Crescimento na venda de Tablets no Brasil – Previsões para 2012



  

Tendo em vista uma grande gama de opções de compra em questão de tablets e a queda nos preços, os brasileiros vêm aderindo a este tipo de dispositivo cada vez mais. O número de vendas de tablets está crescendo e se aproximando dos notebooks e desktops.

Atualmente, mais de 370 mil aparelhos foram vendidos no primeiro trimestre deste ano, segundo dados da IDC. Isso representa uma porcentagem de crescimento muito grande, que é 351%. Ainda, de acordo com a IDC, 2012 deve ser encerrado com um número de 2,5 milhões de tablets vendidos no Brasil, valor extremamente maior do que os 800 mil de 2011.

Conforme Attila Belavary, a taxa de crescimento dos tablets é muito maior do que de desktops e notebooks, no mercado brasileiro. Isso, tendo em vista que as vendas começaram com o valor de 110 mil em 2010, passando para 800 mil em 2011 e chegando agora à estimativa mencionada. Além disso, uma projeção feita pela IDC indica que, neste ano, para cada quatro notebooks, um tablet será vendido. Sendo que no ano passado, essa comparação era de dez notebooks para um tablet.





A grande explicação dada para esse súbito crescimento é a queda constante de preços. Várias empresas, como a Positivo, a Samsung e a Motorola, já entraram no Processo Produtivo Básico no Brasil, o que dá benefícios tributários às empresas e que reduzem os seus preços. Ainda, anteriormente, havia poucas opções de tablets no Brasil e, com isso, os preços eram muito elevados, mas agora com o número de concorrentes sendo grande, os valores começaram a cair muito.

Por Guilherme Marcon



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *