça do brasileiro. De acordo como uma pesquisa divulgada pela Abinee, Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, pela primeira vez na história o número de notebooks vendidos no país superou o número de desktops, ou computadores de mesa.

De acordo com a Associação, o número de notebooks vendidos aumentou 39% em relação ao ano passado com 7,15 milhões de unidades comercializadas. Já as vendas de desktops bateu o número de 6,8 milhões.

O setor de informática é um dos que mais cresceu neste ano e tem previsão de 13% de aumento no ano de 2011. Em relação a 2009, o aumento do segmento foi de 17%.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: Abinee


Usuários estão transformando o iPad para usá-lo como um desktop, como foi o caso de um americano recentemente, que conectou o gadget da Apple a caixas de som e um teclado sem fio. Para outros usuários que pretendem fazer o mesmo, uma empresa promete facilitar o processo vendendo uma espécie de capa para o tablet.

O dispositivo chama-se ClamCase e dispõe de uma capa protetora e de um teclado sem fio. Uma vez inserido nela, o iPad se transforma num legítimo netbook. Além do iPad, o equipamento funciona com outros dispositivos eletrônicos como home theathers, desktops e o TiVo (usado para gravar TV digital).

O produto ainda não está à venda, mas segundo a empresa, logo ele estará no mercado. Mais informações podem ser obtida pelo site www.clamcase.com, que leva ao perfil do Facebook da companhia.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Qual é a ideia por trás do iPad? Não é a mobilidade, a capacidade de poder levá-lo para qualquer lugar, em qualquer hora e usá-lo para navegar na internet enquanto se toma um café na esquina, por exemplo? Eu creio que sim.

Mas é claro que os proprietários do gadget mais revolucionário de todos os tempos estão a cada dia procurando novas funções e modos de uso para ele. De salões de beleza à pilotos de corrida.

Agora um americano foi além e transformou o iPad num pequeno desktop. De maneira muito simples e eficiente. Apoiado num acessório chamado BookArc, o tablet parece um monitor LCD. Acrescentando-se um teclado sem fio e caixas de som, não dá para dizer que o iPad WI-fi com 32GB de memória não seja também um bom substituto para o velho computador de mesa.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Info Abril





CONTINUE NAVEGANDO: