Chromebook – vale a pena comprar?

Conheça as vantagens e desvantagens de um Chromebook frente a um notebook tradicional

O Chromebook é um notebook que funciona com software próprio do Google, que chegou no Brasil no ano de 2014, com o objetivo de oferecer um produto mais barato e leve, em comparação aos notebooks com Windows e os Macbooks. Seu preço é considerado atrativo, mas são poucos modelos novos lançados ao longo dos anos.

Hoje os Chromebooks já têm mais concorrentes, como os Ultrabooks da Samsung. Então, se você está pensando em trocar de notebook, é interessante conhecer essa opção disponibilizada pelo Google, analisando suas vantagens e desvantagens.

Vantagens do Chromebook

Quando chegou no Brasil, uma das principais vantagens do Chromebook era o fato de ser leve e compacto, em uma época que os notebooks eram robustos e mais pesados. Hoje quase todas as fabricantes entregam produtos que são fáceis de transportar, então essa vantagem quase não pesa na hora da compra.

Além disso, são mais rápidos, com memória em flash e desempenho muito parecido com o dos MacBooks Air. Suas atualizações de segurança acontecem com frequência e o software não lida com tantos vírus e malwares, como acontece com o Windows.

Suas antenas de Wi-Fi também são mais eficientes, conseguindo captar melhor o sinal mesmo que o notebook não esteja tão perto do modem.

A última vantagem que acaba conquistando os compradores é o preço. Em média os Chromebooks custam R$ 1,5 mil, mas seu desempenho é comparado a notebooks de alta qualidade, como os da Mac ou os Samsungs de última geração, que não são encontrados por valores tão em conta.

Desvantagens do Chromebook

Como todo produto, os Chromebooks também possuem desvantagens. A primeira é que não são os únicos modelos de baixo custo disponível no mercado, então há quem prefira continuar com o Windows, pagando praticamente o mesmo preço. Também há a questão de que é um computador que funciona quase 100% online, são poucas funções offline que estão disponíveis.

Leia também:  Best Buy irá lançar novo Tablet

O processador e a memória RAM também costumam deixar a desejar. São muito parecidos com o que encontramos nos smartphones mais simples, com cerca de 32GB de memória interna. Alguns têm 2GB de RAM, pouco para necessidades atuais. Mesmo com a opção de expansão, podem travar caso você abra muitas abas no navegador ou precise de mais coisas abertas ao mesmo tempo. Então, deixa de ser interessante para quem é mais exigente ou precisa de mais memória no notebook.

Vale a pena?

Antes de decidir se vale ou não a pena apostar no Chromebook é preciso colocar na balança qual é seu objetivo ao comprar um notebook novo. Se você trabalha com programas mais pesados, como os de edição de imagens da Adobe, a opção deixa de ser interessante e o melhor é apostar nos notebooks com Windows mesmo.

Agora, se você usa apenas os programas básicos do Windows, pode tranquilamente aproveitar as versões do Google. O G Suite é tão bom quanto, funciona online e oferece a opção de converter para o formato do Word, Excel ou PowerPoint, caso precise apresentar em outro computador. Sem contar que o Meet é um ótimo substituto para o Skype.

Se você ainda quiser utilizar o pacote Office da Microsoft, ultimamente também há essa opção. Hoje em dia, os aplicativos estão disponíveis no Google Play, para baixar.

Então, antes de decidir se vai comprar o Chromebook, lembre-se de analisar o que você precisa. Quem usa muita memória RAM e espaço interno pode achar mais vantajoso continuar com os notebooks tradicionais. Inclusive porque é possível encontrar boas opções por um valor pouco mais elevado que o do Chromebook.

Leia também:  Dell Inspiron 15 Gaming Edition - Configurações e Preço

Chromebook Samsung

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *