Na quinta-feira, 19 de abril, a Apple falou sobre as acusações feitas por um órgão de proteção e defesa do consumidor australiano, que acusou a companhia de enganar os consumidores do país com o novo iPad, alegando que o novo dispositivo com conexão 4G era capaz de se conectar a qualquer rede de dados na Austrália.

A fabricante do iPhone afirmou que a propaganda feita na Austrália não é nada enganosa, pois no país a rede 3G funciona na mesma frequência da 4G. Ainda, a Apple diz que o novo tablet possui compatibilidade com as redes de dados 3G da Telstra, Optus e Vodafone, que funcionam como conexão 4G, conforme a aceitação da indústria e o uso regulatório da conexão LTE.

O novo iPad foi feito para operar com redes 4G em frequências de 700 MHz e 2100 MHz, porém a Comissão Australiana de Concorrência e Consumo (ACCC) afirma que o tablet funciona apenas com frequências 4G disponíveis somente nos Estados Unidos e no Canadá, e alega que na Austrália a frequência de 700 MHZ é utilizada na transmissão de TV analógica enquanto que a frequência de 2100 MHz é usada pelas empresas fornecedoras de rede 3G, e não 4G.

Sendo assim, a Apple está oferecendo reembolso para os australianos que se sentiram lesados com a aquisição do produto, tendo em vista que a companhia não deseja ter mais um processo judicial em seu histórico. 

Por Guilherme Marcon


Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, fez uma série de promessas e sugestões sobre internet e conexões móveis, na Campus Party, evento que foi realizado em São Paulo. De acordo com ele o Governo pretende criar internet 0800, que funcionária da seguinte forma: o usuário entraria no site, mas não geraria nenhum custo para ele e sim para empresa responsável pelo site.

O assunto que mais despertou a curiosidade dos que estavam presentes no evento foi quando Paulo falou sobre a conexão 4G.

De acordo com ele, em 2013 as cidades que irão sediar a Copa das Confederações terão disponível a internet 4G LTE, e no próximo ano, que acontecerá a Copa do Mundo, o benefício se estenderia para as cidades com mais de 500 mil habitantes.

As redes 4G são uma tecnologia móvel que tem como prioridade a transmissão de dados e não a transmissão de voz. O resultado disso é uma internet muito mais rápida e estável.

Na teoria uma rede 4G alcança 300 Mbps de download e 75 Mbps de upload, mas na prática esses números ficam em 100 Mbps para download e 50 para upload. Mesmo assim ainda não é para ficar desapontado, pois atualmente seu smartphone consegue em média 7.3 Mbps de downstream e 348 Kbps de upstream com a atual 3G, isso quer dizer que a conexão 4G é pelo menos 10 vezes mais rápida e eficiente.

Por Guilherme Marcon


Apesar da internet nos países de primeiro mundo ser muito melhor do que a que é oferecida aqui no Brasil, os usuários que navegam por lá ainda têm uma certa dificuldade com alguns dispositivos e também com a quantidade de banda larga que é oferecida.

Recentemente muitas pessoas estão reclamando que não conseguem usar a conexão 4G no novo iPad, porque a franquia é consumida muito rapidamente.

A reportagem foi feita pelo Wall Street Journal, uma das principais publicações dos Estados Unidos, que disse que os usuários estão reclamando muito principalmente quando assistem um filme em HD via streaming, dizendo que isso acaba consumindo completamente a franquia da internet. Isso acaba ficando muito caro no bolso do norte-americano, que gasta, em média, US$ 30,00 por um pacote de dados de 2GB, sendo que isso é consumido em um filme HD via streming, e cada GB a mais pode sair pelo preço médio de US$ 10.

As empresas de telefonia móvel já estudam oferecer pacotes maiores para os usuários de iPad e outros dispositivos móveis que vão utilizar a conexão 4G.





CONTINUE NAVEGANDO: