Novo Mac Pro – Configurações, Características

Previsto para chegar ao mercado em breve, o novo computador da Apple chama a atenção e destaca-se pela estrutura construída em aço inoxidável visando a melhoria na refrigeração.

O evento promovido pela Apple no dia 06 de junho não mostrou somente o iOS 13 e os novos planos para os sistemas da Apple, mas sim, trouxe a tona o novo modelo de Mac Pro, computador destinado para profissionais que necessitam de poder bruto de processamento e utilizam a plataforma macOS para o seu trabalho diário.

Previsto para chegar ao mercado em breve, o novo computador da Apple chama a atenção e destaca-se pela estrutura construída em aço inoxidável visando a melhoria na refrigeração. É inegável que o novo projeto ficou bonito. O porém é que essa beleza pode custar caro para os bolsos, sendo que a configuração mais parruda pode custar mais de 600 mil reais.

Poder que custa os olhos da cara

O The Verge, um dos sites mais populares quando falamos em tecnologia nos EUA, levantou uma estimativa de quanto esta máquina custaria se colocados os componentes mais potentes disponíveis até o momento e o valor chegou a assustar. São mais de 660 mil reais distribuídos na seguinte configuração:

Memória RAM – A equipe do The Verge selecionou 12 pentes de memória RAM com cada um chegando a 128GB com uma frequência de 2.933 MHz na tecnologia DDR4. São mais de 1,5 TB (ou 1.500 GB) com um preço singelo na casa dos 17,9 mil dólares.

Processador – Como os novos Mac Pros chegam com processador Intel Xeon W, preparado para grandes potências, o The Verge colocou para esta máquina o chipset com 28 núcleos de processamento com frequência de 2,5 GHz com turbo boost de 4,4 GHz e um cache de 66,5 MB. O custo ficou em torno de 7,5 mil dólares.

Placas de vídeo – Uma dual GPU da AMD modelo Radeon Pro Vega II. São três chipsets gráficos diferentes, sendo este o escolhido. Não foi informado o total da memória de vídeo, mas, o valor das duas placas tem o mínimo de 12 mil dólares no valor total. Acompanhado do acelerador de edição de vídeo cujo valor não foi informado.

Monitores – O The Verge tentou simular como seria o custo de seis monitores XDR preparado especialmente para estações de trabalho. O custo desta brincadeira ficou em 36 mil dólares.

Espaço interno: Todo computador precisa de um espaço interno, e dois discos SSDs de 2TB cada um deles foram escolhidos, somando ao final 2.400 dólares. O veículo de informação utilizou aqueles destinados pela Apple.

Adicionais – O item mais barato desta lista é o teclado e mouse, que são padrões da Apple. Juntos, eles custam 228 dólares.

O custo total da brincadeira ultrapassou os 88 mil reais que somados ao valor do dólar e a cotação do dólar pela Apple, ultrapassa os 600 mil reais.

Novos Mac Pros

A Apple apresentou a sua nova geração de computadores, com aparência bastante profissional. Prevista para chegar no outono americano (setembro aqui no Brasil) com base no aço inoxidável. Ele sai do formato de cafeteira e chega para um formato mais antigo, dos tempos em que o Mac Pro ficou bastante conhecido.

A Apple prometeu que a máquina pode ser personalizada ao seu gosto, isto é, partes como memória e armazenamento interno por exemplo podem ser trocados caso haja necessidade. O padrão por aqui são as novas memórias DDR4 e o armazenamento via SSD. Uma nova placa aceleradora, chamada de Afterburner auxilia a GPU nos trabalhos mais pesados.

Na parte de processamento, foi escolhido o Intel Xeon que já é conhecido mas máquinas com perfil mais profissional. São configurações com 12, 24 e 28 núcleos com clock ultrapassando os 4 GHz no Turbo Boost.

São sete combinações de memória RAM sendo 32, 48, 96, 192, 384, 768 ou 1,5TB com diferentes pentes múltiplos.

Por Leandrinho de Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *