iOS apresenta queda na preferência dos usuários


Mesmo com brusca queda neste seguimento, a gigante Apple continua na liderança em vendas de tablets, deixando as principais concorrentes de mercado para trás. Com certeza, um grande trunfo para a Apple que poderia estar ampliando esta vantagem se não fosse a queda brusca de vendas de seu sistema operacional, o iOS.


De acordo com pesquisas recentemente publicadas pela Empresa Internacional de Consultoria Tecnológica, CIOs e Executivos da área de TI (Gartner) a Multinacional Google vem desbancado a empresa da Maçã nos referidos sistemas operacionais.


A praticidade, interatividade e facilidades do sistema Android estão cada vez mais conquistando adeptos entre os exigentes usuários de tablets, em todo o mundo. Já a Apple tem pecado justamente neste acompanhamento de necessidades e simplicidades exigidas pelos seus clientes.


Comparando a realidade de 2012, em que o iOS liderava o mercado dos SOs de tablets com 52,8% em escala mundial, contra 45,8% para o Android e 1% para o sistema Windows Phone/Windows 8, conforme a tabela a seguir, temos os seguintes dados atualizados pela Gartner (2014):


1.    Android – 61,9%;

2.    iOS – 36%;

3.    Windows Phone/Windows 8 – 2,1%;

Essas informações demonstram a preocupação das empresas em alcançar patamares progressivos de tecnologias aliadas ao bem estar de seus clientes, neste segmento.

Apesar de não estar na liderança, a Apple não demonstra pessimismo em relação ao atual sistema e às sucessoras atualizações do iOS, prometendo, ainda, novas mudanças e facilidades que poderão ser vistas nos próximos lançamentos previstos para 2014. O público fã e cliente assíduo da empresa já aguarda ansioso pelas novidades.

Vale ressaltar que a concorrente Google também promete muitas novidades e inovações em sua nova geração de tablets que estão por vir neste ano, variando desde telas inteligentes a funcionalidades jamais vistas.

Resta aos consumidores e adeptos a novas tecnologias aguardarem pelo o que há por vir, não abrindo mão da exigência sobre qual empresa ofertará melhor o custo-benefício.

Por Jaime Pargan


Foto: Divulgação


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.