Amazon iniciou as vendas de produtos em seu site brasileiro



Depois de um ano e dois meses no Brasil, a norte-americana Amazon iniciou as vendas de produtos físicos em seu site brasileiro. Até então a empresa vendia apenas bens digitais. Com isto o Brasil se torna o primeiro país da América Latina onde a Amazon possui vendas de bens físicos.

A partir do dia 7 de janeiro já é possível comprar o Kindle, com preços entre R$ 299 e R$ 699, no site amazon.com.br.



O Kindle era apenas comercializado por parceiros da marca americana, como Ponto Frio, Extra e Girafa. O acordo feito entre as marcas permite que os parceiros continuem a comercializar os produtos normalmente.

Com o lançamento do e-commerce no Brasil, a Amazon quer que os brasileiros tenham uma experiência diferente com seus produtos, a começar pelo Kindle Toch e o PaperWhite.

Por volta das 9h o site entrou no ar já anunciando a entrega dos Kindles comprados na residência do comprador.



Alex Szapiro, gerente-geral da Amazon no Brasil, comenta: “A expectativa do consumidor brasileiro com o comércio de maneira geral não é muito alta. O que queremos fazer é aumentá-la. Meu papel e de todo mundo que trabalha na Amazon é trazer essa experiência positiva para o Brasil, e quem vai julgar é o consumidor”, afirmou.

Szapiro, disse ainda que antes de iniciar as vendas de bens físicos, a empresa passou por um árduo trabalho em processos internos, como criar padrões de atendimento, estruturar processos de logísticas e de armazenamento. "A gente dá um passo quando achamos que estamos prontos para dá-lo", disse o gerente.

Em 2014 a companhia quer incentivar a compra em seu e-commerce, aumentar o número de parceiros para que sejam encontrados cada vez em mais lugares.

Por enquanto o site brasileiro não oferece outros produtos a não ser o Kindle e livros digitais. Contudo a Amazon tem intenção de em breve disponibilizar todos os seus produtos.

No lançamento da loja, a companhia aproveitou e fez a divulgação de números atuais do seu catálogo de livros digitais em português. Segundo a marca, o acervo nacional de cópias digitais chegou aos 28 mil títulos, um grande crescimento comparado aos 13 mil livros em português no ano de 2012.

Já os livros grátis dobraram de quantidade em menos de dois anos. Passou de 1550 para 2,6 mil no mesmo período.

Conforme Szapiro, o crescimento no Brasil é vertiginoso. “Nós queremos ter a certeza de que estamos trazendo a melhor experiência de compra para o consumidor brasileiro, pois estamos com as melhores ofertas, a melhor seleção de livros, agora o melhor canal de vendas”, finaliza o líder da companhia no país.

Por Ageu da Rocha

Kindle ? venda no site brasileiro da Amazon

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *