Modelo alia boa performance com um design arrojado.

Se você já teve de carregar um computador pesado (2Kg ou mais) sabe que não é tarefa fácil – o incômodo é grande quando se trata de ter que trabalhar no dia a dia. Aí entra o Samsung S50. A leveza e a performance do Samsung S50 fazem deste notebook um dos mais aceitos no mercado de informática. Para quem gosta de uma máquina com boa performance aliado com um design arrojado, essa é uma excelente opção para quem está pensando em comprar um notebook para o trabalho profissional. Com um valor competitivo, o valor sugerido do produto é de R$ 6.499,00, tendo em vista os seus concorrentes, como é o caso do Dell XPS 13, que sai por mais de R$ 8 mil.

O seu design tem um revestimento metálico, o que torna o computador resistente aos manejos do quotidiano profissional. Seu peso é de 860 g, com 1,34 cm de espessura. Testes demonstram que sua estrutura é bem firme e estável.

Uma das características dessa versão é o teclado com retroiluminação, o que facilita na digitação em ambientes menos iluminados (pode ser ajustado conforme o ambiente). A bateria garante uma autonomia de 10 horas de uso, sem ter que estar conectado à energia elétrica. A tela em Full HD traz uma experiência de qualidade na resolução gráfica em qualquer tipo de ambiente.

Com relação ao suporte, o notebook vem com o Suporte Técnico Gratuito, o S-Service (via telefone ou chat), sem limite de validade, um apoio para resolver os problemas e dúvidas mais comuns.

Configurações do notebook Samsung S50:

  • Intel® Core™ i7 6500U (2.5 GHz até 3.1 GHz 4 MB L3 Cache)
  • Windows 10 Home
  • Memória: 8 GB LPDDR3 1866 MHz
  • Tela: 13.3" LED Full HD (1920 x 1080)
  • Armazenamento: 256 GB SSD
  • Multimídia: Autofalantes 3 W estéreo (1.5 W x 2); SoundAlive™; Microfone integrado; Webcam HD (720p)
  • Teclado: Teclado US-International Retroiluminado
  • Alimentação: Fonte Adaptadora AC 40 W; Bateria 30 Wh
  • Cor: Prata

Avaliação: Como dito antes, o design e a performance é o atrativo do notebook. No quesito portátil, é superleve e prático para se manejar. Pronto para quem tem de trabalhar no dia a dia com um computador às mãos.

Por Cristiane Magalhaes

Samsung S50

Samsung S50

Fotos: Divulgação


Notebook possui configurações robustas e custa R$ 4.499 na loja oficial da Lenovo.

O mercado de notebook já não está tão aquecimento como há anos atrás, quando os consumidores ao invés de comprar tablets e smartphones, acabavam optando por comprar notebooks, principalmente aqueles que precisavam de algo portátil para o trabalho e para os estudos. Porém, é claro que o mercado de Notebooks segue com novidades, entre elas está o Lenovo Z40.

O dispositivo da Lenovo conta com boas configurações, sendo que o grande foco é nos usuários que querem usam o notebook para tarefas que exigem mais do dispositivo em questões de hardware. O aparelho conta com o Windows 10 Home e cumpre com o seu dever de acordo com o que promete.

O dispositivo conta com a versão Home do Windows 10 ou 8.1, além de 16GB de RAM e duas opções tanto de processador como de placa de vídeo dedicada: Intel Core i7 de 4ª Geração ou o Intel Core i5 junto da NVIDIA GeForce 820M 2GB ou a versão 840M também com 2GB, dedicada como placa de vídeo. Sua tela conta com 14 polegadas Full HD e o aparelho possui 1TB de memória, mais do que necessário para você poder guardar suas informações mais importantes no Notebook da Lenovo.

Já a bateria também não decepciona, já que conta com 41Wh em 4 células, porém, é bem pesado, já que conta com 2,1 Kg, bem pesado para se levar em uma mochila por exemplo. O notebook conta com várias entradas USB, além de HDMI, USB 3.0 e 2.0, RJ-45, VGA e leitor de cartões SD e MMC.

O produto de fato possui excelente configurações e deve agradar muito os usuários que optarem pelo produto da Lenovo, que está de acordo com o que há de mais moderno no mercado, talvez falhando apenas por ser um dispositivo pesado, o que dificulta na mobilidade para aqueles que vão precisar levar o dispositivo em vários lugares.

Ele pode ser encontrado na loja da Lenovo, online, por R$ 4.499, podendo ser encontrado ainda em outras lojas que não a da fabricante por preços próximos dos R$ 4.000 na versão mais completa e perto dos R$ 3.000 na mais simples, aqui no Brasil.

Por João Trajano


Modelos abrangem diversos tipos de público.

As marcas chinesas estão em destaque no cenário mundial, com um investimento fortíssimo em tecnologia, entre elas, a Lenovo, que há tempos já investe também no mercado brasileiro. No dia 10, a empresa anunciou novos notebooks para o mercado nacional.

A Lenovo anunciou 3 novos modelos que abrangem diversos tipos de público. Entre eles, temos o Yoga 900s, que conta com boas configurações para os usuários mais exigentes, pesando apenas 1 kg e tendo como processador o Intel Core m7, que não possui ventoinhas, deixando o design mais fino, embora isso possa apresentar um certo risco para usos contínuos, além de contar com um design feito com cobertura de carbono. O Yoga 900s também promete trazer autonomia de 10,5 horas para os usuários com reprodução de vídeos.

O dispositivo também tem uma tela touchscreen com 12,5 polegadas Quad HD e até mesmo uma caneta para o usuário poder utilizar na tela, como em alguns modelos de tablet. O aparelho começará a ser vendido em solo nacional apenas no segundo semestre ainda desse ano, ainda não tendo um preço definido pela marca chinesa.

Já para os usuários que querem um excelente notebook para jogar os jogos mais exigentes do mercado, a empresa anunciou o Y700, que será vendido pelo assustador preço de R$ 12,1 mil, trazendo como justificativa para um preço tão alto, uma configuração igualmente potente, com o Intel Core i7 6ª Geração como processador, placa gráfica GPU Nvidia GeForce GTX 960M com 16GB de memória RAM e ainda 512GB de armazenamento interno para os usuários poderem guardar seus jogos.

O processador é um dos pontos autos do dispositivo, que traz consigo o chamado Intel RealSense, que permite ao usuário do Notebook escanear sua face para utilizar em jogos onde a função está disponível, como o FIFA, graças a sua câmera 3D, ainda garantindo menor uso de energia e mais desempenho.

A tela conta com 15,6 polegadas e resolução Full HD.

Enquanto isso, a última opção anunciada segue uma grande tendência do mercado, os dispositivos híbridos. Trata-se do ThinkPad X1, que tem como foco o mercado corporativo, outra tendência para os dispositivos atuais, com uma boa configuração e diversas funções úteis para esse tipo de usuário.

Ele possui uma tela de 14 polegadas e armazenamento maior que as versões anteriores, já que esse mercado costuma usar muito a memória do dispositivo para guardar arquivos de trabalhos além de documentos.

Ainda teremos o ThinkPad X1 Tablet, que tem como novidade o RealSense, também presente no Y700 e um projetor portátil para apresentação de trabalhos.

O último modelo anunciado para a linha X1, é o ThinkCentre X1, que conta com 23,8 polegadas, proteção contra poeira podendo resistir a 10 anos de uso, segundo testes feitos pela empresa.

Por Paulo Henrique

 

Lenovo Yoga 900S

Lenovo Y700

Fotos: Divulgação


Modelo conta com processador Intel Core M e tem um bom consumo de energia.

No ano passado a Samsung fez o lançamento do notebook Style S40 no mercado brasileiro. O aparelho conta com um processador Intel Core M, o qual não se destaca por uma grande potência, mas também não tem um consumo alto de energia.

A sua tela é FULL HD de 12 polegadas. O notebook Style S40 é bem fino e conta com uma espessura de 1,2 centímetros. O seu peso é de 950 gramas. A Samsung lançou esse dispositivo para concorrer no mercado com o MacBook de 12 polegadas, da Apple, uma vez que as características de ambos são bem parecidas.

O Style S40 conta com a tecnologia Touchpad Logon, um recurso que possibilita que a pessoa troque a sua senha de acesso do Windows por um desenho que fica padronizado no touchpad. O sistema operacional do S40 é o Windows na versão 8.1, mas já conta, obviamente, com a atualização para a nova versão 10.

A bateria do notebook conta com uma boa autonomia. Dados da Samsung dão conta que o aparelho pode manter 90% da sua capacidade original mesmo depois de 1 mil ciclos da sua carga.

Em termos de memória RAM o Style S40 apresenta 8 GB e o seu armazenamento interno é via SSD com 256 GB. No seu lançamento, o preço inicial sugerido era de R$ 5.999. Porém, como tem especificações parecidas com o MacBook 12” da Apple, o qual custa R$ 8.499, o custo benefício do S40 pode ser bem agradável. Atualmente, o preço do S40 não mudou muito, sendo possível encontrar o aparelho com um desconto do valor inicial em no máximo R$ 300.

Dicas antes de comprar um notebook – Memória RAM:

Antes de definir o tamanho da Memória RAM do seu aparelho, o usuário deverá fazer algumas considerações do mercado atual. Para rodar hoje um Windows 8, por exemplo, que não é a versão mais nova do sistema operacional da Microsoft, é necessário que a sua memória RAM conte com 1 GB.

Porém, os padrões atuais aconselham que o notebook tenha, no mínimo, 2 GB de RAM para que assim, o desempenho do aparelho não seja prejudicado quando necessita operar aplicações mais pesadas sem travamentos. Se você é um heavy user, compre um notebook com 4 GB de RAM ou mais.

Samsung Style S40

Samsung Style S40

Fotos: Divulgação


Novo notebook custa de R$ 4.820 a R$ 5.999. Computador vem com processador Intel i5 ou i7, além de placa de vídeo com 4 GB de memória dedicada.

A Dell lançou recentemente sua nova linha de notebooks voltados para o público gamer, o Dell Inspiron 15 7000. O modelo conta com placa de vídeo Nvidia GTX 960M e 8 GB de memória RAM, capaz de executar a grande maioria dos games atuais em alta resolução e excelente taxa de frames.

O modelo conta com tela de 15 polegadas capaz de transmitir imagens em resolução Full HD. A versão essencial chega ao mercado brasileiro por preço estimado de R$ 4.820.

O modelo conta com processador Intel i5 ou i7 de 6ª geração. A placa de vídeo conta com 4 GB de memória RAM dedicados, ao contrário do que ocorre na maioria de notebooks comuns. O dispositivo também conta com disco rígido de 1 TB, capaz de armazenar vários arquivos e jogos.

A série 7000 também oferece conexão HDMI com suporte à resolução Ultra HD, USB 3.0, leitor de cartões, conexão Ethernet 10/100 e Wi-Fi. O cliente também poderá optar por substituir o disco rígido por um SDD de 128 GB ao realizar a compra no site oficial da empresa. O computador possui também autofalantes com tecnologia Waves MAxxAudio Pro.

É possível optar também entre o sistema operacional Windows 10 64 bits ou Linux Ubuntu. Ao escolher o sistema operacional do Linux o preço não sofrerá acréscimos, ao contrário do que ocorre ao escolher o Windows 10.

A Webcam do modelo promete conferências em 720p (HD) e possui microfone embutido. Os drivers GeForce Experience e Game Ready Driver também estão inclusos para garantir maior desempenho, otimização do sistema e programas de edição gráfica.

A bateria conta com autonomia de aproximadamente 10 horas. O design em preto fosco com o logo da empresa em vermelho chama bastante atenção e promete agradar ao público de todas as idades. Vale lembrar que o modelo pesa aproximadamente 2,5 kg.

A versão com Core i5 e sistema Linux possui preço de R$ 4.820 e com Core i7 R$ 5.619. Já a versão com Windows 10 varia entre R$ 5.199 e R$ 5.999.

O 15 7000 é o primeiro notebook gamer da Dell e sem dúvidas é a melhor opção para quem deseja ter um notebook de qualidade capaz de executar jogos com alto desempenho e com um bom custo-benefício.

Por Wendel George Peripato


Modelo conta com o Windows 10 e tem como objetivo bater de frente com o Surface Pro, híbrido da Microsoft.

A MWC (Mobile World Congress) deste no, veio trazendo novidades que animaram os fãs que acompanham de perto o avanço da tecnologia mobile. É evidente que o ponto de maior de destaque novamente ficou para os smartphones, mas ainda existe espaço para outras tecnologias móveis, entre elas, os cada vez mais comuns, dispositivos híbridos. Na conferência da Huawei, a empresa apresentou o seu.

A empresa de Taiwan apresentou para o público o seu tablet/notebook que conta com Windows 10, chamado de MateBook, o dispositivo tem como objetivo bater de frente com o Surface Pro, híbrido da concorrente Microsoft.

O dispositivo, bem como o concorrente da Microsoft, possui configurações extremamente interessantes, como sua tela de 12 polegadas, talvez um pouco grande demais para o uso como um tablet, mas certamente um bom tamanho para a tela de um Notebook, com resolução Quad HD, sendo que a empresa ainda apresentou acessórios como uma case, um teclado e a caneta MatePen, para uso na tela do dispositivo. Todos os acessórios serão vendidos de forma separada do dispositivo.

A caneta conta com 2048 níveis de pressão para o uso na tela do dispositivo para garantir a melhor qualidade possível além de algumas conexões extras para o seu dispositivo móvel, que podem ser feitas por meio de um dock.

O dispositivo irá contar com várias versões, permitindo ao usuário escolher qual versão melhor se adapta ao seu uso cotidiano, sendo versões com processadores M3, M5 ou M7, todos da Intel, com 128GB de armazenamento interno e mais duas opções para a memória RAM do dispositivo: Uma com 4GB e outra com 8GB de RAM. O tablet/notebook da empresa de Taiwan também conta com um sensor de digitais, como se tornou padrão nos dispositivos móveis.

A bateria do híbrido conta com 13 horas de duração segundo a Huawei, o que é mais do que o suficiente para o uso diário sem um bom tempo de carregamento.

A empresa não anunciou uma data de lançamento para o dispositivo, porém já revelou o preço, que pode variar, de US$ 699 a US$ 1.599, sendo que esse preço está relacionado ao processador que o usuário irá escolher. Já os acessórios, serão vendidos, por US$ 59, a caneta, US$ 89 o dock para conexões e US$ 129 para a case com teclado.

Não há nenhuma informação sobre um possível lançamento do dispositivo por aqui.

Por Isis Genari

Huawei Matebook

Foto: Divulgação


Modelo foi considerado o melhor tablet da MWX 2016.

A Microsoft vem perdendo a batalha quando o assunto é o mercado de smartphones, onde a empresa apresentou uma enorme queda no número de seus usuários, mas no mercado de tablets, a empresa vem levando a melhor sobre o Android, com cada vez mais empresas apostando no sistema da janela para tais dispositivos. A empresa também vem investindo bastante no setor e durante a MWC 2016 apresentou o seu Surface Pro 4, que acabou sendo eleito o melhor tablet da feira que aconteceu em Barcelona, na Espanha.

Para se ter uma ideia, o dispositivo da Microsoft vem sendo considerado o mais potente entre esses dispositivos, mostrando a força que a empresa quer ter para conquistar mais espaço nesse mercado, fazendo com que o dispositivo ganhasse a premiação de melhor tablet da conferência. Certamente, uma das primeiras vitórias da Microsoft com seu novo aparelho.

O prêmio é entregue pela GSM Association, que organiza a feira e entrega os prêmios do chamado ''Global Mobile Awards'', que entrega prêmios para o melhor em diversas categorias, dessa vez, na dos tablets, a Microsoft se sagrou a vencedora.

Com o Surface Pro 4, a Microsoft acaba por seguir também uma nova tendência para o mercado, a dos dispositivos 2 em 1, sendo um híbrido, tablet e notebook, permitindo que o usuário escolha qual dos dois deseja utilizar no momento.

O tablet da Microsoft, conta com uma tela de 12,3 polegadas Quad HD, armazenamento interno disponível em versões com 128, 256, 512 e 1TB, junto de versões com 4, 8 ou até mesmo 16GB, o dispositivo também conta com 3 opções de processadores, sendo M3, i5 ou i7, todos da Intel, podendo chegar na velocidade máxima de 3,4 GHz, bateria com duração de 9 horas de reprodução de conteúdos multimídia, além de uma câmera traseira de 5 megapixels e frontal de 8 megapixels.

O Surface Pro 4, da Microsoft, está disponível em alguns países, pelo preço de 999 euros na versão com apenas o tablet e cerca de 1.158 euros para a versão que vem com o teclado e a caneta para poderem ser usadas no dispositivo da empresa.

Por Isis Genari

Microsoft Surface Pro 4

Foto: Divulgação


Novo modelo da Lenovo pode ser usado como tablet e notebook.

O mercado de notebooks perdeu muito espaço nos últimos anos, graças ao mercado de smartphones, que cresceu em um ritmo aceleradíssimo, tomando o lugar que antes era não somente dos Notebooks, como também dos computadores de mesa. Porém, isso não significa que o mercado de Notebooks está morto, pelo contrário, muitos, principalmente a trabalho, ainda preferem os dispositivos, e as marcas seguem investindo nesse ramo, entre elas, a marca chinesa Lenovo, que anunciou seu novo dispositivo na MWC deste ano.

Como dito, o mercado de smartphones, acabou por abocanhar uma grande parcela do mercado de Notebooks, e exatamente por esse motivo, é preciso que as empresas se reinventem e busquem novas maneiras de atrair os consumidores para esses dispositivos. Um modelo que vem sendo usado nos últimos tempos e é extremamente atrativo para o consumidor, são os dispositivos ''2 em 1'', que podem tanto ser usados como um tablete e como um Notebook, e é essa linha que segue o Ideapad MIIX 310, da chinesa Lenovo.

O dispositivo foi anunciado durante a conferência da empresa na Mobile World Congress deste ano, tratando-se de um modelo de baixíssimo custo, o que pode até mesmo ajudar na popularização do dispositivo no Brasil, caso o mesmo seja lançado por aqui, custando apenas US$ 229, algo em torno de R$ 910, desconsiderando os impostos que poderiam ser cobrados sobre o aparelho.

O aparelho será lançado em junho deste ano, mas não há nenhuma previsão feita de lançamento para o mercado brasileiro.

Quanto às configurações de hardware, o dispositivo é até certo ponto, simples, contando com o processador Intel Atom X5 8300, 4GB de memória RAM, placa gráfica integrada ao dispositivo e um fator que pode ser considerado negativo, o tablet/notebook, estará disponível em versões com 64GB e 128GB, pouco para um dispositivo que se propõe a ser um ''2 em 1'', mas justificado pelo preço reduzido do dispositivo. A tela é Full HD e ele conta com o Windows 10.

Para que o tablet se torne Notebook, basta acoplar o teclado ao dispositivo. Mesmo com o baixo custo, o design também agrada, sendo compacto e bonito.

Por Isis Genari

Lenovo Ideapad MIIX 310

Foto: Divulgação


Modelo não tem previsão de ser lançado no Brasil, porém, se for lançado poderá chegar com preço superior a R$ 13 mil.

O Surface Book é a grande aposta da Microsoft para o mercado de Notebooks, e porque também não, de tablets, afinal de contas, com apenas alguns passos, é possível transformar o laptop em um tablet, sendo esse um ponto extremamente forte do dispositivo que, embora tenha sido anunciado já há vários meses e colocado na pré-venda há certo tempo, apenas agora os usuários parecem começar a receber o dispositivo no Reino Unido.

Mesmo com a pré-venda, a Microsoft não havia dado grandes informações a respeito do dispositivo, que estaria sofrendo com problemas em sua bateria, graças ao Windows 10, que também vem causando dor de cabeça na empresa estadunidense nos smartphones da marca.

Os consumidores do Reino Unido começaram a receber suas unidades compradas no dia 18 e já podem usufruir do seu aparelho, que ainda não possui qualquer previsão de chegar ao Brasil, o que certamente deve demorar ou até mesmo não acontecer, já que a Microsoft vem optando por retardar o lançamento de seus novos dispositivos no Brasil, graças à crise enfrentada pelo país.

O Notebook conta com um preço elevado, mas ao mesmo tempo, com um hardware que condiz com o preço cobrado pelo dispositivo, que conta com 16GB de RAM, processador Intel Core i7 6ª Geração e placa gráfica Nvidia GeForce, na sua versão mais robusta, que custa US$ 3.234, algo em torno de mais de incríveis R$ 13.000,00, ainda sequer sem contar os impostos, que devem elevar ainda mais o preço do aparelho. Vale lembrar que, no Brasil, é possível encontrar modelos do MacBook atualmente, por mais de R$ 20.000, ou seja, é possível que, se lançado no Brasil, o dispositivo alcance esse preço.

A versão mais simples com Intel Core i5 com 8GB de memória RAM, por US$ 1.867, cerca de R$ 7.500, também desconsiderando os impostos.

O Surface Book, além do problema com a bateria, acabou passando por alguns outros problemas antes de seu lançamento oficial no Reino Unido, o que gerou insegurança em alguns consumidores em fazer um alto investimento, mas certamente, pelas configurações de hardware do dispositivo, deve ser um bom negócio apostar no novo dispositivo móvel da Microsoft.

Por Isis Genari

Surface Book

Surface Book

Fotos: Divulgação


Aparelhos contam com processador dual-core e tela touchscreen. Preços variam de 5.999 a 7.999 rupias indianas.

A DataWind é conhecida mundialmente por fabricar dispositivos eletrônicos e distribuí-los em países em desenvolvimento. No início do mês, a empresa anunciou o lançamento de dois Netbooks de 7” e 10” com preço de lançamento de 5.999 e 7.999 rupias indianas, respectivamente.

O Netbook DroidSurfer 10” conta com tela sensível ao toque e resolução de 1024×600 pixels, além de sistema operacional Android 4.4.2 KitKat, processador Cortex A9 dual core de 1.6 Ghz e 1 GB de memória RAM.

Já o modelo de 7 polegadas conta com ecrã tátil com resolução máxima de 800×600 pixels, sistema operacional Android 4.4.2  e o mesmo processador utilizado no modelo de 10 polegadas. No entanto, o dispositivo possui apenas 512 MB de RAM.

Em geral, a grande diferença de ambos os dispositivos está no tamanho e resolução da tela, além da capacidade de armazenamento interno, que conta com 4 GB ou 8 GB, expansível por meio de cartão MicroSD. É possível acoplar mouse, teclado, disco rígido externo e pendrive por meio de conexão USB.

Ambos os modelos contam com conexão Wi-Fi e suporte ao Wi-Fi Hotspot, que permite ao usuário compartilhar sua rede com outros dispositivos por meio de conexão sem fio. Além disso, os modelos contam com câmera frontal de qualidade e bateria de boa duração com capacidade de 4000 mAh.

Os modelos estarão disponíveis através de diversas lojas do varejo indiano ainda esse ano. Além disso, os dispositivos chegarão ao mercado com acesso à internet gratuita e ilimitada por um ano.

O navegador utilizado em ambos os dispositivos é UbiSurfer, o qual não é capaz de reproduzir streaming de vídeos, áudio e realizar download. A DataWind adverte que o usuário que desejar liberar esses recursos deve contratar planos de internet separados, especificamente para isso.

Segundo a DataWind, toda criança tem direito a tecnologia, educação e informação, independente de seu nível social. E é exatamente por esse motivo que a empresa lançou seus portáteis na Índia, que possui a segunda maior população mundial.

Vale lembrar que a DataWind foi pioneira no lançamento de dispositivos móveis de baixo custo. Em 2012 a empresa lançou seu primeiro tablet, o Aakash, que podia ser encontrado com preço entre 35 e 45 dólares.

Além dos modelos de netbook, a empresa lançou no mês passado dois smartphones de entrada no mercado indiano: O  PocketSurfer 2G4X e o PocketSurfer 3G4Z, com preço de 2499 e 3999 rupias indianas, respectivamente.

Por Wendel George Peripato


Modelo híbrido foi lançado no Brasil e pode ser encontrado pelo preço de R$ 3 mil.

A Lenovo inovou mais uma vez e lançou oficialmente o notebook Yoga 500 no Brasil. Com funcionalidades que permitem até quatro formas de uso, a novidade reforma o conceito de versatilidade e atrai olhares dos consumidores pelo mundo todo.

A tela do notebook dá um giro completo e proporciona a utilização de forma tradicional, tablet, apresentação e tenda. Tradicional e tablet todos nós já conhecemos, já os outros 2 necessitam de maiores esclarecimentos. No modo apresentação, o conteúdo é exibido em tela cheia e dispensa os pré-cliques para se chegar no resultado, a modalidade é super positiva para reuniões empresariais, palestras e aulas, pois agilizam o processo. Já o modo tenda contribui para exibição confortável de conteúdos de mídias como filmes e vídeos, o usuário é favorecido pelo design de posicionamento.

O modelo mais básico custa em torno de R$ 3.000,00 e é considerado acessível pelos especialistas no assunto. Dispõe de um processador i3 da 5ª geração, tela de 14 polegadas, HD de 500 gigas e ainda 4GB de memória RAM. Para aqueles que necessitam de melhor desempenho, a customização pode ser feita através da melhoria dessas características, sendo possível chegar inclusive a um processador i7 e HD  de 1TB. O lançamento da Lenovo acompanha Windows 10, 2 entradas USB, 1 saída HDMI, leitor de memory cards e também entrada ethernet RJ45.

A fabricação do Yoga 500 é totalmente brasileira e acontece na cidade de Itu, situada no interior de São Paulo. O lançamento está disponível nas cores vermelha ou preta.

Com peso de 2 quilos e pouco mais de 2 centímetros de espessura, o notebook  híbrido veio revolucionar as formas tradicionais de uso e reinventar o conceito através da experiência do usuário.

Para quem se interessou pela novidade, é válido alertar que o notebook Yoga 500 pode ser adquirido pelo site oficial da Lenovo ou ainda por lojas físicas de varejo no Brasil. 

Por Beatriz 

Lenovo Yoga 500

Lenovo Yoga 500

Fotos: Divulgação


Chromebook Flip C100 híbrido tem a função de notebook e tablete. Modelo é dobrável e tem tela de LCD de 10,1 polegadas.

A fabricante de eletrônicos taiwanesa Asus lançou um novo Chromebook que tem a função de notebook e tablet. O Chromebook Flip C100 híbrido é um computador 'dobrável' que acompanha uma tela de LCD de 10,1 polegadas e é considerado prático para usuários não muito exigentes em termos de desempenho.

O Flip é feito basicamente para ser portátil e suprir as necessidades básicas dos usuários, como navegação na internet, edição de textos, ouvir música, entre outros.   O Flip C100 oferece o sistema operacional do Google, o Chrome OS. O sistema é bastante elogiado por ser leve e ajudar mesmo máquinas de hardware limitado a terem um bom comportamento. No entanto, sem conexão com a internet, pouco se pode fazer com o sistema.

O preço do Chromebook é de US$ 249 na versão mais simples, cerca de R$ 800 na conversão direta.   

O hardware do Chromebook Flip C100 possui boas características, como um processador Quad-Core de 1,8 GHz, memória RAM de 2 ou 4 GB, tela de 10,1 polegadas com resolução de 1280 x 800 pixels, câmera HD, além de uma bateria que promete duração de 9 horas de uso contínuo. Sendo assim, o grande atrativo do híbrido da Asus é sua função 2 em 1. Ele pode ser totalmente dobrável, em 360º. Isso dá a possibilidade do usuário adaptar o ângulo da tela para ver filmes e fotos, utilizando o teclado como base.   

O notebook também possui Bluetooth 4.1, portas USB e HDMI, além de Wi-Fi dual-band. O Google ainda oferece um espaço grátis de 100 GB em seu serviço de armazenamento em nuvem, o Google Drive. Este espaço é válido por dois anos. O armazenamento interno do Chromebook é de 16 GB ou 32 GB dependendo da versão. Na versão de 2 GB de memória RAM, o Chromebook da Asus fica por US$ 249, enquanto que na versão de 4 GB sai por US$ 279 em lojas online. Até o momento o notebook não está disponível no mercado brasileiro.   

A Asus também exibiu alguns de seus notebooks mais potentes na cidade do Rio de Janeiro. A exposição aconteceu no evento Taiwan Excellente 2015, que tem como objetivo mostrar os produtos premiados do tigre asiático e aproximar as relações com o Brasil. As marcas que estavam presentes no evento eram a Asus, Acer, Cooler Master, D-Link, entre outras.  

O computador presente no evento era o ultrabook Asus Zenbook UX301 que apresenta excelentes configurações. Ele destaca-se por sua tela de 13,3 polegadas, sensível ao toque e bastante resistente a riscos. Seu processador é o Intel Core i7 de quarta geração. Ele roda o Windows 8 com atualização gratuita para o Windows 10 e está disponível por cerca de R$ 10 mil no Brasil.

Por William Nascimento

Chromebook da Asus

Chromebook da Asus

Chromebook da Asus

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: