Papel Alumínio Potencializa o Sinal do Wi-Fi



  

Cientistas comprovaram que usar papel alumínio potencializa o sinal de Wi-Fi.

A era digital veio para ficar. Hoje as redes podem alcançar longas distâncias, muitas vezes até dispensando os cabos, tal como ocorre com o sistema Wi-Fi. Entretanto, as gambiarras, ou arranjos provisórios, que ajudam a potencializar ainda mais as conexões, ainda estão sendo utilizadas, até mesmo por cientistas. É do conhecimento popular os diversos tipos de vantagens que se pode tirar do uso de papel alumínio, porém, recentemente, alguns profissionais e pesquisadores da Universidade de Dartmouth, conseguiram comprovar, por meio de muitos testes, que a utilização do famoso papel alumínio tende a ser extremamente eficaz no direcionamento e eficiência de um sinal da internet em Wi-Fi.

Os testes realizados pelos referidos cientistas fazem parte de uma série de procedimentos experimentais, cuja intenção consiste em melhorar as conexões de internet sem fio, que é muito utilizada e até necessária na atualidade. Utilizando papel de alumínio eles intuíram que um tipo de impressa 3D encapada com folhas de alumínio tende a fazer aumentar o alcance dos contatos sem fio, e melhorar a segurança do Wi-Fi. Tudo isso pode custar em um simples investimento no valor de US $ 35, sendo que basta especificar os atributos necessários de cobertura, fazendo uso de um refletor sem fio que pode ser aparelhado no sentido de ir além das antenas existentes, que chegam a custar milhares de dólares todos os anos, conforme declarou uma das professoras assistente da Universidade de Dartmouth.

Todo o trabalho, em resumo, consiste em instalar um refletor na antena própria do roteador sem fio; deste modo é necessário moldar o feixe existente no local, tornando maior, assim, o seu nível de alcance, sendo que o sinal fica bastante alto, suspenso, evitando obstáculos em locais por onde não deveria passar. De acordo com as instruções escritas pela mesma professora assistente, o grupo de pesquisadores teve chance de testar diversos designs de antenas direcionais, como também experimentar um tipo de solução que, sumariamente, consiste em fixar, com resina, uma lata de refrigerante na parte de trás do roteador para que seja possível dar outra forma às ondas de rádio que passam pelo dispositivo, direcionando-as a um alvo específico. Afinal de contas, todo tipo de lata é feita de folhas de alumínio de espessuras diferentes.

Outro método é o de posicionar uma folha de papel alumínio também na parte de trás da antena do roteador, quase a envolvendo completamente, deixando uma abertura direcionada para o alvo certo que proporcione ampliação do sinal. Entretanto, todos esses experimentos ainda estão em fase de confirmação, já que estão sendo testados por diversos meios e não se pode garantir o tempo de melhora que proporcionam no sinal Wi-Fi, por exemplo.





Enfim, depois de todos os tipos de testes em cima dos equipamentos próprios e adaptáveis para este projeto, os quais significariam uma mão na roda, literalmente, a mesma equipe de pesquisadores elaborou um programa adicional, intitulado de WiPrint em que o 3D imprime um molde mais preciso e necessário para configurar os raios e os feixes, garantindo uma cobertura mais perfeita e segura. Entretanto, esta equipe de pesquisadores ainda não decidiu disponibilizar nenhum tipo de dispositivo para o público geral, que seria lançado sob a forma de um programa, porém, eles sustentam a tese de que com esses procedimentos as conexões sem-fio certamente tendem a ficar muito melhores.

Este é método muito simples, porém, genial, sendo que constitui uma estratégia extremamente eficiente, conforme as pesquisas avançam. Na medida em que os moldes elaborados ficaram prontos e foram adaptados ao roteador, o mesmo grupo de pesquisadores logrou alcançar um sinal Wi-Fi potencializado e mais eficiente, atingindo os pontos desejados, sendo que foi possível criar um refletor capacitado para manter a internet íntegra e seu sinal, impedindo que a mesma escape pela janela, por exemplo, tornando ela mais consistente dentro de um determinado ambiente.

Por Paulo Henrique dos Santos

Wi-Fi



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *