Confira aqui todos os detalhes e preço do Notebook Razer Blade 2018.

Uma das maiores fabricantes de produtos tecnológicos, a Razer, divulgou que irá disponibilizar no mercado de informática um novo computador, mais precisamente um notebook. Segundo o comunicado da empresa, este novo notebook intitulado como Razer Blade será um dos aparelhos mais tecnológicos dos últimos tempos. E de acordo com as características que ele apresenta, este fato é verdadeiro. Se você se interessa por este tipo de novidade e quer saber mais informações sobre este produto, confira o texto abaixo. Quem sabe o Blade não é a sua próxima compra?

O design do novo Razer Blade desenvolvido pela Razer

A Razer anunciou o seu novo notebook, o Blade, no final do mês de maio e a apresentação deste produto causou grandes surpresas ao público que gosta deste tipo de assunto e a mídia especializada. Visto que, se trata de um aparelho tecnológico e com recursos diferenciados.

O primeiro ponto que se precisa chamar atenção é o design do Razer Blade. Este notebook conta com uma tela de 15,6 polegadas. Um tamanho bom e também que ajuda no transporte do computador para diferentes lugares. Ou seja, ele não ocupa tanto espaço em mochilas e bolsas. O que mais chama atenção na aparência do Blade é o fato dele ter uma espessura inferior a 1,70 cm. Para ser precisa, este modelo tem 1,68 cm. Segundo a empresa, ele é um dos notebooks mais finos já desenvolvidos em todo o mercado de informática.

Um problema que muitas pessoas passam com seus computadores portáteis são os arranhões. Com pouco tempo de uso, muitos notebooks parecem velhos. Este foi um ponto levado em consideração pela Razer ao fabricar o Blade. O corpo deste novo equipamento conta com alumínio e outros materiais que ajudam a evitar riscos e arranhões. Mais um ponto para a empresa norte-americana.

Um computador perfeito para quem é apaixonado por games

Qualquer pessoa que gosta de jogos sabe que a qualidade da resolução do jogo é um fato de extrema importância. E essa qualidade está diretamente ligada à resolução dos aparelhos em que os games são rodados. No caso do Razer Blade se tem uma resolução que pode chegar até a 4k. E é do conhecimento da grande maioria das pessoas que quando se fala em qualidade de imagem, a resolução 4k é a maior que existe.

Além disso, outro ponto que ajuda na hora do jogo é o fato de as bordas da tela desse notebook terem menos de 5 milímetros. A extremidade é muito fina. Outro fato que favorece na hora de jogar é o teclado deste computador. Denominado como “Razer Chroma” ele possui o recurso anti-ghosting, essa tecnologia basicamente permite que diferentes teclas funcionem ao mesmo tempo. Pois, muitas vezes quando dois ou mais comandos são ativados simultaneamente pode ocorrer erro. Mais um recurso que ajuda os jogadores é que a bateria tem uma longa duração, já que ela é de 80 Wh e também este notebook tem dois alto-falantes posicionados na parte frontal e com uma excelente emissão de som.

Por fim, ainda é preciso explicar que a fabricante desenvolveu um método diferente de resfriação para este computador. Pois, muitos donos de computadores de diversas marcas comentam sobre este incômodo que pode causar defeitos nos notebooks. No caso do Blade, a Razer desenvolveu um sistema que conta com refrigeração com câmara de vapor. Que ajuda na distribuição do calor.

Informações sobre preço e começo das vendas do Razer Blade

Segundo algumas informações já divulgadas, este notebook inicialmente vai ser comercializado no mercado europeu, asiático e americano. No caso em países como: Reino Unido, França, Alemanha, China, Estados Unidos e Canadá. Ainda de acordo com este comunicado, o preço em dólares deste notebook é de US$ 1,9 mil. Convertendo para a moeda local do Brasil, este computador está avaliado em cerca de R$ 7.000,00. Ainda não se tem uma data definitiva para que o Razer Blade seja comercializado em território nacional.

Isabela Castro.


Confira aqui as configurações do Acer Predator Helios 300.

A Acer é uma empresa de eletrônicos taiwanesa, fundada em 1976, sendo, atualmente, uma das 3 maiores fabricantes de computadores do planeta. e seus produtos têm estado presentes, cada vez mais, nas lojas e nas casas brasileiras.

Neste ano, a Acer acaba de lançar um fabuloso notebook gamer chamado Acer Predator Helius 300. Foi apresentado pela primeira vez na BGS (Brazil Game Show), no ano de 2017. É a primeira vez que é fabricado no território brasileiro um produto da linha Predator. No entanto, a marca já é bastante conhecida no mercado dos games. Este modelo já se encontra disponível para compra, através do site da Acer, com exclusivas especificações.

Como o mercado gamer dos últimos anos veio a crescer muito rapidamente, fabricantes se viram obrigados a investir em tecnologias para potencializar o funcionamento dos computadores. E foi assim que surgiram os PCs gamers. Resumidamente, são computadores destinados a rodar jogos recentes com um alto nível de desempenho. Ultimamente, diferentes marcas de processadores vêm investindo nesse tipo de computador.

Anderson Kanno, diretor de Marketing e Vendas da Acer no Brasil, se pronunciou dizendo que fabricar no Brasil um dos mais cobiçados produtos da linha gamer, é extremamente importante. Além do que, isso permite que o notebook seja vendido por um preço mais acessível.

Como visto, o Predator Helius 300 é um notebook voltado para o público gamer, de produção nacional. Seu sistema operacional é Windows 10 e apresenta processador de sétima geração Intel Core i7 7700 HQ 2,80 GHz, com overclock desbloqueado. Além disso, tem 16 GB de memória RAM DDR4 e placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 1060 de 6 GB DDR5. Até o momento, o preço que foi sugerido pelo aparelho é de aproximadamente R$ 7.000,00.

Seu design é metálico (apenas as tampas superior e inferior), afunilado em bordas sólidas que enfatizam o seu formato parrudo, nas cores preta e vermelha, e traz ângulos e planos geométricos. As aberturas de escape dissipam o calor e garantem um visual ousado, independentemente do ângulo por onde é observado. Sua tela é IPS LCD, de 15,6 polegadas ou 17 polegadas, com resolução FULL HD 1080p.

Em sua instalação também há teclado retroiluminado e sua programação é advinda de aplicativos que atualizam os drivers automaticamente, otimizando assim as configurações do jogo, fazendo transmissões e capturas do gameplay e economizando bateria. De acordo com a Acer, o Predator Helios 300 vem com potência suficiente para rodar os maiores games, de última geração, estando incluso o suporte da realidade virtual e misto de Windows 10.

Este notebook conta ainda com conexão WI-FI MU-Mimo 2×2, que contribui para aumentar a velocidade da conexão. Junto do Bluetooth 4.1 e entradas USB-c 3.1, HDMI, USB 2.0 e 3.0, entrada para cabo de rede, leitor de cartão de memória e contém ainda dois alto-falantes com tecnologia Dolby Audio Premium e Acer Trueharmony.

Para finalizar, o notebook vem com duas ventoinhas projetadas sob medida de Ventoinha 3D Aerobrade, com lâminas metálicas que aumentam o fluxo de ar, a fim de manter o equipamento resfriado.

O Predador Helios 300 já está disponível para compra no site da Acer, pelo preço sugerido de R$ 7.000,00, para o modelo de 15,6 polegadas e R$ 8.299,00, para o modelo de 17,3 polegadas.

Ficha técnica

Veja a seguir as informações do notebook Acer Predator Helius 300 organizados em uma ficha ténica:

  • Peso: 2,8 quilos;

  • Sistema operacional: Windows 10

  • Processador: Intel Core i7 7700HQ

  • Memória RAM 16GB DDR5

  • HD: SSD + HDD de até 1TB

  • Placa de vídeo: GeForce GTX 1060 6GB;

  • Resolução máxima: 1080x1920p FULL HD.

Aurenivia Alves Pereira


Confira aqui mais detalhes sobre o PC Acer Predator Orion 9000.

Os fãs de games tem mais um bom motivo para ficar de olho nas novidades tecnológicas que vem surgindo por aí. A mais recente anunciada é o Predator Orion 9000, um novo computador lançado pela marca Acer e voltada para os gamers.

É claro que essa máquina traz como um dos seus maiores destaques os processadores Intel Core i9 Extreme Edition, que possui 18 núcleos, 36 threads e, ainda, quatro placas de vídeo de geração top de linha.

Porém, essa brincadeira não sai barata. O preço divulgado para o PC é de US$ 7.999,99, que na conversão direta custa nada mais e nada menos que R$ 26 mil. Não estão inclusos no valor os impostos que recaem sobre a máquina.

Design resistente e maleável

O computador para gamers é uma aposta e tanto, já que possui design resistente e muito maleável, produzido com uma malha de metal e com uma tampa lateral para dar facilidade ao acesso do hardware. Conforme a empresa taiwanesa responsável pelo PC, o chassi possui traços que remetem à uma nave espacial, sendo projetado, portanto, para atender todas as necessidades daqueles usuários mais exigentes.

Outras características marcantes do Predator Orion 9000 são os LEDs com possibilidade de programação via software, rodinhas posteriores que facilitam na hora do transporte e as duas alças para carregar onde quiser.

Hardware de destaque

Apesar de sua aparência potente e reforçada, o maior destaque vai para o hardware do computador. É possível que o comprador escolha entre duas opções, sendo a primeira um PC com um total de quatro placas AMD Radeon RX Vega. Já a segunda vem com duas placas NVIDIA GTX 1080 Ti GeForce em SLI.

Não bastasse isso, ele possui ainda um botão que é dedicado para o overclock, chamado esse de “One-punch Overclocking”. Quando apertado, o Predator Orion 9000 é levado para trabalho em uma capacidade máxima de clock.

Na placa-mãe, há 8 portas USB 3.1 Gen 1; 2 portas USB 3.1 Gen 2, destacando que uma delas é USB-C; e, por fim, 2 portas USB 2.0. Para suportar as quatro placas de vídeo, há quatro slots de PCle X16.

Memória imbatível

É claro que, para rodar os jogos, o PC precisa de uma memória gigante. E é exatamente isso que o Predator Orion 9000 oferece, com memória RAM em padrão DDR4 de até 128 GB. Para o armazenamento, temos 2 TB e, por fim, para acelerar o carregamento do Windows e dos jogos, está disponível 512 GB de SSD.

Outras especificações

Para conseguir resfriar a máquina e todos os seus componentes, mantendo a melhor e mais interessante performance, o Predator Orion 9000 possui um total de cinco coolers com dimensões em 120 mm. Esses estão espalhados por todo o gabinete, garantindo o resfriamento.

Além disso, ainda há um watercooler, produzido pela Cooler Master, e um sistema de fluxo de ar chamado de IceTunnel 2.0, fabricado pela própria marca Acer. Esse última sistema acaba separando o interior do PC em diferentes zonas térmicas, oportunizando que cada uma delas tenha um túnel diferente de fluxo de ar. Com isso, todo o ar quente é expulso da máquina.

Apesar de ser uma novidade que vem chegando com tudo, em agosto de 2017 já havia sido divulgado durante a IFA 2017, a maior feira européia de eletrônicos. Na ocasião, também foi revelado pela Acer o Aspire S 24, um PC que trabalha com o conceito “tudo em um” e com um design muito diferenciado em relação à tudo que já surgiu por aí.

E as novas tecnologias não devem parar por aí. Basta ficar ligado que, de tempos em tempos, muita coisa nova vem chegando para esse mercado em constante expansão.

Kellen Kunz


Modelo deve agradar os fãs de jogos e virá equipado com placa GTX 1060 e óculos HMD.

Uma das companhias de eletrônicos de maior renome internacional, a Samsung, fez anunciar, na última terça-feira, dia 13 de março, o novo notebook intitulado: Odyssey, munido de dispositivo HMD Odyssey, consistindo esses dois lançamentos em uma categoria de aparelhos destinados ao público consumidor do universo Gamer no Brasil. Este novo modelo de laptop está equipado com Intel Core i7; 16 GB de memória RAM e mais a GTX 1060, que consiste em um tipo de placa de vídeo. Com relação ao HMD, trata-se, basicamente, de um modelo de óculos que opera em realidade mista junto do joystick e do sistema de som desenvolvido pela AKG.

O novo notebook intitulado Odyssey possui uma ficha técnica bem mais atualizada e o seu valor pode chegar a 6.699 reais. O mesmo aparelho possui um grande diferencial, ele conta com o chamado Samsung Concierge, ou seja, um tipo serviço de pós-venda Premium prestado pela marca sul-coreana. O dispositivo HMD Odyssey estará disponível pelo valor de 3.499 reais.

Este novo notebook, o Samsung Odyssey, está mais repleto de especificações, contando com um design bem mais interessante e disponível por um preço mais acessível. Trata-se de um modelo que estreia no mercado brasileiro sem muitas alterações visíveis no design exterior em comparação aos modelos de 2017. A vantagem principal neste aparelho está na nova placa de vídeo instalada.

As especificações desse laptop são as seguintes: possui o GTX 1060 utilizado em gráficos; possui uma placa superior à placa GTX 1050, pertencente ao modelo de 2017; está equipado com GPU, além de 6 GB de memória RAM em GDDR5, garantindo melhor desempenho no sentido de fazer rodar diversos tipos de jogos, dos mais atualizados, em sua configuração de alta definição em Full HD; todo o aperfeiçoamento operado no aparelho visa sublimar este modelo de notebook, que é muito mais compatível, de modo mais completo, em termos de Gadgets para realidade virtual; este mesmo Odyssey está munido de 16 GB de memória RAM e DDR4; possui Core i7 7700HQ; munido de chip Quad-core de 7ª geração, o qual opera em potência de 3.8 GHz.

Entre outros atributos, o novo Samsung Odyssey possui 66 Wh em potência de bateria. O dispositivo de câmera agora funciona em resolução de 480p. Possui tela com painel AMOLED em 15,6’’, com resolução em Full HD e a função de proteção antirreflexo.

Em termos de capacidade de armazenamento, a companhia decidiu manter o chamado 1 TB de HD. Esse notebook não conta com dispositivo SSD instalado, porém, o consumidor poderá optar por adicionar o SSD, que está disponível no formato M.2, por meio de uma gaveta de acesso facilitado, embutido na parte inferior da carcaça do note. A memória RAM é expansível, chegando até a 32 GB.

Com relação ao HMD Odyssey, as informações são as seguintes: a companhia decidiu elaborar e lançar os chamados óculos de realidade mista no mercado do Brasil. Este mesmo HMD Odyssey possui compatibilidade com o sistema Windows Mixed Reality e com a plataforma da Microsoft que permite melhor desenvolvimento de conteúdos que necessitem de tecnologia para serem criados, dentro de uma perfeita mescla de ambiente real com diversos elementos da realidade virtual. Este mesmo dispositivo possui dois tipos de visores, que se encaixam confortavelmente em cada olho, com dimensão de 3,5’’ e resolução de imagem em 1440 x 1600 AMOLED; possui os dois joysticks; possui o sensor de proximidade para campo de visão de até 110º. O mesmo HMD está munido de mais dois microfones, além da compatibilidade que possui com a função Cortana. Este dispositivo funciona apenas com um tipo de porta HDMI e outra entrada de USB 3.0, na qual pode ser plugado.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


Novo notebook conta com modernidade e tecnologias que visam facilitar a vida dos usuários.

O ano de 2018 iniciou com uma série de novidades e aperfeiçoamentos tecnológicos no mundo digital, entre smartphones e notebooks. Entretanto, uma expressão parece resumir a nova estreia, recentemente exibida no Mobile World Congress, WMC: nem só de smartphones se vive. Assim que o evento iniciou, houve uma apresentação um tanto bombástica, ou seja, a companhia chinesa Huawei exibiu seu novo lançamento no mercado de eletrônicos, o Notebook da versão MateBook X, a Pro, o qual está aparelhado de uma tela sensível, Touchscreen, desprovido de bordas, dispondo de uma superfície de 91% de cobertura no seu display, que possui 13,9 polegadas, cuja moldura de 4 milímetros em cada lado resulta de uma boa relação em termos de tela-corpo.

Esta grande estreia possui uma tela com resolução em 3000 x 2000p, superando os anteriores, com dimensões em 2048 x 1080p instaladas na versão MateBook X. Esta nova versão possui maior potência de brilho, em 450 Nits, portanto, possui uma das telas mais coloridas e vibrantes já apresentadas, mesmo não contando com um display OLED; equipado com processadores do tipo Intel Core i7/i5 pertencentes a oitava geração; possui GPU Nvidia GeForce MX150 com 2 GB DDR5 e vem com uma bateria que entrega excelente desempenho no que tange à autonomia de até 12 horas.

Na elaboração deste novo notebook, os projetistas surpreenderam com uma inovação impressionante: no sentido de proporcionar uma tela infinita, a solução atual foi instalar a câmera no teclado, de modo embutido, oculta na parte central superior do mesmo. O usuário aciona a Webcam por meio de leve toque. Esta nova posição está fundamentada em um critério básico: segurança. Entretanto, este novo ângulo em que está posicionada a câmera é um tanto desfavorável para a visualização de quem a utiliza. Porém, com relação às dimensões da área de manuseio do cursor, o novo notebook é mais amplo do que o comum dos modelos anteriores, evidenciando a meta principal da companhia chinesa, no sentido de oferecer um produto de grande desempenho no cerne do segmento profissional.

Em termos de tecnologia de som, este notebook está munido de sistema Dolby Atmos, com alto-falantes de alta categoria tridimensional, suplementados com microfones de excelente captura, com alcance de até quatro metros de distância. Assim como nos aparelhos smartphones, esta CPU está equipada com sistema de desbloqueio, que é acionado pelo dispositivo de reconhecimento biométrico; este Note vem com entrada de 3.5 mm própria para fones de ouvido estéreo; possui dois pórticos USB-C, sendo que um tem compatibilidade com Thunderbolt 3; e mais um dispositivo USB-A – USB 3.0 munido de saída 5V/2ª, operando por meio do sistema operacional Windows 10 Home; a sua espessura é de 14,6 mm e o seu peso é de 1.329 quilos, dispondo de unidades duas tonalidades de cores: Space Gray e Mystic Silver.

Com relação às especificações mais internas, ele está aparelhado com CPUs Intel Core i5 e i7; possui 8 GB ou 16 GB de memória RAM e mais 512 GB ou 256 GB, conforme a versão da série, em capacidade de armazenamento SSD, (também existe a opção de CPU Nvidia MX 150). Além desses atributos ele possui ainda dois pórticos de USB-C e um para USB-A.

A versão chipset i5, com 8 GB de memória RAM e armazenamento de 256 GB estará disponível no valor de 1.499 euros; a versão Ai5 de 512 GB estará disponível no valor de 1.699 euros e a versão i7 com 16 GB de RAM, ou 512 GB em seu disco rígido, estará no valor de 1.899 euros.

Por Paulo Henrique dos Santos

Huawei MateBook X Pro


Modelo conta com configurações avançadas e foca em profissionais que utilizam programas pesados.

A ASUS está lançando um notebook no valor de R$ 14,9 mil e claro que este preço assusta a maioria das pessoas, principalmente aquelas que utilizam este tipo de equipamento somente para acessar as redes sociais, fazer pesquisas na internet, entre outras opções básicas. Mas o que faz este notebook custar tão caro é justamente a configuração que ele oferece, pois é um modelo voltado por profissionais que trabalham com softwares pesados, que não rodam na maioria dos modelos disponíveis no mercado.

O ZenBook 3 Deluxe UX490UA é o mais novo lançamento da ASUS e acaba de chegar ao Brasil, mas nem pense que será difícil alguém interessar, pois já tem muitos profissionais de olho no equipamento. Este notebook tem tela de 14 polegadas em um chassi de 13", processador Intel Core i7 de 8ª geração e para dar suporte a todo este poder, ainda conta com 16GB de memória RAM, mais 512GB SSD. Com esta configuração é praticamente impossível encontrar um software que não seja executado com agilidade por este modelo.

No site da ASUS, a empresa informou que baseado no ZenBook 3, foi produzido um modelo superior, que apesar de ter um hardware tão poderoso, tem apenas 12,9 mm de espessura, sendo este um dos mais finos do mercado. É um notebook que o profissional pode levar para casa, para o trabalho e até para atender o cliente, caso queira mostrar algum programa ou projeto. Este notebook também é muito leve, pesa apenas 1,1 kg e ele é tão compacto que mesmo tendo uma tela de 14 polegadas, suas dimensões são as de um notebook de 13", um feito e tanto para a ASUS, que inovou no design deste seu mais novo lançamento.

Outro ponto que chama a atenção é que o fato de ser tão fino, não tornou este notebook mais frágil, pelo contrário, ele é bastante resistente e para conseguir isso a ASUS utilizou uma única peça de liga aeroespacial, que é um metal ultra resistente. A primeira vista se tem a impressão de um modelo que estraga com o mais leve impacto, pois é muito fino e leve, mas basta manuseá-lo um pouco para sentir o quanto ele é firme, mesmo sendo tão compacto.

E como se não bastasse todo este poder oferecido, ainda é possível aumentar a configuração padrão. De fábrica ele vem com um SATA 3 ou SSD PCI de até 1TB, sistema de áudio com quatro alto-falantes com Sonic Master Premium, ou seja, oferece qualidade não só na imagem, mas também em áudio, por isso atende perfeitamente quem trabalha com edição de vídeo ou produções musicais. Este notebook ainda vem com duas entradas USP Tip-C com Thunderbolt 3 e dá suporte a duas telas 4K UHD.

Com esta configuração, outra vantagem que o ZenBook 3 Deluxe oferece é que muitos profissionais vão ao cliente com o noteboook, fazem a demonstração do trabalho, anota tudo que precisa modificar, alterar, implementar e ao chegar na empresa passa para o computador para providenciar as mudanças necessárias e depois retornar ao cliente para uma nova demonstração. Com este modelo da ASUS isto acabou, porque qualquer software, por mais pesado que seja, roda tranquilamente no ZenBook 3 Deluxe, sendo possível fazer as mudanças ainda durante a visita ao cliente, poupando tempo e eliminando a quantidade de alterações que precisarão ser feitas, pois tudo é revisado na hora.

A ASUS sabe que no Brasil o mercado para um notebook de R$ 14,9 mil é limitado, mas tem profissionais que precisam de um equipamento assim e a empresa acredita que poderá ser líder neste segmento, mesmo já havendo bons concorrentes.

Por Russel


Modelo é a 6ª geração da linha Aspire e vem com o sistema operacional Windows 10 Home.

Para que está em busca de um notebook, uma boa opção é o modelo Aspire ES1 – 572 – 347R da Acer. Esse modelo é a 6ª geração da linha Aspire já vendida há algum tempo e vem com o sistema operacional Windows 10 Home.

A Acer é uma empresa que já está no mercado há muito tempo, fundada no ano de 1976 e com sede em Nova Taipé, em Taiwan, a Acer hoje é considerada uma das maiores empresas de computadores.

Com bom acabamento e bom espaço de memória RAM e no HD que torna possível guardar vários arquivos, e faz dele um notebook rápido além de ser muito fácil de usar.

O modelo vem com 4 GB de memória RAM DDR 4, é expansível até 16 GB caso o usuário sinta essa necessidade e conta ainda com 500 GB no HD fazendo com que o modelo tenha capacidade para armazenar, de acordo com a Acer, cerca de 500 mil documentos, 45 mil fotos, além de 20 mil músicas e 50 vídeos em formato HD, vem com placa de vídeo Intel HD Graphicis 520 integrada. O computador conta com um processador Intel core I 3 que garante ótima performance e vem com chipset integrado. Possui entrada para cartões SD, USB e HDMI.

Sua tela de LED com 15,6 polegadas HD oferece ao usuário imagens mais nítidas e cores bem mais vivas, é LCD, antirreflexo e conta com 1366 x 768 de resolução além do aparelho estar equipado com um áudio de alta definição que vem com dois alto falantes estéreos.

Vem equipado também com uma webcam de modelo Acer Crystal Eye possui 640x 480 de resolução e um Touchpad multitoque.

O teclado do Aspire ES1 – 572 – 347R vem no padrão ADBN em português e o teclado numérico integrado.

Seu navegador Microsoft Edge possui recursos como anotações na tela, modo de leitura que permite que fique em evidencia apena o conteúdo que o usuário está lendo e ainda possui uma ferramenta chamada Hub que ajuda o usuário encontrar arquivos que já foram salvos, os links de leituras que ele utilizou e o que está na barra de favoritos.

Tem três entradas USB, duas dessas entradas são para USB 2,0 e uma delas é para USB 3,0, tem entrada para carregador de bateria, para microfone e para fone de ouvido. Tem também saída HDIM com suporte HDCP e leitor de cartão SD.

A bateria dele é de 4 células e ela dura durante seis horas fora da tomada, de acordo com a marca.

O peso de produto é de 2,4 kg e é importante lembrar que ele não vem com leitor e com gravador de CD e nem de DVD.

Seu preço atualmente tem saído na faixa de R$ 1.600,00 a R$ 1.700,00. Quem tiver interesse em efetuar a compra do modelo pode fazer através da internet em diversos sites ou ir até uma loja de sua preferência. O modelo Aspire ES1 – 572 – 347R da Acer de 6ª geração, pode ser encontrado nas principais lojas do país. Ele é encontrado nas cores preto e branco.

Após realizar a compra o cliente terá garantia limitada do produto durante um ano. Juntamente com o notebook vem o carregador de bateria que é bivolt com padrão AC e com o cabo de energia. Dentro da caixa com o aparelho vem ainda os manuais de instruções e o termo da garantia.

Para mais informações sobre o modelo da Acer entre no site https://br-store.acer.com/p/211/notebook-acer-es1-572-347r-intel-core-i3-4gb-ram-500gb-hd-156-windows-10 que pertence à própria marca, lá terão mais informações a respeito do produto. Lá, quem tiver interesse em adquirir o notebook, poderá ter mais detalhes sobre o funcionamento do mesmo.

Por Rosângela Rodrigues

Acer Aspire ES1-572-347R


Cientistas comprovaram que usar papel alumínio potencializa o sinal de Wi-Fi.

A era digital veio para ficar. Hoje as redes podem alcançar longas distâncias, muitas vezes até dispensando os cabos, tal como ocorre com o sistema Wi-Fi. Entretanto, as gambiarras, ou arranjos provisórios, que ajudam a potencializar ainda mais as conexões, ainda estão sendo utilizadas, até mesmo por cientistas. É do conhecimento popular os diversos tipos de vantagens que se pode tirar do uso de papel alumínio, porém, recentemente, alguns profissionais e pesquisadores da Universidade de Dartmouth, conseguiram comprovar, por meio de muitos testes, que a utilização do famoso papel alumínio tende a ser extremamente eficaz no direcionamento e eficiência de um sinal da internet em Wi-Fi.

Os testes realizados pelos referidos cientistas fazem parte de uma série de procedimentos experimentais, cuja intenção consiste em melhorar as conexões de internet sem fio, que é muito utilizada e até necessária na atualidade. Utilizando papel de alumínio eles intuíram que um tipo de impressa 3D encapada com folhas de alumínio tende a fazer aumentar o alcance dos contatos sem fio, e melhorar a segurança do Wi-Fi. Tudo isso pode custar em um simples investimento no valor de US $ 35, sendo que basta especificar os atributos necessários de cobertura, fazendo uso de um refletor sem fio que pode ser aparelhado no sentido de ir além das antenas existentes, que chegam a custar milhares de dólares todos os anos, conforme declarou uma das professoras assistente da Universidade de Dartmouth.

Todo o trabalho, em resumo, consiste em instalar um refletor na antena própria do roteador sem fio; deste modo é necessário moldar o feixe existente no local, tornando maior, assim, o seu nível de alcance, sendo que o sinal fica bastante alto, suspenso, evitando obstáculos em locais por onde não deveria passar. De acordo com as instruções escritas pela mesma professora assistente, o grupo de pesquisadores teve chance de testar diversos designs de antenas direcionais, como também experimentar um tipo de solução que, sumariamente, consiste em fixar, com resina, uma lata de refrigerante na parte de trás do roteador para que seja possível dar outra forma às ondas de rádio que passam pelo dispositivo, direcionando-as a um alvo específico. Afinal de contas, todo tipo de lata é feita de folhas de alumínio de espessuras diferentes.

Outro método é o de posicionar uma folha de papel alumínio também na parte de trás da antena do roteador, quase a envolvendo completamente, deixando uma abertura direcionada para o alvo certo que proporcione ampliação do sinal. Entretanto, todos esses experimentos ainda estão em fase de confirmação, já que estão sendo testados por diversos meios e não se pode garantir o tempo de melhora que proporcionam no sinal Wi-Fi, por exemplo.

Enfim, depois de todos os tipos de testes em cima dos equipamentos próprios e adaptáveis para este projeto, os quais significariam uma mão na roda, literalmente, a mesma equipe de pesquisadores elaborou um programa adicional, intitulado de WiPrint em que o 3D imprime um molde mais preciso e necessário para configurar os raios e os feixes, garantindo uma cobertura mais perfeita e segura. Entretanto, esta equipe de pesquisadores ainda não decidiu disponibilizar nenhum tipo de dispositivo para o público geral, que seria lançado sob a forma de um programa, porém, eles sustentam a tese de que com esses procedimentos as conexões sem-fio certamente tendem a ficar muito melhores.

Este é método muito simples, porém, genial, sendo que constitui uma estratégia extremamente eficiente, conforme as pesquisas avançam. Na medida em que os moldes elaborados ficaram prontos e foram adaptados ao roteador, o mesmo grupo de pesquisadores logrou alcançar um sinal Wi-Fi potencializado e mais eficiente, atingindo os pontos desejados, sendo que foi possível criar um refletor capacitado para manter a internet íntegra e seu sinal, impedindo que a mesma escape pela janela, por exemplo, tornando ela mais consistente dentro de um determinado ambiente.

Por Paulo Henrique dos Santos

Wi-Fi


O notebook Positivo Motion é uma mistura de design moderno e tecnologia.

Quem gosta de usar Notebook vai se encantar com o novo modelo da Positivo. Ele é uma mistura de tudo que precisamos e apreciamos no quesito tecnologia.

Notebook Positivo Motion traz muita modernidade

Esse modelo da Positivo veio para agradar os usuários exigentes e por isso as chances de ele ser um sucesso de vendas é enorme. A funcionalidade dessa máquina é quase perfeita, e vamos falar sobre elas logo abaixo:

Positivo Motion tem bateria de alta duração

Uma das maiores preocupações dos usuários de Notebook é a duração da bateria. E o Positivo Motion tem bateria com duração de 10.000 mAh. Essa bateria promete duração de mais de 6 horas e isso muito bom. Principalmente para quem precisa usar o Notebook no trabalho ou para estudar.

Positivo Motion vem com valor de mercado de R$ 1.079,00

Considerando que esse Notebook é um lançamento e moderno, seu valor de mercado está muito bom. Ele pode ser considerado uma ótima aquisição, serve para quem estuda, trabalha ou usa o Notebook como hobby.

Design bonito e moderno

Outra observação bem interessante sobre esse novo modelo de Notebook, é o seu design moderno. A Positivo inovou e investiu na aparência desse Notebook. Ele é compacto e com textura emborrachada. Também é considerado um Notebook fácil de carregar, pois ele pesa apenas 1,4 kg e tem espessura de apenas 18mm. Por ser tão leve e fácil de transportar, ele vai agradar em cheio os seus usuários. Suas opções de cores são o vermelho e o prata, o que o torna muito bonito e com design moderno.

Positivo traz seu novo modelo com tela narrow frame de 14 polegadas

A modernidade desse Notebook também está na sua tela. Ela tem bordas finas que traz um destaque maior ao design desse modelo. A resolução da tela é em HD. Isso significa que ver filmes e vídeos não será nenhum problema para o usuário.

Memória de 32GB

O Notebook Positivo Motion é ideal para quem precisa de espaço. Normalmente quem estuda ou trabalha usando o Notebook precisa de espaço para guardar documentos, fotos e vídeos. Com esse modelo isso não será um problema, ele ainda tem a opção de expandir a memória em até 64 GB usando o cartão SD.

Sistema operacional Windows 10

O Positivo Motion vem com Windows 10, que é seu sistema operacional de fábrica. Já sabemos que esse Windows agrada a maioria das pessoas que usam Notebook ou PC tradicional.

Veja abaixo as principais funções do Windows 10:

– Ocupa menos espaço no seu HD

– Tem novas opções de jogos além dos tradicionais: paciência, campo minado e freecell.

– Design revisitado

– Muitas atualizações

Memória RAM com maior desempenho e menor consumo de energia

Outra função encontrada nesse lançamento é o desempenho da memória RAM. Ela tem desempenho maior do que os modelos concorrentes e gasta menos energia. Isso só facilita a vida do usuário desse Notebook.

Recurso moderno que guarda arquivos na nuvem

Uma das funções mais faladas desse lançamento é o recurso que ele possui de guardar os arquivos na nuvem. Isso é uma ótima opção para quem tem a preocupação de usar todo o espaço do Notebook e ficar na mão. Com esse recurso fica muito mais fácil e seguro guardar todos os arquivos que não cabem no seu notebook. Os arquivos são guardados dentro de uma plataforma online. Esse recurso não é cobrado pelo tempo de 1 ano, e é conhecido como nova solução em cloud.

Lançamento em breve

O lançamento dessa máquina maravilhosa está previsto para os próximos dias e a espera já é muito grande.

Para quem gosta de ter um Notebook moderno e com um preço justo, o Positivo Motion é o modelo ideal!

Por Cristiane Amaral

Positivo Motion


Confira algumas dicas para fazer a bateria do notebook durar mais.

Você estava trabalhando em uma atividade importante e de repente o seu notebook desligou, e você está sem a fonte para recarregá-lo imediatamente? Essa situação inconveniente é comum, pois as baterias desses dispositivos não costumam durar tanto quanto as suas marcas prometem e acabam desligando-o nos momentos em que mais precisamos dele.

Para fugir desse problema, você pode adotar algumas medidas simples e práticas que ajudam o aparelho a trabalhar por mais tempo, impedindo que você tenha que interromper as suas tarefas.

Confira abaixo dicas de como fazer a bateria do seu notebook durar mais tempo e não te deixar na mão:

1. Reduza a resolução

Assim como acontece com os celulares, quanto mais alta estiver a resolução da tela do notebook, mais pixels ela será obrigada a processar por vez, o que implica em um gasto maior de carga. Se você está apenas digitando um arquivo de texto, a resolução Full HD não é necessária nesse caso, pois não faz muita diferença.

Portanto, para fazer a bateria durar mais alguns minutos, você pode diminuir a resolução da tela. Para tal, basta clicar com o botão direito na Área de Trabalho, optar pela alternativa ‘’Configurações de exibição’’, em seguida escolha o botão ‘’Configurações de vídeo avançadas’’ e, por fim, é só reduzir a resolução de acordo com a sua necessidade.

2. Diminua o brilho da tela

Apesar de parecer algo muito simples, diminuir o brilho da tela costuma funcionar bem para conservar a bateria do computador por mais tempo, pois essa função gasta muita energia do aparelho. O ideal é manter a iluminação da tela somente em um nível que te possibilite enxergar aquilo que está fazendo. A redução do brilho pode ser feita através da tecla específica do dispositivo, clique sobre ela e vá diminuindo até onde quiser.

3. Desligue a tela quando não estiver usando o notebook

Sem perceber, muitas pessoas acabam deixando a tela do computador ligada o tempo todo, mesmo quando não estão usando-o. Essa ação consome muita energia e faz com que a bateria acabe rapidinho. Sendo assim, é aconselhável desligar a tela quando não estiver usando o dispositivo.

Para configurar a tela para desligar quando não está em uso, você deve apertar o botão direito do mouse na Área de Trabalho, selecione ‘’Configurações de exibição’’, vá em ‘’Energia e suspensão’’, depois determine em quanto tempo a tela tem que ser desligada quando não estiver sendo usada.

4. Abaixe o som

Além da tela, o volume do som também influencia no gasto da bateria do notebook. Se você está executando uma atividade da qual não precisa ouvir nada, procure abaixar o volume ou até mesmo desligar para poupar a carga da bateria. Clique no ícone de som na Barra de Tarefas e deligue o volume ou diminua-o. Caso haja a necessidade de ouvir algo, recomenda-se usar fone de ouvido, visto que consome menos energia.

5. Dê preferência para aplicativos mais simples

Os softwares pesados exigem mais carga do notebook, consequentemente consomem a sua bateria em menor tempo, pois forçam o uso do hardware do dispositivo. Quando precisar economizar energia, o mais apropriado é usar aplicativos mais leves. Uma boa ideia quando estiver digitando é trocar o Microsoft Word pelo Bloco de Notas.

6. Desative os recursos de conectividade

Os recursos para conectar o notebook à internet ou a outros aparelhos como, por exemplo, Bluetooth e Wi-Fi gastam muita bateria. Por isso, se você quer economizá-la, uma dica funcional é desativar essas funções quando estiver trabalhando no computador sem utilizá-las. É acessar o ícone de cada recurso, disponível na Barra de Tarefas e optar por desativá-los.

Por Simone Leal

Bateria de notebook


O Windows 10 Fall Creators Update já está disponível para o update gratuito.

Foi liberada pela Microsoft na última terça-feira, dia 17 de outubro, uma nova atualização para o seu sistema operacional mais recente. Trata-se do “Windows 10 Fall Creators Update”, que já está disponível para o update gratuito.

Porém, para quem não ouviu falar sobre essa inovação, precisa saber que a novidade traz diversas novas funcionalidades que buscam dar maior poder à imaginação de seus usuários, facilitando, por exemplo, a comunicação com os amigos, uma rica experiência em jogos e, obviamente, ajudar na organização do trabalho. Não bastasse isso, o sistema ainda ganha uma nova identidade visual, chamada essa de “Fluent Design”.

Para que você não perca nenhum lance de tudo que está vindo por aí, nós te explicamos tudo que mudou e quais as novidades do Windows 10. Vamos a elas.

Visual renovado

Logo que o usuário realizar a atualização do seu computador, já poderá perceber os primeiros toques no design do Windows 10. Com efeitos de maior transparência e com aspecto de acrílico, o sistema terá botões que se iluminam somente com o simples passar de um mouse, bem como terá efeitos de movimentos em alguns aplicativos, como é o caso da renomeada “Microsoft Store”.

A outra grande novidade é a barra intitulada “Suas Pessoas”, que objetiva mostrar todos os contatos daquelas pessoas com as quais você mais conversa em alguns apps, como o Skype e o próprio e-mail. Com a possibilidade de fixar atalhos rápidos para o bate-papo com os seus amigos, falando com eles diretamente e por meio da barra de tarefas, a Microsoft adicionou também um atalho para os famosos “emojis” do sistema.

Para acessá-lo, é muito simples. Basta pressionar a tecla com o símbolo do Windows e, após, o botão de ponto-e-vírgula (;) ou o próprio ponto (.).

Aplicativo de Fotos e Microsoft Edge

O app de fotos do Windows 10 recebeu também um novo recurso, chamado esse de “Story Remix”. Com a sua utilização, é possível a criação de montagens automáticas com todos os seus vídeos e fotos, adicionando legendas, efeitos em 3D e trilhas sonoras. Esses trabalhos podem ser salvos no seu computador ou, inclusive, serem compartilhados nas suas redes sociais.

Já no navegador Microsoft Edge, há a permissão de que o usuário consiga adicionar um site à sua barra de tarefas no próprio sistema, salvando os favoritos em pastas. Completando isso, ainda é possível fazer as anotações nos arquivos em formato PDF, utilizando também um narrador para que faça a leitura das páginas em voz alta.

Realidade Mista

A atualização chegou com muitas funções que são focadas na realidade mista, ou seja, uma união entre aquilo que é concreto e do mudo real com o virtual. Sendo assim, o sistema ganhou um visualizador que possibilita adicionar e tirar fotos dos elementos virtuais em um mundo real, utilizando somente a câmera do notebook ou do tablet. Ainda, há a possibilidade, também, de importar os modelos do novo Paint 3D e do portal Remix 3D.

E quem for fã de jogos pode agora, ainda, acompanhar o desempenho gráfico de seu computador muito mais facilmente. Para isso, basta acessar o gerenciador de tarefas e buscar pelo monitoramento de GPU (Unidade de Processamento Gráfico).

Mais produtividade e outras mudanças

Em termos de produtividade, a atualização do Windows 10 garante ao OneDrive um novo recurso, o Arquivos sob Demanda. Com a sua utilização, fica ainda mais fácil gerenciar e decidir quais são os documentos e as imagens que ficarão no seu computador e quais são aqueles que serão mandados para a nuvem, economizando assim espaço em disco.

Se conectando agora facilmente a smartphones com os sistemas iOS e Android, bastando o acesso na opção “Telefone” do app de configurações e, após, digitando o número do seu telefone, o novo Windows possui ainda algumas outras mudanças muito importantes. Alguns exemplos são: a nova central de configuração da assistente pessoal, a Cortana; teclado virtual com o suporte a gestos em telas que são sensíveis ao toque; e funções avançadas na limpeza de discos.

Como faço para atualizar o meu Windows 10?

Depois de tudo que foi falado, está interessado em atualizar o seu Windows 10? Pois, para isso, basta abrir o seu aplicativo de configurações, clicando em atualização e segurança e, após, buscar o update.

Para alguns, é possível que a versão demore alguns dias para chegar, uma vez que a Microsoft somente libera as atualizações de forma gradual. Portanto, fique ligado que, em breve, a novidade chega até você, já que o “Fall Creators Update” também será baixado automaticamente e em segundo plano nos PCs com a opção habilitada de atualizações automáticas.

Por Kellen Kunz

Windows 10


Nova versão da suíte de aplicativos da Microsoft será lançada no segundo semestre do próximo ano.

Como todos sabem, os desenvolvedores de tecnologia melhoram seus produtos praticamente todos os anos. A notícia mais atual do ramo veio da Microsoft, nessa terça-feira, 26/09. Em seu evento Ignite 2017, ocorrido em Orlando, a empresa anunciou ao público a nova versão do já conhecido pacote Office.

O novo Office 2019 tem previsão para o próximo ano, no segundo semestre. De acordo com a empresa, as versões de teste serão disponibilizadas na metade de 2018 e seis meses depois, o pacote estará concluído e pronto para ser vendido.

A compra da nova suíte de produtividade acontecerá de forma diferente em relação à versão atual no mercado. Enquanto o Office 365 disponibiliza pacotes anuais de assinatura, com pagamento mensal, o novo Office 2019 terá pagamento único, em apenas uma taxa. Depois de realizar o pagamento, o usuário poderá utilizar todos os aplicativos do pacote sem taxas mensais. Os preços do novo Office ainda não foram divulgados.

Atualmente a Microsoft fornece pacotes para uso doméstico, para uso individual e também o pacote para empresas, esse último dividido em Business Essentials, Business Premium e Business, de acordo com cada tipo de negócio. É provável que o pacotes e preços se mantenham parecidos, mas ainda é difícil saber ao certo.

Uma das maiores apostas do Office 365, a versão atual do pacote da Microsoft, é a possibilidade de acesso à nuvem de 1 TB em qualquer dispositivo e qualquer lugar. Dessa forma o usuário pode encontrar todos os documentos, músicas, vídeos e imagens armazenados no OneDrive quando precisar. O novo pacote de produtividade foi desenvolvido especialmente para empresas que não utilizavam o sistema e para pessoas que não se sentem à vontade usando a nuvem, e será uma ferramenta de grande valia para usuários como profissionais de TI, que preferem manter todos os seus arquivos e aplicativos no PC.

Com lançamento previsto para o ano que vem, o pacote Office 2019 contará com os já conhecidos aplicativos Word, Power Point, Excel e Outlook. Todos os anos pequenas modificações são realizadas no Word, como mecânismo de correção ortográfica. A nova versão terá alguns novos recursos, mas manterá todas as funções básicas. As ferramentas de desenho também receberão upgrades, com sensibilidade à pressão, replay de desenho e novos efeitos.

A Microsoft tornou público novidades sobre as canetas Stylus, para laptops e tablets com sistema Windows, além das novas animações Morph e Zoom para apresentação no PowerPoint. O Excel apresentará fórmulas novas e outros gráficos, tornando a experiência com o programa mais simples e eficaz. Além de apresentar upgrades nesses apps, ainda terá soluções para os aplicativos voltados para empresas, como SharePoint, Exchange e Skype for Business.

É esperado que o Office 2019 chegue ao mercado com diversas versões, tanto para Mac quanto para iPad, assim como no pacote atual, mas até o momento, pouco se sabe a esse respeito.

Entre as principais características do Office 365, está a possibilidade de instalar os apps em vários dispositivos, como PC e smartphone. Segundo os desenvolvedores, o Office 2019 poderá ser instalado em apenas um computador.

Assim como aconteceu em todas as versões anteriores, é esperado que o design dos programas mude um pouco, mas não foi apresentado ao público nenhuma prévia acerca do visual do novo pacote. O mais provável é que ainda não tenham escolhido o aspecto definitivo, ou talvez o projeto ainda esteja no começo.

Segundo a Microsoft, o novo pacote Office receberá algumas modificações de tempos em tempos, mas em determinado momento, novas ferramentas não serão incluídas nos programas. A última grande modificação ocorreu em 2015, quando foi lançado o Microsoft Office 2016. Novas informações sobre o Office 2019 serão anunciadas nos próximos meses.

Fabio Santos


A Série Gaming de notebooks da Dell conta com modelos ideais para gamers.

Uma das mais famosas fabricantes de computadores do mundo, Dell Inc, vem todos os anos trazendo novidades para seus consumidores e fãs da marca.

A Dell se tornou especialista em fabricar equipamentos de alta performance desde desktops até estações gráficas para editores de filmes e vídeos, investindo em qualidade e segurança, além do excelente atendimento de suporte de pós-venda.

Neste artigo vamos trazer alguns modelos de notebooks para os gamers. Os usuários que gostam de jogar e precisam de hardware que ofereçam qualidade de imagens e desempenho, bem como a velocidade para os jogos rodarem sem problemas.

Uma das principais novidades da marca é justamente a linha dos gamers, os Notebooks Dell série Gaming.

Se você é um gamer que precisa de um equipamento que ofereça alta performance para elevar o nível dos jogos, continue lendo este artigo e descubra quais são as configurações e modelos de equipamentos voltados para este estilo.

Novo Inspiron 15 Gaming

Muitos jogadores encaram os jogos como um desafio. Esquecem da brincadeira para realmente viver experiências incríveis com imagens e histórias que os jogos da atualidade despertam em seus usuários.

Pensando nisso, a Dell com o Notebook Gamer 15”, traz um novo estilo para que seus usuários se convençam em apostar realmente na linha, com a sétima geração dos processadores da Intel e memória RAM do tipo DDR4 suficiente para rodar os jogos sem travamentos e com a máxima performance.

Além disso, as placas de vídeo da série GForce renova a jogatina elevando para um nível além do esperado.

Windows 10

Os novos notebooks da série Gaming estão disponíveis com o Windows 10 Home. Uma das novidades é a resolução 4K, o recurso DirectX12 e o streaming usados para rodar os jogos melhorando a experiência dos gamers quando estiverem em ação.

A sensação é muito mais que um filme, são milhões de cores nitidamente perfeitas, as imagens transmitem a impressão de realidade quase real.

Experiência de jogo

Quem joga sabe que os detalhes são essenciais. Os laptops Gaming com as novas placas da NVIDIA GeForce GTX Série 10, abusam dos detalhes incríveis com as memórias dedicadas que não são compartilhadas com a CPU, desta forma é possível explorar os jogos com configurações mais avançadas.

A eficiência com os processadores da Intel Core i7 de 4 núcleos que são da sétima geração complementam a arquitetura robusta de gráficos mais avançados que traz mais velocidade para os jogos e clareza, sendo que, os jogos da atualidade consomem muitos recursos de hardware.

Para visualizar os detalhes a tela FullHD e antirreflexiva transforma ainda mais as imagens, ficando muito mais nítido para os jogadores.

Resfriamento Constante

Um dos grandes problemas dos gamers é manter o equipamento resfriado. O consumo dos recursos de hardware com as altas resoluções de imagens e velocidade para que os jogos não travem, muitos desktops e notebooks que não estão preparados pegam fogo e como dizem os jogadores “fervem”.

Pensando neste problema, os novos laptops voltados para os jogos de alta performance, permanece frio mesmo quando o jogo exige do equipamento.

Um equipamento esquentando é inaceitável. Para manter o notebook resfriado mesmo em condições extremas foi desenvolvido um sistema de resfriamento que permite que a placa de vídeo e a CPU funcionem com seu potencial no máximo, sem problemas de aquecimento.

Os coolers duplos e as aberturas de ventilação traseiras evitam o ruído e aquecimento do equipamento fazendo com que o ar quente seja desviado para que não direcione ao usuário.

Componentes Essenciais do Jogo

Outro detalhe para melhorar a experiência do jogador é o som e uma bateria de longa duração. Através de subwoofers e alto falantes frontais e o Waves MaxxAudio Pró, aumente o som e perceba cada detalhe dos tiros e gritos de guerra.

Como é ruim ter que interromper um jogo, pois a bateria está acabando não é mesmo?

Os notebooks da série Gaming possuem baterias de 74 Wh de longa duração. Não será preciso ir à busca de uma tomada próxima e parar de jogar na melhor parte do jogo, o tempo não é mais seu inimigo.

Versões dos Notebooks

Os notebooks da série Gaming possuem algumas versões para cada estilo de jogador com preços que variam desde R$ 4.497,00 até R$ 6.208,00.

Os processadores são da linha Intel da sétima geração I5 e I7, memória RAM DDR4 de 8GB e 16GB (top de linha) e disco rígido híbrido de 1TB, a versão Top de Linha possui um drive primário de 256 GB SSD e um disco rígido de 1TB de 5400RPM.

As placas de vídeo são NVIDIA GeForce GTX 1050 GDDR5 de 4 GB. As telas são Full HD de 15,6 polegadas. Os teclados são retroiluminados em vermelho e a bateria de 74Wh de 6 células.

Garantia e Suporte

Os equipamentos da Dell são oferecidos com 1 ano de garantia e suporte técnico no local. Todo suporte é feito remotamente, após diagnóstico se for necessário é encaminhado um técnico ao local do cliente.

As garantias e suportes podem ser personalizadas e estendidas para até 3 anos. Além disso, a Dell conta com uma linha de acessórios para Gamers como mouses, mochilas, headsets e teclados que podem ser incluídos no pacote na hora da compra do equipamento.

Precisa de um notebook da linha Gaming? Acesse e personalize ao seu estilo diretamente no site oficial da Dell: www.dell.com/br/p/inspiron-15-7567-laptop/pd?ref=PD_OC.

Este artigo foi útil para você? Compartilhe com seus amigos gamers nas redes sociais e joguem online com alta performance.

Por Marcio Ferraz

Inspiron 15 Gamer


A série Inspiron 7000 conta com modelos de 14 e 15 polegadas, com tela Full HD e outras características importantes.

A série 7000 da linha Inspiron não deve ser confundida apenas como uma série com mais recursos de performance ou memória, o consumidor que deseja e quer pagar um pouco mais vai adquirir um produto com especificações de construção muito mais refinado que as linhas imediatamente inferiores.

Disponíveis em modelos de 14 ou 15 polegadas, todas com tela Full HD, um dos maiores destaques desta série é o recurso de tela infinita, representada pela amplitude maior na tela na parte superior do notebook com bordas mais finas e lapidadas, fora isso, todo o acabamento é em alumínio na cor prata, denotando sofisticação e elegância.

A série Inspiron 7000 tem peso reduzido, variando de 1.649 kg no modelo de 14 polegadas para 2 kg no modelo de 15 polegadas, outro grande diferencial é a poderosa placa de vídeo GeForce NVIDIA 940Mx com 4GB de memória DDR5 garantindo excelência em gráficos e imagens. Para gerenciar tudo isso a Dell oferece a 7º geração de processadores da Intel a disposição do consumidor tanto com o i5-7200U de 2.5 GHz expansível até 3.1 GHz e cache de 3 MB, como o i7-7500U de 2.7GHz expansível até 3.5 GHz e cache de 4 MB.

O consumidor ainda escolhe se quer seu equipamento com memórias de 8GB ou 16GB DDR4, discos rígidos de 1TB ou 1TB com SSD de 128GB, existem opções com Ubuntu Linux ou Windows 10 Home como sistemas operacionais também, fora isso ao adquirir o Inspiron 7000 a Dell disponibiliza um período de avaliação de 30 dias com o Microsoft Office e um ano de antivírus McAfee gratuito.

Conectividade, Bateria e demais Acessórios

Todos os Inspiron 7000 vem com a placa de rede Dell Wirelles Gigabit com suporte a Bluetooth 4.0, os teclados são retro iluminados em padrão ABNT2, a câmera é frontal de alta definição (720 P) com microfone e o som é gerenciado por dois alto-falantes com software Waves MaxxAudio Pro como gerenciador.

A Dell promete autonomia média de 9 a 8 horas com a sua bateria integrada de 3 células e 42 Wh, a disposição do consumidor a série Inspiron 7000 oferece uma saída HDMI, três USB e um leitor de cartão de memória, todos também contam com saídas RJ45 Gigabit para comunicação.

A gama de acessórios e serviços ainda pode ser completada com headset, alto-falantes, DVD-RW externo e carregador portátil, fora o prestigiado Complete Care e Premium Support que prometem técnicos remotos ou no local dependendo da gravidade do problema.

Um resumo das principais configurações de cada modelo está abaixo:

Inspiron 14 7000

Inspiron 14 7000 Ultrafino com i5, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.349,00

Inspiron 14 7000 Ultrafino com i7 Dourado Matte, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.879,00

Inspiron 14 7000 Ultrafino com i7, Windows 10, 16GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 4.280,00

Inspiron 14 7000 Ultrafino com i7, Windows 10, 16GB de memória e HD de 1TB com SSD de 128GB por iniciais R$ 4.379,00

Inspiron 15 7000

Inspiron 15 7000 Ultrafino com i5, Ubuntu Linux, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.299,00

Inspiron 15 7000 Ultrafino com i5, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.450,00

Inspiron 15 7000 Ultrafino com i7, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.979,00

Inspiron 15 7000 Ultrafino com i7, Windows 10, 16GB de memória e HD de 1TB com SSD de 128GB por iniciais R$ 4.499,00

A série 7000 pode ser configurada e comprada através do link www.dell.com/br/p/laptops/inspiron-laptops#inspiron-7000-laptops, diretamente no site da Dell. Boas escolhas e boas compras.

Por Carlos B.

Inspiron 15 7000


A Dell disponibiliza duas versões principais nesta linha: o Inspiron 13 5000 2 em 1 e o Inspiron 15 5000 2 em 1.

A linha Inspiron da Dell é famosa por aliar excelente custo-benefício com o padrão de qualidade tanto de hardware quanto de construção aos seus consumidores e não é diferente na linha Inspiron 5000 2 em 1.

Por se tratar de uma série intermediária posicionada entre a mais cara e com mais recursos que é a 7000 e de entrada que é a 3000, os notebooks Dell Inspiron 5000 2 em 1 têm como principal objetivo aliar performance e recursos de um notebook com a mobilidade e portabilidade de um tablet. O resultado é um notebook excelente com ótimas configurações sem pesar demasiadamente no bolso de quem precisa de uma máquina rápida e versátil.

A Dell disponibiliza duas versões principais para escolha:

– Inspiron 13 5000 2 em 1, com tela de 13 polegadas com preços a partir de R$ 2.529,00

Inspiron 15 5000 2 em 1, com tela de 15 polegadas com preços a partir de R$ 3.408,00

As principais diferenças fora o tamanho de tela são os recursos de cada uma, o modelo de 15’’ incorpora câmera com infravermelho com reconhecimento facial, no modelo com de 13’’, o peso é menor, cerca de 1,62kg contra os 2,08kg do irmão maior, isto pode parecer pouco, mas faz uma enorme diferença para quem vive transportando seu equipamento durante todo o dia. Ambos possuem tela Full HD de 1920p por 1080p de resolução, teclado em padrão ABNT 2, a conectividade é garantida pela placa Dell Wirelles, o vídeo tem como padrão a Intel Graphics HD 620, enquanto que o áudio é suprido por dois alto-falantes com o sistema Waves Maxx Audio.

Para suportar tantos recursos, a bateria oferecida é integrada ao equipamento de 3 células e 42Wh.

Todos acompanham uma entrada HDMI e três USB, com leitor de cartão de memória também, o sistema operacional é o Windows 10 Home, a Dell oferece também o Microsoft Office como avaliação por 30 dias e o antivírus McAfee gratuito por um ano.

Mais recursos e mais espaço

O consumidor tem a disposição variações com menos ou mais espaço e potência de processamento, os discos rígidos se iniciam com 500GB no modelo de 13’’, podendo a chegar a 1TB, existe a possibilidade de adquirir também uma versão com SSD de 256GB, a memória pode variar de 4GB a 8GB e o destaque maior fica por conta dos processadores, todos da 7° geração com modelos que partem dos i3-7100U de 2.4GHz, passando pelo i5-7500U de 2.7GHz e, por fim, o mais potente que é i7-7500U de 2.7GHz com cache de 4M.

As principais configurações de cada modelos são:

Inspiron 13 5000

Inspiron 13 5000 Touchscreen com i3, Windows 10, 4GB de memória e HD de 500GB por iniciais R$ 2.529,00

Inspiron 13 5000 Touchscreen com i5, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.409,00

Inspiron 13 5000 Touchscreen com i7, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.779,00

Inspiron 13 5000 Touchscreen com i7, Windows 10, 8GB de memória e SSD (unidade de estado sólido) de 256GB por iniciais R$ 3.779,00

Inspiron 15 5000

Inspiron 15 5000 Touchscreen com i5, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.408,00

Inspiron 15 5000 Touchscreen com i5, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB e Assistência Técnica completa por um ano por iniciais R$ 3.467,00

Inspiron 15 5000 Touchscreen com i7, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB por iniciais R$ 3.769,00

Inspiron 15 5000 Touchscreen com i7, Windows 10, 8GB de memória e HD de 1TB e Assistência Técnica completa por um ano por iniciais R$ 3.828,00

Versatilidade, performance e padrão de qualidade na construção e na assistência técnica são qualidades que pesam na escolha em comparação aos concorrentes.

Ficou interessado? Visite o site www.dell.com/br/p/laptops/inspiron-laptops e boa escolha.

Por Carlos B.

Inspiron 15 5000 2 em 1

Inspiron 13 5000 2 em 1

Fotos: Divulgação


O Inspiron 13 faz parte da linha 5000 de notebooks da Dell. Confira os detalhes.

Segundo a Dell a sua linha Série 5000 foi desenvolvida para apresentar ainda mais poder de performance focando no uso de dispositivos 2 em 1. Para otimizar, recursos de ponta foram integrados ao aparelho. O design também foi trabalhado. Esses notebooks contam com telas touchscreen opcional Full HD.

Há mais espaço para armazenamento além de personalizações tais como teclados com iluminação traseira. Para uma visão mais profunda vamos analisar um dos integrantes da linha, o Inspiron 13 5000. Confira!

Inspiron 13 5000 Análise

Em linhas gerais podemos dizer que o Dell Inspiron 13 5000 é um notebook interessante. Temos aqui um aparelho 2 em 1. Isso quer dizer que o usuário poderá usá-lo como um tablet com o sistema operacional Windows 10. Os preços iniciais do aparelho ficam entre 2.600 e 4.050 reais de acordo com a opção feita pelo usuário.

Design e usabilidade

O teclado é retroiluminado. A tela é muito bem presa ao corpo do aparelho e o trackpad apresenta ótima resposta. Isso passa uma sensação de segurança maior já que não há uma preocupação constante de que ela vá simplesmente quebrar.

Com seus 2 kg ele se mostra um tanto pesado se a necessidade do usuário exigir que o aparelho seja carregado de um canto para outro durante o dia.

A tela é um display que conta com 13,3 polegadas e resolução Full HD. Um ponto positivo para os usuários que curtem vídeos do YouTube ou os filmes e séries da Netflix já que a maior parte deles não vão ter problemas para serem reproduzidos no aparelho.

Configurações

O Dell Inspiron 13 5000 não deixa muito a desejar em termos de componentes. Basicamente, esse aparelho seria mais indicado para pessoas que querem um dispositivo mais focado em produtividade. Por isso, ele vai se mostrar muito desanimador caso o que o usuário pretenda seja jogar nele.

Um dos principais motivos para isso é que ele não tem uma placa de vídeo dedicada. Se o caso for games que exigem apenas uma configuração de hardware básica, então está tudo bem.

O Dell Inspiron 13 5000 vem com um processador da Intel, é um Intel Core de 7° geração. Entretanto, a Dell está disponibilizando versões que contam com os chips Core i3, Core i5 e Core i7.

São oferecidas duas opções no caso de memória RAM. Uma tem 4GB e a outra 8GB. Outro ponto que varia é a capacidade de armazenamento interno. Claro que isso vai depender de quanto o usuário está a fim de gastar na compra. De qualquer forma ele é vendido com um HD com capacidade para 500 GB ou 1 TB. Também há a opção com um SSD de 256 GB.

Essa última alternativa é a que apresenta uma melhor performance se o caso for a produtividade.

Em vários testes de benchmarks o Dell Inspiron 13 5000 se mostrou capaz. Muitos dos bons resultados obtidos pelo aparelho foram possíveis graças a uma boa combinação feita entre uma boa quantidade de RAM, um bom processador e o armazenamento em SSD.

Bateria

Talvez esse seja um dos pontos mais negativos do Dell Inspirion 13 5000. Para uma noção mais ampla, basta destacar que o dispositivo não conseguiu ficar três horas longe da tomada em testes com brilho no máximo, reprodução de vídeos offline e conexão a uma rede Wi-Fi.

Nesse sentido o New MacBook e o Lenovo ThinkPad X1 Yoga acabaram se mostrando melhores.

Vale a pena?

Ele não desamina. Mas também não traz nada que encante. Se o usuário quer um aparelho que seja bom para trabalhar e para ver vídeos depois de um dia de serviço ele pode ser uma boa opção.

Um dos problemas que vão incomodar é o peso. Mas talvez isso não importe muito dados os recursos voltados para a produtividade, uma tela que gira e o teclado retroiluminado.

Por Denisson Soares

Dell Inspiron 5000


A Série 3000 possui modelos leves, compactos e ideais para tarefas do cotidiano.

A Dell Technologies é a maior empresa no mercado de soluções tecnológicas dos Estados Unidos da América e uma das maiores do mundo e sua história começa quando, em 1984, o calouro da Faculdade de Medicina da Universidade do Texas, Michael Dell, abriu uma empresa com apenas mil dólares chamada PC’s Limited. A empresa foi crescendo e inovando no mercado de computadores pessoais, ao ponto de Michael ter que abandonar a faculdade para se dedicar aos negócios. Já em 1986, apresentou o computador mais rápido da época e, até os dias atuais, a Dell busca comercializar produtos de alta performance.

O portfólio da Dell contempla diversos modelos de computadores, notebooks, monitores e acessórios para diversos públicos: gamers, empresas, famílias, cinéfilos, etc. Uma das linhas de sucesso é a Série 3000.

Composta por notebooks que também podem ser usados como tablets, por conta da tela ser inclinável 360º em relação ao teclado, a Série 3000 possui modelos leves, compactos e ideais para tarefas do cotidiano. Segundo o portal da Dell, seus pontos fortes são a tela touchscreen e a mobilidade do aparelho. Atualmente, a Série 3000 possui o Inspiron 11 3000 2 em 1.

O Inspiron 11 possui 4 GB de memória RAM e disco rígido de 500 GB. Sua tela é Led HD de 11,6 polegadas com touchscreen e câmera de alta definição (720 p) com microfone integrado. E para melhorar ela é resistente a derramamento de líquidos! Seu touchpad é multitoque e ativado por gestos com rolagem integrada – ideal para jogos.

Possui quatro modos de uso: PC, Tent, Stand e Tablet, de acordo com o ângulo de rotação da tela. Tem entrada USB, HDMI e para cartão de memória micro SD. A bateria pode durar até 7 horas – segundo a Dell, Essa é uma política da empresa de manter o notebook o mais tempo possível longe da tomada para que não se torne um “computador de mesa” móvel. Possui também dobradiças resistentes, resistência ao calor de até 65º C, botões que aguentam mais de 40 mil toques, alguns chegando a 10 milhões de toques sem apresentar qualquer variação de seu estado normal.

Caso deseje maximizar sua experiência com o Inspiron 3000, a Dell recomenda alguns acessórios. O primeiro deles é o mouse sem fio preto WM126 que é surpreendentemente leve e de longa duração de bateria. Além disso, você pode ouvir suas músicas ainda mais alto com o alto-falante portátil com Bluetooth AD211 que leva o seu som aonde quiser, pois inclui também bateria de longa duração recarregável. Agora, se você precisa reproduzir CD’s e DVD’s, vai precisar da Unidade Óptica de DVD externa e fina DW136. Conectável por cabo USB, essa unidade roda todos os tipos de discos modernos e você ainda pode gravar o que quiser.

Com tudo isso, o Inspiron 11 3000 possui características que vão atender aos seus anseios diários de um notebook (ou tablet) que tenha um preço acessível se comparado ao seu desempenho. Seu preço varia de R$ 1.759 a R$ 2.139, sem contar com acessórios. É um dos mais barato das séries da Dell e vem com ampla cobertura de garantia e suporte técnico.

No próprio site da empresa estão alguns drivers para otimizar o desempenho do Inspiron 11 3000.

Fica a dica então, mas não deixe de pesquisar mais sobre as opções que a Dell disponibiliza ao público brasileiro. No portal da empresa (www.dell.com/br/p/inspiron-11-3168-2-in-1-laptop/pd?oc=cai3168w101731202br009w1&ref=PD_OC), é possível verificar as especificações completas do Inspiron 11 300 e de outras séries como a 5000 ou 7000. O importante é você encontrar um produto que te complete e auxilie em seus desafios diários. E, claro, que caiba no seu bolso.

Por Mateus de Faria

Dell Inspiron 3000


Dicas dos melhores serviços de armazenamento de dados na nuvem.

O armazenamento em nuvem é uma tecnologia que tem feito muito sucesso nos últimos anos. É um serviço que pode ser acessado de qualquer lugar e que oferece diversas funcionalidades, especialmente para pessoas que trabalham ou estudam em equipe. No mercado existem diversas opções de planos (gratuitos e pagos), com diferentes focos. Confira as principais do mercado:

Google Drive

Para usar o Google Drive, basta ter uma conta Gmail ou no YouTube. O serviço oferece 15GB para armazenamento on-line e gratuito para arquivos em qualquer formato.

Os planos premium podem ser contratados das seguintes maneiras:

· 100GB – R$6,99/mês;

· 1TB – R$34,99/mês;

· 2TB – R$69,99/mês;

· 10TB – R$349,99/mês;

· 20 TB – R$699,99/mês;

· 30TB – R$1.049,99/mês.

Microsoft OneDrive

O serviço de armazenamento em nuvem Microsoft OneDrive pode ser acessado por meio de conta do Outlook. Nesse caso, é disponibilizado 5GB de espaço gratuito, e é possível ter apenas acesso on-line ao Office 365. A empresa também oferece duas modalidades de pacotes pagos:

1) Uso pessoal

· 50GB – R$7/mês, pode ser acessado por até um usuário, em apenas penas um computador e há somente acesso on-line ao Office 365.

· 1TB – R$239/ano ou R$24/mês, pode ser acessado por até um usuário, em um computador, um tablet e um telefone. O Office 365 também pode ser instalado em um PC ou Mac, para uso off-line.

· 5TB – R$299/ano ou R$29/mês, pode ser acessado por até cinco usuários, em até cinco computadores, cinco tablets e cinco telefones. O Office 365 também pode ser instalado em até cinco PCs ou Macs, para uso off-line.

2) Uso em ambiente corporativo/Business

· 1 TB com Office 365 Business Premium – R$656,40/ano ou R$65,60/mês por usuário.

· 1 TB (sem Office 365 Business Premium) – R$262,80/ano por usuário.

· Ilimitado (sem Office 365 Business Premium) – R$524,40/ano por cada usuário.

É importante frisar que esses são valores aproximados, pois deverão ser pagos por meio de transação internacional em Dólar.

Dropbox

O Dropbox disponibiliza 2GB de armazenamento em nuvem gratuito. Porém, esse tamanho pode chegar a 18GB, quando usado por mais pessoas parceiras. Já as opções pagas, têm como adicional a integração com o Office 365.

Podem ser contratadas destas formas:

· 1TB (para pessoas físicas) – US$8,25/mês (plano anual) ou US$9,99 (plano mensal).

· 2TB (para equipes) – US$12,50/mês por usuário (plano anual) ou US$15/mês por usuário (plano mensal).

· Ilimitado Advanced (para equipes) – US$20/ mês por usuário (plano anual) ou US$25/mês por usuário. Nesse caso, o cliente tem acesso a atendimento diferenciado/suporte em horário comercial.

· Ilimitado Enterprise (para equipes) – valor não informado pela companhia. Esse plano oferece serviços diferenciados, como atendimento/suporte 24 horas por dia.

Mega

Quando se fala em armazenamento gratuito, com certeza a melhor escolha é o Mega. O serviço disponibiliza segurança criptografada e 50GB de espaço grátis para qualquer usuário. Entretanto, seu problema está nos planos pagos, que são cobrados em Euros, como pode ser visto abaixo:

· 1TB – 4,99€/mês;

· 2TB – 9,99€/mês;

· 8TB – 19,99€/mês;

· 16TB – 29,99€/mês.

A empresa garante que há descontos para quem contratar uma dessas opções em plano anual.

Box

O Box disponibiliza gratuitamente 10GB de armazenamento on-line. O serviço oferece também opções pagas, que variam conforme as necessidades de cada usuário:

1) Uso pessoal

· 100GB – US$11,50/mês.

2) Uso corporativo/Business

· 100 GB – US$6/mês por usuário. É disponibilizado para equipe de entre três e dez pessoas.

· Ilimitado Business – US$17/mês por usuário. Deve ser usado por equipe de mais de três pessoas.

· Ilimitado Enterprise – valor não informado. Deve ser usado por equipe de mais de três pessoas. Oferece sistema de segurança especial e funcionalidades mais avançadas.

3) Para desenvolvedores

· 125GB – US$500/mês, sendo disponibilizado para apenas um grupo de pessoas.

· 1 TB – US$4.250/mês, sendo disponibilizado para até 10 grupos de pessoas.

Para escolher uma das opções citadas, é importante avaliar não somente a quantidade de espaço de armazenamento oferecido, mas também as funcionalidades que cada uma possui. Afinal, ao optar por esses serviços, os usuários em geral têm necessidades diferentes e/ou específicas.

Por Camilla Silva

Nuvem


Confira aqui todos os detalhes sobre o Acer Swift 7.

A Acer lançou recentemente no Brasil o Acer Swift 7, notebook premium ultrafino que deve ser concorrência para tops de linha de marcas como Apple, Asus e Microsoft. A fabricante garante que o dispositivo é o mais fino do mundo, oferecendo design elegante e configuração avançada.

Notebook já estava disponível em outros países

O Acer Swift 7 já estava disponível no mercado estrangeiro desde 2016 e somente agora a fabricante decidiu comercializá-lo no Brasil. Por lá, o notebook parece ter agradado seu público-alvo, recebendo boas avaliações de usuários e especialistas em tecnologia.

Design do novo notebook premium da Acer

O design com certeza é um dos pontos que mais chama a atenção no Acer Swift 7. Ele recebeu acabamento de alumínio nas cores dourado e preto fosco, o que lhe confere um ar mais luxuoso, impossível de não ser percebido. É também bastante clean e fino, sendo que fechado tem espessura de 9,98mm. Nesse caso, a ideia é que ele possa ser carregado mais facilmente quase que para qualquer lugar e situação.

Acer Swift 7 apresenta configuração robusta

O dispositivo vem de fábrica com processador Intel Core i7 (sétima geração), memória RAM de 8GB, armazenamento SSD de 512GB e tela de 13.3 polegadas, com tecnologia IPS e proteção Gorilla Glass. A empresa também garante uma autonomia de bateria de até nove horas.

Extras do notebook

O notebook premium da Acer possui sistema de som combinado Dolby Audio Premium e tecnologia TrueHarmony, que promete reduzir distorções e manter o som mais limpo. Também contém a tecnologia Acer Fingerprint Reader, um leitor biométrico desenvolvido pela própria fabricante. Além disso, conta com tecnologia MU-MIMO, que pode elevar em 3x a velocidade de internet Wi-Fi.

Especificações básicas

  • Dimensões: 324.6×229.6×9.98mm
  • Peso: 1.12 kg.
  • Tela: 13.3 polegadas, com resolução Full HD (1.920×1.080).
  • Processador: Intel Core i7-7Y75, 1.30 GHz – 3.60 GHz.
  • Sistema operacional: Windows 10.
  • Memória RAM: 8GB
  • Armazenamento SSD: 512GB.
  • Bateria: 3.220 mAh, com duração de até 9 horas.

O Acer Swift 7 está à venda pelo preço promocional de R$8.999, pois seu valor original é de R$10.999. Já pode ser encontrado para compra no site oficial da Acer no Brasil.

Camilla Silva


Notebook da LG pesa apenas 1 kg e custa cerca de R$ 8 mil.

Está confirmada para o Brasil a chegada do mais novo notebook da marca LG. Trata-se do moderno LG Gram, que pertence à linha de notebooks tops da marca.

De acordo com o anúncio realizado no dia 18 de abril, última segunda-feira, o novo notebook da LG promete conquistar os brasileiros, principalmente àqueles apaixonados por tecnologia de ponta.

O novo aparelho da LG possui muitos atrativos, contudo, o que mais se destaca a princípio é o seu surpreendente peso. De acordo com a marca, seu peso não chega nem mesmo a 1 quilo, o que o coloca no patamar dos notebooks mais leves de todo o mundo, apresentando um design muito compacto, uma vez que fechado possui menos que 1,5 cm de espessura, além de apresentar uma tela diferenciada com polegadas de 15,6.

Na realidade, o que faz do novo notebook da LG estar entre os mais leves do mundo é o fato de ele ser planejado para aproveitar bem os espaços, se apresentando do mesmo tamanho que os demais do mercado.

Mas além dessa marcante característica no visual do Gram, ele apresenta também notáveis configurações, dotadas de muita tecnologia. No que se refere ao seu hardware, o aparelho também não deixa nada a desejar, correspondendo às expectativas.

O LG Gram pode ser encontrado em duas opções, sendo elas a de 128 GB para armazenamento SSD, mais processador do tipo Intel Core i5 da sétima geração, com a cor cinza. Ou ainda a opção de 256 GB de armazenamento em SSD, além de processador do tipo Intel Core i5 de sétima geração, que é disponibilizado na cor branca. Ambos os modelos são equipados com memória RAM de 8 GB.

Em relação à duração da bateria, a marca informa que o aparelho oferece uma carga que pode durar o período que vai de nove até quase treze horas. O que é possível devido a um recurso chamado LG Battery manager, que foi desenvolvido para fazer o controle da bateria de acordo com o uso do aparelho.

Sem dúvidas um excelente aparelho, que em todos os sentidos promete agradar a muita gente. Contudo, o maior problema, pelo menos para algumas pessoas, fica por conta do seu valor.

O primeiro modelo, o cinza, já está sendo vendido pelo preço de R$ 6,5 mil. Por sua vez, o modelo na cor branca é vendido por cerca de R$ 8 mil.

Sirlene Montes


Software possui interface simples e promete agradar bastante os gamers de plantão.

De nada adianta você ser um bom jogador e possuir pessoas de talento te apoiando em um determinado jogo online caso o seu próprio time não consiga realizar uma boa comunicação. Equipes que possuem poucos recursos acabam muitas vezes conseguindo bater outros times superiores, pelo simples fato de conseguir conversar bem e ter suas táticas coordenadas tanto de defesa quanto de ataque.

Sendo assim, é melhor ter softwares com grande qualidade no momento de contatar sua equipe pela rede. Ainda são usadas as opções como TeamSpeak e Skype por diversas pessoas com tal objetivo, porém, um software chamado Curse Voice está conquistando seus espaço e parece ser mais apropriado para os jogadores online.

Possui Interface acessível

Recentemente seus desenvolvedores modificaram a interface do Curse ficando ainda mais bonita e ainda sem exigir muitos recursos de seu computador. Por meio de um clique único você consegue iniciar uma chamada de voz, conferir lista de amigos online e iniciar conversas através do chat.

A aplicação permite também o acesso rápido aos textos que possuem detalhes com relação as suas atualizações recentes e certas dicas referentes a jogos que possam lhe interessar. Além disso, o mesmo ainda aponta de forma simples quais foram os perfis que você conectou ao sistema e também apresenta contatos que talvez o usuário conheça e queira adicionar.

Recompensas nos jogos

Uma das maneiras que seus desenvolvedores acharam para conseguir chamar a atenção dos outros jogadores foi através de parcerias firmadas com desenvolvedoras de games. Já pode ser visto o primeiro resultado de um acordo realizado em Smite, que oferta skins e gemas extras para os que fizerem certa partidas utilizando o Curse Voice.

Os itens que são ofertados possuem características estéticas e não acabam desequilibrando o jogo, o que pode ser visto com bons olhos. Apesar de ainda não existir qualquer outro título que ofereça benefícios parecidos, acredita que será ampliado este sistema de recompensas muito em breve, isto é, você pode ser recompensado por utilizar o software e ainda acaba não pagando nada por isso.

Se você joga na rede, comece a fazer uso do Curse Voice e tenha acesso a esses benefícios.

FILIPE R SILVA


Confira aqui os preços do Novo iPad no Brasil.

A Apple anunciou o novo IPad e preço que o aparelho será vendido no Brasil. O tablet da marca continua com valor superior ao oferecido nos Estados Unidos, mesmo com as quedas de preços por lá. A companhia manteve o tamanho da tela do aparelho: 9.7’’ e resolução de 2.048×1.536 pixels.

Preços

Os valores a serem praticados seguirão a mesma estratégia de variar de acordo com o armazenamento interno do aparelho. Assim, quanto maior sua memória, mais elevado é o seu preço. Dessa forma, estão disponíveis em duas versões: 32GB por R$2.499 e 128GB por R$2.999. Elas poderão ser encontradas nas cores prata, cinza-espacial e dourada.

Configuração do Novo iPad

O aparelho tem configuração um pouco mais básica se comparada com o modelo iPad Pro, por exemplo. Afinal, os tablets da marca têm sofrido queda de vendas. Isso se deve, provavelmente, pelo fato de serem mais duráveis do que os dispositivos da linha iPhone. Assim, o lançamento deve ser parte de estratégias para melhorar esse quadro.

Os novos iPads não levarão mais o nome Air e deverão ter a seguinte especificação:

· Dimensões: 240mm (altura)x169.5mm (largura)x7.5mm (espessura).

· Peso: 469g.

· Armazenamento interno: 32GB ou 128GB.

· Sistema operacional: IOS 10.

· Tela de retina, com resolução de 2.048×1.536 pixels e revestimento com resistência à oleosidade e impressão digital.

· Chip: A9 (64 bits) e coprocessador M9.

· Câmera traseira: 8MP

· Câmera frontal: não especificada.

· Gravação de vídeo: em HD de 1.080 pixels.

· Conectividade: Wi-Fi.

· Duração da bateria: 32,4 watts por hora, com a promessa de 10 horas de navegação via Wi-Fi.

· Itens extras: touch ID, barômetro, acelerômetro, além de sensor de luz ambiente e impressão digital.

Novidades da Apple

Como pode ser percebido, a Apple também removeu a versão de 16GB da linha iPad. Mas, como adicional, a companhia disponibilizará para o aparelho o aplicativo Clips, que permitirá edição simples de vídeos de conteúdos curtos para redes sociais.

A empresa também anunciou um novo dispositivo das linhas iPhone 7 e iPhone Plus na cor vermelha. Os smartphones de edição limitada foram desenvolvidos em comemoração aos 10 anos de parceria e colaboração com a organização RED, instituição de combate ao vírus da Aids. Eles terão preços de R$ 3.899 e R$ 4.499.

O novo modelo do iPad e os iPhones poderão ser adquiridos a partir do dia 24 de março, no site oficial da Apple no Brasil.

Camilla Silva


Dell lançou no Brasil a nova série de notebooks Inspiron 5000 com processadores Intel de sétima geração e memórias do tipo DDR4.

A fabricante Dell atualizou, recentemente, no Brasil, sua linha de notebooks Inspiron com os modelos novos da série 5000. Contando com três opções de cores, grafite, vermelho e branco, os novos aparelhos possuem processadores da Intel de sétima geração e as memórias do tipo DDR4, que são mais velozes que as anteriores, DDR3.

Sem contar que agora também contam com display de 15,6 polegadas, drive de DVD, teclado numérico e ainda tem como opção uma placa de vídeo dedicada. A mais simples das versões do novo Inspiron 5000 é comercializada na loja oficial por R$ 2.848, e conta com Core i5 7200U e Ubuntu.

Para comprar o mesmo dispositivo, porém com Windows 10 instalado, o cliente necessita desembolsar R$ 2.998. Além do processador i5, o notebook possui memória RAM DDR4 de 8 GB e disco rígido de 1 TB. Sem placa de vídeo dedicada a resolução da tela do aparelho é de 1366 x 768.

O modelo Inspiron 5000 em suas configurações mais poderosa, possui Radeon R7 M445 e processador Core i7 7500U, além de memória RAM GDDR5 de 4 GB e é vendido por R$ 3.800. No restante, o computador possui os mesmos 8 GB de RAM DDR4 e 1 TB de disco rígido, para o sistema e 15,6 polegadas de tela com resolução High Definiton.

A conectividade tem o mesmo nível, independente de qual faixa de preço e versão seja: possui uma porta HDMI, uma USB 2.0, duas saídas USB 3.0, leitor de cartões de memória e trava de segurança Kensington, além de entrada para fones de ouvido.

O display de 15,6 polegadas equipado juntamente com o drive ótico acabam por denunciar o fato de que o modelo Inspiron 5000 não é um dos computadores que está concorrendo no mercado entre os modelos menos espessos. De acordo com as informações fornecidas pela própria Dell, as medidas do modelo são de 39 cm de largura, 25,9 de profundidade e 23,3 mm de altura. Com todos esses equipamentos e medidas, o aparelho não chega a bater a marca de 2 kg.

Por Filipe Silva

Dell Inspiron 5000

Dell Inspiron 5000


Microsoft deve lançar nova versão tentando barrar o crescimento do Chrome OS.

A Microsoft pode estar preparando uma nova variante do seu sistema operacional mais recente, o Windows 10. Recentemente, com a chegada da build 15019 aos usuários que optaram pelas versões preview e pelo canal de atualização fast, reportaram esta descoberta interessante e ainda não revelada pela gigante americana.

Segundo estes relatos, o sistema se chamaria “Windows 10 Cloud” e a evidência estaria nos arquivos que estão na pasta Windows Kits. Nele, quatro novas linhas foram adicionadas e uma delas apontaria para product_cloud. A variante teria supostamente como principal objetivo mirar os usuários que preferem os chromebooks, que vem equipado com o sistema operacional da Google, que é todo baseado na nuvem e feito encima do navegador Google Chrome. Porém, esta variante da Microsoft rodaria apenas os aplicativos da Windows Store, deixando de lados os tradicionais aplicativos chamados win32.

Como a intenção é levar o Windows 10 ao maior número de dispositivos possíveis, a versão Cloud, como está sendo chamada, seria uma resposta a um seguimento onde a Google aos poucos está conseguindo mercado, oferecendo o Chrome OS aos fabricantes. Pode parecer que os chromebooks não são populares (afinal aqui no Brasil são pouquíssimos modelos que temos disponíveis no mercado imenso de notebooks e ultrabooks), porém, nos Estados Unidos o uso vem aumentando, principalmente em escolas e por estudantes que não precisam de muito processamento.

A idéia pode parecer nova, mas lembra muito o Windows RT. Na época do Windows 8, a Microsoft produziu uma variante deste sistema para ser equipadas em dispositivos com processadores ARM. Na ocasião, ele rodava apenas aplicativos da Windows Store, porém, foi descontinuado há algum tempo.

Enquanto a Microsoft não confirma estes rumores (apesar do seu porta voz dizer que não tem nada a declarar sobre esta suposta versão), os usuários que adquirem novos computadores com configurações mais simples a medianas levam para casa embarcado o Windows 10 Single Language ou o Windows 10 Home, versões mais simplificadas do Windows. Na época do Windows 8.1, a Microsoft tentou emplacar também nestas máquinas o Windows 8.1 com o Bing, além é claro, da sua versão home.

Se nada der errado, podemos ver a existência desse novo Windows já nos próximos meses.

Por Leandro de Souza


Novo notebook vem com tela antirreflexo e Core i7, sendo ideal para quem trabalha muitas horas na frente de um computador.

A fabricante de dispositivos eletrônicos Lenovo lançou, recentemente, aqui no Brasil um modelo novo de notebook, da família Thinkpad, que tem como principal foco a produtividade. O aparelho é desembarcado no país com especificações bem robustas, que inclui um processador de sétima geração, Core i7 (Kaby Lake) e versões com SSD e HD.

O notebook é ideal para os que precisam dedicar diversas horas diante de um computador pessoal. O novo lançamento da marca vem com uma tela High Definition de 14 polegadas com 1366 por 768 pixels e película antirreflexo, além de contar também com um teclado ergonômico.

Para fazer a aquisição de um dele, os interessados terão de investir um bom valor, que inicia em R$ 2.999, tendo oscilação no preço conforme a configuração escolhida pelo consumidor.

Para ser uma atração para consumidores corporativos, o modelo E470 continua com a mesma tradição da linha Thinkpad, que oferta importantes recursos no quesito segurança. O computador conta, por exemplo, com leitor de impressão digital para desbloquear e criptografia de dados já de fábrica. O objetivo é que as informações sigilosas do usuário sejam mantidas em acesso apenas para o proprietário do mesmo, ainda que ocorra o roubo do dispositivo.

Na ficha técnica, o aparelho conta ainda com uma memória RAM de até 32 GB, no quesito armazenamento, podem ser escolhidos HD de 1TB ou 500 GB, ou então um SSD com 256 GB.

A Lenovo, além de comercializar uma versão com processador Core i7, conta também com Core i5 e Core i3. Todas as versões já vem de fábrica com alto-falantes estéreos e sistema operacional Windows 10 Pro.

A bateria do dispositivo possui três células e de acordo com informações do fabricante, tem uma autonomia de até 8,4 horas. O novo modelo, ThinkPad E470 possui cerca de 1,870 kg e vem com uma gama generosa de portas, que inclui duas USB 3.0, HDMI, uma USB 2.0, leitor de cartões de memória, porta combo de fone de ouvido com microfone e também uma porta ethernet.

Por Filipe Silva

Lenovo Tthinkpad E470

Lenovo Tthinkpad E470

Lenovo Tthinkpad E470


Modelo será produzido com foco em dispositivos de realidade virtual e deverá ter configurações potentes.

Quem trabalha com computador sabe e aprova a praticidade de poder trabalhar com um notebook. O computador portátil é sem dúvidas uma das melhores invenções dessa área. A cada dia as fabricantes capricham mais em seus aparelhos, que hoje em dia são muito leves, dinâmicos e com um ótimo espaço em memória. Com certeza o mercado já havia nos surpreendido com diversos tipos de notebooks. Mas não, pelo visto ainda vamos nos surpreender muito mais, pois já existe um notebook com três telas. É isso mesmo que você acabou de ler, são três telas em uma única máquina. Saiba mais:

A Razer, fabricante de notebooks, foi quem trouxe essa tripla novidade. Na verdade, estamos falando de um protótipo, mas que tem tudo para chegar ao mercado.

O notebook Valerie aparentemente é um aparelho normal, mas quando aberto, na tela central são abrigados dois painéis, que escorregam cada um para um lado. O tamanho das telas são os mesmos, 17,3” e a resolução é de 4k em cada.

O seu peso não é tão leve como os notebooks atuais, pois pesa o equivalente a 5 quilos e a sua espessura é de 4 centímetros. Mas esse peso a mais é recompensado em potência. O Valerie foi especialmente desenvolvido para quem trabalha ou usa dispositivos de HTC Vive, Oculus Rift ou outros dispositivos para realidade virtual. Realmente para quem mexe com realidade virtual ele deve ser impressionante, principalmente na rodagem de jogos e vídeos.

Ainda não se sabe muito sobre suas especificações técnicas, mas a Razer confirma que ele será bem potente, ideal para aplicações de realidade virtual, os famosos games. Além disso, sua memória deve ser bem grande, segundo a fabricante.

Aparentemente está tudo ok com o Valerie, mas a sua apresentação, realizada ainda em vídeo, deixa muitos questionamentos consideravelmente importantes. Um deles é a questão de bateria. Com três telas trabalhando simultaneamente e um teclado iluminado, a dúvida fica na questão da vida útil dessa bateria. Será que a sua bateria será diferenciada para aguentar uma carga maior? Outra questão é em relação à praticidade, justamente por ele conter três telas.

E por último, não menos importante, a questão do preço. Ainda não foi nada declarado nesse sentido, mas se seu antecessor Razer Blade Pro custa perto de R$12.000, podemos esperar um preço bem elevado no Valerie, o surpreendente notebook de três telas.

Sirlene Montes


Recall se deve ao risco de curto circuito nas baterias dos notebooks.

Atenção! Se você possui algum notebook da fabricante Positivo, fique ligado nas informações que seguem, pois a companhia acaba de anunciar que existem alguns modelos que devem ter suas baterias trocadas, uma vez que oferecem riscos de acidentes a seus usuários.

Conforme foi esclarecido pela companhia Positivo Informática, os moldelos anunciados correm o risco de haver um curto circuito em suas baterias, colocando em risco a integridade física de seus proprietários.

Segundo a Positivo os modelos convocados para para terem trocadas a suas baterias foram fabricados no período que vai do dia 12 do mês de abril até o dia 14 do mês de novembro do ano de 2014.

Veja abaixo os modelos que fazem parte do recall da Positivo:

  • Premium XS 4210;
  • Premium 7210;
  • Premium 8320;
  • Premium 7205;
  • Premium 7410;
  • Premium 7330;
  • Premium 8410.

Também fazem parte da lista os aparelhos Premium TV XS 3010 e Premium TV XS 3210.

Como o problema está somente na bateria, o recall consiste na troca da bateria condenada por uma bateria nova. A troca será feita de forma totalmente gratuita e o notebook estará pronto em aproximadamente uma hora.

A Positivo recomenda que os proprietários de aparelhos que pertencem a lista divulgada devem ser mantidos desligados, para que não ocorra nenhum tipo de incidente, devido ao seu problema.

Os proprietários desses notebooks devem levar seus aparelhos até o Centros de Reparo da Positivo, onde as baterias serão trocadas.

Para saber a localização desses centros de atendimento acesse o site http://www.positivoinformatica.com.br/suporte-tecnico-recall#tab-notebooks.

Se você possui um notebook da marca Positivo e não sabe se seu aparelho está entre os modelos do recall, a fabricante disponibiliza um número de telefone onde os atendentes irão instruir os proprietários para a verificação do modelo de seus computadores.

Em caso de dúvidas ligue para 0800-6440807.

Os notebooks em sua parte inferior possuem o nome do modelo ou série a qual pertencem, você pode verificar no seu aparelho e no site da marca, preencher com essa numeração no quadro na parte inferior da página titulada "Número de Série do Equipamento" e clique em buscar.

Dessa forma, em questão de segundos, você receberá a informação se seu aparelho deve ou não passar pelo recall.

Até agora nenhum acidente com os notebooks da Positivo foram notificados, mas existe o risco de curto-circuito que pode causar danos materiais e físicos.

Sirlene Montes


Saiba aqui o que fazer para atualizar gratuitamente o seu Windows para a versão 10.

A Microsoft anunciou que o update gratuito do Windows 10 seria encerrado no dia 29 de julho de 2016. Dessa forma, muitas pessoas perderam essa atualização e, provavelmente, tiveram que pagar por isso ou recorrer a ativadores piratas. Mas ainda existe uma maneira de obtê-la de graça.

Isso é possível através de um simples truque. Ele está no fato de que a companhia permite a atualização, em qualquer momento, por portadores de deficiência auditiva ou visual, que necessitam de alguns recursos específicos para acessar um dispositivo de forma independente. Estes fazem parte das tecnologias adaptativas da Microsoft, as quais facilitam esse acesso.

Como fazer a atualização gratuita do Windows 10

É importante informar que esse procedimento poderá levar o tempo de aproximadamente 60 minutos. Assim, seu computador ou notebook deverá estar ligado durante esse período.

1° passo – Acesse este link. Clique no botão “Atualizar agora”. O arquivo para instalação aparecerá.

2° passo – Clique no arquivo e aceite o termo de licença.

3° passo – Siga os passos indicados pelo sistema.

O Windows 10 pode ser atualizado em dispositivos com Windows 7 ou 8. Porém, é muito importante que eles atendam a outros requisitos. Do contrário, uma série de problemas poderá surgir. Entre eles, está a impossibilidade de instalar e utilizar vários softwares.

Essa última versão do sistema traz várias mudanças e recursos mais avançados. Por esse motivo, ela necessita de algumas configurações específicas para operar normalmente.

Veja quais os principais requisitos para realização eficaz do update:

· Placa gráfica que tenha suporte para Directx 9 ou superior, com driver WDDM 1.0.

· Memória RAM de 2GB para 32 bits ou para 64 bits.

· O HD deverá ter um espaço livre de 16 GB (32 bits) ou 20 GB (64 bits).

· Tela de 800×600.

Portanto, se o seu computador ou notebook for um pouco mais antigo, é melhor continuar com as outras versões do sistema. Dessa maneira, seu funcionamento não ficará comprometido.

Não demore muito para fazer a atualização. Apesar de ela estar sem data para encerramento, é interessante que seja feita o quanto antes, pois isso pode mudar a qualquer momento.

Você já fez a atualização? Pretende fazê-la? Conte para a gente nos comentários!

Camilla Silva


Confira aqui uma lista com os melhores antivírus gratuitos de 2016.

Você sabia que VOCÊ é o melhor antivírus para o seu computador? Sim, isso é verdade! Se você tiver cuidado onde navega e quais arquivos baixa, raramente você terá problemas. Essa é uma das formas de se manter longe de criminosos da Internet e softwares maliciosos. Mas, não há nenhum problema em se pedir uma ajuda a mais para os programas antivírus. Afinal, todo cuidado ainda é pouco. E cuidado nunca é demais.

Mas, se você não pode comprar uma solução completa, fique por dentro de quais são os 5 melhores antivírus gratuitos de 2016. Os softwares aqui listados são indicados para computadores que não estejam em rede, isto é, apenas para uso doméstico. Caso você tenha uma empresa o melhor mesmo é fazer a aquisição de um software pago. Confira abaixo!

Avast Free Antivirus 2016

É considerado um dos melhores gratuitos. Está há muito tempo no mercado e é bem conhecido por bloquear phising e malwares. Com ele você pode fazer exames automáticos em busca de problemas em relação à segurança, além de outras ferramentas como a de limpeza de sistema.

AVG Antivirus Free

Ótima opção para quem não quer ou não pode gastar em um software pago. Traz um bom desempenho a phising e faz o trabalho de examinar o computador para procurar problemas de segurança. Além disso, conta com uma ferramenta que previne que você seja rastreado por sites.

Bitdefender

Ele é o mais discreto e roda no background, exigindo mínimas configurações e perfeito para quem não entende muito de tecnologia. Já está há algum tempo no mercado e remove arquivos maliciosos, além de proteção contra malwares e phising.

Check Point ZoneAlarm

Traz um firewall resistente para a navegação, além da opção de colocar arquivos em nuvem, com até 5 GB, proteção de identidade e monitoramento em tempo real.

Panda Free Antivírus

Não tão conhecido, o Panda Free Antivírus é um dos melhores antivírus gratuitos que se tem disponível. Os responsáveis por ele afirmam que o programa consegue resultados de benchmark até melhores dos que os softwares pagos concorrentes. Realiza serviço de monitoramento, disco de recuperação, além de análise da USB.

Kika Akita


Canais de famosos cresce a cada dia. Atores compartilham vídeos sobre viagens e seu dia a dia.

Ao passo que as emissoras de televisão vão perdendo uma audiência cada vez maior, o YouTube vai seguindo abocanhado uma parcela sempre crescente de um público bem significativo. Em uma pesquisa divulgada recentemente pela empresa de Consultoria Nielsen, que foi encomendada pelo Google, foi constatada que a audiência do YouTube é maior do a de qualquer emissora de TV em atividade nos Estados Unidos. A fatia maior fica entre o público que tem entre 18 e 49 anos. Já no Brasil, a Provokers realizou uma pesquisa nesse sentido. Segundo a pesquisa feita para o Brasil, a audiência do YouTube já é maior do que aquela que é obtida pelos canais de TV pagos. Apesar de ainda não ter superado a televisão aberta, a plataforma do Google continua seguindo firme nesse sentido.

Esses dados explicam, ao menos em parte, um novo movimento que tem crescido por aqui: A criação de novos canais no YouTube onde os principais “apresentadores e protagonistas” são os atores.

De uma forma geral esses canais tem um nome jovem, aspecto que deixa claro a intenção de conquistar o público nessa faixa. Foi exatamente isso que ocorreu com Caio Castro. No mês de novembro o ator lançou um canal que carrega o seu próprio nome. Nele, Caio apresenta, em especial, os bastidores de viagens e vídeos sobre a prática de esportes.

Caio afirma que sua ideia era compartilhar de alguma maneira suas experiências em uma viagem que ele fez para a Califórnia. De acordo com ele, muita gente pede para contare mais sobre sua vida e seus gostos. O ator destaca que tomou gosto pela coisa e vai continuar a gravar novos episódios.

Já a atriz Julia Faria, que recentemente estava no ar na novela "Haja Coração", também criou um canal todo seu. A jovem, que já conta com milhares de seguidores no Instagram, resolveu aproveitar a popularidade da plataforma de vídeos do Google.

O canal de Juliana já está no ar a dois meses. A atriz compartilha com os fãs e interessados vídeos sobre viagens. Um dos vídeos do canal mostra uma viagem da atriz a Chapada dos Veadeiros, no estado de Goiás.

No Brasil uma das pioneiras nessa migração de mídias foi a cantora e também blogueira Sophia Abrahão. O canal de Sophia já está no ar desde o ano de 2009 e conta com uma média mensal de cerca de 4 milhões views.

Clique aqui e conheça o canal de Caio Castro Oficial

Por Denisson Soares


Supercomputador será capaz de executar em 130 petaflops, ou seja, terá a capacidade de efetuar 130 quatrilhões de cálculos por segundo.

Quando falamos ou escutamos falar sobre avanços tecnológicos, inovação, qualidade e eficiência, o que vem a nossa mente é o Japão. Um país que se reinventou depois das guerras e perdas catastróficas que tiveram naquela época.

Buscou de todas as formas estarem sempre inovando com soluções para melhorar a qualidade de vida de sua população. O Japão está muito a frente de muitos países quando o assunto é tecnologia. E sempre vemos notícias de suas novas invenções tecnológicas.

Há pouco tempo, o mundo se surpreendeu com a rapidez que reconstruíram uma avenida que havia aberto uma enorme cratera. Um grande buraco de 450 m2 que engoliu cinco pistas de uma vez. E após uma semana, a avenida já estava intacta como se nada houvesse ocorrido.

E agora qual é a noticia da vez?

São incríveis, eles não param de apresentar inovações ao mundo. A expectativa agora são os planos da construção de um “supercomputador”, mas não apenas super, e sim o mais potente do mundo.

O plano desta ambiciosa construção vai além do imaginário. Representa um avanço da tecnologia e a reafirmação da posição do país mais tecnológico do mundo. Isso porque China e Coreia do Sul têm representado muito bem este setor da tecnologia no continente asiático.

O investimento de 19,5 bilhões de ienes, equivalente a US$ 173 milhões de dólares ou R$ 592 milhões de reais. Este valor é para custear o projeto da construção de uma máquina capaz de executar em 130 petaflops, traduzindo, tem a capacidade de efetuar 130 quatrilhões de cálculos por segundo, um absurdo!

A China atualmente é responsável pelo computador mais potente do mundo. Em junho deste ano inaugurou suas atividades com o "Sunway TaihuLight" que chega até 93 quatrilhões de cálculos por segundo. Ou seja, o Japão tem a ambição de construir um computador com 40% mais potencia em relação ao supercomputador Chinês.

O supercomputador japonês será disponibilizado para as empresas locais (Japão), conforme anunciou o diretor do Instituto Nacional de Ciência Industrial Avançada e Tecnologia, por um valor não determinado, com o objetivo de evitar o que vem acontecendo atualmente. As empresas locais, para processar grandes quantidades de dados, recorrem ao Google e a Microsoft, companhias americanas.

Avanços em inteligência artificial, nada mais do que ser um dos objetivos deste supercomputador, fazer uso da técnica em que cria sistemas capazes de imitar a forma em que o cérebro humano aprende novas informações, ir além disso, realizar tarefas sem depender da interação do ser humano.

Quando vai acontecer? A previsão é para o ano de 2017. Até o momento não há informações sobre quais componentes serão utilizados neste supercomputador.

Por Marcio Ferraz

Supercomputador do Japão


Seu notebook pode estar com os dias contados com a nova tecnologia do iPad Pro, o novo tablete da Apple com suporte para lápis inteligente e teclado que o torna um autêntico notebook.

O novo iPad Pro da Apple é multifacetado e consegue realizar tarefas diárias com seu processador Apple A9X, sem deixar o usuário na mão. O aparelho mostra alto desempenho como editor de planilhas, documentos e fazer pequenos vídeos. Além disso, você pode usá-lo nos momentos de lazer e executar jogos ou reproduzir vídeos.

O preço inicial do aparelho é R$ 4.999 mil, mas vale a pena porque o iPad Pro foi avaliado pela INFOlab e tem um tamanho bem convencional de 9,7 polegadas. Tornando o produto de fácil manuseio com a tecnologia de seu processador. Para quem necessita de uma tela mais espaçosa, existe o iPad com display de 12,9 polegadas, a versão é semelhante ao laptop e o manuseio é o mesmo.

Aparentemente o Pro teve poucas mudanças, pois seu peso continuou igual ao iPad Air 2, 437 gramas. A resolução da tela também continua igual, 1536 por 2048 pixels e densidade de 264 pixels. Mas as semelhanças param por ai e logo se nota a potência do som do novo modelo da Apple, são quatro alto-falantes: dois na parte superior e dois na inferior. Seu áudio é maior que qualquer outro tablet. O volume do aparelho é perfeito e não apresenta distorções no som.

Quanto ao aplicativo Basemark OS II oferecido para testar o desempenho do Pro, o terceiro lugar entre os de maior potência mundial é uma demonstração de sua alta qualidade. A marca alcançada foi de 3153 pontos e na web, a pontuação foi menor.

Sua câmera é igual a do iPhone 6s e tira fotos de 12 MP, os vídeos gravados tem resolução 4K e as fotos 63 MP. A câmera possui recurso da ‘foto viva’, ou seja, na hora do clique da foto também grava um vídeo de 3 segundos e dá para ver quando tocamos na foto.

Recursos e Acessórios

Ao configurar seu iPad ele vai mostrar a Siri ativa, você diz “Hey, Siri” e a assistente pergunta se precisa de ajuda. O teclado foi feito na medida certa para o Pro, chama-se Smart Keyboard e basta aproximar e já funciona. Quanto a bateria, não foi das que ficaram em primeiro lugar no teste, mas mesmo assim vale a pena ter o modelo.

Por Ruth Galvão


A Apple lançou seu novo notebook com versões de telas de 13? e de 15?.

Enfim, a Apple resolveu apresentar oficialmente o novo MacBook Pro. Com isso a curiosidade de alguns, a expectativa de outros e angústia de uns poucos também chega ao fim. O novo aparelho traz um design bem atualizado o que acabou por confirmar a veracidade dos rumores que andaram pela rede a respeito da substituição que poderia ser feita em todo o teclado físico. A troca das teclas físicas foi feita pelo chamado Touch Bar. Um painel de retina situado no topo do teclado. A exclusão de teclas foi generalizada. Até a famosa “ESC” teve que desaparecer para dar lugar ao painel.

A Apple lançou seu novo notebook com versões de telas de 13” e de 15”. Em comparação com os modelos anteriores eles também estão relativamente mais leves e finos. Tudo foi anunciado pela fabricante na última quinta-feira, dia 27.

A pouco falamos da espessura do MacBook Pro. A título de curiosidade estes são os aparelhos mais finos já feitos até então pela Apple. A fabricante está disponibilizando modelos nas cores grafite e prata.

Outro ponto interessante de se chamar a atenção é que o novo aparelho chega ao mercado com o Force Touch que, para quem não sabe ou não se lembra, possui a capacidade de medir a intensidade do toque do usuário para determinadas ações. O trackpad Force Touch ainda ganhou um novo desenho e além disso está maior. Uma estreia no aparelho é a presença da segunda geração das teclas “tipo borboleta”.

Lá atrás falamos sobre o tamanho das telas. Pois bem, a opção com 15 polegadas possui um brilho melhor, um contraste mais equilibrado e mais cores. O processador que integra o dispositivo é um Intel Core i7 quad-core. Vamos encontrar também a placa Radeon Pro, SSD Superfast de 256 GB. Também há a alternativa com 512 GB (neste caso ela pode chegar até 2 TB).

No caso da versão de 13 polegadas o processador é um dual-core da Intel, o i5. A placa é a Intel Iris Graphics e por fim, temos um SSD Superfast de 256 GB. Ambos os modelos têm quatro entradas USB-C, contando ainda com um adaptador destinado para entradas USB e HDMI.

Em uma rápida parceria com a LG a Apple ainda criou alguns acessórios com o objetivo de turbinar o aparelho como algumas opções de monitores e caixas acústicas.

Além do Touch Bar com o Force Touch e das configurações citadas, os novos modelos ainda receberam um sistema de som Hi-Fi. O áudio agora está mais potente e preciso. Um aspecto que tem chamado a atenção nas novidades é o fato de que a Apple garantiu que as baterias dos notebooks podem durar até 10 horas.

Já sobre os preços eles oscilam partindo de R$13.899 podendo chegar até R$21.999.

As duas novidades ainda não têm data de chegada ao Brasil.

Por Denisson Soares

Novo MacBook Pro da Apple

Novo MacBook Pro da Apple

Fotos: Divulgação


Modelo alia boa performance com um design arrojado.

Se você já teve de carregar um computador pesado (2Kg ou mais) sabe que não é tarefa fácil – o incômodo é grande quando se trata de ter que trabalhar no dia a dia. Aí entra o Samsung S50. A leveza e a performance do Samsung S50 fazem deste notebook um dos mais aceitos no mercado de informática. Para quem gosta de uma máquina com boa performance aliado com um design arrojado, essa é uma excelente opção para quem está pensando em comprar um notebook para o trabalho profissional. Com um valor competitivo, o valor sugerido do produto é de R$ 6.499,00, tendo em vista os seus concorrentes, como é o caso do Dell XPS 13, que sai por mais de R$ 8 mil.

O seu design tem um revestimento metálico, o que torna o computador resistente aos manejos do quotidiano profissional. Seu peso é de 860 g, com 1,34 cm de espessura. Testes demonstram que sua estrutura é bem firme e estável.

Uma das características dessa versão é o teclado com retroiluminação, o que facilita na digitação em ambientes menos iluminados (pode ser ajustado conforme o ambiente). A bateria garante uma autonomia de 10 horas de uso, sem ter que estar conectado à energia elétrica. A tela em Full HD traz uma experiência de qualidade na resolução gráfica em qualquer tipo de ambiente.

Com relação ao suporte, o notebook vem com o Suporte Técnico Gratuito, o S-Service (via telefone ou chat), sem limite de validade, um apoio para resolver os problemas e dúvidas mais comuns.

Configurações do notebook Samsung S50:

  • Intel® Core™ i7 6500U (2.5 GHz até 3.1 GHz 4 MB L3 Cache)
  • Windows 10 Home
  • Memória: 8 GB LPDDR3 1866 MHz
  • Tela: 13.3" LED Full HD (1920 x 1080)
  • Armazenamento: 256 GB SSD
  • Multimídia: Autofalantes 3 W estéreo (1.5 W x 2); SoundAlive™; Microfone integrado; Webcam HD (720p)
  • Teclado: Teclado US-International Retroiluminado
  • Alimentação: Fonte Adaptadora AC 40 W; Bateria 30 Wh
  • Cor: Prata

Avaliação: Como dito antes, o design e a performance é o atrativo do notebook. No quesito portátil, é superleve e prático para se manejar. Pronto para quem tem de trabalhar no dia a dia com um computador às mãos.

Por Cristiane Magalhaes

Samsung S50

Samsung S50

Fotos: Divulgação


Novo modelo possui design inovador e características ideais para quem quer um aparelho que responde aos comandos rapidamente.

O Notebook Acer Swift 7 ganhou destaque na Feira de Tecnologia Europeia de 2016. O Swift 7 possui um design inovador e características ideais para quem quer um aparelho que responde aos comandos rapidamente. Ultrafino, o lançamento da Acer é feito de alumínio, o que garante leveza ao notebook.

A tela do Acer Swift 7 é de 13,3 polegadas. Além de ser Full HD, a tela conta com sistema anti-risco e proteção Corning Gorilla Glass. 

Em termos de processamento, o Swift 7 vem com processadores da 7ª geração da intel, i5. A memória RAM do note é de 8 giga bytes – o que garante resposta rápida aos comandos do usuário. No caso da memória de armazenamento de dados, são 256 Giga Bytes.

Outro fator positivo do Acer Swift 7 é a autonomia energética. O dispositivo funciona durante nove horas com apenas uma recarga. Além, conta com som Dolby Áudio Premium. O som de alta qualidade e a tela Full HD garantem ótima experiência para os amantes de filmes e séries.

Como o notebook é revestido por alumínio, o peso é bem inferior aos demais dispositivos. O Swift 7 pesa 1,1kg e o design ultrafino possui menos de 1 centímetro de espessura. É, literalmente, um notebook que cabe na mochila e não pesa. A espessura total do novo lançamento da Acer é de 9,98 milímetros.

Em termos de conexão, o Swift 7 incorpora um novo modelo de recpção da conexão Wi-fi. Assim, ganha-se em até três vezes velocidade na troca de dados e navegação.

As especificações do Acer Swift 7 foram desenvolvidas para pessoas que utilizam o notebook no dia-a-dia. Aqueles que precisam carregar consigo o aparelho em todo lugar. Ultrafino, leve, com design moderno, processamento de 7ª geração Intel, Corning Gorilla Glass, Full HD, Som Dolby Premium, Conexão Wi-Fi otimizada e resposta de comando rápida. Essas características fizeram do Acer Swift 7 destaque na IFA 2016.

Por Matheus Griebeler

 

Acer Swift 7


Nova geração de notebooks conta com telas de 13 e 15 polegadas, além de outras configurações interessantes.

A empresa Dell anunciou a nova geração de notebooks no formato 2 em 1 lançando a linha Inspiron 5000, que tem telas entre 13 e 15 polegadas, além de trazer diversas tecnologias avançadas, como a sexta gerações de processadores da marca Intel e reconhecimento facial. Além disso, também há a linha Inspiron 3000, que conta com modelos com tela de 11 polegadas.

Os computadores Dell Inspiron 5000 contam com uma tela sensível ao toque e Full HD, além de um novo desenho, com acabamento em cinza escuro. O peso é de apenas 1,62 kg para o modelo que tem 13 polegadas e armazenamento em SSD. Atribuído com medidas compactas da um aspecto de alta portabilidade para os aparelhos que disponibilizam uma autonomia que pode chegar a 9 horas de uso contínuo, através de apenas uma única carga.

Esta linha Inspiron 5000 proporciona um sistema de rotação de tela, de 360 graus, que faz com que o dispositivo possa ser utilizado de quatro modos: tablet, notebook, tenda e apresentação. Há opções com memória de até 8GB e armazenamento de 500GB ou então 1TB em opção com SSD. Os possui alto desempenho, através do uso de processadores de 6ª geração do Intel Core i3, i5 e i7.

Ficha técnica:

 Dimensões:

· Largura: 32,4 cm

· Profundidade: 22,48 cm

· Altura: 1,95 cm

· Peso: a partir de 1,62 kg

Processador: sexta geração do Intel Core i3, i5 ou então i7

Placa Gráfica: HD Graphics 520 Intel

– Tela:

Tamanho: 13,3 polegadas

Tipo: Touchscreen LED (amplos ângulos de visão)

Resolução: Full HD (1920 x 1080)

– Memória RAM: 8 Giga Bytes

– Características para digitação: Teclado retro iluminado no padrão ABNT2

– Hard Drive: HDD com 500GB ou então 1TB tendo opção com SSD

– Sistema Operativo: Windows 10 Home

– Portas de comunicação, conta com:

· 2 USB na velocidade de 3.0

· 1 USB na velocidade 2.0

· 1 conexão para microfone e fone de ouvido

· 1 leitor de cartão SD

· 1 porta HDMI 1.4

Rede:

· Bluetooth 4.0 (2.4/5.0 GHz) (2×2)

· Wireless 1820 WiFi padrão 802.11ac

Alimentado por bateria de 3 células com 42 Wh (integrada)

Além de tudo isso, oferece garantia Premium Support e Serviços profissionais.

Também a Dell anunciou a nova linha de notebook destinadas a jogadores de game: o Dell Inspiron 15 Gaming, que conta com chip gráfico NVIDIA e obviamente uma configuração de hardware muito boa para dar aos gamers um alto desempenho.

Por Filipe Silva

Dell Inspiron 5000


Notebook é ideal para games e roda até jogos de realidade virtual.

O notebook Titanium G1545 Iron da Avell é lançado com o que existe de melhor no mercado – quando o assunto é games. A Avell investiu pesado para oferecer um note que rode até jogos de realidade virtual. Placa de vídeo NVIDIA Ge Force GTX 1060 CPU, 2 TB de armazenamento, 15,6 polegas de tela Full HD ou 4K e processador de 7ª geração Intel Core.

Com placa de vídeo NVIDIA Ge Force GTX 1060 CPU e 6 GB dedicados, não existe jogo que trave enquanto está rodando no Titanium. O computador possui resposta rápida e o mais moderno processador: um Intel Core de 7ª geração i7. Em termos de Skylake, são 2,66 Hz. O lançamento da Avell conta ainda com três coolers para resfriar essa capacidade de processamento.

Em termos de armazenamento de dados, são incríveis 2 TB. Dois TB equivalem a 2000 GB de memória. Com tanta memória é possível instalar milhares de jogos e filmes no seu PC. Serve para aqueles que não conseguem se desfazer dos dados. O Titanium G1545 Iron tem espaço para tudo isso e mais.

Em termos de tela, são 15,6 polegadas com imagem Full HD. Caso o cliente queira, existe a opção para qualidade de imagem 4K – equivalente ao olho humano. A 4K é a tecnologia de definição mais moderna existente. O investimento em definição de imagem está na direção do intuito da Avell: fazer um note que proporcione a melhor experiência possível em games.

Todas essas configurações não poderiam pesar pouco. A espessura do notebook Titanium Iron é de 2,5 cm. Em termos de peso, são 2,5 kg. A Avell oferece um ótimo sistema de garantia para os clientes. São 3 anos de garantia para serviços e mão de obra e 1 ano de garantia completo: envolvendo peças e mão de obra.

Para levar um Avell Titanium G1545 para casa é preciso desembolsar no mínimo R$ 7.200. Existem configurações e peças que podem ser acrescidas ao notebook, como é o caso da tela de Full HD para definição 4K. Essas alterações incrementam o valor final do produto.

Maiores informações, compra e mais detalhes sobre o Avell Titanium G1545, basta acessar esse link.

Matheus Henrique Griebeler


Confira aqui as principais configurações e preço do novo notebook Lenovo Ideapad 310.

O Ideapad 310 80UH0000BR é o mais novo lançamento da Lenovo. Sucessor do Ideapad 300 (que parecia possuir o chip gráfico incompatível – insuficiente e inferior – com o restante do notebook), o IdeaPad 310 traz nova GPU e memória RAM DDR4.

Carregando as dimensões de 37,9 cm de largura, espessura de 2,2 cm, 26 cm de profundidade e 2,3 kg, o IdeaPad 310 tem sido destacado como notebook ideal para os chamados workaholics. A respeito de velocidade, o 310 vem equipado com processador Intel Core de 6ª geração (i3, i5 e i7), Skylake, que tem TDP de (apenas) 15W e seu clock chega até 2.8GHz, além do cache L3 ser de 3MB.

O aparelho tem tela HD retroiluminada por LEDs, com 15,6 polegadas e resolução HD de 1366×768 pixels. Ele opera com Windows 10 e tem alto falante com áudio Dolby (som surround).

O notebook possui drive óptico, ou seja, lê e grava CD's e DVD's, além de ficar ótimo quando aplicado o SSD – sem perder o HD principal. A bateria se trata de 2 células com 36Wh. Ele também roda jogos e programas profissionais de maneira adequada (jogos na resolução nativa de 1366×768 pixels).

O IdeaPad 310 está disponível, no site da Lenovo, na cor prata, com preço sugerido de R$ 2.299,00 (a versão com 4 GB e processador i3) e R$ 2.999,00 (versão com 8 GB e processador i5). De informações adicionais, destacam-se as presenças de: leitor de cartões 2 em 1 (SD e MMC); Bluetooth 4.1 e Wi-fi AC; 2 entradas USB 2.0 e 1 entrada USB 3.0; 1 entrada VGA; 1 entrada HDMI; Placa de vídeo GeForce 900MX 2GB.

Encontra-se o Lenovo IdeaPad 310 a partir de R$ 2.485,00 com pacote Office incluso. Na loja Fast Shop, também com Office de brinde, o valor do 310 está R$ 2.568,00. Já na ShopTime o valor é de R$ 2.699,00 (versão com i7 6500U). A memória RAM pode ser de 4 GB ou 8 GB, com armazenamento interno de até 1 TB.

O IdeaPad 310 da Lenovo é o 1º do Brasil a possuir a placa gráfica NVidia GeForce 920MX de 2GB. Diversos sites do segmento tecnológico avaliam, entre 1 e 10, a nota de custo-benefício do aparelho acima de 9.


Aprenda aqui como tirar o print da tela no notebook.

A opção de captura de tela é utilizada em qualquer plataforma digital e com o Windows não poderia ser diferente. Se você quer ou precisa compartilhar alguma foto ou informação que esteja na tela de seu notebook, o print é uma maneira mais fácil e conveniente para se fazer isso. Neste artigo mostraremos algumas maneiras diferentes para capturar uma imagem do seu notebook.

Tirar screenshots rápidos com o Print Screen (PrtScn)

O botão Print Screen que se encontra no teclado de seu notebook é capaz de capturar uma imagem e guarda-la como um arquivo do computador ou fazer uma captura de tela utilizando apenas uma janela (em vez de toda a tela). O botão print screen pode ser rotulado como "PrtScn", "PrntScrn" ou algo similar.

Na maioria dos teclados, o botão é normalmente encontrado entre o F12 e o Scroll Lock. Em alguns teclados de notebook, você terá que pressionar a tecla "Function" ou a tecla "Fn" para acessar o recurso Print Screen. Quando você pressionar a tecla, a imagem será diretamente armazenada na área de transferência de seu notebook.

Para salvar sua imagem como um arquivo

Pressione a tecla "logotipo do Windows + PrtScn. Em alguns notebooks e outros dispositivos, você terá que pressionar a tecla "logotipo do Windows + Ctrl + PrtScn" ou "tecla do logotipo Windows + Fn + PrtScn”. Verifique o manual de seu notebook para mais informações.

A tela vai escurecer por um momento e você vai ver a imagem aparecer como um arquivo em uma pasta intitulada "Imagens", dentro da pasta "Imagens" padrão. A imagem é automaticamente rotulada com um número.

Para capturar uma imagem de tela sem salvar

Pressione a tecla "PrtScn". Uma captura de tela do seu monitor agora será copiada para a área de transferência. Abra o seu editor favorito de imagem, processador de texto ou outro programa que deseja usar a imagem em seu notebook. Escolha a opção Editar>Colar para colar a imagem onde quiser. As dimensões da imagem serão as mesmas que a resolução da área de trabalho. Nota: Em alguns notebooks e outros dispositivos, você vai ter que pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn" para conseguir finalizar o processo.

Para uma captura de tela de apenas uma janela

Clique na barra de título da janela que você deseja capturar. Pressione "Alt + PrtScn". Uma captura de tela da janela ativa no momento será copiada para a área de transferência, assim como na última sessão. O próximo passo é colar em seu editor de imagem favorito ou editor de documentos. Nota: Em alguns laptops e outros dispositivos, você novamente precisará pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn”, verifique corretamente o manual do seu notebook para mais informações.

Tirar screenshots mais flexíveis com a Ferramenta de Recorte

A ferramenta Snipping tem sido muito utilizada pelo Windows para capturar imagens. Esta ferramenta foi incluída pela primeira vez no Windows Vista e nunca recebeu qualquer atualização, além de algumas correções de bugs. A ferramenta de recorte pode tirar screenshots de uma janela aberta, área retangular, uma área de forma livre ou a tela inteira. Você pode personalizar os seus recortes com canetas de cores diferentes ou um marcador e salvar como um arquivo de imagem ou MHTML.

A Ferramenta de Recorte no Windows Vista, 7 e 8 tem uma limitação: não é possível capturar screenshots que envolvam movimentos do mouse. Para capturar algo que envolve o movimento do mouse, como menus e dicas de ferramentas pop-up, você terá que usar o método Print Screen.

No Windows 10, a Ferramenta de Recorte tem uma nova opção "Delay", que permite capturar screenshots como pop-up, menus e dicas de ferramentas. Abra o aplicativo Ferramenta de Recorte e clique Delay. A partir da lista drop-down, clique sobre o número de segundos que você gostaria de esperar até que a sua imagem é tomada.

Agora escolha o tipo de recorte que você quer fazer, clicando na seta ao lado; Você poderá escolher entre um dos quatro tipos de snip de forma livre, retangular e em tela cheia.

Ao contrário de um recorte regular, a tela não vai desaparecer imediatamente. Em vez disso, você terá que esperar de 1 a 5 segundos, dependendo do atraso que você escolheu, para configurar seus screenshots. Você pode usar esse tempo para abrir o menu pop-up ou dica de ferramenta que você deseja capturar. Uma vez que seus segundos se passaram, a tela irá congelar para que você possa criar o seu recorte. Se você escolheu janela ou em tela cheia, ela só vai capturar o recorte imediato.

Paulo Naylan Chaves Freitas


Confira aqui as configurações e o preço do novo notebook corporativo da Samsung.

Potente, leve e fino. Essas são algumas das características usadas para definir de uma forma bem resumida as principais qualidades do Samsung S40. O notebook de ponta chega ao mercado com Windows 10 e design que chama a atenção. Aliás, esse último detalhe pode enganar muita gente já que nem sempre eficiência e estilo andam de mãos dadas.

De qualquer forma, com todas as qualidades que se tem apontado sobre este notebook, uma coisa é certa: O preço não seria baixo. Para ter um o consumidor terá que desembolsar R$ 6.500. Abaixo separamos alguns pontos para você analisar melhor esse aparelho.

Para começar o Samsung S40 conta com uma tela de 12,2 polegadas. A tela traz uma resolução WQXGA, sendo 2.560 x 1.600 pixels que a título de curiosidade é algo muito pouco visto no mercado. Mas esse ponto vai agradar aqueles consumidores que gostam de assistir filmes ou usar editores de imagens a exemplo do Photoshop.

A Samsgung apostou muito na elegância do aparelho. A presença de um revestimento em metal e em alumínio que dá uma sensação de plástico ao toque são destaques nessa parte.

Mas para não abrir mão da elegância, a marca teve que optar por deixar de lado certos "itens" do aparelho. Um deles é a entrada de cartão SD. Isso é um problema já que as pessoas que usam máquinas digitais não poderão transferir as mesmas para o aparelho conectando diretamente. Para isso terá que apelar para outros metódos como o Wi-Fi.

O Samsung S40 conta ainda com uma configuração tida como bem interessante para o dia a dia. Mesmo assim não podemos considerá-lo como um equipamento com alto desempenho. O que justifica isso é a presença do processador Intel Corel M, que não possui tanta capacidade quanto o i5 ou o i7.

Bom, mesmo não sendo um equipamento que deixe a desejar, algumas atividades poderão ficar prejudicadas ao serem realizadas nesse notebook, a exemplo de profissionais que atuam na área de programação.

O S40 conta também com um recurso interessante: o touch logon. Ou seja, dá para substituir a senha que se usa para acessar o sistema por um desenho padrão que pode ser feito no touch pad.

Ainda vamos encontrar 8GB de memória RAM e 256 GB para armazenamento SSD, o que permite a transferência de arquivos e execução de programas com uma velocidade bem maior do que o HD convencional.

Para fechar, o S40 é um aparelho que vale a pena mesmo considerando o custo alto. O visual e principalmente a potência compensam para um dispositivo para o dia a dia e de quebra ele ainda fica com a posição de ser o notebook topo de linha com preço mais em conta… Ao menos por enquanto.

Por Denisson Soares


Aparelho pode ficar até 60 minutos embaixo d\’água e conta com display de 7,8 polegadas.

A empresa de tecnologia Amazon, na maioria das vezes é lembrada por seu leitor eletrônico e também por ser uma das pioneiras no segmento. Este fato faz com que os concorrentes melhorem seus dispositivos com recursos diferenciados. É o que ocorreu com o Kobo Aura One, um novo leitor eletrônico com capacidade de ficar 60 minutos embaixo d’água e um display e-ink de 7,8 polegadas.

Sem contar o fato do aparelho ser à prova de água, o leitor tem boas especificações. Possui um peso de 226 gramas, com uma espessura de 6,9 milímetros, além de ter 8GB de armazenamento interno. De acordo com a companhia, a bateria dura até um mês sem que seja necessário recarregar.

A maioria dos e-readers possuem tela iluminada, mas o novo Aura One agora conta com recursos diferentes para leitores, que são derivados de smartphones, para que o display possa ser personalizado. O aparelho, por exemplo, adéqua a iluminação da tela de acordo com a luz ambiente detectada. Outra função que veio dos telefones móveis é a iluminação que é alterada depois que o sol se põe, como funciona nos aparelhos da Apple num recurso chamado Night Shift. A ideia é que o leitor realize a atividade no período noturno sem que as luzes tirem seu sono.

O leitor eletrônico Aura One, nos Estados Unidos, irá ser integrado com o serviço OverDrive, que realiza empréstimo de livros. Isso que dizer que o usuário terá a oportunidade de realizar empréstimos de livros em uma livraria local. Óbvio que não deverão ser disponibilizados muitos títulos recentes e também há um tempo de empréstimo, mas é uma vantagem, assim não precisando assinar o serviço da Amazon.

O novo Kobo Aura One será lançado no mercado estadunidense no dia 6 de setembro no valor de 230 dólares, o seu principal rival, Kindle Oasis, é vendido por 290 dólares, já no mercado brasileiro, o valor sugerido será de 1.399 reais. Levando em consideração os recursos, o aparelho é sem dúvida top de linha e deve ser vendido por aproximadamente mil reais, caso venha a ser lançado por aqui.

A Kobo já está presente aqui no Brasil e comercializa seus aparelhos por meio da Livraria Cultura. De acordo com a assessoria da livraria, o dispositivo chegará aqui no primeiro semestre do ano que vem.

FILIPE R SILVA


As câmeras de vigilância que ficavam situadas no quarto da criança foram invadidas e os hackers começaram a transmitir as imagens que eram capturadas no interior do quarto por meio de servidores livestreaming na internet.

Nunca é demais falarmos de privacidade na internet. A cada dia ela tem se tornado algo cada vez mais preocupante para as pessoas e chamado a atenção especial para uma classe ainda sem muita defesa: as crianças. Bem a pouco tempo começaram a circular na rede questionamentos sobre o Pokémon GO já que o game lançado recentemente pela Nintendo exigia permissões demais na visão de alguns para o acesso ao mesmo. Agora, os pais têm mais uma preocupação, o Minecraft.

Em Houston, no Texas (EUA) um caso chamou a atenção da mídia e serviu para abrir os olhos de muita gente por aí. Tudo por causa da invasão de privacidade. E o pior é que aqui uma criança é que foi exposta. As câmeras de vigilância que ficavam situadas no quarto da pequena foram invadidas e os hackers começaram a transmitir as imagens que eram capturadas no interior do quarto por meio de servidores livestreaming na internet. Curiosamente algo bem parecido acontece logo em um dos primeiros episódios da série de televisão CSI Cyber.

Jennifer, a mãe da criança teve uma boa ajuda do acaso e da sorte aqui. Uma outra mãe que estava há vários quilômetros de distância, Shelby Ivie, navegando pela internet acabou encontrando o livestreaming do quarto da criança. Curiosamente Shelby estava buscando por imagens (ao vivo e por satélite) de seus próprios filhos.

Por meio de um aplicativo chamado “Live Camera Viewer“ que aponta vários feeds em diversos lugares do mundo como eventos de esporte e cruzamentos de ruas é que a nossa segunda mãe acabou achando as imagens da filha de Jennifer.

Shelby não pensou duas vezes e meio que sem saber o que fazer para encontrar a mãe da criança ela começou a compartilhar o material em grupos de Houston. Com isso, as imagens acabaram chegando a Jennifer que por sua vez contratou uma firma de consultoria para ir a fundo na questão. E a firma de segurança conseguiu descobrir o culpado: o Minecraft.

Ao que parece quando a criança de oito anos baixou o Minecraft para o iPad foi questionada por um “nome de servidor”. Sem saber o que realmente era a criança buscou na internet por nomes de servidores no YouTube e acabou configurando o jogo para conectar com qualquer server.

Foi através do IP do iPad da criança que os hackers conseguiram invadir o roteador (que por sinal ainda mantinha a senha e nome padrão) e consequentemente obtiveram o acesso às câmeras do quarto da criança.

Depois do episódio a própria mãe recomenda que outras prestem mais atenção no que seus filhos andam fazendo na Internet. Ela foi radical e cortou por completo o acesso de seus filhos à internet, ao menos até que tenham consciência dos riscos aos quais estão expostos.

Por Denisson Soares

Minecraft


Problema no Secure Boot deixa computadores vulneráveis a criminosos.

As vezes é impressionante o quanto achamos que grandes companhias, experientes, cheias de pessoas competentes, saibam fazer um serviço bem feito. Porém, não foi exatamente isso que a Microsoft mostrou recentemente quando resolveu deixar bem claro para o mundo inteiro o por que não é uma boa ideia criar back doors em sistemas seguros.

Vamos ao que interessa: Há pouco tempo, dois pesquisadores do setor de segurança que respondem pelos apelidos de @never_realeased e @TheWack0lianon no Twitter, divulgaram recentemente que criminosos podem ocasionalmente “driblar” o recurso Secure Boot presente no Windows em máquinas que sejam relativamente vulneráveis. Tudo foi divulgado em primeira mão pelo site especializado em tecnologia ZDNet.

O que pode acontecer?

Bom, caso a vulnerabilidade encontrada venha a ser explorada, ela iria acabar permitindo que os criminosos virtuais conseguissem efetuar o carregamento de todos os tipos de programas. Para se ter ideia da gravidade, seria possível carregar de bootkits e rootkits e até, acreditem, um sistema operacional inteiramente diferente ao que se encontrava na máquina.

Ainda de acordo com os pesquisadores, a Microsoft foi notificada por eles entre os meses de março e abril sobre o problema encontrado.

Mas o que é esse tal Secure Boot?

O Secure Boot resumidamente é um recurso proveniente da Unified Extensible Firmware Interface (UEFI). Ele foi adicionado pela primeira vez ao Windows na época da versão 8 (Windows). Bom, o Secure Boot tem a função de garantir que os componentes que estejam presentes no PC possam ser carregados quando a máquina é iniciada, tudo de uma forma confiável. Em outras palavras, o Secure Boot atua para evitar que softwares identificados como maliciosos possam ser carregados na máquina do usuário.

Só que é aí que entra a Microsoftm que infelizmente acabou por criar uma espécie de back door para o citado recurso, isso aconteceu por meio de uma política que garante que desenvolvedores possam carregar softwares sem que sejam necessárias as tradicionais verificações de integridade dos mesmos. Tudo bem que o objetivo da política criada pela companhia era boa. Afinal, a ideia era permitir que testes de várias builds do Windows pudessem ser feitas sem que para isso fosse preciso passar pelas verificações usuais.

Mas como se sabe (agora mais do que nunca), ter uma política tão aberta assim e completamente disponível para o público chamaria a atenção de alguém mal-intencionado e que com certeza poderia se aproveitar do fato.

De qualquer maneira, a Microsoft já liberou dois patches de segurança, em julho e agosto deste ano. Ainda assim, apesar de ajudarem no problema, eles não parecem que foram suficientes para resolver o problema por completo. Por via das dúvidas, o melhor é instalar os updates para garantir uma proteção um pouco maior, mesmo que ela não seja por completa.

Por Denisson Soares


Nova mesa digitalizadora da Wacom chega ao Brasil custando apenas R$ 349.

Fora de sua área de especialização, a Wacom não é muito conhecida. Mas o que importa mesmo é que a empresa é líder no setor de mesas digitalizadoras, canetas digitais e displays. Então, é bom termos um pouco de respeito por ela. A novidade anunciada recentemente pela empresa foi a chegada para o marcado brasileiro de um produto interessante que promete tornar mais acessível e “aumentar” a criatividade dos usuários. Estamos tratando aqui de uma mesa digitalizadora, a One by Wacom.

O produto já está disponível para a venda no país. Entre outras apostas da empresa estão a China e a Índia. A companhia tem se empenhado em apresentar tecnologias inovadoras que permitam estimular a criatividade, além de serem mais acessíveis às pessoas. A empresa ainda chama a atenção que está se dedicando bastante aqueles mercados onde as taxas de importação são altas.

Bom, a One by Wacom vem para o mercado com a finalidade de implementar a linha de mesas digitalizadoras da marca de uma maneira que seja simples e versátil. O objetivo é estimular mais e mais aqueles que querem se aventurar pelo mundo da criatividade levando para elas uma experiência que seja fluída. A One by Wacom é bem abrangente no que diz respeito ao seu uso. Os profissionais poderão usá-la basicamente para todo o processo criativo desde o desenvolvimento de artes digitais até a edição de fotos e personalização de documentos.

A mesa conta com dois tamanhos: Pequeno e médio. Ao todo são 1024 pontos de pressão que o usuário terá na ponta da caneta. O mais interessante é que o projeto da mesa levou em consideração tanto aqueles usuários que são destros quanto os canhotos.

Logo no início falamos sobre a questão de ser acessível. Pois bem, o preço da mesa da Wacom é de R$ 349,00. A empresa acredita que com um valor nessa faixa será mais fácil atingir estudantes da área ou novos usuários interessados nas tecnologias da empresa.

Com a One by Wacom a empresa quer aumentar a oferta para o público sendo que o foco se espalha por vários “setores” como os citados estudantes, consumidores eventuais dessas tecnologias, entusiastas e profissionais.

De qualquer forma, a One by Wacom se apresenta como um produto interessante e que vale a pena de ser conferido. Até pelo preço…

Por Denisson Soares


Novo e-reader chega mais potente e com mesmo preço que a versão anterior.

Se você gosta de ler, com certeza já deve ter ouvido falar dos dispositivos Kindle. Com aparência semelhante à de um tablet, o reader tem como objetivo armazenar uma grande quantidade de Ebooks, de modo que a experiência de leitura seja agradável, próxima a de um livro tradicional. Por essa razão, a 8ª geração já apresenta mudanças e está disponível para venda no Brasil, no site da Amazon.

Dispositivo promete agradar até mesmo leitores mais exigentes.

O aparelho possui vários diferenciais. É antirreflexo, de forma que mesmo locais com bastante iluminação não interferem na leitura. Além disso, é mais fino e leve do que as outras versões e não agride a visão, já que a sua tela, de toque sensível, é semelhante ao papel.

Nele é possível realizar leitura de maneira mais tranquila, já que não há notificações, como os tablets. Possui também iluminação específica para esse tipo de atividade, assim o sono não é prejudicado. A bateria duradoura é outro recurso interessante, pois com apenas uma recarga, é possível utilizá-lo por semanas ou até meses, dependendo da versão.

As imagens também podem ser localizadas, sem que você perca a página em que parou. Gosta de tomar notas? Não tem problema, já que nele é possível fazer isso, exportando essas informações para o seu e-mail. O dispositivo apresenta ainda conexão Wi-Fi e armazenamento de 4GB.

Estão disponíveis 4 versões do reader, conforme especificações a seguir:

– Kindle Básico

  • À venda por R$ 299,00.
  • Resolução de 167 ppi.
  • Peso de 161g.
  • Dimensões de 160 x 115 x 9,1 mm.
  • Disponível nas cores preta e branca.
  • Bateria pode durar semanas.

– Kindle Paperwhite

  • À venda a partir de R$ 479,00.
  • Resolução de 300 ppi.
  • Peso de 205g (Wi-Fi) ou 217g (Wi-Fi e 3G).
  • Dimensões de 160 x 117 x 9,1 mm.
  • Disponível nas cores branca e preta.
  • Bateria pode durar semanas.
  • Iluminação embutida (4 LEDs).

– Kindle Voyage

  • À venda por R$ 899,00.
  • Resolução de 300 ppi.
  • Peso de 188g.
  • Dimensões de 162 x 115 x 7,6 mm.
  • Disponível apenas na cor preta.
  • Bateria pode durar semanas.
  • Iluminação automática embutida (6 LEDs).
  • Tela com PagePress.

– Kindle Oasis

  • À venda por R$1.399,00.
  • Resolução de 300 ppi.
  • Peso de 131g.
  • Dimensões de 143 x 122 x 3.4-8.5 mm.
  • Bateria pode durar meses
  • Iluminação embutida (10 LEDs).
  • Tela com botões que permitem virar a página.

Bom, mesmo que você goste de ler livros tradicionais, essa pode ser uma opção interessante para inovar a sua leitura, já que terá diversas obras em um só aparelho.

Você tem algum Kindle? Pretende comprar um? Conte para a gente nos comentários!

Camilla Silva.


Aumento nas vendas de tablets coloca em risco o mercado de Notebooks.

O ano de 2017 não será aparentemente muito favorável para os notebooks. Os tablets mostraram que vieram para ficar, a prova disso é que o número de suas vendas, até o próximo ano, tendem a triplicar. Os notebooks substituíram os computadores para a população por ser portátil, porém, o tablet se mostrou ainda mais prático tanto para manuseio quanto para ser levado na bolsa, e com as mesmas funções do notebook.

A estratégia para as empresas dos notebooks, para não ficarem na desvantagem, é diminuir os preços dos aparelhos. A previsão, segundo estatísticas do NPD (Núcleo de Processamento de Dados) é um aumento de 185 milhões nas vendas.

Para quem está em dúvida se compra um ou o outro, ou até mesmo se substitui um pelo outro, é importante saber para quais fins utilizará o aparelho. Os computadores de mesa não desapareceram por serem menos portáteis que os notebooks porque para as empresas cujos funcionários necessitam das máquinas eles são mais viáveis e seguros. Ou seja, com seus benefícios e desvantagens, cada um tem suas particularidades.

Para entretenimento e comodidade:

Conforme dito, os tablets são facilmente portáteis e discretos, aumentando a segurança de quem precisa de um computador portátil para estudo ou trabalho. Para assistir filmes, séries, ler e estudar, os tablets são ótimos para serem levados na bolsa e para fotografar informações na faculdade ou no trabalho. A maior crítica em torno dos tablets é pela necessidade de digitar textos longos, pois o teclado touch não é o mais ideal. Já pensando nisso, há no mercado os tablets híbridos, ou 2 em 1, com teclado físico removível. Outro fator determinante é pela durabilidade da bateria do tablet ser maior que a do notebook e por ter entrada para USB de carregadores portáteis.

Para maior comodidade e desempenho:

Os notebooks oferecem maior plataforma para jogos que exigem maior desempenho e edições de vídeo. Para assistir filmes e séries em casa sem a necessidade de usar as mãos para apoio também, sem contar a entrada de DVD que o tablet não oferece. Apesar de possibilidade de utilizar mouse e teclado portáteis no tablet, algumas tarefas somente o notebook pode executar com precisão, como é o caso do bom funcionamento do Excel e questões específicas de navegação.

Jean Carlos Weber Andrades


Centros de Recondicionamento de Computadores dá aos jovens carentes a oportunidade de aprender uma profissão.

Os números não são nada animadores, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), “cerca de 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico serão descartados inadequadamente no planeta até 2017”.

Só no Brasil, são cerca de 1 milhão de resíduos eletrônicos, basicamente computadores descartados anualmente, sem uma lei específica que regule essa prática.

As causas desse excesso de resíduos eletrônicos são, entre outras coisas, os avanços da tecnologia na área de computação, que produz hardwares e softwares com alto poder de processamento de dados e que, por isso, tornam rapidamente obsoletas as máquinas.

No entanto, algumas iniciativas já vêm sendo feitas no sentido de minimizar os impactos negativos desses avanços tecnológicos, como as que acontecem no Canadá, por exemplo, onde a cada ano cerca de 1300 jovens e adolescentes são capacitados em informática através da reciclagem de computadores, que vão para o mercado ao valor irrisório de US$ 64,00. Mostrando que, sim, é possível através de esforços conjuntos diminuir os impactos ambientais provenientes dos avanços da tecnologia.

No Brasil, uma iniciativa do Ministério das Comunicações, através do decreto 7.462/2011, já autorizou a instalação dos Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs).

Nesse sistema, órgãos públicos, privados e pessoas físicas doam computadores usados e estes são recondicionados por jovens carentes de todo o Brasil.

Os números indicam que já são mais de 6 mil jovens que, através desse processo, formam-se em técnicos em computação, manutenção de micro, programadores, etc; muitos deles sendo introduzidos no mercado de trabalho.

E mais, graças a essa reciclagem de computadores, entre 10 e 12 mil equipamentos que seriam descartados são reaproveitados, gerando renda e contribuindo para a sustentabilidade; além de formarem o acervo de bibliotecas, laboratórios, escolas, cursos técnicos e demais instituições por todo o Brasil.

Uma ação que o meio ambiente agradece, pois são milhares de resíduos tóxicos que deixam de ser descartados inadequadamente (com os computadores sendo reutilizados), ganhando novas funções; além de gerar economia na produção de novos computadores.

Somam-se a isso, o ganho efetivo das indústrias do ramo da tecnologia mecatrônica, eletrônica, robótica e dos setores de reciclagem, que recebem material gratuito e ainda em bom estado de conservação.

Enfim, um contingente enorme de equipamentos que seriam inadequadamente descartados, são reaproveitados nesses Centros de Recondicionamento de Computadores, em sua imensa maioria constituídos por jovens carentes, que têm a oportunidade de aprender uma profissão, contribuir com o meio ambiente e, efetivamente, entrar no mercado de trabalho através desse processo de reciclagem de computadores.

Os contatos dos primeiros órgãos engajados nesse projeto, que tem a ver com o futuro sustentável do planeta e das próximas gerações, podem ser conferidos abaixo:

 

Vivaldo Pereira da Silva


Novo notebook é direcionado ao público gamer e possui ótima configuração.

Quem joga no computador sabe das diversas dificuldades que as vezes aparecem, afinal, quase que o tempo todo é necessário ficar fazendo upgrades na máquina para poder aproveitar a infinidade de jogos que saem todos os anos. Com o tempo os jogos acabaram ganhando novas engines. Consequentemente, uma placa de vídeo já não era suficiente. Passamos a usar duas ao mesmo tempo. Passamos de 4 GB de RAM para 16 GB. Tudo com a única finalidade de fazer com que os games rodassem em sua configuração máxima.

Com isso, não demorou muito para que os desktops ficassem enormes e sem falar na questão da mobilidade, tão fundamental atualmente. Foi aí que surgiu o mercado de notebooks voltados para gamers.

Esses aparelhos contam com um público mais específico. Geralmente são pessoas que não contam com muito espaço ou que ainda precisam de mobilidade, mas sem perder a potência do equipamento. Foi de olho nesse “setor” do mercado que a Dell resolveu se concentrar ao lançar o Inspirion 15 Gaming Edition. Só a título de curiosidade, no que diz respeito a notebooks para gamers, o Brasil ainda anda “passando necessidade”.

Uma das primeiras características que observamos no Inspirion 15 Gaming Edition é o seu visual. A fabricante desenvolveu o aparelho com um acabamento nas cores preto e vermelho e com um detalhe: Ele é emborrachado. Isso ajuda e muito a evitar danos na carcaça do aparelho como arranhões.

A traseira do notebook traz um plástico relativamente mais grosso. Esse ponto em um primeiro momento pode até passar a ideia de que é algo que fica em desarmonia com o resto da estrutura. Entretanto, sua função é bem específica. Ele ajuda na diminuição da temperatura no caso do usuário usar o computador no colo.

O display do Inspirion 15 é o Full HD da Dell. Ele segue o mesmo esquema dos displays da já conhecida linha Inspirion. Ou seja, cores atraentes, azul e vermelho bem nítidos e ainda tem o diferencial da tela anti-brilho. Em outras palavras, ele não deixa a desejar.

A novidade da Dell conta com o processador Core i7 com 2.6 GHz da Intel. Ele dá conta do recado e entrega uma experiência satisfatória.

Os 8 GB de memória RAM para alguns pode parecer pouco, considerando um aparelho voltado para jogos. Porém, é uma configuração que dá conta de rodar a maioria dos jogos em sua configuração máxima.

Com relação a placa de vídeo, a Dell decidiu optar por uma alternativa híbrida. Aqui vamos ter a Graphics HD 530 perfeita para as tarefas do dia a dia. Já para qualquer tipo de coisa mais pesada vamos encontrar a GeForce GTX 960M com 4 GB de memória.

Se comparado com os concorrentes, o Dell 15 7000 Gaming Edition até que não é caro. A opção com o i7 e 8 GB sai por R$5.999 no site da fabricante.

Por Denisson Soares


Apesar da constante queda nos números, consultoria acredita que em 2016 teremos um crescimento se comparado com 2015.

Mesmo com duros resultados sendo amargados nos últimos trimestres, tem gente afirmando que ainda há muito dinheiro rolando quando o tema é o setor de computadores pessoais. Ao menos é nisso que a Gartner acredita. A empresa de consultoria chama a atenção para algumas “saídas” para que os fabricantes de PCs possam garantir seus lucros.

Considerando os últimos cinco anos, as vendas em escala global de desktops e notebooks tiveram uma queda de 343 milhões de unidades no ano de 2012 para algo em torno de 232 milhões de unidades agora em 2016. Já no que diz respeito às receitas, lá em 2012 o mercado de computadores possuía um contrato de US$ 219 bilhões. Atualmente em 2016 a previsão é de que as receitas fiquem em US$ 137 bilhões, de acordo com alguns analistas.

Entre esses especialistas está a analista Meike Escherich. Segundo ela, o recuo nas vendas desse tipo de equipamento está ligado a aspectos culturais bem como migração tecnológica. Ela aponta que os computadores já deixaram de ser a primeira ou a única escolha dos usuários para o acesso à internet.

Empresas já famosas como a Toshiba, Sony, Samsung, Fujitsu e Acer chegaram a perder 10,5% de participação no mercado desde o ano de 2011. O cenário negativo não muda nem quando algo bom aparece. Neste ano, por exemplo, a Dell, a Lenovo e a HP chegaram a ganhar participação no mercado. Porém isso não foi o suficiente para evitar o declínio que vem acontecendo ano após ano.

Outros fatores também têm prejudicado o setor. Entre eles o fato de que os negócios regionais estão se alterando. Questões como preço do petróleo e até problemas políticos podem interferir nesse mercado.

Mas onde é então que estão as oportunidades? Segundo Meike, os PCs continuam figurando como importantes ferramentas e mais especificamente nas áreas onde tablets e smartphones ainda não conseguem satisfazer as necessidades dos usuários. A consultoria aponta que nesse tipo de situação a melhor saída são os ultraportáteis premium. Esse segmento é tido como o único que deverá apresentar algum crescimento ainda em 2016.

A Gartner fez uma projeção apontando que esse mercado deva movimentar cerca de US$ 34,5 bilhões em 2016. É um aumento de 16% em relação a 2015.

Por Denisson Soares


Novos processadores da Intel são 20% mais rápidos e devem ser utilizados por Desenvolvedores e Gamers.

Há décadas a Intel tem produzidos modelos de processadores de alta performance para usuários domésticos, fator que a consagrou como referência na fabricação de hardware. Atualmente, a fabricante possui duas linhas distintas: a mainstream (as quais são baseadas na tecnologia Skylake) e a recém lançada Broadwell-E, indicada ao público entusiasta.

Segundo a fabricante, a linha será inicialmente composta pelos modelos: Core i7 6800K, i7 6850K, i7 6900K e i7 6950K. Os novos modelos também serão compatíveis com o novo padrão de memórias RAM DDR4, com frequência de até 2400MHz em quad-channel.

A última atualização dos processadores topo de linha da empresa foi em 2014, quando a tecnologia Haswell-E foi implantada. Em relação a versão anterior, a nova tecnologia Broadwell-E amplia a capacidade de processamento para até dez núcleos destintos, contra oito da tecnologia anterior. Por exemplo, o modelo Core i7-6950X possui 10 núcleos e 20 threads.

De modo geral, o principal diferencial da nova linha está na litografia, que passa de 22 nm para 14 nm. Essa modificação gera aumento de performance e mantêm o consumo de energia em 140W, ou seja, o mesmo TDP utilizado pela linha Haswell-E.

Vale lembrar, que os novos modelos da linha Broadwell-E são direcionados principalmente ao público entusiasta, ou seja, desenvolvedores que desejam extrair ao máximo a performance dos componentes. A nova linha também pode ser indicada para o uso em games.

A nova linha também traz benefícios para quem possui placas mães com chipset X99 e processadores Haswell, já que ambas as tecnologias compartilham do mesmo soquete, o LGA 2011 v3.

A tecnologia Turbo Boost Max 3.0 também foi aprimorada e está focada principalmente nos programas que utilizam apenas um núcleo. Ou seja, quando apenas um núcleo for utilizado em tarefas a nova tecnologia faz com que o desempenho seja até 20% mais eficiente.

A Intel também promete um bom resfriamento, já que durante alguns testes realizados em overclock o modelo Intel Core i7 6950K alcançou 38ºC.

A nova linha de processadores da Intel já pode ser encontrada à venda nas principais lojas de informática do Brasil, com preços que variam entre R$ 2.800 e R$ 9.799,00. No momento da compra, é necessário examinar se os benefícios proporcionados pelos novos modelos condizem com as taxas cobradas em território nacional.

Por Wendel George Peripato


Conheça algumas curiosidades interessantes sobre os notebooks.

Com certeza você já deve ter tido contato com um destes ou pelo menos ouvido falar: o notebook. Mas, o que você não sabia, são algumas curiosidades sobre estes aparelhos tão cobiçados. Neste artigo reunimos 12 curiosidades sobre esse tipo de computador.

O notebook RLC-13, fabricado pela VT Miltope, resiste a 26 quedas ao chão, a uma distância de 1 metro. Mais do que isso, ele também sobrevive à água, fungos, chuva, poeira, impactos explosivos e pulso magnético. Sabe por quê? Porque ele foi desenvolvido para guerras.

O primeiro notebook foi o Osborne 1 e possuía 12 quilos e tela de 5 polegadas. Só foram vendidos cerca de 10 mil equipamentos.

O contato com o notebook pode gerar queimaduras na pele, por conta das suas altas temperaturas. Pode ser que elas não apareçam de cara e só algumas manchas.

Existe um notebook de madeira e com mouse do mesmo material, que foi inventado por um chinês.

No entanto, há outro revestido de bambu, criado pela Asus e que leva o nome de Bamboo Series. Sua vantagem é que tem baixo consumo.

Notebooks possuem telas com tamanhos de 12 a 15 polegadas, já os laptops, acima de 17.

A palavra notebook significa caderno, em inglês. Por ser um computador portátil, a palavra inglesa foi associada a este equipamento.

Os primeiros “notes” não continham drives de CD-ROM, muito menos para disquetes.

Resultados de um estudo realizado pela revista Fertility and Sterility mostram que homens que utilizam notebook no colo, próximos dos testículos e conectados por Wi-Fi podem ter sua fertilidade reduzida. Acredita-se que é o efeito térmico que pode causar isso, em combinação com o calor gerado pelo equipamento.

No interior da Índia, em um povoado, a ONG One Laptop Per Child Project – OLPC transforma o movimento de vacas para gerar energia elétrica.

Hoje em dia praticamente todos os notebooks já vêm com baterias de íons de lítio. Elas são leves, guardam mais energia e fazem com que a carga dure muito mais tempo.

Mude as configurações do sistema operacional do seu notebook, seja ele Windows ou Linux, para economizar energia.

Gostou do nosso post? Esperamos que agora você saiba mais sobre algumas curiosidades sobre notebooks. Compartilhe conosco e comente as suas experiências!

Por Kika Akita

Notebook RLC-13

Foto: Divulgação


Confira aqui algumas dicas de como preservar a bateria do seu notebook.

Mesmo que por pura curiosidade, todo mundo já deve ter colocado ao menos uma vez baterias e pilhas no freezer de casa para eventualmente “ressuscitar” as mesmas com o resfriamento. Apesar de ser um processo curioso e de muitos adeptos e divulgadores a coisa não é por aí…Até mesmo por um simples “não custa tentar” é bom não fazer nada disso. Entre diversos outros fatores, as condições e a umidade dentro do freezer podem acabar causando mais danos a bateria no lugar de supostamente renová-la.

Então nada de achar que os fabricantes de baterias fazem conspiração. Até agora ainda não contamos com nenhuma tecnologia que consiga produzir uma fonte de energia que seja inesgotável e que possamos usá-la em notebooks, tablets e smartphones.

Antes de tentar esses métodos que prometem verdadeiros milagres na bateria, uma boa ideia é sempre usá-la com bom senso, fazer os ajustes quando for preciso e claro, quando chegar o momento trocá-la.

De qualquer forma existem várias coisas que podem ser feitas para que o desempenho da bateria seja otimizado (e não estamos falando do freezer!).

Uma das primeiras coisas que o usuário pode fazer é reduzir o brilho do monitor de seu aparelho. Quanto mais brilhante a tela for mais desperdício da bateria haverá.

A lista de vilões vai bem além da tela. Dispositivos USB que estejam conectados e que ficam lá sem uso também contribuem para um uso “prejudicial” da bateria.

Softwares que não estão configurados corretamente e execução de diversos programas ao mesmo tempo não são coisas ideais de se fazer.

Um bom exemplo nesse ponto é o celular que está conectado ao notebook ou a impressora e que não estão sendo usados. Eles ficam sugando a energia da bateria, contrariando a falsa ideia de que se não estão em atividade não consomem nada. Na hora de economia da energia é bom ficar atento a todos os periféricos que estejam conectados a sua máquina para evitar o desperdício.

Outro ponto que entra na lista de dicas de economia é sempre desligar o Wi-Fi e o Bluetooth de seu notebook toda vez que não estiver usando os mesmos.

Por final, para fazer a recarga não saia pegando qualquer carregador que você encontrar por aí e nem deixe a energia do computador acabar por completo. O ideal é que a bateria seja recarregada quando estiver entre 20% e 30%.

No caso de a bateria não durar mais de 30 minutos, pode ser sinal de que já está na hora de fazer a troca. E lembre-se de sempre buscar por alternativas originais para seu aparelho.

Por Denisson Soares


Novo Computador para Jogos da Dell possui 3 opções de configuração e custa R$ 5 mil.

A Dell decidiu recentemente trazer para o mercado brasileiro uma versão superpotente de uma das suas opções de computadores voltadas para o público gamer. O aparelho que conta com configurações avançadas e de ponta se trata do desktop XPS 8900 Special Edition. Então vamos conhecer um pouco da novidade.

Bom, para início de conversa, o desktop XPS 8900 Special Edition chega ao Brasil com um processador Intel de sexta geração integrado (até o Core i7-6700k). Também vamos encontrar uma placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960. Além dela há a alternativa que conta com a AMD Radeon HD R9 370. Temos ainda no aparelho a possibilidade de armazenamento SSD, bem como recursos exclusivos para os jogos.

A chegada da novidade até que já era esperado no mercado, uma vez que ela faz parte de uma estratégia adotada pela companhia com o objetivo de reforçar o portfólio especialmente no que diz respeito ao setor gamer no país, proporcionando para os consumidores equipamentos de alta performance.

Sobre o novo produto, a Gerente de Marketing para o Consumidor Final da empresa no Brasil, Raquel Martins Braga, informou que o XPS 8900 Special Edition conta com desempenho que é exigido para rodar os principais games em FullHD. De acordo com ela, o equipamento ainda possui um alto padrão de detalhamento gráfico.

Segundo as considerações da gerente, o usuário uma vez que terá um equipamento que possui armazenamento híbrido equipado com SSD, acabará por ganhar ainda mais tempo para jogar e poderá também diminuir o tempo entre uma e outra rodada. Isso porque o desktop é capaz de entregar velocidades de leitura, bem como de gravações, muito maiores do que aquelas que são obtidas nos discos rígidos tradicionalmente usados.

O novo desktop gamer da Dell vai chegar ao Brasil com a possibilidade de três combinações distintas. Sendo que o consumidor ainda tem como opcional a escolha entre as placas de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960 (2GB) ou AMD RADEON HD R9 370 (4GB).

O potencial da máquina fica por conta da sexta geração de processadores Intel Core i7, indo até a versão 6700K. O desktop ainda possui um sistema de overclocking dinâmico que tem a capacidade de aumentar o desempenho do equipamento de acordo com a necessidade exigida pelo jogo.

No mais ainda há as opções que possuem 16 GB e 24 GB DDR4 de memória RAM. A Dell ainda equipou o XPS 8900 com duas opções de unidades de armazenamento, sendo elas SSD de 256 GB e um HD de 2TB.

E tem mais, a Dell garante para quem comprar o equipamento até o dia 30 de setembro, ganhar um pacote especial criado juntamente com a Intel composto por 12 aplicativos. Entre os apps vamos encontrar jogos de última geração e programas de edição de vídeo, entre diversos outros.

O preço inicial sugerido do XPS 8900 Special Edition é de R$ 5.649.

Por Denisson Soares


Notebook da Asus tem configurações modestas e visa ao público que usa o aparelho para atividades básicas.

A Asus está apostando bastante no mercado brasileiro. Após lançar diversos modelos de seus smartphones, da linha Zenfone, para o Brasil, a empresa asiática também está expandindo a sua atuação no mercado de notebooks. A companhia anunciou o lançamento do laptop Z550MA-XX005 no Brasil, aumentando as opções de escolha de seus clientes no país.

O notebook conta com especificações modestas e com preço atraente. O Asus Z550MA-XX005 é equipado com o sistema operacional Endless OS, que tem como base a estrutura Linux. Tal sistema foi desenvolvidos visando computadores com baixo poder de hardware. Ele exige pouco da máquina e garante bom desempenho no notebook da Asus. O Endless OS é um sistema destinado a alcançar pessoas que querem ter acesso ao mundo digital mas estão em áreas remotas onde o acesso à esse tipo de tecnologia ainda é restrito. O foco do sistema sistema é a inclusão digital. Sendo assim, o PC é destinado especialmente para os usuários mais básicos que querem acessar a internet, editar textos, enviar e receber emails, entre outras atividades.

Seu design segue a tendência de outros notebooks da marca. Ele apresenta uma carcaça segura e suficiente para manter a boa qualidade do produto. O notebook também conta de fábrica com diversos aplicativos voltados para a educação. Em suas especificações, ele conta com uma tela de 15,6 polegadas HD (1366×768 pixels), processador Intel Celeron N2940 Quad-Core de 2,25 GHz (Cache 2 MB), 500 GB de armazenamento interno (SATA 5400 RPM) e 4 GB de memória RAM. O chipset gráfico utilizado é o Intel HD Graphics 3000. Em sua conectividade, o laptop da Asus conta com Bluetooth 4.0, uma entrada HDMI, duas portas USB 2.0 e uma porta USB 3.0. Sua bateria conta com 3300 mAh.

A Asus pretende obter sucesso em sua aposta no mercado brasileiro de notebook, assim como está obtendo em seus smartphones. Se isso acontecer, podemos esperar que a empresa abra espaço para mais laptops de configurações das mais variadas.

Os interessados em adquirir o Asus Z550MA-XX005 já podem adquirir o modelo em lojas de varejistas online ou no site da própria fabricante por R$ 1.999. Com uma boa pesquisa, é possível encontrar o modelo a partir de R$ 1.708.

Por William Nascimento


Confira aqui uma lista com os modelos de notebook mais vendidos no Brasil neste ano de 2016.

Os computadores pessoais ganharam definitivamente espaço no mercado de PCs. Hoje, os notebooks e laptops são mais procurados que os computadores de mesa, os desktops. A mobilidade é um dos pontos mais relevantes que levam muitos a escolherem esta categoria de computadores.

Atualmente, no mercado brasileiro, há diversas fabricantes de notebooks. Entre elas estão a Samsung, LG, Asus, Lenovo, Apple, HP, Dell, Acer e outras. A maioria dos laptops vendidos, como era de se esperar, são equipados com Windows, sistema operacional da empresa americana Microsoft. Mas, em termos de desempenho, o que será que os brasileiros preferem atualmente? Máquinas com bom custo-benefício ou configurações parrudas? Abaixo você confere a lista dos cinco notebooks mais vendidos no Brasil.

1. Asus X55LF: Este modelo conta com ótimas configurações, como processador Intel Core i5 5200U (3M Cache), rodando a 2.7 GHz. Além disso, ele possui uma tela de 15,6 polegadas, 6 GB de memória RAM, 1 TB de armazenamento interno e uma placa de vídeo GeForce 930M. Seu preço vai de R$ 2.429 a R$ 3.337.

2. Samsung E32 370E4K-KW3: O vice-líder entre os laptops mais procurados pelos brasileiros é o modelo E32 370E4K-KW3 da empresa sul-corena Samsung. Ele conta com um processador Intel Core i3 5005U, que roda a 2.0 GHz. Sua tela é de 14 polegadas com resolução 1366 x 768 pixels. Com 4 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento, o notebook pode ser encontrado por valores entre R$ 1.749 e R$ 3.172.

3. Asus Z450LA: O notebook da Asus que figura em terceiro no ranking possui um processador i5 5200U rodando a 2.2 GHz. Ele possui 8 GB de memória RAM, suficiente para alternar diversos programas sem perda de desempenho. O laptop da empresa asiática também conta com uma tela de 14 polegadas e 1 TB de HD. Ele pode ser encontrado no mercado brasileiro com preço entre R$ 2.159 e R$ 3.208.

4. Lenovo G40-80: O modelo da empresa chinesa Lenovo conta com um processador Intel Core i3 5005U (2.0 GHz), tela de 14 polegadas, 4 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento. Ele é um dos melhores custo-benefício do mercado brasileiro, custando entre R$ 1.709 e R$ 2.499.

5. Samsung X40: O Samsung X40 é um dos mais potentes da lista. Ele é equipado com um processador da Intel, o Core i7 5500U (4M) rodando a 2.4 GHz. Ele também conta com uma tela de 15,6 polegadas, 8 GB de memória RAM, 1 TB de armazenamento e placa de vídeo dedicada, a GeForce 920M. Ele pode ser encontrado nas lojas brasileiras por valores entre R$ 3.099 e R$ 3.894.

Por William Nascimento


Software inova ao ser compatível com a Língua Portuguesa.

O Data Bucket STT trata-se de uma API voltada exclusivamente para quem deseja fazer a transcrição de áudio para texto. O melhor de tudo é que ao contrário de outros programas já conhecidos no mercado, o Bucket faz essa transcrição para o nosso português. O software vai além desse recurso básico. Ele possibilita, por exemplo, o auxílio no trabalho com projetos, já que conta com módulos de indexação com o objetivo de facilitar a união de banco de dados com aplicações, a exemplo do Lotus Notes, Documentum ou Sharepoint. Além disso, ele também pode fazer comparações de textos e OCR.

O Data Bucket STT foi criado pela E-Storage. O programa trabalha basicamente com gamas de lotes de dados já pré-definidos ou ainda com dados em tempo real. Ele pode ser perfeitamente utilizado, por exemplo, para fazer closed caption. Uma curiosidade é o fato de ele permitir que o usuário navegue pelo vídeo usando apenas o texto e a calibragem da transcrição feita por injeção de texto. Essa funcionalidade, apesar de parecer simples, é muito útil uma vez que garantirá uma maior confiabilidade no momento de se fazer a transcrição para texto.

Softwares dessa espécie, ainda mais quando contam com suporte para o português brasileiro, merecem um destaque. Basta lembrarmos do fato que grande parte do conhecimento, informações e dados relevantes, em especial no mercado profissional, ainda carregam o “pecado” de serem em sua maioria desenvolvidos em áudio. Seja pela segurança ou pela simples comodidade para a reprodução e distribuição aos interessados.

Levando isso em consideração, os desenvolvedores do Bucket STT deixaram claro que o programa foi criado com a finalidade de ser uma ferramenta com o foco para os ambientes corporativos. Um dos principais pontos que justificam isso é o fato de que nesses setores há uma grande demanda de conteúdo que podem e às vezes precisam ser transcritos.

O Bucket STT deve conseguir muitos adeptos que necessitam de um software assim com uma relativa qualidade e uma boa gama de aplicações. Um dos grandes atrativos é a possibilidade de ser incorporado em qualquer tipo de aplicação. A calibragem por texto, por exemplo, dispensa até mesmo um possível treinamento para o locutor. Além disso, ele ainda conta com uma customização que amplia ainda mais os setores onde pode ser usado, tais como vocabulários específicos para uso no setor jurídico, científico e até médico.

Já a comercialização do Data Bucket STT é feita em dois tipos de formatos. Há a opção dele ser instalado dentro de um servidor Linux do próprio cliente. Ou poderá ser usado como serviço, nesse caso, o cliente deverá pagar por período de uso da ferramenta.

Para fechar ainda temos algumas dicas para você que costuma usar muito smartphones com o Android ou iOS. Nesses casos, há alguns aplicativos bem populares como Dragon Dictation, Google Keyboard e o Speech To Text Notepad. Com eles é possível, além da transcrição, gravar aulas, mandar o áudio por email e mensagens em muitas redes sociais como o WhatsApp, Twitter e Facebook.

Fica a dica!

Por Denisson Soares


Empresa busca utilizar Realidade Virtual para auxiliar no aprendizado de alunos.

De acordo com as informações divulgadas pela Positivo, o princípio em torno da idéia é possibilitar que conteúdo escolar possa ser entregue para alunos que estejam estudando entre o 6° e o 9° ano. O projeto apresentado pela empresa ainda prevê a criação de vídeos de 360° com conteúdo sobre temas atuais tais como dengue e mobilidade urbana.

Produtos envolvendo o uso da realidade virtual já há um bom tempo tem sido foco de grandes companhias, a exemplo da Samsung, Microsoft e Facebook. Elas tem investido tanto nesse sentido que muitos especialistas já as consideram como responsáveis por provocar uma grande revolução digital lado a lado com a inteligência artificial.

A realidade virtual se tornou bastante conhecida por sua grande usabilidade em jogos e também em aplicações envolvendo o setor corporativo. Ainda assim, como é possível perceber, ainda há uma grande gama de áreas que podem ser exploradas e uma delas é a sala de aula. Educadores que se deram ao trabalho de investigar o assunto acabaram concluindo que a tecnologia não permitirá apenas que uma nova experiência de interação para o aprendizado seja criada, mas como também poderá contribuir grandemente para que os temas estudados possam ser compreendidos.

De olho no potencial que a tecnologia pode proporcionar várias das principais instituições de ensino do mundo, entre as quais o Carnegie Mellon, Massachusetts Institute of Technology (MIT), Harvard e Stanford, fazem parte do chamado "Immersive Education Initiative". Um consórcio composto por algo em torno de 7 mil associados distribuídos pelos quatro cantos do mundo.

Esse programa tem como principal objetivo desenvolver sistemas de realidade virtual que sejam capazes de impulsionar a educação desde a pré-escola até as pesquisas de doutorado.

A Positivo Informática, que possui sua sede situada na cidade de Curitiba, é uma das primeiras empresas brasileiras que estão trabalhando com o foco de usarem a realidade virtual para levar conteúdo educativo para os alunos do sexto ao nono ano.

Chamado inicialmente de “Na Real Educação Imersiva”, o produto apresentado pela companhia conta com dez vídeos, todos em 360° graus, que versam sobre diversos temas atuais ao nosso cotidiano. Drogas, saneamento básico, mobilidade urbana, consumo e poluição estão entre os principais temas a serem apresentados aos alunos.

Mais uma prova de que a tecnologia pode ser muito bem usada para fins mais do que “positivos”.

Por Denisson Soares


Saber se o aparelho está superaquecido nem sempre pode ser uma tarefa fácil. Geralmente a identificação fica mais fácil quando as falhas começam a aparecer.

Muita gente ao adquirir um notebook reclama que ele anda aquecendo demais. Em primeiro lugar devemos levar em consideração que o aquecimento da máquina é normal uma vez que há uma diversidade de peças que se encontram em funcionamento em um pequeno espaço. Já um aquecimento muito além da conta não é nada normal e o usuário do aparelho precisa ficar atento a esse ponto.

Quando um notebook está superaquecido ele pode apresentar alguns “sintomas”. Entre eles a tela pode ficar escurecida e também poderão ocorrer travamentos na máquina quando algum arquivo for aberto. O desligamento automático também entra na lista dos sintomas.

Saber se o aparelho está superaquecido nem sempre pode ser uma tarefa fácil. Geralmente a identificação fica mais fácil quando as falhas começam a aparecer. Ainda assim tem outras coisinhas que podem ser feitas para identificar esse tipo de problema. Hoje em dia existem diversos softwares para este fim e grande parte deles é completamente gratuito.

De qualquer forma vamos ver algumas medidas que podem ser tomadas por você para evitar o superaquecimento de seu notebook.

O primeiro passo e o mais lógico é evitar tampar as saídas de ar. A maioria das pessoas sabe disso, mas ainda assim volta e meia acabam obstruindo as mesmas. Um bom exemplo é quem costuma usar o aparelho em cima cama ou de almofadas.

O mais indicado é usar o aparelho em locais planos para evitar a situação apontada anteriormente.

Providenciar um cooler extra também pode ser uma boa alternativa. Na verdade em casos mais extremos já que com isso o aparelho ficará mais resfriado. Os coolers para notebooks podem ser encontrados em qualquer loja de informática e não tem complicação nenhuma para usá-los. Basta que você coloque seu notebook em cima do cooler para que possa sugar o ar quente para fora.

Para fechar ainda temos a questão da limpeza. Fazer uma faxina geral no notebook pode evitar muitos problemas além de poder aumentar a vida útil do aparelho. A poeira que às vezes fica acumulada dentro do aparelho pode acabar tampando as saídas de ar. Fazer a troca da pasta térmica do processador também pode ajudar. Como resultado seu aparelho terá uma maior capacidade para dissipar o calor e efetuar o resfriamento da máquina.

Por Denisson Soares

 

Notebook superaquecimento


Devolver seu antigo aparelho eletrônico é a maneira mais correta de descartá-lo e de preservar o meio ambiente.

A cada dia que passa uma das coisas que mais ficaram comuns é a troca muito rápida de dispositivos eletrônicos. Em pouco tempo aquele smartphone que custou uma nota já não atende as necessidades. O mesmo ocorre com notebooks e desktops. A maioria das pessoas fazem essas trocas de ano em ano e às vezes em até menos tempo do que isso. Tudo bem que nada melhor do que contar com um aparelho novo.

Mas você já parou para se preocupar com o que fazer para descartar aqueles que não serão mais usados de maneira correta?

O descarte correto é mais do que uma obrigação para as pessoas. Vejamos: A maioria desses aparelhos possui uma infinidade de substâncias tóxicas como o lítio, mercúrio, chumbo e níquel. Algumas delas são até cancerígenas e podem causar mortes caso sejam absorvidas em uma grande quantidade por pessoas ou por animais.

Tendo em vista a necessidade de agir corretamente para o nosso próprio bem e do meio ambiente no qual vivemos selecionamos algumas opções que você poderá usar para descartar corretamente seu lixo eletrônico. Vamos a elas.

Devolver ao fabricante:

Atualmente a maior parte das empresas que produzem dispositivos tecnológicos tem sistemas para o recolhimento do chamado e-lixo. Entre elas temos a Apple, a Dell e a Epson. Na maior parte das vezes basta entrar em contato com a empresa e verificar quais são os procedimentos dela para o recolhimento do lixo.

A Dell faz o recolhimento de produtos descartados em praticamente todo canto do país. A companhia faz o agendamento por meio do site www.dell.com/learn/br/pt/brcorp1/corp-comm/earth-dell-recycling.

Caso você utilize produtos da Epson como, por exemplo, os cartuchos e quer reciclar os mesmos é só entrar em contato pelo endereço epson.com.br/reciclagem-programa-de-coleta.

A HP também faz esse recolhimento. A empresa permite que seus cartuchos possam ser descartados nas lojas da marca bem como nas redes Saraiva e Kalunga de sua cidade. Para outros tipos de equipamentos da empresa ela disponibiliza o email reciclagem@hp.com.

Se o seu caso for produtos fabricados pela Lenovo a empresa informa o melhor local para você descartar os produtos pelo SAC no número 0800-8850500 ou ainda pelo email reciclar@lenovo.com.

A Positivo dispõe de um SAC com informações sobre os pontos de reciclagem para coleta. O contato pode ser feito pelo email ecicle@positivo.com.br.

E ainda tem mais, as operadoras de celular tem o hábito de recolherem as baterias de seus aparelhos em seus pontos de revenda.

Viu. Não é tão complicado fazer o certo para proteger a nós mesmos e a natureza.

Por Denisson Soares

Lixo eletrônico


Novo notebook da Samsung terá duas versões e custará cerca de US$ 799.

A fabricante de eletrônicos sul-coreana Samsung anunciou um novo notebook para seu portfólio. O 7 Spin se assemelha com diversos laptops já encontrados no mercado global, como a linha Yoga da Lenovo.

O lançamento apresenta um design bastante atraente para os consumidores. Além de fino, o notebook também é híbrido, com a possibilidade de se transformar em um tablet com o teclado dobrado para trás. O notebook chegará ao mercado norte-americano em duas versões no dia 26 de junho, na BestBuy e no site oficial da Samsung.

A primeira versão terá uma tela de 13 polegadas, enquanto a outra versão terá 15,6 polegadas. Ambas as telas terão uma resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) e serão sensíveis ao toque (TouchScreen).

O 7 Spin contará com um processador Intel Core i5 ou com um Intel Core i7, que promete excelente desempenho até para os usuários mais exigentes. Ele será equipado com 12 GB de memória RAM e terá opções de armazenamento interno de até 1 TB com opção de SSD. O teclado do 7 Spin é retroiluminado, ideal para digitar em ambientes com pouca luz. Como era de se esperar, ele é equipado com o mais recente sistema operacional da Microsoft, o Windows 10. O notebook também está anunciado no blog oficial da Microsoft, o que denota que ambas as empresas estão empenhadas em oferecer a melhor experiência para os usuários, tanto em software como em hardware.

A versão de 15,6 polegadas poderá ter sua bateria carregada totalmente em apenas 90 minutos. Já a versão de 13 polegadas levará cerca de 100 minutos para ser carregada por completo. Com apenas 20 minutos de carga, ambos os modelos terão até duas horas de energia suficiente.

Apesar de poder ser adquirido por consumidores domésticos, o foco do 7 Spin é o mercado corporativo, focando em produtividade. O laptop custará a partir de US$ 799, preço consideravelmente menor do que o 9 Spin, anunciado recentemente pela Samsung.

Ainda não há qualquer informação sobre a disponibilidade do 7 Spin em outros mercados além dos Estados Unidos. Tendo em mente as estratégias utilizadas pela Samsung no mercado de notebooks no Brasil, pode ser que o aparelho desembarque em nosso país. No entanto, o preço deverá ser bem salgado para o bolso dos brasileiros.

Por William Nascimento


Novo notebook é apresentado na Computex 2016 e custará US$ 899.

Em evento realizado na Computex 2016, a Dell anunciou a chegada de uma série de notebooks conversíveis com tamanhos e configurações variados. Dentre esses lançamentos, o grande destaque ficou por conta do Inspiron 17 7000 2-in-1, haja vista este ser o primeiro notebook 2 em 1 com tela de 17.3 polegadas. Confira mais detalhes deste lançamento na continuação desta matéria.

Vale destacar que a nova linha também conta com outros modelos de 13.3 e 15.6 polegadas, sendo que ambos são acompanhados de câmera infravermelha com suporte ao Windows Hello, suporte esse que oferece a opção para login do usuário por meio de reconhecimento facial. Além disso, esses aparelhos contam com display touchscreen com resolução Full HD.

Em relação ao Inspiron 17 7000 2-in-1, saiba que a versão mais simples do aparelho dispõe de processador de sexta geração Intel i5, além da seguinte configuração: HD de 1 TB, memória DDR4 de 12 GB e placa de vídeo NVIDIA GeForce 940 MX. A bateria também é destaque, pois possui duração de nove horas. O notebook ainda possui as seguintes entradas: USB-C, HDMI 1.4, USB 3.0 com Powershare, USB 2.0, além de dois leitores de cartões SDHC, SD e SDXC. Essa versão possui preço inicial de US$ 899,99 (algo em torno de R$ 3.231,00).

As versões mais simples, por sua vez, custam US$ 749,99 (algo em torno de R$ 2.876,00) e sua configuração é composta por: memória DDR4 dual Chanel de 8 GB, SSD com capacidade para 256 GB, placa de vídeo Intel HD Graphics 520 e bateria com duração de pouco mais de 8 horas. As entradas desta versão são as mesmas daquelas citadas no aparelho de 17 polegadas, logo acima.

Além da linha 17 7000 2-in-1, também podemos destacar o lançamento da linha Inspiron 5000 2-in-1, que também ocorreu no Computex 2016. A linha é composta por dois aparelhos: Inspiron 13 5000 e Inspiron 15 5000, ambos 2-in-1, de 13.3 e 15.6 polegadas, respectivamente. Os mesmos também possuem a câmera infravermelha e suporte ao Windows Hello. Em relação às configurações, saibam que estas são mais simples que as da linha 17 7000. O preço sugerido do Inspiron 5000 2-in-1 parte de US$ 499.

Por Bruno Henrique


Confira aqui um comparativo entre as marcas e qual é a melhor para você.

Se você está perto de comprar um notebook com um processamento e um vídeo mais "encorpado", tenho certeza que se essa dúvida já não chegou a você logo irá chegar. Afinal, o que casa melhor: Processador AMD ou Intel Core?

Essa é uma escolha nem um pouco fácil, ainda mais se você já tem uma experiência agradável com uma das "duplas". Por isso iremos tratar desse assunto com total neutralidade e sem favoritismo.

Não é surpresa para ninguém que os processadores Intel carregam uma legião maior de fãs, devido ao seu desempenho, performance gráfica, número de núcleos e por aí vai, mas e se lhe for apresentado um mundo dos processadores AMD que era embaçado pela grandiosidade da Intel?

Antes de tudo, vale lembrar que essas dicas são especificas para  análise em portáteis, como notebooks, ultrabooks e netbooks.

Quando se trata de desempenho e comparando de modelos concorrentes, os processadores Intel levam vantagem, às vezes por pontos decimais. Quando for comprar um portátil, recomendo usar o site GPU BOSS. Ele lhe oferece a possibilidade de comparação entre vários aspectos dos processadores e placas de vídeos, lhe projetando em uma escala de 0 a 10 quem terá o melhor desempenho.

Se optar por processadores Intel, recomendo comprar um i7, pois diferente dos desktops, quando seu processador não lhe oferecer mais um desempenho à altura das atividades exercidas, você não poderá simplesmente trocar o processador, sendo necessária a troca completa do aparelho. Outro conselho é procurar por processadores da terceira geração em diante. Nada contra a primeira e segunda, mas elas se tornaram defasadas e antiquadas. Fechando o assunto desempenho, procure processadores da série QM, um processador Intel Core i7 3610QM é mais poderoso do que um i7 5500U.

Já olhando pelo fator placa integrada, vale a pena reavaliar seus conceitos sobre a AMD. Com uma tecnologia superior à Intel, processadores AMD podem lhe render melhor desempenho gráfico combinado com o processador de quatro núcleos, além de consumir menos energia que a rival. Com placas integradas que chegam a mais de 2GB de vídeo, você desfrutará do melhor do vídeo onboard utilizando o sistema de controle gráfico dos processadores Intel, que mais uma vez supera a concorrente pela facilidade e funcionalidade do painel de controle. Para melhorar sua situação, a AMD criou um sistema em que permite utilizar a placa gráfica do processador (integrada) com a placa de vídeo AMD Radeon (dedicada) simultaneamente, tornando assim a memória total gráfica superior a 3.5 GB, o que torna capaz o processamento de jogos mais pesados e programas que requerem esforço de vídeo. Essa tecnologia se chama “Dual Graphics” e pode ser conhecida melhor clicando AQUI.

Por fim, quero ressaltar que foram categorizadas o desempenho e performance gráficas nesse post. Quesitos como marca do dispositivo, placa mãe, placa de vídeo dedicada, foram descartados e fica uma curiosidade: Você pode encontrar um notebook com processador Intel Core e uma placa de vídeo AMD Radeon, da mesma forma que pode encontrar um com processador AMD com placa Nvidia GeForce.

Wendel Dias Quaresma


Confira aqui o que fazer para usar o Windows Photo Viewer no Windows 10.

O aplicativo de foto oficial do Windows 10 não vem se mostrando como um recurso muito popular entre os usuários da Microsoft. O antigo Windows Photo Viewer é considerado melhor que Foto for Windows 10 atual, então seria possível obter o Photo Viewer de volta?

O aplicativo Fotos for Windows 10 vem com vários recursos, ele é capaz de classificar automaticamente suas fotos em álbuns, também vem com ferramentas de edição de imagem para melhorar e aumentar suas fotografias. Mesmo assim não parece fazer sucesso. Alguns usuários do Windows 10 ainda preferem o antigo Windows Photo Viewer. Caso você seja uma destas pessoas, saiba que será possível reutiliza-lo.

Se você atualizou seu computador a partir do sistema Windows 7 ou Windows 8.1 operacional, o Windows Photo Viewer pode ainda estar escondido fora da vista no computador depois de ter sido trocado pelo aplicativo Photos.

Uma maneira de verificar se você ainda tem o Windows Photo Viewer é através do botão direito do mouse em um arquivo de foto, selecione o comando Abrir no menu contextual e verifique se o Windows Photo Viewer está na lista de programas para usar em vez do aplicativo padrão. Se estiver disponível, você poderá usá-lo para abrir o arquivo neste momento ou ir para a área de sistema no Windows 10 em aplicativos, Configurações e selecionar Windows Photo Viewer como aplicativo padrão para fotos.

Se você instalou uma nova versão do Windows 10 no computador e não fez o upgrade de uma versão mais antiga do Windows, o Windows Photo Viewer não estará disponível e desta forma ficará mais difícil de obter o aplicativo. Vários sites direcionados para Windows publicam instruções para restaurar o Windows Photo Viewer em seu computador, mas para isso você precisa alterar seu Registro do Windows. A partir deste ponto, caso queira se arriscar a recomendação é fazer um backup do sistema no caso de haver erros. Se mesmo assim desejar proceder os sites informam que você estará a seu próprio risco, sem garantia de sucesso.

Mas se você decidir seguir em frente sem o Windows Photo Viewer, a loja de aplicativos da Microsoft Windows tem vários programas de edição de imagem, incluindo o Fhotoroom e o Adobe Photoshop Express, que estão livres e com algumas extensões pagas para recursos adicionais. Se você preferir um programa de foto viewer mais ágil, poderíamos recomendar aplicativos como o XnView, Imagine Picture Viewer, IrfanView e FastStone Visualizador de Imagens, todos tipicamente usados para abrir e ver imagens em uma ampla variedade de formatos de arquivo.

Roberto Linck Pontes


Confira aqui algumas dicas na hora de comprar um notebook.

Hoje em dia, muitas pessoas estão preferindo ter um notebook do que um computador, porque o notebook não ocupa muito espaço, oferece mobilidade, pode ser guardado em diversos lugares e não precisa ficar sempre conectado na tomada.

Caso você já tenha um notebook, mas deseja trocar porque ele está velhinho ou ainda não tem um notebook, mas deseja comprar um, não perca essas dicas. Na hora de comprar um notebook, é importante avaliar diversos critérios: conectividade USB, HDMI, WiFI, sistema operacional, o armazenamento HD e SSD, a memória RAM, a tela, a bateria, unidade de CD/DVD, Blu-ray, sistema operacional e o processador.

Memória

Para escolher a memória RAM de um notebook, é importante analisar o padrão atual disponível no mercado. Para quem não vai utilizar muito o notebook é recomendável comprar um notebook com memória RAM de 2GB. Já para as pessoas que utilizam muito o notebook, a memória RAM deve ser no mínimo de 4GB.

Processador

Caso precise realizar apenas as tarefas básicas no notebook, o processador pode possuir recursos de economia de energia, com isso ele evitará o aquecimento e fará com que a energia da bateria mantenha por mais tempo. Já para os programadores ou pessoas que gostam muito de jogos, é necessário um notebook mais potente. Escolha um notebook com processador de dois núcleos ou mais.

Bateria:

É muito difícil encontrarmos um notebook que a bateria tenha duração considerada como adequada. Mas na hora de comprar um notebook, é recomendado que ele tenha uma bateria do tipo íons de lítio, elas são mais duradoras.

HD ou SSD:

Notebooks com HD tendem a ser mais caros do que os notebooks com SSD, porque o HD para um notebook é menor que o HD para um computador. Mas se mesmo assim preferir comprar um notebook com HD, prefira com um HD de 500GB.

Entretanto, o espaço de armazenamento de um notebook com SSD é bem menor que de um notebook com HD, apesar do SSD ser uma opção muito interessante e permitir que o sistema operacional inicie com uma ótima velocidade.

Sistema Operacional:

Na hora da escolha do sistema operacional, opte pelo sistema operacional mais atualizado, com as funcionalidades e a interface conhecidas por você. Atualmente existem diversos sistemas operacionais: Windows, Linux e Mac Os. 

Aline Aparecida Feitosa Dias


Aparelho conta com ótimas configurações e deve custar até US$ 1.999.

A fabricante asiática Asus anunciou seu mais novo laptop durante a Computex 2016, feira tecnológica que acontece em Taiwan. O notebook segue uma linha de design bastante atraente, para competir diretamente com o MacBook, da Apple. Para comparação, o novo computador da Asus consegue ser ainda mais fino que o notebook da empresa americana. Além disso, ele é mais leve e duas vezes mais rápido, segundo a Asus.

O ZenBook 3 foi desenvolvido do zero, não levando as gerações anteriores como base. Dessa forma, foi possível chegar a um laptop bastante fino, com apenas 11,9 mm de espessura e pesando menos de 1 kg, exatos 910 gramas.

Para manter a rigidez tradicional dos produtos da empresa, a Asus precisou utilizar uma liga de alumínio que é utilizada em aeronaves. Assim, o resultado obtido é um design elegante e 50% mais resistente que os componentes utilizados como padrão.

A Asus também se orgulha da tela do laptop ocupar 82% de sua parte frontal, fornecendo o máximo de exibição possível para os usuários. A tela de 12,5 polegadas (resolução 1920 x 1080p) também utiliza uma tecnologia utilizada amplamente nos smartphones para proteção, o Gorilla Glass 4. Como não poderia faltar em um notebook de alto desempenho, os alto-falantes da Harman Kardon são de qualidade. Já o sistema operacional adotado no modelo é o Windows 10.

O ZenBook 3 será lançado com duas alternativas de processador, o Intel Core i5 e o i7. O modelo mais básico terá 4 GB de memória RAM, enquanto o mais potente oferecerá 16 GB. O notebook irá trabalhar com armazenamento interno SSD de 512 GB ou 1 TB. Ele contará com conectividade USB Tipo-C e uma Thunderbolt 3. Segundo a Asus, sua bateria consegue aguentar até 9 horas longe de uma tomada. Um ponto bastante interessante da bateria utilizada é sua capacidade de carregamento. Em apenas 49 minutos na tomada, é possível obter 60% de carregamento. Um sensor biométrico também equipa do ZenBook 3, além do Windows Hello, que serve para desbloquear o equipamento sem precisar de senha. Seu sistema de resfriamento conta com uma ventoinha de apenas 3 mm, a menor disponível no mercado.

Como era de se esperar, o ZenBook 3 custará caro. Na versão mais potente, com Core i7, 16 GB de memória RAM e 1 TB de SSD, o laptop sairá por US$ 1.999. Já a versão mais modesta, com Core i5, 4 GB de RAM e 256 GB de SSD, sairá por US$ 999. O notebook será vendido em três cores: Rose Gold, Royal Blue e Quartz Grey. Ele deverá chegar aos consumidores ainda este ano. A Asus ainda não divulgou para quais mercados ele é destinado.

Por William Nascimento


Confira aqui algumas dicas do que verificar antes de escolher uma nova memória RAM para seu PC.

Muitas vezes quando o seu computador está lento, isso poderá ser resolvido com um upgrade na memória RAM do dispositivo. Antes de fazer a compra você deverá prestar atenção para certos detalhes que podem ser essenciais, como pegar peças erradas e contar com prejuízo no bolso.

É o perfil do usuário que vai apontar quanto é a memória necessária para o computador. Para músicas, edição de textos e navegação na internet, 2 GB de memória RAM são o suficientes para esses atos.

Já para aqueles que necessitam fazer edições de vídeos ou jogar games mais atuais em um nível médio de resolução, a memória RAM que deve ser considerada é de, no mínimo, 4 GB. Para esses trabalhos, mas com efeitos profissionais e jogos em resoluções máximas, a memória RAM deverá se apresentar entre 8 GB até 16 GB.

O que mais o usuário deverá verificar?

Outros atributos devem ser verificados, além da quantidade da memória RAM. A latência é uma delas. Ela vai apresentar o tempo da resposta da memória e isso é medido em ms (milissegundos). Pesquise memórias que tenham um numero menor de latência, pois serão melhores.

A taxa de dados também deve ser observada. Ela vai ser a velocidade da operação da memória que tem a sua medição feita por MT/s (transferência por segundo). Os módulos DDR2 ficam em 1066 MT/s e os DDR3 conseguem chegar a 1600 MT/s. Ou seja, quanto maior esse número, melhor será o desempenho.

Mais uma questão deve ser observa se refere ao tipo da memória que a placa-mãe do seu PC conta com compatibilidade. Hoje os padrões ficam em DDR2, DDR3 e os novos DDR4, que são os mais modernos.

Quantidades de slots

Elas são as entradas que estão disponíveis para pentes de memória. Observe isso para não comprar uma quantidade acima do que a placa-mãe tem suporte. Há alguns programas que você encontra na internet que vão apontar a compatibilidade da placa-mãe e também as entradas que são disponíveis.

A grande maioria das placas-mãe contam com a tecnologia Dual Channel, que possibilita que o seu sistema tenha melhor desempenho trabalhando em paridade. Ou seja, dois módulos de 4 GB trabalhariam melhor que apenas um de 8 GB.

O seu processador também deverá ser observado, uma vez que se o mesmo é em 32 bits, o máximo de memória RAM será de 3 GB. Não vai adiantar colocar um número maior que esse. Acima deste número somente com um processador com 64 bits.


Laptop possui tela de 13 polegadas e conta com configurações bastante potentes.

Com os olhos voltados para o mercado corporativo, a HP anunciou o lançamento de um novo notebook que traz uma bateria que garante até 13 horas de autonomia.

O EliteBook 1030 é destinado para os usuários que precisam de uma longa jornada com o laptop longe de uma tomada. Na versão com tela QHD a autonomia fica em torno de 9 horas, o que também é uma excelente marca. O laptop conta com uma tela de 13 polegadas, ideal para ser portátil, conforme o conceito. Para conseguir uma autonomia tão acima da média, a HP preferiu combinar desempenho com consumo de energia. Sendo assim, o EliteBook 1030 não apresenta especificações de hardware similares aos notebooks mais potentes do mercado. No entanto, vale ressaltar que a HP disponibilizou algumas configurações que podem ser alteradas, com o objetivo de deixar o laptop mais potente.

Por exemplo, é possível substituir a tela de Full HD por uma touchscreen QHD. Além disso, é possível aumentar em 2 vezes o armazenamento interno SSD e alterar o processador. Em resumo, o notebook da HP apresenta configurações intermediárias que podem melhorar de acordo com o gosto e o bolso do usuário, tendo em vista que as alterações encarecem o produto. Sua tela é de 13,3 polegadas (com proteção Gorilla Glass) e há duas opções de resolução (Full HD e QHD). Ele conta com a sexta geração do Intel Core M, rodando a 1,1 GHz. É possível trocar pelo Core M7 de 1,2 GHz. A memória RAM disponível é de até 16 GB, enquanto o armazenamento fica em 256 GB SSD, tendo 512 GB SSD como opcional.

Na área de conectividade, o EliteBook 1030 conta com WiFi, Miracast, Bluetooth 4.2, MicroUSB 3.0 (2x), USB Type-C e HDMI. Ele ainda conta com um conjunto potente de alto-falantes da Bang & Olufsen.

O laptop também possui aplicativos exclusivos como Intel vPro, Dynamic Protection e LANDesk. Como era de se esperar, ele vem equipado com o Windows 10, da Microsoft. Em relação à aparência do laptop, o visual é bastante limpo e lembra outros produtos da marca. A carcaça do computador é totalmente em metal e é incrivelmente fina, tendo em vista que conta com uma bateria de extrema potência.

Segundo a HP, o EliteBook 1030 estará disponível no exterior a partir de US$ 1.249. Ainda não há qulquer informação sobre a chegada do laptop no mercado brasileiro.

Por William Nascimento


Novo notebook é considerado o mais fino já produzido pela Vaio e conta com hardware potente e design slim.

A fabricante VAIO anunciou um novo modelo de notebook em território brasileiro, o VAIO PRO 13 G. O novo dispositivo traz um hardware potente combinado ao design slim. Quanto ao seu desempenho, o modelo traz a quinta geração do processador Intel Core i5, 4 GB de memória RAM e SSD de 128 GB. O VAIO PRO 13 G vem de fábrica com o sistema operacional Windows 10 Home.

O principal diferencial do modelo está no design moderno e ultrafino com acabamento Premium na cor prata, enquanto o teclado retroiluminado traz um leve inclinado que garante uma digitação fluída e mais confortável. O modelo também conta com tela LED de 13.3 polegadas com resolução Full HD.

O processador Intel Core i5 5200U (que possui frequência de 2.22 GHz em stock e 2.7 GHz em overclock) utilizado no dispositivo garante rapidez e alto desempenho, principalmente para uso profissional, além de um menor consumo de energia. Além disso, o dispositivo traz também o vídeo onboard Intel HD Graphics 5500, que possui compatibilidade com a nova API da Microsoft, o DirectX 12.

O modelo também conta com portas HDMI e VGA, que permite conectá-lo a até dois monitores, ideal para apresentação de slides e vídeos. Além disso, o VAIO Pro 13G traz três conexões USB, conexão Wi-Fi e Bluetooth, além de leitor para cartões.

Outro destaque do modelo é o som estéreo de alta qualidade e webcam com resolução em HD, ideal para realizar chamadas com vídeo.

O modelo é capaz de garantir ao menos seis horas de autonomia em uso moderado. Além disso, seu carregador conta com tecnologia USB Challing, que permite ao usuário carregar diversos dispositivos (fones de ouvido, tablets, celulares) sem que haja comprometimento das outras entradas USB.

Para garantir praticidade e mobilidade, o dispositivo tem 13 mm de espessura em sua tela, o que o classifica como o modelo mais fino já produzido pela empresa. É válido ressaltar o cuidado da fabricante ao oferecer uma estrutura em liga de magnésio, que garante maior resistência a danos.

O VAIO PRO 13 G pode ser encontrado à venda no site oficial da fabricante no Brasil e conta com preço inicial de R$ 8.199. No entanto, logo será possível adquirir o dispositivo em outras lojas do varejo.

Por Wendel George Peripato


Novo modelo apresenta um design inovador, mas preço ainda é salgado

A Dell – uma das maiores fabricantes de desktop e notebooks – lançou uma nova versão do modelo Inspiron 13 7000. A nova versão 2 em 1 vem na cor dourada e está equipada com processador Intel i7 de sexta geração.

O principal diferencial do modelo está na rotação de tela de 360 graus, que permite ao usuário usufruir do dispositivo de diferentes formas. Ou seja, é possível utilizar o modelo nos modos: notebook, tablet, apresentação e tenda. Para isso, basta mover a tela para formar o ângulo desejado.

Segundo a empresa, a versão dourada deve atender principalmente aos usuários que desejam um modelo com design inovador, sem abrir mão da praticidade e conforto que um modelo 2 em 1 oferece.

O modelo apresenta acabamento em aço escovado na cor dourada, tela de 13.3 polegadas com resolução Full HD e teclado retroiluminado (padrão Português – Brasil) anti respingos.

Já em relação ao hardware o modelo conta com processador i7 6500U de sexta geração que trabalha a 2,4 GHz, combinado ao chip gráfico Intel HD Graphics 520 capaz de executar programas que exijam certo desempenho.

Há também 8 GB de memória RAM DDR3 e capacidade de armazenamento de 500 GB. Ao realizar a compra do modelo no site oficial da Dell, o cliente tem a opção de adicionar um disco rígido híbrido que promete acelerar a inicialização do sistema operacional.

Segundo a Dell, o modelo tem autonomia de bateria de 6 horas em uso moderado. Essa autonomia pode ser explicada graças ao processador do modelo que possui litografia de 14nm e TDP de 15 w.

Quanto à temperatura, o modelo alcança facilmente os 40ºC em uso moderado. Em geral isso não deve incomodar o usuário, exceto ao utilizar o dispositivo como tablet durante um longo período de tempo. O modelo pode ser uma alternativa para quem busca desempenho e praticidade.

A Dell também assegura o serviço de garantia por um ano após a realização da compra.

A versão dourada já está disponível no mercado brasileiro por meio do site oficial da empresa e possui preço sugerido de R$4.749. Outros modelos da linha com processadores de menor desempenho da linha Intel e diferentes opções de cores também estão disponíveis e tem preço inicial de R$2.499.

Por Wendel George Peripato


Informações sobre o novo tablet da Samsung foram reveladas após o aparelho passar pela certificação do TENAA.

A Samsung é uma das poucas empresas do mercado atual que segue investindo fortemente no mercado de tablets, ainda não tendo voltado suas atenções para os cada vez mais comuns dispositivos híbridos. Mostrando mais uma vez a esperança da empresa em fazer sucesso com esse mercado, um novo tablet da empresa passou por uma certificação do TENAA, tratando-se do novíssimo Galaxy Tab S3 8.0, que deve ser anunciado pela sul-coreana nas próximas semanas.

A certificação da TENAA, uma espécie de Anatel da China, ocorreu na última semana, revelando definitivamente todas as características do novo tablet de 8 polegadas da empresa da Coreia do Sul. Além das características de hardware, fotografias que caracterizam design e visual do dispositivo também foram revelados por meio da certificação. A Samsung ainda não se pronunciou a respeito do lançamento do seu novo tablet, porém, a certificação indica que isso possivelmente está bem próximo de acontecer, já que a certificação só ocorre quando o modelo está definitivamente pronto e é enviado pelo órgão fiscalizador para verificar se o dispositivo está de acordo com o que é pedido e exigido em cada país.

O tablet contará com uma tela Super AMOLED de 8 polegadas Quad HD, com 3GB de RAM, 32GB de armazenamento interno (que pode ser expandido por meio dos cartões microSD), processador Snapdragon 652 octa-core com clock máximo em 1,8 GHz, placa gráfica Adreno 510, além de câmera traseira de 8 megapixels e frontal de 2 megapixels. O aparelho ainda conta com 4.000 mAh de bateria e o Android 6.0 Marshmallow como sistema operacional.

Se comparado com o seu antecessor, o Galaxy Tab S2 8.0, definitivamente é possível encontrar poucas diferenças e evoluções no hardware, o que deverá fazer com que haja uma baixa migração de usuários do antigo tablet para a versão mais recente.

Talvez seja pelo fato de que a Samsung pretende atrair novos consumidores para a empresa, embora, de qualquer maneira, o fato de termos dois dispositivos quase idênticos no mercado e da mesma empresa pode fazer com que muitos usuários, na dúvida sobre qual escolher, acabem optando pelo modelo mais barato, neste caso, o modelo mais antigo, ou seja, o Galaxy Tab S2 8.0.


Novos computadores estão 14% mais finos que as versões anteriores.

O mês de maio será especial para a HP, haja vista o lançamento de uma nova linha de notebook da já conhecida série Pavilion. Uma das principais características desses lançamentos é quanto a sua espessura, pois os mesmos foram projetados para serem ainda mais finos que suas gerações anteriores, bem como mais leves. Os mesmos são equipados com bateria de lítio prismático, que possuem maior direção e velocidade de carregamento superior às baterias normais.

Vale ressaltar que a HP buscou trazer uma variedade de customizações para este lançamento. Dessa forma, os usuários terão a sua disposição certa variedade de configurações para sua escolha.

O primeiro modelo da série Pavilion trata-se da nova geração do hibrido Pavilion x360. Um dos principais destaques deste lançamento é, sem sombra de dúvidas, a sua tela que pode ser dobrada, o que deixa o aparelho funcionando como um tablet. A tela é de 13,3 ou 15,6 polegadas e pesa apenas 1,32kg. Sua espessura pode variar, chegando ao máximo a 19,8 mm. Tal espessura significa uma redução de até 14% em relação aos modelos da geração anterior.

Como já destacado, a bateria dos lançamentos da HP Pavilion é um dos principais destaques dos novos equipamentos. A série x360, por exemplo, conta com baterias de até 9 horas de duração. Além disso, esses modelos ainda contam com telas HD ou Full HD com até 16 GB de memória RAM. O armazenamento interno pode ser expandido via SSD até, no máximo, 512 GB. Por meio do HD, o armazenamento pode chegar a 1 TB. Em relação ao processador, é possível escolher entre Celeron, Pentium ou Core i7 de sexta geração.

Os novos notebooks HP Pavilion x360 devem chegar às lojas a partir de 15 de maio. Seu preço sugerido é de US$ 379, em suas versões mais básicas.

Além disso, a HP também destacou o lançamentos de novos notebooks da série Pavilion com telas variando entre 14 e 17,3 polegadas, peso a partir de 1,49 kg e espessura mínima de 19,5 mm. Tais aparelhos dispõem de processador Intel Core i7 e placa de vídeo adicional da NVIDIA GeForce 940MX, GTX 950M ou GTX 960M.

Também existe outra versão que é acompanhada do AMD A12-9700P quad-core e placa de vídeo Radeon R7. A memória RAM é de até 16 GB, sendo que o armazenamento interno pode ser expandido via SSD para até 512 GB ou através de HD de até 2 TB.

Vale destacar que ainda não há previsão de chegada destes aparelhos no mercado brasileiro.

Por Bruno Henrique


Confira aqui os prós e contras na hora de comprar um Notebook Gamer.

Com a popularização dos jogos eletrônicos, os notebooks se tornaram objeto de desejo para muitos jogadores. A pergunta é: Vale a pena investir em um notebook para jogos? Confira aqui.

O primeiro benefício do notebook gamer é a possibilidade de levá-lo para outro ambiente de forma simples, o que não ocorre com um desktop. Ao contrário do modelo de mesa, basta colocar o dispositivo em uma mochila, abrir a tampa e iniciar a jogatina onde você estiver. Apesar desse benefício, os notebooks contam com algumas – porém importantes – desvantagens.

Além da placa de vídeo onboard, esses modelos contam com um chip gráfico offboard, capaz de gerar gráficos de alta qualidade. No entanto, a solda na placa mãe torna impossível a troca desse periférico, o que anula a possibilidade de um futuro upgrade.

Outra desvantagem está no uso excessivo de bateria, que mantêm o jogador preso a uma tomada e inviabiliza a portabilidade. Além disso, o preço para ter um modelo de alto desempenho pode variar entre R$ 5.000 e R$ 18.000.

Sabendo disso, o jogador pode optar por escolher um modelo convencional com desempenho semelhante ao da linha gamer, capaz de executar jogos e programas de edição sem travamentos. Confira abaixo alguns modelos custo x benefício:

  • Notebook ASUS X555: O modelo da Asus conta com placa dedicada de 2 GB, processador Intel i5, 6 GB de memória RAM (expansível até 10 GB) e 1TB de armazenamento interno. Atualmente, o modelo é encontrado no mercado brasileiro por cerca de R$ 2.900.
  • Notebook Dell: Falar em notebook e não citar a Dell é praticamente impossível. A fabricante americana possui diversos modelos com placa de vídeo dedicada, como os da linha Vostro e Inspiron. Os preços variam entre R$ 1.800 e R$ 4.000, dependendo do modelo escolhido.
  • Notebook Lenovo G40: Alguns modelos da linha G40 contam com placa de vídeo dedicada de 2 GB. As versões podem ser encontradas com processadores Intel i5 ou i7, 4 ou 8 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento. Atualmente, o modelo é encontrado no varejo ao preço médio de R$ 3.000.

O futuro dos games de alto desempenho e portabilidade combinada pode ocorrer com a chegada de serviço em nuvem, como o Grid e OnLive. Infelizmente, para obter uma jogatina fluída e sem travamentos é necessário ter conexão com a internet de alta qualidade.

Por Wendel George Peripato


Computador deverá ter uma versão com 16 GB de Memória RAM.

A HP revelou seu novo Chromebook 13, que promete desempenho de sobra até para os usuários mais exigentes. O notebook é equipado com o sistema operacional do Google (o Chrome OS) e apresenta um acabamento de qualidade, além de especificações de hardware que colocam o laptop no mesmo nível do Pixel, lançado recentemente pelo Gigantes das Buscas. Haverá uma versão de 16 GB de memória RAM para o Chromebook da HP, o que deverá dar um desempenho espetacular para a máquina que já conta com um sistema leve.

O novo notebook apresenta uma outra qualidade interessante. Sua tela apresenta uma excelente resolução de 3200 x 1800 pixels. O laptop também conta com o sistema de áudio da Bang & Olufsen para proporcionar a melhor experiência sonora para os usuários. Ele é fino, com uma espessura de 12,9 mm. A HP aposta em configurações topo de linha para conquistar os consumidores que se identificam com os serviços do Google.  Seu notebook conta com armazenamento SSD de 32 GB, além de disponibilizar suporte a leitor de cartões microSD.

Em todas as suas versões, o Chromebook 13 acompanha duas portas USB-C, novo padrão utilizado pela indústria tecnológica. Com isso, será possível conectar até três monitores simultâneos com o suporte disponibilizado de maneira nativa pelo Chrome OS.

A máquina conta com uma bateria que, segundo a HP, suporta até 11,5 horas longe de uma fonte de energia.

Os valores do Chromebook 13 são diferentes conforme as configurações. A melhor delas sai por US$ 1.029 (R$ 3.600 na conversão direta, sem impostos). Esse modelo oferece um processador Intel Core M7, da mais recente geração Skylake. Já na versão de entrada do computador, o preço fica em US$ 499 (R$ 1.740). Neste valor, o consumidor consegue um processador Pentium e 4 GB de memória RAM.

Ainda não há qualquer previsão de chegada do novo produto da HP no Brasil. Vale a pena lembrar que os Chromebooks tem ganhado a atenção do Google, uma vez que breve deverá ser possível executar aplicativos Android no Chrome OS. Com isso, o sistema ganharia milhões de aplicativos oriundos do sistema operacional móvel da empresa americana. Resta esperarmos para ver quais serão os planos do Google para seu sistema.

Por William Nascimento


Novo computador tem design futurista e conta com pulseira especial.

A novidade mais recente da Asus é o ROG GT51CA, um desktop feito especialmente para gamers que vem com um acessório bem interessante: uma pulseira chamada ROG Band. Além disso, o PC se destaca pelo visual arrojado e características técnicas de ponta que garantem que gamers possam rodar qualquer jogo que desejarem com as melhores configurações.

Detalhes Técnicos:

O design é a primeira coisa que chama a atenção: ele tem vários ângulos e uma inclinação diferenciada que dão um visual bem moderno ao equipamento. Com o corpo em cinza e detalhes vermelhos ele é um computador digno de filmes de ficção científica. Ele inclusive foi o ganhador da iF Design Award de 2016, que premia produtos de vários tipos.

Para garantir experiência de qualidade para seus usuários, ele agrega vários hardwares de qualidade. A placa mãe é uma Intel Z170 e também possui processadores Skylake-S, ele pode ter memória RAM de até 64 GB. O armazenamento interno também não deixa a desejar, são 3 TB.

Não é preciso se preocupar com os gráficos que esse monstro pode exibir, ele possui placas da NVIDIA e Titan X que ajudam a rodar jogos com resolução 4K. Elas também são compatíveis com os dispositivos de realidade virtual que viraram febre no mercado. Apesar disso tudo, o ROG não é um PC muito barulhento, já que a Asus economizou nas ventoinhas utilizando refrigeração líquida.

Por fim, ele vem com um acessório chamado ROG Band, uma pulseira que o usuário deve utilizar para ativar certas funções do PC. A ROG Band deve ter surgido como uma ação da Asus para acompanhar a tendência do mercado de “wearables”, tecnologias que os usuários podem vestir.

Com movimentos e comandos da pulseira o usuário consegue acessar uma área restrita do armazenamento de seu computador. Dessa maneira ele pode guardar arquivos de maneira segura, já que só é possível acessa-los pela pulseira. Alguns podem até achar que é uma inovação um tanto que desnecessária, mas é preciso esperar para ver o que o público acha.

Preço e Venda:

Por enquanto a novidade da Asus não tem data oficial de lançamento ou preço recomendado. Provavelmente ele será anunciado ainda em 2016, para a alegria dos gamers ansiosos.

Por Gizele Gavazzi


Confira aqui algumas dicas para deixar o seu computador ou notebook mais rápido.

Com o passar do tempo, seu computador passa a perder potência devido a diversos fatores. Com isso, ele pode não ser mais suficiente para suprir suas necessidades. No entanto, se você não tem recursos para investir em um novo desktop ou notebook, talvez a melhor opção seja seguir algumas dicas que ajudarão a aumentar o poder de fogo de seu computador. Para ajudá-lo, separamos quatro medidas eficientes para que você possa usufruir novamente da potência de sua máquina.

1 – Limpe seu computador por dentro: A poeira acumulada com o tempo pode ser um fator determinante para a perda de desempenho de seu PC. Ela pode prejudicar a ventilação de componentes importante, bem como impedir que alguns deles funcionem em seu melhor estado. Sendo assim, abra seu computador ou notebook e utilize um spray de ar. Você também pode fazer isso no teclado, melhorando sua aparência e permitindo o uso mais pleno das teclas.

2 – Limpar ou aumentar a memória RAM: A memória RAM é um componente vital para o funcionamento de sua máquina. Ela trabalha em harmonia com o processador para permitir que você utilize diversos programas ao mesmo tempo. Para aumentar o desempenho de seu computador, você pode realizar a limpeza dos pentes de memória ou até adquirir outros com maior quantidade de MB para introduzir em seu PC. Dessa forma, você conseguirá obter respostas mais fluídas e rápidas em todo o uso do sistema, como para abrir programas, executar jogos, acessar a internet, entre outras atividades.

3 – Reinstale ou formate seu sistema operacional: Seja Windows, Mac ou Linux, todo sistema acumula dados que podem deixar seu computador lento durante o tempo de uso. Para solucionar esta questão, você pode utilizar programas de limpeza que são bastante úteis. No entanto, por melhor que sejam, eles não superam a remoção completa que uma formatação ou reinstalação proporciona. Dessa forma, você pode optar por realizar a formatação de seu computador para ter um sistema sendo executado de maneira mais rápida e sem os "lixos de dados" existentes devido ao acúmulo de uso. A formatação também elimina a maioria dos vírus que podem estar instalados em seu computador, danificando o desempenho do sistema.

4 – Substitua a bateria ou fonte de alimentação: Muitos usuários reclamam da pouca duração da bateria de seu notebooks. Isso normalmente resulta em redução de desempenho, visto que o usuário diminui o brilho da tela, executa programas em baixo desempenho, entre outras ações, só para ganhar autonomia da bateria. Por isso, talvez seja a hora de você adquirir uma bateria nova para seu notebook. Assim, você poderá utilizar o poder máximo de sua máquina para acessar a internet, executar jogos e utilizar programas mais complexos. Os desktops contam com fontes de alimentação que são ligadas diretamente em uma fonte de energia. Para esses usuários esse problema é quase inexistente.

Por William Nascimento


Venda de Smartphones continua crescendo, enquanto a de Notebooks e Computadores Pessoais seguem em Queda.

Desde que os smartphones surgiram por aqui, os brasileiros se encantaram com os dispositivos que viraram uma verdadeira febre. Em 2016 alcançamos o número de 168 milhões de aparelhos, um grande aumento em relação aos 152 milhões que estavam em uso no ano de 2015. A pesquisa é realizada anualmente pela FGV-SP para medir os dados de uso e vendas de smartphones no país. Apesar dos bons resultados com smartphones, o mercado para computadores e tablets teve uma quedinha.

Expectativas Futuras:

Espera-se que o mercado de smartphones só vai crescer nos anos que chegam. Segundo a pesquisa, até 2018 o Brasil deverá ter pelo menos 236 milhões de smartphones por aí, o que dá mais de 1 celular para cada habitante.

Também foi constatado que os smartphones estão cada vez mais populares entre o público jovem, inclusive mais populares que notebooks. Isso quer dizer que se alguém estiver com o dinheiro para comprar um notebook, provavelmente optará por um smartphone mais sofisticado.

Para acessar a internet a maioria dos brasileiros já utiliza seus dispositivos móveis, o que explica a queda na popularidade do notebook, que pelo jeito está sendo substituído.

Outros dispositivos:

O número de notebooks e tablets nas casas de brasileiros também é alto, 160 milhões, mas não chega aos pés dos smartphones. Mesmo assim, estamos acima da média mundial, por aqui são mais ou menos 4 dispositivos para cada grupo de cinco habitantes, já a média para o resto do mundo é 78 dispositivos para cada 100 pessoas.

Devido à crise, provavelmente teremos de esperar para atingir a meta de ter um dispositivo móvel por brasileiro. Mesmo assim, até 2020 talvez consigamos chegar lá. Em 2015 as vendas de computadores teve uma queda de 30%. A culpa pode ser da alta do dólar. Mesmo que o preço médio de fabricação dos computadores continue o mesmo, eles chegam caros para o Brasil quando o real está baixa. Claro que os consumidores perdem o incentivo para comprar notebooks que estão mais caros, especialmente em tempos de insegurança e crise econômica.

Os tablets sofreram ainda mais: sua venda caiu 38%. A FGV-SP prevê que o mercado para esse tipo de produto deve ser recuperar em 2016 e prevê crescimento de vendas de 7%.

Gizele Gavazzi


Empresa deve descontinuar o modelo Air para focar na versão Pro e nas versões com Retina.

O mercado de ultrabooks não emplacou como o esperado há alguns anos atrás, quando esse novo modelo de laptop foi lançado no mercado, entretanto, antes mesmo dos ultrabooks, já tínhamos o "MacBook Air", da maçã Apple, precursor desses dispositivos. Agora, infelizmente, o modelo Air do MacBook pode estar chegando bem perto do seu fim.

Informações divulgadas recentemente na rede constataram que a Apple pode descontinuar o MacBook Air muito em breve, indo contra a perspectiva que alguns sites da mídia tinham de que a empresa da maçã poderia lançar uma versão com 13 polegadas e outra com 15 polegadas para o Air também em breve.

Ao que parece, a Apple está focada no MacBook de 12" e também no MacBook Pro e suas versões Retina, o que acabou fazendo com que o modelo Air ficasse completamente de lado na empresa, ainda mais se considerarmos que esses novos modelos terão um novo design, bem como devem ser ainda mais finos, o que era a grande ''propaganda'' da versão Air, como mencionado, precursora dos atuais Ultrabooks. Os novos modelos podem ser até mesmo mais leves que as versões lançadas até então do Air, fazendo cair por terra qualquer atrativo que o já quase saudoso modelo da Apple oferecia aos seus usuários até então.

Ainda se acredita que o fato de até mesmo a versão Air do iPad ter ficado de lado com os novos lançamentos da família iPad, como a versão com tela de 9.7" e o de 12", é um novo indício de que a empresa está deixando a versão Air de lado aos poucos.

Um dos motivos mais apontados para o fim do MacBook Air, porém, é uma mudança de concepção no mercado atual, visto que atualmente os usuários buscam ou modelos que contam com alto desempenho para jogos e programas que exigem do hardware da máquina ou versões mais simples que cumpram com o que o usuário necessita no seu cotidiano, como acessar a Internet e realizar tarefas simples, ao invés de buscarem por modelos mais finos e leves, como no passado.

Se já não bastasse isso, atualmente existem versões com mais recursos do MacBook como o Pro.

Por aqui, tanto a versão Air como outras possuem preço elevadíssimo, podendo beirar os R$ 20.000, o que deve fazer com que os usuários, ao menos em teoria, não sintam tanta falta de uma versão antiga do MacBook.

Laisa Silva


E-reader da Amazon ganha capa que amplia a duração da bateria e será o modelo mais caro da empresa.

O Kindle foi um dos primeiros e-readers a serem lançados, desde então virou moda ler nesses aparelhos que fazem de tudo para imitar os livros impressos com a vantagem de poderem armazenar dezenas deles. O mais novo lançamento da Amazon é o novo Kindle, o Oasis.

As novidades:

O Oasis se destaca principalmente por vir com uma capa que aumenta a duração da bateria, que chega a durar até dois meses. Além disso, ele conta com um novo visual. Diferente de seus antecessores, ele não tem a aparência simétrica de um tablete.

A novidade da Amazon é uma lombada no lado direito do produto, que imita a lombada dos livros, mas também tem um fim prático. Ela faz com que o centro de gravidade do Oasis fique mais perto da mão do leitor para evitar aquele desconforto de ler segurando o Kindle com uma mão só.

E os canhotos não perdem com esse design que, à primeira vista, parece exclusivo para destros. A tela tem a capacidade de se inverter quando o aparelho é virado, então um canhoto que queira segurar seu Oasis com uma mão só precisa somente inverter o aparelho e tudo estará bem. A lombada do Oasis também veio equipada com botões para mudar de página e sua funcionalidade também é invertida quando a tela se inverte.

Segundo a empresa, esse também é o Kindle mais leve e fino já produzido. A capa que já vem junto com o aparelho é bonita esteticamente e possui o propósito de aumentar a autonomia do Oasis. O leitor digital e sua capa de couro são conectados por imãs e, quando conecta-se o Oasis numa porta USB ele carrega juntamente de sua capa.

Quem testou o Kindle mais recente afirma que ele é a melhor versão já lançada. A Amazon também introduziu uma nova fonte nesse Kindle e deixou as transições e animações mais rápidas, garantindo uma melhor experiência de leitura.

Preço:

Quem quiser ter toda a comodidade do Kindle Oasis precisa estar preparado para pagar por isso. O aparelho chega a custar mais ou menos R$ 1.400,00, bem salgado se comparado com as versões anteriores.

Isso acontece porque a Amazon nunca pensou em substituir os outros Kindles pelo Oasis, ele é só a versão mais luxuosa, os outros continuarão no mercado e não deixarão de ganhar atualizações e modelos mais recentes.

Por Gizele Gavazzi


Computador é o primeira a contar com a nova placa de vídeo M5500 da Nvidia. Preço do notebook varia de US$ 5.499 a US$ 6.899.

Foi anunciado pela MSI o seu novo notebook, o WT72 6QN. O dispositivo conta com uma GPU M5500, da marca Nvidia. A MSI foi a primeira a apresentar um lançamento de notebook que conta com a nova placa de vídeo desta empresa. A M5500 conta com um desempenho mais elevado e também traz a compatibilidade com a realidade virtual.

O notebook WT72 será comercializado com uma memória de 8 GB GDDR 5. O seu processador poderá ser um Intel Core de 6° geração ou um Xeon com memória de até 64 GB DDR4. Aqueles que quiserem aproveitar a compatibilidade com a realidade virtual poderá fazer isso com o Oculus Rift ou o HTC Vive.

O aparelho também apresenta a conectividade Thunderbolt 3 e o USB 3.1. Em termos da GPU Quadro M5500, ela tem mais de 2 mil núcleos CUDA e poderá rodar até 1140 MHz. O seu poder é realmente imenso e fica atrás somente da placa de vídeo GTX 980 com 1218 MHz.

Os preços do notebook da MSI WT72 ficam em 5.499 dólares com o processador Intel Core i7 6700Q, ou então, no valor de 6.899 dólares com o processador Xeon.

Dicas de como comprar um bom Notebook para jogos:

O processador:

O usuário deverá selecionar o melhor processador que vai trabalhar em parceria com a placa de vídeo. Se adquirir um processador de linha intermediária, mas trabalhando ao lado de uma boa placa de vídeo, os resultados são melhores em comparação de uma placa de vídeo intermediária ao lado de um processador mais topo de linha.

Placa de Vídeo:

Os resultados para placas de vídeos vão diferir sempre segundo as configurações do notebook e também dos jogos. O aconselhável é optar pelas placas dedicadas. Sempre faça também uma avaliação do jogo e a configuração que pretende jogar. São questões que devem ser verificadas para não comprar algo que não se encaixe nas suas exigências.

A memória:

O mínimo aconselhável para notebook de gamers é uma memória de 4GB. Porém, o ideal mesmo para rodar bem games atuais é 8 GB. Acima deste número é apenas para jogos que vão exigir mais do seu hardware.


Notebook possui configurações robustas e custa R$ 4.499 na loja oficial da Lenovo.

O mercado de notebook já não está tão aquecimento como há anos atrás, quando os consumidores ao invés de comprar tablets e smartphones, acabavam optando por comprar notebooks, principalmente aqueles que precisavam de algo portátil para o trabalho e para os estudos. Porém, é claro que o mercado de Notebooks segue com novidades, entre elas está o Lenovo Z40.

O dispositivo da Lenovo conta com boas configurações, sendo que o grande foco é nos usuários que querem usam o notebook para tarefas que exigem mais do dispositivo em questões de hardware. O aparelho conta com o Windows 10 Home e cumpre com o seu dever de acordo com o que promete.

O dispositivo conta com a versão Home do Windows 10 ou 8.1, além de 16GB de RAM e duas opções tanto de processador como de placa de vídeo dedicada: Intel Core i7 de 4ª Geração ou o Intel Core i5 junto da NVIDIA GeForce 820M 2GB ou a versão 840M também com 2GB, dedicada como placa de vídeo. Sua tela conta com 14 polegadas Full HD e o aparelho possui 1TB de memória, mais do que necessário para você poder guardar suas informações mais importantes no Notebook da Lenovo.

Já a bateria também não decepciona, já que conta com 41Wh em 4 células, porém, é bem pesado, já que conta com 2,1 Kg, bem pesado para se levar em uma mochila por exemplo. O notebook conta com várias entradas USB, além de HDMI, USB 3.0 e 2.0, RJ-45, VGA e leitor de cartões SD e MMC.

O produto de fato possui excelente configurações e deve agradar muito os usuários que optarem pelo produto da Lenovo, que está de acordo com o que há de mais moderno no mercado, talvez falhando apenas por ser um dispositivo pesado, o que dificulta na mobilidade para aqueles que vão precisar levar o dispositivo em vários lugares.

Ele pode ser encontrado na loja da Lenovo, online, por R$ 4.499, podendo ser encontrado ainda em outras lojas que não a da fabricante por preços próximos dos R$ 4.000 na versão mais completa e perto dos R$ 3.000 na mais simples, aqui no Brasil.

Por João Trajano


Novo app para Mac promete facilitar a vida dos usuários e desbancar o WhatsApp Web.

É indiscutível que o Whatsapp conseguiu seu lugar a luz, após 7 anos de seu lançamento e a compra realizada pelo Facebook, trazendo ainda mais investimentos para o app. Milhões de pessoas usam o aplicativo diariamente para conversar com seus amigos, fazer novos amigos, resolver questões escolares e profissionais, sendo extremamente útil e indispensável para grande parte dos usuários de smartphones hoje.

Entretanto, um questionamento feito por praticamente todos os usuários é a respeito do uso do aplicativo no computador, já que muitos utilizam o app com tanta frequência que não conseguem ficar longe do mensageiro nem mesmo quando estão no seu desktop. Atualmente, temos como opção o Whatsapp Web, que roda por meio do navegador do usuário, porém, agora podemos contar com um app próprio para o Whatsapp em nossos desktops, ao menos, se você é um dos usuários do Mac, SO de Apple.

Trata-se do aplicativo FreeChat, que oferece as mesmas opções presentes no Whatsapp Web, bem como traz aos usuários do Mac outras vantagens, como o fato de ser um app, o que permite que você não precise manter uma aba com o Whatsapp Web aberto, ainda tendo como grande vantagem diante de outras opções alternativas o fato de não contar com muitos anúncios em sua interface, um enorme ponto positivo para o app.

Por enquanto, infelizmente o programa está disponível apenas para os usuários do SO Mac, não havendo nenhuma informação quanto a um possível lançamento para Windows ou até mesmo Linux, mas certamente para os usuários que contam com o Mac em seu desktop, vale o teste.

Com o FreeChat, será possível arrastar fotos de seu desktop para o app, podendo enviar para seus amigos, bem como responder de maneira rápida as mensagens e bloquear notificações de grupos e amigos, funções já presentes na versão nativa do Whatsapp para os dispositivos móveis e que acabam por facilitar a vida dos usuários.

O FreeChat é completamente gratuito, o que é ótimo, além de ser bem avaliado entre os usuários que possuem o programa, sendo uma boa opção para aqueles que desejam permanecer conectados com o mensageiro mais querido do mundo mesmo quando não estão em seu smartphone.

Por João Trajano


Modelos abrangem diversos tipos de público.

As marcas chinesas estão em destaque no cenário mundial, com um investimento fortíssimo em tecnologia, entre elas, a Lenovo, que há tempos já investe também no mercado brasileiro. No dia 10, a empresa anunciou novos notebooks para o mercado nacional.

A Lenovo anunciou 3 novos modelos que abrangem diversos tipos de público. Entre eles, temos o Yoga 900s, que conta com boas configurações para os usuários mais exigentes, pesando apenas 1 kg e tendo como processador o Intel Core m7, que não possui ventoinhas, deixando o design mais fino, embora isso possa apresentar um certo risco para usos contínuos, além de contar com um design feito com cobertura de carbono. O Yoga 900s também promete trazer autonomia de 10,5 horas para os usuários com reprodução de vídeos.

O dispositivo também tem uma tela touchscreen com 12,5 polegadas Quad HD e até mesmo uma caneta para o usuário poder utilizar na tela, como em alguns modelos de tablet. O aparelho começará a ser vendido em solo nacional apenas no segundo semestre ainda desse ano, ainda não tendo um preço definido pela marca chinesa.

Já para os usuários que querem um excelente notebook para jogar os jogos mais exigentes do mercado, a empresa anunciou o Y700, que será vendido pelo assustador preço de R$ 12,1 mil, trazendo como justificativa para um preço tão alto, uma configuração igualmente potente, com o Intel Core i7 6ª Geração como processador, placa gráfica GPU Nvidia GeForce GTX 960M com 16GB de memória RAM e ainda 512GB de armazenamento interno para os usuários poderem guardar seus jogos.

O processador é um dos pontos autos do dispositivo, que traz consigo o chamado Intel RealSense, que permite ao usuário do Notebook escanear sua face para utilizar em jogos onde a função está disponível, como o FIFA, graças a sua câmera 3D, ainda garantindo menor uso de energia e mais desempenho.

A tela conta com 15,6 polegadas e resolução Full HD.

Enquanto isso, a última opção anunciada segue uma grande tendência do mercado, os dispositivos híbridos. Trata-se do ThinkPad X1, que tem como foco o mercado corporativo, outra tendência para os dispositivos atuais, com uma boa configuração e diversas funções úteis para esse tipo de usuário.

Ele possui uma tela de 14 polegadas e armazenamento maior que as versões anteriores, já que esse mercado costuma usar muito a memória do dispositivo para guardar arquivos de trabalhos além de documentos.

Ainda teremos o ThinkPad X1 Tablet, que tem como novidade o RealSense, também presente no Y700 e um projetor portátil para apresentação de trabalhos.

O último modelo anunciado para a linha X1, é o ThinkCentre X1, que conta com 23,8 polegadas, proteção contra poeira podendo resistir a 10 anos de uso, segundo testes feitos pela empresa.

Por Paulo Henrique

 

Lenovo Yoga 900S

Lenovo Y700

Fotos: Divulgação


Modelo conta com processador Intel Core M e tem um bom consumo de energia.

No ano passado a Samsung fez o lançamento do notebook Style S40 no mercado brasileiro. O aparelho conta com um processador Intel Core M, o qual não se destaca por uma grande potência, mas também não tem um consumo alto de energia.

A sua tela é FULL HD de 12 polegadas. O notebook Style S40 é bem fino e conta com uma espessura de 1,2 centímetros. O seu peso é de 950 gramas. A Samsung lançou esse dispositivo para concorrer no mercado com o MacBook de 12 polegadas, da Apple, uma vez que as características de ambos são bem parecidas.

O Style S40 conta com a tecnologia Touchpad Logon, um recurso que possibilita que a pessoa troque a sua senha de acesso do Windows por um desenho que fica padronizado no touchpad. O sistema operacional do S40 é o Windows na versão 8.1, mas já conta, obviamente, com a atualização para a nova versão 10.

A bateria do notebook conta com uma boa autonomia. Dados da Samsung dão conta que o aparelho pode manter 90% da sua capacidade original mesmo depois de 1 mil ciclos da sua carga.

Em termos de memória RAM o Style S40 apresenta 8 GB e o seu armazenamento interno é via SSD com 256 GB. No seu lançamento, o preço inicial sugerido era de R$ 5.999. Porém, como tem especificações parecidas com o MacBook 12” da Apple, o qual custa R$ 8.499, o custo benefício do S40 pode ser bem agradável. Atualmente, o preço do S40 não mudou muito, sendo possível encontrar o aparelho com um desconto do valor inicial em no máximo R$ 300.

Dicas antes de comprar um notebook – Memória RAM:

Antes de definir o tamanho da Memória RAM do seu aparelho, o usuário deverá fazer algumas considerações do mercado atual. Para rodar hoje um Windows 8, por exemplo, que não é a versão mais nova do sistema operacional da Microsoft, é necessário que a sua memória RAM conte com 1 GB.

Porém, os padrões atuais aconselham que o notebook tenha, no mínimo, 2 GB de RAM para que assim, o desempenho do aparelho não seja prejudicado quando necessita operar aplicações mais pesadas sem travamentos. Se você é um heavy user, compre um notebook com 4 GB de RAM ou mais.

Samsung Style S40

Samsung Style S40

Fotos: Divulgação


Yoga 900s, Y700 e Tablet ThinkPad X1 estão entre as novidades que desembarcam no Brasil neste primeiro semestre do ano.

Novos modelos de notebooks e tablets da Lenovo estão chegando ao Brasil. Eles foram apresentados ao público em janeiro na CES 2016, em Las Vegas. Um dos modelos é o Yoga 900s, que se destaca por ter tela de 12,5 polegadas sensível ao toque e com resolução QHD (2560X1440). Pesando apenas 999 gramas, o novo modelo é fabricado com fibra de carbono, que segundo a empresa, deixa a máquina mais leve e resistente. Além disso, o notebook conta com até 10,5 horas de duração de vídeo e o usuário não vai precisar recarregar as baterias. Além disso, o computador tem dobradiça que permite girar a tela a 360º.

Você adora jogar? Está sempre reunindo os amigos para se divertir com games online? A Lenovo vai lançar o notebook Y700, que é voltado para jogos. Além de muita potência, a máquina conta com câmara frontal 3D Intel RealSense, além de um processador Intel Core i7, placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960M com 4GB de memória, SSD de 512 GB, 16GB de memória RAM DDR4 e alto-falantes JBL.

Entre outras novidades, a Lenovo vai lançar o Tablet ThinkPad X1, que consegue rodar o sistema Windows 10 e conta, também, com alguns módulos que podem ser conectados a parte inferior do aparelho. Um deles, por exemplo, tem a capacidade de adicionar mais 15 horas de bateria, outro oferece ao Tablet um projetor portátil e, além disso, a tela é do tipo Intel RealSense.

Os interessados poderão comprar os módulos de forma separada e o tablet também acompanha um teclado removível, sendo ideal para quem quiser usar o dispositivo para trabalhar, escrever um texto, entre outras tarefas.

Além desta linha, a marca também lançou uma linha completa de ThinkPads para a versão corporativa em que podem ser encontradas as versões ultraleves, potentes, conversíveis e tudo em um em forma de tablet. Os novos aparelhos ainda não têm preço definido, mas poderão ser encontrados na loja online da marca. A previsão é que os novos computadores cheguem às lojas ainda no primeiro semestre deste ano. Além disso, os rumores são de que os novos dispositivos da Lenovo terão preços elevados. O que achou da novidade?

Por Babi


Novo notebook custa de R$ 4.820 a R$ 5.999. Computador vem com processador Intel i5 ou i7, além de placa de vídeo com 4 GB de memória dedicada.

A Dell lançou recentemente sua nova linha de notebooks voltados para o público gamer, o Dell Inspiron 15 7000. O modelo conta com placa de vídeo Nvidia GTX 960M e 8 GB de memória RAM, capaz de executar a grande maioria dos games atuais em alta resolução e excelente taxa de frames.

O modelo conta com tela de 15 polegadas capaz de transmitir imagens em resolução Full HD. A versão essencial chega ao mercado brasileiro por preço estimado de R$ 4.820.

O modelo conta com processador Intel i5 ou i7 de 6ª geração. A placa de vídeo conta com 4 GB de memória RAM dedicados, ao contrário do que ocorre na maioria de notebooks comuns. O dispositivo também conta com disco rígido de 1 TB, capaz de armazenar vários arquivos e jogos.

A série 7000 também oferece conexão HDMI com suporte à resolução Ultra HD, USB 3.0, leitor de cartões, conexão Ethernet 10/100 e Wi-Fi. O cliente também poderá optar por substituir o disco rígido por um SDD de 128 GB ao realizar a compra no site oficial da empresa. O computador possui também autofalantes com tecnologia Waves MAxxAudio Pro.

É possível optar também entre o sistema operacional Windows 10 64 bits ou Linux Ubuntu. Ao escolher o sistema operacional do Linux o preço não sofrerá acréscimos, ao contrário do que ocorre ao escolher o Windows 10.

A Webcam do modelo promete conferências em 720p (HD) e possui microfone embutido. Os drivers GeForce Experience e Game Ready Driver também estão inclusos para garantir maior desempenho, otimização do sistema e programas de edição gráfica.

A bateria conta com autonomia de aproximadamente 10 horas. O design em preto fosco com o logo da empresa em vermelho chama bastante atenção e promete agradar ao público de todas as idades. Vale lembrar que o modelo pesa aproximadamente 2,5 kg.

A versão com Core i5 e sistema Linux possui preço de R$ 4.820 e com Core i7 R$ 5.619. Já a versão com Windows 10 varia entre R$ 5.199 e R$ 5.999.

O 15 7000 é o primeiro notebook gamer da Dell e sem dúvidas é a melhor opção para quem deseja ter um notebook de qualidade capaz de executar jogos com alto desempenho e com um bom custo-benefício.

Por Wendel George Peripato


Modelo conta com o Windows 10 e tem como objetivo bater de frente com o Surface Pro, híbrido da Microsoft.

A MWC (Mobile World Congress) deste no, veio trazendo novidades que animaram os fãs que acompanham de perto o avanço da tecnologia mobile. É evidente que o ponto de maior de destaque novamente ficou para os smartphones, mas ainda existe espaço para outras tecnologias móveis, entre elas, os cada vez mais comuns, dispositivos híbridos. Na conferência da Huawei, a empresa apresentou o seu.

A empresa de Taiwan apresentou para o público o seu tablet/notebook que conta com Windows 10, chamado de MateBook, o dispositivo tem como objetivo bater de frente com o Surface Pro, híbrido da concorrente Microsoft.

O dispositivo, bem como o concorrente da Microsoft, possui configurações extremamente interessantes, como sua tela de 12 polegadas, talvez um pouco grande demais para o uso como um tablet, mas certamente um bom tamanho para a tela de um Notebook, com resolução Quad HD, sendo que a empresa ainda apresentou acessórios como uma case, um teclado e a caneta MatePen, para uso na tela do dispositivo. Todos os acessórios serão vendidos de forma separada do dispositivo.

A caneta conta com 2048 níveis de pressão para o uso na tela do dispositivo para garantir a melhor qualidade possível além de algumas conexões extras para o seu dispositivo móvel, que podem ser feitas por meio de um dock.

O dispositivo irá contar com várias versões, permitindo ao usuário escolher qual versão melhor se adapta ao seu uso cotidiano, sendo versões com processadores M3, M5 ou M7, todos da Intel, com 128GB de armazenamento interno e mais duas opções para a memória RAM do dispositivo: Uma com 4GB e outra com 8GB de RAM. O tablet/notebook da empresa de Taiwan também conta com um sensor de digitais, como se tornou padrão nos dispositivos móveis.

A bateria do híbrido conta com 13 horas de duração segundo a Huawei, o que é mais do que o suficiente para o uso diário sem um bom tempo de carregamento.

A empresa não anunciou uma data de lançamento para o dispositivo, porém já revelou o preço, que pode variar, de US$ 699 a US$ 1.599, sendo que esse preço está relacionado ao processador que o usuário irá escolher. Já os acessórios, serão vendidos, por US$ 59, a caneta, US$ 89 o dock para conexões e US$ 129 para a case com teclado.

Não há nenhuma informação sobre um possível lançamento do dispositivo por aqui.

Por Isis Genari

Huawei Matebook

Foto: Divulgação


Modelo foi considerado o melhor tablet da MWX 2016.

A Microsoft vem perdendo a batalha quando o assunto é o mercado de smartphones, onde a empresa apresentou uma enorme queda no número de seus usuários, mas no mercado de tablets, a empresa vem levando a melhor sobre o Android, com cada vez mais empresas apostando no sistema da janela para tais dispositivos. A empresa também vem investindo bastante no setor e durante a MWC 2016 apresentou o seu Surface Pro 4, que acabou sendo eleito o melhor tablet da feira que aconteceu em Barcelona, na Espanha.

Para se ter uma ideia, o dispositivo da Microsoft vem sendo considerado o mais potente entre esses dispositivos, mostrando a força que a empresa quer ter para conquistar mais espaço nesse mercado, fazendo com que o dispositivo ganhasse a premiação de melhor tablet da conferência. Certamente, uma das primeiras vitórias da Microsoft com seu novo aparelho.

O prêmio é entregue pela GSM Association, que organiza a feira e entrega os prêmios do chamado ''Global Mobile Awards'', que entrega prêmios para o melhor em diversas categorias, dessa vez, na dos tablets, a Microsoft se sagrou a vencedora.

Com o Surface Pro 4, a Microsoft acaba por seguir também uma nova tendência para o mercado, a dos dispositivos 2 em 1, sendo um híbrido, tablet e notebook, permitindo que o usuário escolha qual dos dois deseja utilizar no momento.

O tablet da Microsoft, conta com uma tela de 12,3 polegadas Quad HD, armazenamento interno disponível em versões com 128, 256, 512 e 1TB, junto de versões com 4, 8 ou até mesmo 16GB, o dispositivo também conta com 3 opções de processadores, sendo M3, i5 ou i7, todos da Intel, podendo chegar na velocidade máxima de 3,4 GHz, bateria com duração de 9 horas de reprodução de conteúdos multimídia, além de uma câmera traseira de 5 megapixels e frontal de 8 megapixels.

O Surface Pro 4, da Microsoft, está disponível em alguns países, pelo preço de 999 euros na versão com apenas o tablet e cerca de 1.158 euros para a versão que vem com o teclado e a caneta para poderem ser usadas no dispositivo da empresa.

Por Isis Genari

Microsoft Surface Pro 4

Foto: Divulgação


Novo modelo da Lenovo pode ser usado como tablet e notebook.

O mercado de notebooks perdeu muito espaço nos últimos anos, graças ao mercado de smartphones, que cresceu em um ritmo aceleradíssimo, tomando o lugar que antes era não somente dos Notebooks, como também dos computadores de mesa. Porém, isso não significa que o mercado de Notebooks está morto, pelo contrário, muitos, principalmente a trabalho, ainda preferem os dispositivos, e as marcas seguem investindo nesse ramo, entre elas, a marca chinesa Lenovo, que anunciou seu novo dispositivo na MWC deste ano.

Como dito, o mercado de smartphones, acabou por abocanhar uma grande parcela do mercado de Notebooks, e exatamente por esse motivo, é preciso que as empresas se reinventem e busquem novas maneiras de atrair os consumidores para esses dispositivos. Um modelo que vem sendo usado nos últimos tempos e é extremamente atrativo para o consumidor, são os dispositivos ''2 em 1'', que podem tanto ser usados como um tablete e como um Notebook, e é essa linha que segue o Ideapad MIIX 310, da chinesa Lenovo.

O dispositivo foi anunciado durante a conferência da empresa na Mobile World Congress deste ano, tratando-se de um modelo de baixíssimo custo, o que pode até mesmo ajudar na popularização do dispositivo no Brasil, caso o mesmo seja lançado por aqui, custando apenas US$ 229, algo em torno de R$ 910, desconsiderando os impostos que poderiam ser cobrados sobre o aparelho.

O aparelho será lançado em junho deste ano, mas não há nenhuma previsão feita de lançamento para o mercado brasileiro.

Quanto às configurações de hardware, o dispositivo é até certo ponto, simples, contando com o processador Intel Atom X5 8300, 4GB de memória RAM, placa gráfica integrada ao dispositivo e um fator que pode ser considerado negativo, o tablet/notebook, estará disponível em versões com 64GB e 128GB, pouco para um dispositivo que se propõe a ser um ''2 em 1'', mas justificado pelo preço reduzido do dispositivo. A tela é Full HD e ele conta com o Windows 10.

Para que o tablet se torne Notebook, basta acoplar o teclado ao dispositivo. Mesmo com o baixo custo, o design também agrada, sendo compacto e bonito.

Por Isis Genari

Lenovo Ideapad MIIX 310

Foto: Divulgação


Modelo não tem previsão de ser lançado no Brasil, porém, se for lançado poderá chegar com preço superior a R$ 13 mil.

O Surface Book é a grande aposta da Microsoft para o mercado de Notebooks, e porque também não, de tablets, afinal de contas, com apenas alguns passos, é possível transformar o laptop em um tablet, sendo esse um ponto extremamente forte do dispositivo que, embora tenha sido anunciado já há vários meses e colocado na pré-venda há certo tempo, apenas agora os usuários parecem começar a receber o dispositivo no Reino Unido.

Mesmo com a pré-venda, a Microsoft não havia dado grandes informações a respeito do dispositivo, que estaria sofrendo com problemas em sua bateria, graças ao Windows 10, que também vem causando dor de cabeça na empresa estadunidense nos smartphones da marca.

Os consumidores do Reino Unido começaram a receber suas unidades compradas no dia 18 e já podem usufruir do seu aparelho, que ainda não possui qualquer previsão de chegar ao Brasil, o que certamente deve demorar ou até mesmo não acontecer, já que a Microsoft vem optando por retardar o lançamento de seus novos dispositivos no Brasil, graças à crise enfrentada pelo país.

O Notebook conta com um preço elevado, mas ao mesmo tempo, com um hardware que condiz com o preço cobrado pelo dispositivo, que conta com 16GB de RAM, processador Intel Core i7 6ª Geração e placa gráfica Nvidia GeForce, na sua versão mais robusta, que custa US$ 3.234, algo em torno de mais de incríveis R$ 13.000,00, ainda sequer sem contar os impostos, que devem elevar ainda mais o preço do aparelho. Vale lembrar que, no Brasil, é possível encontrar modelos do MacBook atualmente, por mais de R$ 20.000, ou seja, é possível que, se lançado no Brasil, o dispositivo alcance esse preço.

A versão mais simples com Intel Core i5 com 8GB de memória RAM, por US$ 1.867, cerca de R$ 7.500, também desconsiderando os impostos.

O Surface Book, além do problema com a bateria, acabou passando por alguns outros problemas antes de seu lançamento oficial no Reino Unido, o que gerou insegurança em alguns consumidores em fazer um alto investimento, mas certamente, pelas configurações de hardware do dispositivo, deve ser um bom negócio apostar no novo dispositivo móvel da Microsoft.

Por Isis Genari

Surface Book

Surface Book

Fotos: Divulgação


Os notebooks são muito utilizados atualmente, e para prolongar a vida útil deles basta adotar algumas medidas de cuidado.

Todos os aparelhos possuem uma vida útil e dependendo da forma como são conservados, sua vida útil poderá se prolongar ou diminuir. Os notebooks são cada vez mais utilizados atualmente, pois são computadores portáteis que trazem praticidade para seus usuários. O notebook, assim como todos os outros aparelhos eletrônicos, também irá funcionar por determinado tempo.

Descubra aqui como prolongar a vida útil de seu notebook:

Se você gosta de comer ou beber algo enquanto usa seu notebook, deve parar. O que tem se tornado um costume de muitas pessoas pode prejudicar seriamente o aparelho. Farelos de comida e líquidos derramados irão danificar, ou até mesmo inutilizar o teclado e o mouse. Se a quantidade de líquido derramada for grande, ele poderá deixar de funcionar completamente.

Diversos notebooks possuem atualmente uma tela de LCD. A tela que traz diversos benefícios para imagens mais nítidas não deve ser tocada. Dependendo da forma que alguém bate na tela, poderão surgir manchas irreparáveis nela. O mesmo vale para batidas fortes.

Outro costume muito grande entre os usuários de notebooks é utilizá-los diretamente ligados na tomada. Isso poderá viciar a bateria de seu computador, que ficará completamente dependente da tomada. O correto é ao menos uma vez por mês utilizar o aparelho até que a bateria acabe completamente, após isso, deixe-o desligado por 5 horas e depois carregue-o. Dessa forma, o sensor de carga da bateria não ficará descalibrado.

Quando for transportá-lo ele deve ser desligado. Se o notebook estiver ligado enquanto é transportado e bater em algo ou alguém, o HD poderá se riscar. Com um HD riscado há a grande possibilidade de que os arquivos nele sejam danificados e, por consequência, perdidos.

Ao adquirir um notebook, procure comprar também uma bolsa própria para transportá-lo. O transporte desses computadores em sacolas, mochilas, etc., inadequados poderá quebrar componentes externos e até mesmo internos do aparelho.

Há saídas de ar específicas em seu notebook para que ele não superaqueça. Por esse motivo, ele não deve ser utilizado em cima de almofadas, camas, sofás, ou outras superfícies que tampem completamente essas saídas. É importante evitar o superaquecimento, pois ele poderá até mesmo queimar o processador do computador.

Faça uma limpeza externa no aparelho com frequência. Utilize um pano seco e limpo para limpar a tela, assim como um pincel macio também seco e limpo para limpar o teclado e o mouse. Isso irá evitar o acúmulo de poeira. Nunca utilize produtos de limpeza ou panos molhados.

Evite a queima do notebook utilizando apenas fontes originais para carregá-lo. Fontes diferentes irão acarretar a queima do mesmo.

Se possível, faça uma manutenção preventiva uma vez ao ano, com alguém capacitado para fazê-la. Com o tempo o notebook poderá apresentar problemas e a manutenção é uma forma de preveni-los e proteger seus arquivos.

Se possuir dúvidas sobre alguma função ou algum recurso do aparelho, ligue para um técnico que entenda do assunto. Dessa forma problemas acidentais são facilmente evitados.    

Por Isabela Palazzo

Usando notebook

Foto: Divulgação


Aparelhos contam com processador dual-core e tela touchscreen. Preços variam de 5.999 a 7.999 rupias indianas.

A DataWind é conhecida mundialmente por fabricar dispositivos eletrônicos e distribuí-los em países em desenvolvimento. No início do mês, a empresa anunciou o lançamento de dois Netbooks de 7” e 10” com preço de lançamento de 5.999 e 7.999 rupias indianas, respectivamente.

O Netbook DroidSurfer 10” conta com tela sensível ao toque e resolução de 1024×600 pixels, além de sistema operacional Android 4.4.2 KitKat, processador Cortex A9 dual core de 1.6 Ghz e 1 GB de memória RAM.

Já o modelo de 7 polegadas conta com ecrã tátil com resolução máxima de 800×600 pixels, sistema operacional Android 4.4.2  e o mesmo processador utilizado no modelo de 10 polegadas. No entanto, o dispositivo possui apenas 512 MB de RAM.

Em geral, a grande diferença de ambos os dispositivos está no tamanho e resolução da tela, além da capacidade de armazenamento interno, que conta com 4 GB ou 8 GB, expansível por meio de cartão MicroSD. É possível acoplar mouse, teclado, disco rígido externo e pendrive por meio de conexão USB.

Ambos os modelos contam com conexão Wi-Fi e suporte ao Wi-Fi Hotspot, que permite ao usuário compartilhar sua rede com outros dispositivos por meio de conexão sem fio. Além disso, os modelos contam com câmera frontal de qualidade e bateria de boa duração com capacidade de 4000 mAh.

Os modelos estarão disponíveis através de diversas lojas do varejo indiano ainda esse ano. Além disso, os dispositivos chegarão ao mercado com acesso à internet gratuita e ilimitada por um ano.

O navegador utilizado em ambos os dispositivos é UbiSurfer, o qual não é capaz de reproduzir streaming de vídeos, áudio e realizar download. A DataWind adverte que o usuário que desejar liberar esses recursos deve contratar planos de internet separados, especificamente para isso.

Segundo a DataWind, toda criança tem direito a tecnologia, educação e informação, independente de seu nível social. E é exatamente por esse motivo que a empresa lançou seus portáteis na Índia, que possui a segunda maior população mundial.

Vale lembrar que a DataWind foi pioneira no lançamento de dispositivos móveis de baixo custo. Em 2012 a empresa lançou seu primeiro tablet, o Aakash, que podia ser encontrado com preço entre 35 e 45 dólares.

Além dos modelos de netbook, a empresa lançou no mês passado dois smartphones de entrada no mercado indiano: O  PocketSurfer 2G4X e o PocketSurfer 3G4Z, com preço de 2499 e 3999 rupias indianas, respectivamente.

Por Wendel George Peripato


Modelo é um tablet que pode ser usado como computador de mesa. Lançamento será na MWC 2016.

A integração entre os dispositivos móveis e os bons e velhos computadores de mesa, já foi um objetivo maior por parte de grandes e médias empresas no passado, quando o uso do software dos computadores ainda era maior por parte dos usuários.

Agora, algumas empresas parecem estar interessadas em investir novamente nessa tecnologia, é o caso da BQ, empresa pouco conhecida, mas que irá lançar em breve um tablet que promete ser, além do dispositivo móvel, também um computador de mesa.

Trata-se do BQ M10, que será apresentado na MWC (Mobile World Congress) 2016, que ocorre na última semana de Fevereiro em Barcelona, que fica no país natal da empresa fundada há 7 anos, em 2009: a Espanha.

O tablet, porém, não virá com o Android e sim com a versão mobile do Ubuntu, que vem ganhando atenção das empresas, tratando-se também de um sistema Linux, bem como o Android.

O tablet será lançado em parceria com a Canonical, empresa que é responsável pelo desenvolvimento do Ubuntu, e tanto a versão Mobile, como o tablet, quanto a versão como Desktop, rodarão o Ubuntu. Inicialmente, o projeto era para o lançamento do smartphone Ubuntu Edge, porém, como a empresa não conseguiu o investimento necessário para lançar o dispositivo, procurou apoio de outra empresa para lançar o projeto, que acabou se tornando um tablet.

O dispositivo será apresentado como um modelo intermediário para os usuários, contando com uma tela de 10,1 Polegadas, chipset da MediaTek, o  MT8163A ARM Cortex-A53 quad-core, 2GB de RAM, 7.280 mAh de bateria e 16GB de memória interna expansível com cartões microSD.

Para que o usuário possa aproveitar o máximo da experiência quando utilizar o dispositivo como um computador de mesa em um monitor externo, será possível conectar um mouse e teclado, via Bluetooth.

O destaque fica para a bateria, que deverá ter uma longa duração já que conta com uma bateria extremamente potente para os padrões atuais.

A BQ ainda não divulgou o preço de lançamento do aparelho, mas a expectativa é que o produto chegue ao mercado por 250 euros, ou pouco mais de R$ 1.000 na cotação atual do euro, desconsiderando os impostos, um valor extremamente salgado se levarmos em conta que o aparelho é intermediário e conta com um SO ainda não popular.

Por Isis Genari

BQ M10

Foto: Divulgação


VTech alerta os pais para que acompanhem seus filhos enquanto as crianças estiverem usando as suas tecnologias.

Segundo o site da BBC, a empresa fundada em Hong Kong, VTech, alerta os pais para que boicotem ou acompanhem seus filhos enquanto as crianças estiverem usando as suas tecnologias. O aviso surgiu depois que foi constatado que mais de 6,3 milhões de contas foram hackeadas no ano passado, dando aos invasores acesso aos chats e fotos do usuário.

Um porta-voz da empresa afirma que a VTech tem trabalhado duro para melhorar a segurança dos seus sites e serviços e para salvaguardar as informações de seus clientes. Este continua falando ainda que nenhuma empresa que funciona online pode dar a garantia de 100% de que seu usuário não será hackeado.  E mais,  a VTech simplesmente está reconhecendo o fato de que há o risco e limita a responsabilidade da empresa por ações de hackers,  afirmando ainda que , tais limitações são comuns na web.  Desta forma, para se proteger, a VTech incluiu nos termos de condição de uso em seus produtos, a cláusula de que, se houver qualquer violação, a responsabilidade será dos seus usuários. A cláusula diz o seguinte:

"Você confirma e concorda que você assume toda a responsabilidade pelo seu uso no site ou qualquer software ou Firmware baixado". (Nota da autora: Firmware são programações diretas no hardware).

"Você confirma e concorda que qualquer informação que você envia ou recebe durante o seu uso no site talvez não seja seguro e talvez possa ser interceptado ou mais tarde adquirido por pessoas não autorizadas".

" Você confirma e concorda que o uso no site ou qualquer software ou Firmware baixado é de seu próprio risco".

O  Dr. Steven Murdoch, da University College London's, afirma a existência das vulnerabilidades de segurança da VTech é decepcionante, assim como sua reação ao ocorrido, levantando sérias questões a respeito de seus produtos, o que segundo o Dr. Murdoch, dará a chance aos concorrentes de ganharem o mercado.

Já  Rik Ferguson,da Trend Micro's, afirma que o comportamento da empresa é "Imperdoável, ignorante e insustentável". Já Callum Murray, diretor comercial da Kemp, por sua vez diz que essas cláusulas nos termos de uso são raros e que seriam questionáveis se são passíveis de execução. Billy Langsworthy, editor da Toy News, já nos afirma que, os olhos estão todos sobre a VTech, pois este tipo de acontecimento nunca acontecera na indústria de brinquedos anteriormente.

Por Ana Rosa


Microsoft deve liberar nova atualização 10586.104 nos próximos dias.

Segundo rumores, a Microsoft estaria preparando um novo update para o sistema operacional Windows 10, o qual foi lançado em julho de 2015. Estipula-se que seja a versão 10586.104.

Ao que tudo indica, o novo update cumulativo do Windows 10 não deve trazer novos recursos aos usuários, mas sim realizar o reparo de alguns bugs em geral e proporcionar maior estabilidade do sistema. Além disso, a empresa visa aplicar melhorias na Surface, no menu iniciar e nos ícones do sistema.

Vale ressaltar que o update cumulativo será disponibilizado dentro do próprio sistema via Windows Update, para todos os usuários da plataforma, ao contrário do que ocorre no programa de testes Windows Insider Preview, onde os usuários cadastrados no programa recebem as atualizações em primeira mão.

Ainda assim, alguns especialistas alertam sobre o risco de erros após a atualização do sistema com base no patch disponibilizado pela Microsoft na última quarta-feira, o qual é exclusivo para testes. Segundo os especialistas, a versão de atualização 10586.104 deverá apresentar algumas semelhanças em relação ao problemático patch “Get to Windows”, que causou diversos erros no sistema operacional, fazendo com que vários usuários retornassem a uma versão anterior do Windows.

Os usuários do programa Insider Preview receberam uma atualização 14257 relativo à versão Redstone do Windows 10, que conta com diversas melhorias e correção de bugs, como o erro da extensão dll ao executar login em uma conta, melhorias no navegador Edge e correção do erro ao resetar o sistema.

A Microsoft também disponibilizou na última terça-feira uma atualização do Windows 10 Mobile exclusiva para usuários do Insiders Preview, que garante a correção de bugs e melhoria do sistema nos smartphones Lumia. Infelizmente não há estimativa sobre o lançamento de um patch para todos os usuários da plataforma mobile.

Segundo um levantamento oficial realizado pela NetMarketShare, o Windows 10 – após seis meses de lançamento – é hoje o segundo sistema operacional mais utilizado do mundo, tendo aproximadamente 200 milhões de usuários, ou seja, cerca de 11, 85%, sendo superado apenas pelo Windows 7, que ocupa aproximadamente 56% dos aparelhos. Já o Windows XP permanece ativo com 11,42%, mesmo após quatorze anos de seu lançamento.

Por Wendel George Peripato


O novo notebook da Lenovo poderá exercer 4 funções para os usuários, servindo como notebook, tablet, tenda e um modo para apresentações acadêmicas ou corporativas.

As empresas chinesas vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo da Tecnologia, principalmente dos smartphones. Recentemente, Meizu e Xiaomi entraram no mercado nacional. Mas não é só nos smartphones que os chineses vêm investindo, mas também, nos notebooks.

A Lenovo, das marcas chinesas, talvez seja de todas, a mais conhecida em território nacional. Agora, a empresa volta a ser destaque com o lançamento recente de seu novo Notebook híbrido, trata-se do Yoga 900. O notebook, aliás, pode exercer 4 funções para os usuários, servindo como notebook, tablet, tenda e um modo para apresentações acadêmicas ou corporativas.

Porém, talvez o que mais chame a atenção dos brasileiros no Notebook da Lenovo, não seja seu hardware ou suas 4 funções, mas sim, seu elevadíssimo preço: assustadores R$ 11.000. O grande culpado, provavelmente, é alta do dólar, que vem fazendo com que os dispositivos tecnológicos acabem tendo uma grande alta em seu preço, se comparados com lançamentos anteriores e tempos passados.

De qualquer maneira, o Notebook possui boas configurações e deve agradar, aqueles que aceitarem desembolsar o alto investimento pelo aparelho.

O Yoga 900 é um dos modelos high-end da marca chinesa, e chega aos solos tupiniquins contando com uma tela IPS com 13,3 Polegadas Quad HD (3.200 x 1.800 pixels), processador Intel Core i7 de 6ªgeração, 8GB de RAM e o Windows 10. Está disponível a venda na cor champagne gold. O Notebook também conta com um SSD de 256 GB, para armazenamento de arquivos e bateria de 66Wh, contando com 4 células.

Além do hardware, o Yoga 900 também chama a atenção pelo design, extremamente fino, com apenas 14,9mm de espessura e 1,29 Kg, facilitando a vida daqueles que planejam levar o Notebooks a diversos lugares, como a trabalho ou estudos.

Quanto a bateria do aparelho, segundo divulgado pela Lenovo, é possível passar até 9 horas assistindo vídeos com ele, sem necessidade de novo carregamento.

Para aqueles que desejam ouvir uma boa música no Notebook, boas notícias: O sistema agrada e vem com alto-falantes JBL. O sistema de resfriamento, para aqueles que desejam passar diversas horas a fio na frente no Notebook, também é bom, garantindo um aparelho silencioso e com seus componentes devidamente resfriados, diminuindo as chances de superaquecimento.

A câmera do Notebook conta com 720p,excelente para chamadas com amigos.

Porém, um ponto negativo, é que, possivelmente para reduzir o já altíssimo preço cobrado pelo aparelho, a Lenovo limitou alguns pontos do Notebook, como a memória, que na versão norte-americana é de 500 GB, a memória RAM, que por lá, também é maior, 16GB.

Nos Estados Unidos, o Lenovo Yoga 900, sai por cerca de US$ 1.300.

Por Isis Genari

Lenovo Yoga 900

Lenovo Yoga 900

Fotos: Divulgação


Nova placa de vídeo custará entre 30 e 40 dólares e é voltada para usuários domésticos que buscam bons gráficos para tarefas simples.

 A Nvidia anunciou o lançamento de sua nova placa de vídeo de baixo custo, a GT 710, que possui arquitetura baseada na linha Kepler. O preço de lançamento do periférico varia entre 30 e 40 dólares.

 Segundo notas oficiais, o objetivo da empresa é ganhar o mercado de gráficos integrados com um modelo voltado diretamente aos usuários domésticos, que buscam bons gráficos para realizar tarefas simples, como por exemplo, assistir um filme em alta resolução ou até mesmo executar jogos que exijam pouco desempenho gráfico com fluidez.

As primeiras imagens divulgadas pela Nvidia sobre o seu novo chip gráfico demonstra a simplicidade do modelo. Tanto é que o modelo da linha GT 710 da ASUS possui sistema de refrigeração passiva, ou seja, apenas um dissipador de calor sem o uso de FANs. Já o modelo apresentado pela EVGA possui um sistema de refrigeração igualmente simples, porém, com um pequeno cooler.

A Nividia garante, que apesar da GPU não ser voltada ao público gamer entusiasta, a GT 710 garante desempenho 80% superior aos atuais chips gráficos integrados do mercado e é sim uma ótima opção para quem procura custo-benefício.

Vale lembrar que a placa de vídeo terá suporte ao conjunto de API Microsoft DirectX 12, que promete extrair ao máximo todo o potencial do chip gráfico. Dessa forma, deverá existir uma alta de quadros por segundo e quedas de frames reduzidas.

Em resumo, a GT 710 nativa da Nvidia terá clock de 954 MHz, suporte Direct X 12, tecnologia Kepler, 192 CUDA, suporte a três monitores e 3D Vision. Além disso, o cliente poderá optar entre o modelo de 1GB e 2GB de memória DDR3, que deve custar 30 e 40 dólares respectivamente.

Infelizmente ainda não se tem informações sobre a data de lançamento e preço em território nacional. Ainda assim, essa placa promete ser uma excelente alternativa para quem deseja deixar os gráficos integrados investindo pouco. 

Por Wendel George Peripato


Computador possui câmeras 3D Intel RealSense e custará a partir de R$ 3.668.

Nesta última terça-feira, dia 26 de janeiro de 2016, a Dell anunciou a chegada do novo notebook Inspiron 15 5000 Special Edition no mercado brasileiro. Dentre os principais destaques destes lançamentos estão sem sombra de dúvidas as câmeras 3D Intel RealSense. Outro detalhe bastante interessante é que os modelos lançados para o mercado brasileiro serão fabricados aqui mesmo em nosso país.

Vale ressaltar que as câmeras 3D estarão disponíveis apenas nos aparelhos mais caros da referida linha. Apesar do preço, é importante destacar que as câmeras 3D dispõem de muitas ferramentas interessantes. Através delas será possível que o usuário bloqueie o seu notebook através de reconhecimento fácil, por exemplo. Tal funcionalidade é disponibilizada através da função Windows Hello. Outras funcionalidades oriundas do software da Dell também serão disponibilizadas aos usuários.

Em relação à tela do notebook, saiba que o cliente poderá escolher entre duas opções: tela LED de 15,6 polegadas acompanhada de resolução Full HD e sensível ao toque ou, se preferir, display LED de 15,6 polegadas com resolução em HD e tecnologia Truelife.

Um dos grandes destaques em relação à parte de hardware é o processador Intel Core i7 de sexta geração. Tal processador permite com que o notebook tenha um excelente desempenho em todas as suas funcionalidades, além de garantir uma eficiência energética acima da média. Os notebooks também dispõem de placa de vídeo GeForce 930M e 4 GB de memória RAM. Vale destacar que os usuários poderão optar pela quantidade de memória RAM que lhe for conveniente, sendo que o limite é de 16 GB para os modelos mais caros. O HD interno é de 1 TB e a memória flash é de 8 GB.

Para aqueles que ficaram interessados, saibam que os aparelhos da linha Inspiron 15 5000 Special Edition já se encontram à venda por meio do portal oficial da Dell. O preço sugerido é de R$ 3.668, sendo este o modelo mais simples da linha.

Por Bruno Henrique


Confira aqui algumas dicas para consertar as teclas do notebook.

O teclado do seu notebook parou de funcionar? É, sabemos que esse problema é irritante, ainda mais quando estamos fazendo algo importante. Mas apesar da raiva de momento, a boa notícia é que a maior parte dos problemas que ocorrem com o teclado são fáceis de corrigir.

Identificando o Problema:

É claro que para encontrar os erros é preciso identificar a raiz do problema. Então, pressione todas as teclas – letras e números – em vários programas. Esse procedimento deve ser realizado porque o erro pode estar na configuração do software. Se a informação for positiva, a saída é recorrer à ajuda de um programa específico.

A falha está ocorrendo em mais de um programa? Então o problema está no teclado. Apesar disso, é preciso ficar atento, já que uma série de possibilidades pode gerar a situação. Por exemplo, quando as teclas localizadas na mesma região não funcionam, o local pode está sujo.

Para resolver o problema, o processo é simples: basta limpar o teclado do notebook com um pincel. Agora se apenas uma tecla dá erro, a falha pode estar no mau posicionamento da tecla. Retire-a e coloque de volta. É recomendado buscar informações que ensine passo a passo de como encaixar a tecla do notebook.

Configuração Errada:

Nem o encaixe e nem a limpeza deram um fim no problema? Calma que o problema ainda pode ser solucionado. Isso porque alterações no sistema, incluindo atualizações, podem desajustar o dispositivo de entrada. O teclado do notebook parou de funcionar do nada? Reinicie o computador.

É possível que o mousepad esteja travado, por conta da paralisação das teclas. Entrar em desespero? Que nada! Basta manter o botão power pressionado até que o notebook desligue. Em seguida, é só ligá-lo novamente.

Reiniciou a máquina e o erro ainda persiste? Calma que ainda não é hora de entrar em desespero. Vá em Painel de Controle e entre em Dispositivos e Impressoras. Em seguida dê um duplo clique no ícone do próprio laptop. Selecione a aba Hardware e localize o teclado. Não encontrou ou está aparecendo apenas um ponto de exclamação? É só entrar no site da fabricante e baixar o driver de teclado mais recente.

Por Flavinha Santos


Tablet do Google já está sendo vendido em 14 países e custa entre US$ 499 e US$ 599.

O Google Pixel C começou a ser vendido em 14 países, mas nenhum deles é o Brasil. Diferente do que ocorre com o smartphone Nexus, a produção foi totalmente feita pela maior buscadora da internet mundial. O Google pretende fazer concorrência ao Surface 3 da Microsoft. O aparelho foi apresentado em setembro durante um evento na cidade estadunidense de San Francisco – Califórnia.

Nos Estados Unidos, as versões custam US$ 499 e US$ 599, equivalente a R$ 1.897 e R$ 2.278 respectivamente. A mais barata vem com 32GB de memória de armazenamento. A mais cara possui 64GB de memória de armazenamento. O teclado custa US$ 149, R$ 566 convertendo diretamente. O acessório tem ajuste magnético.

Os outros países que receberam a novidade foram Canadá, Inglaterra, Alemanha, Irlanda, Áustria, Austrália, França, Espanha, Holanda, Suíça, Bélgica, China e Nova Zelândia. Ainda não se sabe o Brasil receberá o tablet, assim como os demais países da América do Sul.

O Pixel C já vem com o novo Android Marshmallow 6.0. A memória RAM é de 3 GB e o processador é um quad-core com chipset NVídia Tegra X de 64 bits. A placa de vídeo é uma Maxwell. A interface de programação de aplicativos é composta por Open GL 4.5, Open GL ES 3.1 e Nvídia CUDA.

A tela do tablet tem 10,2 polegadas e resolução de 2560×1800 pixels – densidade de 308 pixels por polegada. A câmera traseira possui oito megapixels e a frontal dois megapixels.

As conexões são USB Type C, Bluetooth 4.1, wi-fi e rede dualband.

As dimensões são 24,2×17,9 centímetros e a espessura é de 0,7 centímetro. O peso é de 517 gramas. O teclado pesa 320 gramas. Isso faz dele um dos tablets mais finos e leves da categoria.

O aparelho e o acessório têm design simples e são totalmente revestidos em alumínio.

A rivalidade não pretende ser apenas com o Surface 3. As especificações técnicas e preços estão também na categoria de iPad Pro e Samsung Tab S2.

Bruno Klein


Aparelho é mais fino que o iPad Air 2 e custa até R$ 2.699.

A Samsung anunciou recentemente seu mais novo tablet, o Galaxy Tab S2. Com um design de causar inveja em qualquer concorrente, o gadget conta com apenas 5,6 mm de espessura e, sem dúvida, esse é um dos pontos fortes que a Samsung conseguiu implementar no aparelho. Ele é mais fino até mesmo que o iPad Air 2, da Apple, que conta com 6,1 mm.

O Galaxy Tab S2 é indicado para os usuários que presam pela mobilidade sem abrir mão de boas especificações e desempenho. Além de ser bastante fino, o tablet pesa apenas 272 gramas, o que traz bastante conforto na hora de segurá-lo. Mas não é só de boa aparência que os bons eletrônicos vivem. Sua tela na proporção 4:3 é ideal para ler livros (diferente do modelo anterior, que contava com uma proporção de 16:9) e ótimo para vídeos, mas limitado para ebooks.

A Samsung venderá o Galaxy Tab S2 em dois tamanhos de tela, uma de 8 polegadas e outra de 9,7 polegadas. Segundo a fabricante sul-coreana, o Tab 2 apresenta uma tela como cores e imagens vívidas.

Por dentro, o tablet parece dar conta do recado até para os mais exigentes. Ele virá de fábrica com o Android 5.0 (Lollipop) e com sensor de impressões digitais, recurso que vem ganhando popularidade entre smartphones e tablets em todo mundo. Ele conta com um processador Exynos Octa-Core, fabricado pela própria Samsung, possui 3 GB de memória RAM e conta com 32 GB de memória, que pode ser expandido via cartão microSD. Suas câmeras são de boa qualidade para um tablet da categoria, com 8 megapixels na traseira e 2.1 megapixels na frontal.

A Samsung está amadurecendo no mercado de tablet, antes dominado pela Apple. Agora, a empresa consegue apresentar bons produtos para que os consumidores possam optar por um tablet com o sistema do Google. Ao apresentar um tablet com leveza e características de hardware avançadas, a empresa garante um bom aparelho para o público.O Galaxy Tab S2 já está disponível no Brasil, mas os valores não são dos mais baratos. Há três versões: 9,7 polegadas com Wi-Fi (R$ 2.349), 8 polegadas com 4G (R$ 2.349) e 9,7 polegadas com 4G (R$ 2.699).

Por William Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: