Dicas de como evitar o aquecimento excessivo dos processadores em aparelhos eletrônicos



  

Desde os primórdios da eletrônica, quando ainda dependíamos de válvulas para que os equipamentos funcionassem, o maior problema sempre foi o aquecimento. Como dissipar o calor excessivo?

O problema é que todo equipamento eletrônico precisa de eletricidade e eletricidade gera calor. Mesmo com toda tecnologia disponível no mercado, esse ainda é um problema muito grande. Nos computadores de mesa, temos maiores chances de dissipar o calor porque os gabinetes são maiores e podemos instalar coolers adicionais que auxiliam nessa tarefa.

O processador é o item que mais aquece e um efeito colateral que ele apresenta quando ele não está sendo devidamente refrigerado é que o computador começa a travar. Isso ocorre também em notebooks, netbooks, ultrabooks, tablets, smartphones, enfim, em todos os equipamentos que possuam uma central de processamento.

Em notebooks o problema pode ser sentido na pele, literalmente. Quem possui o hábito de usar o notebook no colo, percebe logo o calor que ele emite. E o fato de você mantê-lo no colo faz com que o notebook não consiga a devida ventilação, fazendo o processador aquecer mais e sofrer riscos de travamento.

Quando o processador trabalha acima da temperatura ideal, os circuitos que o compõe entram em pane e não conseguem enviar os comandos aos dispositivos, fazendo-o travar. Em muitos casos ocorre até o perigo de queimar a peça.





Um notebook deve trabalhar em cima de uma superfície lisa, firme e fria, para que o sistema de ventilação e exaustão funcione adequadamente. Muito bom também utilizar exaustores externos, aqueles suportes com ventiladores que se coloca o notebook em cima e funcionam através das entradas USB.

Smartphones aquecem também, pois possuem como os demais equipamentos, um processador. Manter o aparelho o dia inteiro na tomada gerará um calor excessivo ao aparelho, que pode sim queimar. E outra coisa, equipamentos eletrônicos com excessivo calor são ninhos de insetos, principalmente formigas, que danificam o aparelho. Por isso, mantenha seu equipamento sempre em ambiente fresco e com os sistemas de resfriamento funcionando adequadamente.

Por Luciana Viturino

Computador superaquecendo

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *