No terceiro trimestre deste ano, a Apple perdeu uma liderança importante no seguimento educacional. Os iPads não são mais líderes entre os dispositivos utilizados para aprendizados em escolas. Os Chromebooks, notebooks de baixo custo com o sistema operacional do Google, Chrome OS, venderam mais unidades que o tablet da Maçã.  

Segundo dados de uma pesquisa do IDC (International Data Corporation), foram 715,5 mil unidades vendidas de Chromebooks contra 702 mil de iPads. Esta é a primeira vez que o Google supera a Apple no multibilionário mercado de educação dos Estados Unidos. Com esses números, o gigante das buscas fica mais perto da líder Microsoft com o seu sistema operacional Windows.  

Em apenas dois anos de mercado, os Chromebooks chegam, no último trimestre, a 27,2% do mercado. Se na soma for adicionado os Macbooks, a Apple ainda continua na frente do Google, com 30,9% do mercado. Já o Windows responde por 39,5%. O sistema operacional móvel Android tem apenas 2,3% da quantia.  

De acordo com o IDC, há várias características presente nos Chromebooks que explicam o crescimento do dispositivo nas escolas americanas. Os preços mais baixos, uma administração mais simples para os departamentos de TI e o fato de ter teclado físico, atraem as escolas e seus alunos para o produto do Google. Ele custa a partir de US$ 199, contra US$ 379 do iPad, incluindo o desconto para instituições educacionais. A diferença é bastante considerável tendo em mente que o desempenho do Chromebook pode ser até melhor no que diz respeito à produtividade dos estudantes.  

Em 2013, com o lançamento do Google Play for Education, os professores e estudantes puderam encontrar aplicativos para suas necessidades educacionais, além de proporcionar aos profissionais de TI uma melhor administração dos Chromebooks e dos tablets equipados com Android. Ao todo, a App Store possui mais de 75 mil aplicações voltadas para o setor educacional.

Por William Nascimento

Chromebooks

Fotos: Divulgação


Os Chromebooks são computadores portáteis que se concentram apenas nas tarefas mais rotineiras da computação desde o final dos anos 90: navegar na web, edição e criação de textos, planilhas e slides.

O mercado de Chromebooks está crescendo há alguns anos, e diversas empresas têm criado seus próprios modelos com o sistema Chrome OS embutido. HP, Toshiba, Samsung, Acer, entre outras já estão com seus modelos disponíveis para os seus clientes.  

A maioria dos notebooks com o Chrome OS usa componentes com pouca potência, visto que o sistema operacional requer um baixo consumo de hardware para funcionar bem. Isso explica o motivo do baixo custo que estes computadores portáteis apresentam no mercado, principalmente americano.  

Visto que as tarefas executadas em um Chromebook são de baixo impacto, os processadores normalmente são razoáveis e as telas giram em torno de resoluções com 1366 x 768. As baterias desses modelos são acima da média. Em testes é possível notar que alguns modelos chegam de 7 a 10 horas de autonomia em pleno funcionamento.  

À medida que o mercado amadurece é possível desfrutar de melhores modelos desta linha de notebooks. Por isso elaboramos uma lista com os três melhores modelos de Chromebooks do mercado atual. Veja abaixo:  

– Dell Chromebook 11:

No mercado norte-americano ele custa em torno de US$ 299, tornando-se uma máquina bastante acessível, como é a ideia inicial da linha Chromebook. A Dell, distinta de suas concorrentes na questão de assistência, oferece aos seus consumidores especificações já estabelecidas por outros laptops com Chrome OS no mercado. O Dell Chromebook 11 tem duas portal USB 3.0 e uma autonomia na bateria impressionante, perfeito para quem quer mobilidade e ficar distante de uma tomada. Pelo que parece este modelo é o melhor e com futuro mais longo nesta linha de notebooks.  

Dell Chromebook 11

– HP Chomebook 11:

Outra fabricante que seu deu bem com a linha de computadores do Google foi a HP. Seu modelo, o Chromebook 11 apresenta um design suave e elegante. Ele custa 20 dólares mais barato (US$ 279) que o seu concorrente, o Dell Chromebook 11. Visto que o sistema Chorme OS está amadurecendo, certas limitações estão deixando de ser realidade, dando lugar para soluções atraentes e claro, na nuvem. Ele apresenta detalhes em diversas cores para satisfazer o gosto da maioria dos consumidores. A máquina da HP oferece aos usuários uma experiência adequada em mobilidade e facilidade de uso, atendendo até os mais exigentes referente ao que se espera dos Chromebooks. O laptop da HP mostra que é possível criar um produto de qualidade com baixo custo para os consumidores.  

HP Chromebook 11

– Acer Chromebook C720:

Se você já considerava os outros modelos baratos, o Chromebook da Acer o deixará admirado. Ele custa a partir de US$ 199, o que o torna muito atraente em relação ao seu valor. Se você procura um notebook para fazer tarefas rotineiras como enviar e-mail, assistir vídeos online, editar planilhas e textos, armazenar arquivos na nuvem e acessar as redes sociais, este certamente será o melhor notebook custo benefício do mercado.  

O sistema do Google permite a troca de usuários, o que pode fazer do Acer Chromebook C720 uma ótima máquina pública para sua família ou ambiente de trabalho. Definitivamente seu preço agressivo é o principal ponto forte do aparelho da Acer.

Acer Chromebook C720

Fotos: Divulgação

Por William Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: