Confira aqui uma lista com os melhores antivírus gratuitos de 2016.

Você sabia que VOCÊ é o melhor antivírus para o seu computador? Sim, isso é verdade! Se você tiver cuidado onde navega e quais arquivos baixa, raramente você terá problemas. Essa é uma das formas de se manter longe de criminosos da Internet e softwares maliciosos. Mas, não há nenhum problema em se pedir uma ajuda a mais para os programas antivírus. Afinal, todo cuidado ainda é pouco. E cuidado nunca é demais.

Mas, se você não pode comprar uma solução completa, fique por dentro de quais são os 5 melhores antivírus gratuitos de 2016. Os softwares aqui listados são indicados para computadores que não estejam em rede, isto é, apenas para uso doméstico. Caso você tenha uma empresa o melhor mesmo é fazer a aquisição de um software pago. Confira abaixo!

Avast Free Antivirus 2016

É considerado um dos melhores gratuitos. Está há muito tempo no mercado e é bem conhecido por bloquear phising e malwares. Com ele você pode fazer exames automáticos em busca de problemas em relação à segurança, além de outras ferramentas como a de limpeza de sistema.

AVG Antivirus Free

Ótima opção para quem não quer ou não pode gastar em um software pago. Traz um bom desempenho a phising e faz o trabalho de examinar o computador para procurar problemas de segurança. Além disso, conta com uma ferramenta que previne que você seja rastreado por sites.

Bitdefender

Ele é o mais discreto e roda no background, exigindo mínimas configurações e perfeito para quem não entende muito de tecnologia. Já está há algum tempo no mercado e remove arquivos maliciosos, além de proteção contra malwares e phising.

Check Point ZoneAlarm

Traz um firewall resistente para a navegação, além da opção de colocar arquivos em nuvem, com até 5 GB, proteção de identidade e monitoramento em tempo real.

Panda Free Antivírus

Não tão conhecido, o Panda Free Antivírus é um dos melhores antivírus gratuitos que se tem disponível. Os responsáveis por ele afirmam que o programa consegue resultados de benchmark até melhores dos que os softwares pagos concorrentes. Realiza serviço de monitoramento, disco de recuperação, além de análise da USB.

Kika Akita


Seu notebook pode estar com os dias contados com a nova tecnologia do iPad Pro, o novo tablete da Apple com suporte para lápis inteligente e teclado que o torna um autêntico notebook.

O novo iPad Pro da Apple é multifacetado e consegue realizar tarefas diárias com seu processador Apple A9X, sem deixar o usuário na mão. O aparelho mostra alto desempenho como editor de planilhas, documentos e fazer pequenos vídeos. Além disso, você pode usá-lo nos momentos de lazer e executar jogos ou reproduzir vídeos.

O preço inicial do aparelho é R$ 4.999 mil, mas vale a pena porque o iPad Pro foi avaliado pela INFOlab e tem um tamanho bem convencional de 9,7 polegadas. Tornando o produto de fácil manuseio com a tecnologia de seu processador. Para quem necessita de uma tela mais espaçosa, existe o iPad com display de 12,9 polegadas, a versão é semelhante ao laptop e o manuseio é o mesmo.

Aparentemente o Pro teve poucas mudanças, pois seu peso continuou igual ao iPad Air 2, 437 gramas. A resolução da tela também continua igual, 1536 por 2048 pixels e densidade de 264 pixels. Mas as semelhanças param por ai e logo se nota a potência do som do novo modelo da Apple, são quatro alto-falantes: dois na parte superior e dois na inferior. Seu áudio é maior que qualquer outro tablet. O volume do aparelho é perfeito e não apresenta distorções no som.

Quanto ao aplicativo Basemark OS II oferecido para testar o desempenho do Pro, o terceiro lugar entre os de maior potência mundial é uma demonstração de sua alta qualidade. A marca alcançada foi de 3153 pontos e na web, a pontuação foi menor.

Sua câmera é igual a do iPhone 6s e tira fotos de 12 MP, os vídeos gravados tem resolução 4K e as fotos 63 MP. A câmera possui recurso da ‘foto viva’, ou seja, na hora do clique da foto também grava um vídeo de 3 segundos e dá para ver quando tocamos na foto.

Recursos e Acessórios

Ao configurar seu iPad ele vai mostrar a Siri ativa, você diz “Hey, Siri” e a assistente pergunta se precisa de ajuda. O teclado foi feito na medida certa para o Pro, chama-se Smart Keyboard e basta aproximar e já funciona. Quanto a bateria, não foi das que ficaram em primeiro lugar no teste, mas mesmo assim vale a pena ter o modelo.

Por Ruth Galvão


Notebook é ideal para games e roda até jogos de realidade virtual.

O notebook Titanium G1545 Iron da Avell é lançado com o que existe de melhor no mercado – quando o assunto é games. A Avell investiu pesado para oferecer um note que rode até jogos de realidade virtual. Placa de vídeo NVIDIA Ge Force GTX 1060 CPU, 2 TB de armazenamento, 15,6 polegas de tela Full HD ou 4K e processador de 7ª geração Intel Core.

Com placa de vídeo NVIDIA Ge Force GTX 1060 CPU e 6 GB dedicados, não existe jogo que trave enquanto está rodando no Titanium. O computador possui resposta rápida e o mais moderno processador: um Intel Core de 7ª geração i7. Em termos de Skylake, são 2,66 Hz. O lançamento da Avell conta ainda com três coolers para resfriar essa capacidade de processamento.

Em termos de armazenamento de dados, são incríveis 2 TB. Dois TB equivalem a 2000 GB de memória. Com tanta memória é possível instalar milhares de jogos e filmes no seu PC. Serve para aqueles que não conseguem se desfazer dos dados. O Titanium G1545 Iron tem espaço para tudo isso e mais.

Em termos de tela, são 15,6 polegadas com imagem Full HD. Caso o cliente queira, existe a opção para qualidade de imagem 4K – equivalente ao olho humano. A 4K é a tecnologia de definição mais moderna existente. O investimento em definição de imagem está na direção do intuito da Avell: fazer um note que proporcione a melhor experiência possível em games.

Todas essas configurações não poderiam pesar pouco. A espessura do notebook Titanium Iron é de 2,5 cm. Em termos de peso, são 2,5 kg. A Avell oferece um ótimo sistema de garantia para os clientes. São 3 anos de garantia para serviços e mão de obra e 1 ano de garantia completo: envolvendo peças e mão de obra.

Para levar um Avell Titanium G1545 para casa é preciso desembolsar no mínimo R$ 7.200. Existem configurações e peças que podem ser acrescidas ao notebook, como é o caso da tela de Full HD para definição 4K. Essas alterações incrementam o valor final do produto.

Maiores informações, compra e mais detalhes sobre o Avell Titanium G1545, basta acessar esse link.

Matheus Henrique Griebeler


Confira aqui as principais configurações e preço do novo notebook Lenovo Ideapad 310.

O Ideapad 310 80UH0000BR é o mais novo lançamento da Lenovo. Sucessor do Ideapad 300 (que parecia possuir o chip gráfico incompatível – insuficiente e inferior – com o restante do notebook), o IdeaPad 310 traz nova GPU e memória RAM DDR4.

Carregando as dimensões de 37,9 cm de largura, espessura de 2,2 cm, 26 cm de profundidade e 2,3 kg, o IdeaPad 310 tem sido destacado como notebook ideal para os chamados workaholics. A respeito de velocidade, o 310 vem equipado com processador Intel Core de 6ª geração (i3, i5 e i7), Skylake, que tem TDP de (apenas) 15W e seu clock chega até 2.8GHz, além do cache L3 ser de 3MB.

O aparelho tem tela HD retroiluminada por LEDs, com 15,6 polegadas e resolução HD de 1366×768 pixels. Ele opera com Windows 10 e tem alto falante com áudio Dolby (som surround).

O notebook possui drive óptico, ou seja, lê e grava CD's e DVD's, além de ficar ótimo quando aplicado o SSD – sem perder o HD principal. A bateria se trata de 2 células com 36Wh. Ele também roda jogos e programas profissionais de maneira adequada (jogos na resolução nativa de 1366×768 pixels).

O IdeaPad 310 está disponível, no site da Lenovo, na cor prata, com preço sugerido de R$ 2.299,00 (a versão com 4 GB e processador i3) e R$ 2.999,00 (versão com 8 GB e processador i5). De informações adicionais, destacam-se as presenças de: leitor de cartões 2 em 1 (SD e MMC); Bluetooth 4.1 e Wi-fi AC; 2 entradas USB 2.0 e 1 entrada USB 3.0; 1 entrada VGA; 1 entrada HDMI; Placa de vídeo GeForce 900MX 2GB.

Encontra-se o Lenovo IdeaPad 310 a partir de R$ 2.485,00 com pacote Office incluso. Na loja Fast Shop, também com Office de brinde, o valor do 310 está R$ 2.568,00. Já na ShopTime o valor é de R$ 2.699,00 (versão com i7 6500U). A memória RAM pode ser de 4 GB ou 8 GB, com armazenamento interno de até 1 TB.

O IdeaPad 310 da Lenovo é o 1º do Brasil a possuir a placa gráfica NVidia GeForce 920MX de 2GB. Diversos sites do segmento tecnológico avaliam, entre 1 e 10, a nota de custo-benefício do aparelho acima de 9.


Aprenda aqui como tirar o print da tela no notebook.

A opção de captura de tela é utilizada em qualquer plataforma digital e com o Windows não poderia ser diferente. Se você quer ou precisa compartilhar alguma foto ou informação que esteja na tela de seu notebook, o print é uma maneira mais fácil e conveniente para se fazer isso. Neste artigo mostraremos algumas maneiras diferentes para capturar uma imagem do seu notebook.

Tirar screenshots rápidos com o Print Screen (PrtScn)

O botão Print Screen que se encontra no teclado de seu notebook é capaz de capturar uma imagem e guarda-la como um arquivo do computador ou fazer uma captura de tela utilizando apenas uma janela (em vez de toda a tela). O botão print screen pode ser rotulado como "PrtScn", "PrntScrn" ou algo similar.

Na maioria dos teclados, o botão é normalmente encontrado entre o F12 e o Scroll Lock. Em alguns teclados de notebook, você terá que pressionar a tecla "Function" ou a tecla "Fn" para acessar o recurso Print Screen. Quando você pressionar a tecla, a imagem será diretamente armazenada na área de transferência de seu notebook.

Para salvar sua imagem como um arquivo

Pressione a tecla "logotipo do Windows + PrtScn. Em alguns notebooks e outros dispositivos, você terá que pressionar a tecla "logotipo do Windows + Ctrl + PrtScn" ou "tecla do logotipo Windows + Fn + PrtScn”. Verifique o manual de seu notebook para mais informações.

A tela vai escurecer por um momento e você vai ver a imagem aparecer como um arquivo em uma pasta intitulada "Imagens", dentro da pasta "Imagens" padrão. A imagem é automaticamente rotulada com um número.

Para capturar uma imagem de tela sem salvar

Pressione a tecla "PrtScn". Uma captura de tela do seu monitor agora será copiada para a área de transferência. Abra o seu editor favorito de imagem, processador de texto ou outro programa que deseja usar a imagem em seu notebook. Escolha a opção Editar>Colar para colar a imagem onde quiser. As dimensões da imagem serão as mesmas que a resolução da área de trabalho. Nota: Em alguns notebooks e outros dispositivos, você vai ter que pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn" para conseguir finalizar o processo.

Para uma captura de tela de apenas uma janela

Clique na barra de título da janela que você deseja capturar. Pressione "Alt + PrtScn". Uma captura de tela da janela ativa no momento será copiada para a área de transferência, assim como na última sessão. O próximo passo é colar em seu editor de imagem favorito ou editor de documentos. Nota: Em alguns laptops e outros dispositivos, você novamente precisará pressionar as teclas "Alt + Fn + PrtScn”, verifique corretamente o manual do seu notebook para mais informações.

Tirar screenshots mais flexíveis com a Ferramenta de Recorte

A ferramenta Snipping tem sido muito utilizada pelo Windows para capturar imagens. Esta ferramenta foi incluída pela primeira vez no Windows Vista e nunca recebeu qualquer atualização, além de algumas correções de bugs. A ferramenta de recorte pode tirar screenshots de uma janela aberta, área retangular, uma área de forma livre ou a tela inteira. Você pode personalizar os seus recortes com canetas de cores diferentes ou um marcador e salvar como um arquivo de imagem ou MHTML.

A Ferramenta de Recorte no Windows Vista, 7 e 8 tem uma limitação: não é possível capturar screenshots que envolvam movimentos do mouse. Para capturar algo que envolve o movimento do mouse, como menus e dicas de ferramentas pop-up, você terá que usar o método Print Screen.

No Windows 10, a Ferramenta de Recorte tem uma nova opção "Delay", que permite capturar screenshots como pop-up, menus e dicas de ferramentas. Abra o aplicativo Ferramenta de Recorte e clique Delay. A partir da lista drop-down, clique sobre o número de segundos que você gostaria de esperar até que a sua imagem é tomada.

Agora escolha o tipo de recorte que você quer fazer, clicando na seta ao lado; Você poderá escolher entre um dos quatro tipos de snip de forma livre, retangular e em tela cheia.

Ao contrário de um recorte regular, a tela não vai desaparecer imediatamente. Em vez disso, você terá que esperar de 1 a 5 segundos, dependendo do atraso que você escolheu, para configurar seus screenshots. Você pode usar esse tempo para abrir o menu pop-up ou dica de ferramenta que você deseja capturar. Uma vez que seus segundos se passaram, a tela irá congelar para que você possa criar o seu recorte. Se você escolheu janela ou em tela cheia, ela só vai capturar o recorte imediato.

Paulo Naylan Chaves Freitas


Aparelho pode ficar até 60 minutos embaixo d\’água e conta com display de 7,8 polegadas.

A empresa de tecnologia Amazon, na maioria das vezes é lembrada por seu leitor eletrônico e também por ser uma das pioneiras no segmento. Este fato faz com que os concorrentes melhorem seus dispositivos com recursos diferenciados. É o que ocorreu com o Kobo Aura One, um novo leitor eletrônico com capacidade de ficar 60 minutos embaixo d’água e um display e-ink de 7,8 polegadas.

Sem contar o fato do aparelho ser à prova de água, o leitor tem boas especificações. Possui um peso de 226 gramas, com uma espessura de 6,9 milímetros, além de ter 8GB de armazenamento interno. De acordo com a companhia, a bateria dura até um mês sem que seja necessário recarregar.

A maioria dos e-readers possuem tela iluminada, mas o novo Aura One agora conta com recursos diferentes para leitores, que são derivados de smartphones, para que o display possa ser personalizado. O aparelho, por exemplo, adéqua a iluminação da tela de acordo com a luz ambiente detectada. Outra função que veio dos telefones móveis é a iluminação que é alterada depois que o sol se põe, como funciona nos aparelhos da Apple num recurso chamado Night Shift. A ideia é que o leitor realize a atividade no período noturno sem que as luzes tirem seu sono.

O leitor eletrônico Aura One, nos Estados Unidos, irá ser integrado com o serviço OverDrive, que realiza empréstimo de livros. Isso que dizer que o usuário terá a oportunidade de realizar empréstimos de livros em uma livraria local. Óbvio que não deverão ser disponibilizados muitos títulos recentes e também há um tempo de empréstimo, mas é uma vantagem, assim não precisando assinar o serviço da Amazon.

O novo Kobo Aura One será lançado no mercado estadunidense no dia 6 de setembro no valor de 230 dólares, o seu principal rival, Kindle Oasis, é vendido por 290 dólares, já no mercado brasileiro, o valor sugerido será de 1.399 reais. Levando em consideração os recursos, o aparelho é sem dúvida top de linha e deve ser vendido por aproximadamente mil reais, caso venha a ser lançado por aqui.

A Kobo já está presente aqui no Brasil e comercializa seus aparelhos por meio da Livraria Cultura. De acordo com a assessoria da livraria, o dispositivo chegará aqui no primeiro semestre do ano que vem.

FILIPE R SILVA


Problema no Secure Boot deixa computadores vulneráveis a criminosos.

As vezes é impressionante o quanto achamos que grandes companhias, experientes, cheias de pessoas competentes, saibam fazer um serviço bem feito. Porém, não foi exatamente isso que a Microsoft mostrou recentemente quando resolveu deixar bem claro para o mundo inteiro o por que não é uma boa ideia criar back doors em sistemas seguros.

Vamos ao que interessa: Há pouco tempo, dois pesquisadores do setor de segurança que respondem pelos apelidos de @never_realeased e @TheWack0lianon no Twitter, divulgaram recentemente que criminosos podem ocasionalmente “driblar” o recurso Secure Boot presente no Windows em máquinas que sejam relativamente vulneráveis. Tudo foi divulgado em primeira mão pelo site especializado em tecnologia ZDNet.

O que pode acontecer?

Bom, caso a vulnerabilidade encontrada venha a ser explorada, ela iria acabar permitindo que os criminosos virtuais conseguissem efetuar o carregamento de todos os tipos de programas. Para se ter ideia da gravidade, seria possível carregar de bootkits e rootkits e até, acreditem, um sistema operacional inteiramente diferente ao que se encontrava na máquina.

Ainda de acordo com os pesquisadores, a Microsoft foi notificada por eles entre os meses de março e abril sobre o problema encontrado.

Mas o que é esse tal Secure Boot?

O Secure Boot resumidamente é um recurso proveniente da Unified Extensible Firmware Interface (UEFI). Ele foi adicionado pela primeira vez ao Windows na época da versão 8 (Windows). Bom, o Secure Boot tem a função de garantir que os componentes que estejam presentes no PC possam ser carregados quando a máquina é iniciada, tudo de uma forma confiável. Em outras palavras, o Secure Boot atua para evitar que softwares identificados como maliciosos possam ser carregados na máquina do usuário.

Só que é aí que entra a Microsoftm que infelizmente acabou por criar uma espécie de back door para o citado recurso, isso aconteceu por meio de uma política que garante que desenvolvedores possam carregar softwares sem que sejam necessárias as tradicionais verificações de integridade dos mesmos. Tudo bem que o objetivo da política criada pela companhia era boa. Afinal, a ideia era permitir que testes de várias builds do Windows pudessem ser feitas sem que para isso fosse preciso passar pelas verificações usuais.

Mas como se sabe (agora mais do que nunca), ter uma política tão aberta assim e completamente disponível para o público chamaria a atenção de alguém mal-intencionado e que com certeza poderia se aproveitar do fato.

De qualquer maneira, a Microsoft já liberou dois patches de segurança, em julho e agosto deste ano. Ainda assim, apesar de ajudarem no problema, eles não parecem que foram suficientes para resolver o problema por completo. Por via das dúvidas, o melhor é instalar os updates para garantir uma proteção um pouco maior, mesmo que ela não seja por completa.

Por Denisson Soares


Nova mesa digitalizadora da Wacom chega ao Brasil custando apenas R$ 349.

Fora de sua área de especialização, a Wacom não é muito conhecida. Mas o que importa mesmo é que a empresa é líder no setor de mesas digitalizadoras, canetas digitais e displays. Então, é bom termos um pouco de respeito por ela. A novidade anunciada recentemente pela empresa foi a chegada para o marcado brasileiro de um produto interessante que promete tornar mais acessível e “aumentar” a criatividade dos usuários. Estamos tratando aqui de uma mesa digitalizadora, a One by Wacom.

O produto já está disponível para a venda no país. Entre outras apostas da empresa estão a China e a Índia. A companhia tem se empenhado em apresentar tecnologias inovadoras que permitam estimular a criatividade, além de serem mais acessíveis às pessoas. A empresa ainda chama a atenção que está se dedicando bastante aqueles mercados onde as taxas de importação são altas.

Bom, a One by Wacom vem para o mercado com a finalidade de implementar a linha de mesas digitalizadoras da marca de uma maneira que seja simples e versátil. O objetivo é estimular mais e mais aqueles que querem se aventurar pelo mundo da criatividade levando para elas uma experiência que seja fluída. A One by Wacom é bem abrangente no que diz respeito ao seu uso. Os profissionais poderão usá-la basicamente para todo o processo criativo desde o desenvolvimento de artes digitais até a edição de fotos e personalização de documentos.

A mesa conta com dois tamanhos: Pequeno e médio. Ao todo são 1024 pontos de pressão que o usuário terá na ponta da caneta. O mais interessante é que o projeto da mesa levou em consideração tanto aqueles usuários que são destros quanto os canhotos.

Logo no início falamos sobre a questão de ser acessível. Pois bem, o preço da mesa da Wacom é de R$ 349,00. A empresa acredita que com um valor nessa faixa será mais fácil atingir estudantes da área ou novos usuários interessados nas tecnologias da empresa.

Com a One by Wacom a empresa quer aumentar a oferta para o público sendo que o foco se espalha por vários “setores” como os citados estudantes, consumidores eventuais dessas tecnologias, entusiastas e profissionais.

De qualquer forma, a One by Wacom se apresenta como um produto interessante e que vale a pena de ser conferido. Até pelo preço…

Por Denisson Soares


Aumento nas vendas de tablets coloca em risco o mercado de Notebooks.

O ano de 2017 não será aparentemente muito favorável para os notebooks. Os tablets mostraram que vieram para ficar, a prova disso é que o número de suas vendas, até o próximo ano, tendem a triplicar. Os notebooks substituíram os computadores para a população por ser portátil, porém, o tablet se mostrou ainda mais prático tanto para manuseio quanto para ser levado na bolsa, e com as mesmas funções do notebook.

A estratégia para as empresas dos notebooks, para não ficarem na desvantagem, é diminuir os preços dos aparelhos. A previsão, segundo estatísticas do NPD (Núcleo de Processamento de Dados) é um aumento de 185 milhões nas vendas.

Para quem está em dúvida se compra um ou o outro, ou até mesmo se substitui um pelo outro, é importante saber para quais fins utilizará o aparelho. Os computadores de mesa não desapareceram por serem menos portáteis que os notebooks porque para as empresas cujos funcionários necessitam das máquinas eles são mais viáveis e seguros. Ou seja, com seus benefícios e desvantagens, cada um tem suas particularidades.

Para entretenimento e comodidade:

Conforme dito, os tablets são facilmente portáteis e discretos, aumentando a segurança de quem precisa de um computador portátil para estudo ou trabalho. Para assistir filmes, séries, ler e estudar, os tablets são ótimos para serem levados na bolsa e para fotografar informações na faculdade ou no trabalho. A maior crítica em torno dos tablets é pela necessidade de digitar textos longos, pois o teclado touch não é o mais ideal. Já pensando nisso, há no mercado os tablets híbridos, ou 2 em 1, com teclado físico removível. Outro fator determinante é pela durabilidade da bateria do tablet ser maior que a do notebook e por ter entrada para USB de carregadores portáteis.

Para maior comodidade e desempenho:

Os notebooks oferecem maior plataforma para jogos que exigem maior desempenho e edições de vídeo. Para assistir filmes e séries em casa sem a necessidade de usar as mãos para apoio também, sem contar a entrada de DVD que o tablet não oferece. Apesar de possibilidade de utilizar mouse e teclado portáteis no tablet, algumas tarefas somente o notebook pode executar com precisão, como é o caso do bom funcionamento do Excel e questões específicas de navegação.

Jean Carlos Weber Andrades


Novo notebook é direcionado ao público gamer e possui ótima configuração.

Quem joga no computador sabe das diversas dificuldades que as vezes aparecem, afinal, quase que o tempo todo é necessário ficar fazendo upgrades na máquina para poder aproveitar a infinidade de jogos que saem todos os anos. Com o tempo os jogos acabaram ganhando novas engines. Consequentemente, uma placa de vídeo já não era suficiente. Passamos a usar duas ao mesmo tempo. Passamos de 4 GB de RAM para 16 GB. Tudo com a única finalidade de fazer com que os games rodassem em sua configuração máxima.

Com isso, não demorou muito para que os desktops ficassem enormes e sem falar na questão da mobilidade, tão fundamental atualmente. Foi aí que surgiu o mercado de notebooks voltados para gamers.

Esses aparelhos contam com um público mais específico. Geralmente são pessoas que não contam com muito espaço ou que ainda precisam de mobilidade, mas sem perder a potência do equipamento. Foi de olho nesse “setor” do mercado que a Dell resolveu se concentrar ao lançar o Inspirion 15 Gaming Edition. Só a título de curiosidade, no que diz respeito a notebooks para gamers, o Brasil ainda anda “passando necessidade”.

Uma das primeiras características que observamos no Inspirion 15 Gaming Edition é o seu visual. A fabricante desenvolveu o aparelho com um acabamento nas cores preto e vermelho e com um detalhe: Ele é emborrachado. Isso ajuda e muito a evitar danos na carcaça do aparelho como arranhões.

A traseira do notebook traz um plástico relativamente mais grosso. Esse ponto em um primeiro momento pode até passar a ideia de que é algo que fica em desarmonia com o resto da estrutura. Entretanto, sua função é bem específica. Ele ajuda na diminuição da temperatura no caso do usuário usar o computador no colo.

O display do Inspirion 15 é o Full HD da Dell. Ele segue o mesmo esquema dos displays da já conhecida linha Inspirion. Ou seja, cores atraentes, azul e vermelho bem nítidos e ainda tem o diferencial da tela anti-brilho. Em outras palavras, ele não deixa a desejar.

A novidade da Dell conta com o processador Core i7 com 2.6 GHz da Intel. Ele dá conta do recado e entrega uma experiência satisfatória.

Os 8 GB de memória RAM para alguns pode parecer pouco, considerando um aparelho voltado para jogos. Porém, é uma configuração que dá conta de rodar a maioria dos jogos em sua configuração máxima.

Com relação a placa de vídeo, a Dell decidiu optar por uma alternativa híbrida. Aqui vamos ter a Graphics HD 530 perfeita para as tarefas do dia a dia. Já para qualquer tipo de coisa mais pesada vamos encontrar a GeForce GTX 960M com 4 GB de memória.

Se comparado com os concorrentes, o Dell 15 7000 Gaming Edition até que não é caro. A opção com o i7 e 8 GB sai por R$5.999 no site da fabricante.

Por Denisson Soares


Novos processadores da Intel são 20% mais rápidos e devem ser utilizados por Desenvolvedores e Gamers.

Há décadas a Intel tem produzidos modelos de processadores de alta performance para usuários domésticos, fator que a consagrou como referência na fabricação de hardware. Atualmente, a fabricante possui duas linhas distintas: a mainstream (as quais são baseadas na tecnologia Skylake) e a recém lançada Broadwell-E, indicada ao público entusiasta.

Segundo a fabricante, a linha será inicialmente composta pelos modelos: Core i7 6800K, i7 6850K, i7 6900K e i7 6950K. Os novos modelos também serão compatíveis com o novo padrão de memórias RAM DDR4, com frequência de até 2400MHz em quad-channel.

A última atualização dos processadores topo de linha da empresa foi em 2014, quando a tecnologia Haswell-E foi implantada. Em relação a versão anterior, a nova tecnologia Broadwell-E amplia a capacidade de processamento para até dez núcleos destintos, contra oito da tecnologia anterior. Por exemplo, o modelo Core i7-6950X possui 10 núcleos e 20 threads.

De modo geral, o principal diferencial da nova linha está na litografia, que passa de 22 nm para 14 nm. Essa modificação gera aumento de performance e mantêm o consumo de energia em 140W, ou seja, o mesmo TDP utilizado pela linha Haswell-E.

Vale lembrar, que os novos modelos da linha Broadwell-E são direcionados principalmente ao público entusiasta, ou seja, desenvolvedores que desejam extrair ao máximo a performance dos componentes. A nova linha também pode ser indicada para o uso em games.

A nova linha também traz benefícios para quem possui placas mães com chipset X99 e processadores Haswell, já que ambas as tecnologias compartilham do mesmo soquete, o LGA 2011 v3.

A tecnologia Turbo Boost Max 3.0 também foi aprimorada e está focada principalmente nos programas que utilizam apenas um núcleo. Ou seja, quando apenas um núcleo for utilizado em tarefas a nova tecnologia faz com que o desempenho seja até 20% mais eficiente.

A Intel também promete um bom resfriamento, já que durante alguns testes realizados em overclock o modelo Intel Core i7 6950K alcançou 38ºC.

A nova linha de processadores da Intel já pode ser encontrada à venda nas principais lojas de informática do Brasil, com preços que variam entre R$ 2.800 e R$ 9.799,00. No momento da compra, é necessário examinar se os benefícios proporcionados pelos novos modelos condizem com as taxas cobradas em território nacional.

Por Wendel George Peripato


Confira aqui algumas dicas de como preservar a bateria do seu notebook.

Mesmo que por pura curiosidade, todo mundo já deve ter colocado ao menos uma vez baterias e pilhas no freezer de casa para eventualmente “ressuscitar” as mesmas com o resfriamento. Apesar de ser um processo curioso e de muitos adeptos e divulgadores a coisa não é por aí…Até mesmo por um simples “não custa tentar” é bom não fazer nada disso. Entre diversos outros fatores, as condições e a umidade dentro do freezer podem acabar causando mais danos a bateria no lugar de supostamente renová-la.

Então nada de achar que os fabricantes de baterias fazem conspiração. Até agora ainda não contamos com nenhuma tecnologia que consiga produzir uma fonte de energia que seja inesgotável e que possamos usá-la em notebooks, tablets e smartphones.

Antes de tentar esses métodos que prometem verdadeiros milagres na bateria, uma boa ideia é sempre usá-la com bom senso, fazer os ajustes quando for preciso e claro, quando chegar o momento trocá-la.

De qualquer forma existem várias coisas que podem ser feitas para que o desempenho da bateria seja otimizado (e não estamos falando do freezer!).

Uma das primeiras coisas que o usuário pode fazer é reduzir o brilho do monitor de seu aparelho. Quanto mais brilhante a tela for mais desperdício da bateria haverá.

A lista de vilões vai bem além da tela. Dispositivos USB que estejam conectados e que ficam lá sem uso também contribuem para um uso “prejudicial” da bateria.

Softwares que não estão configurados corretamente e execução de diversos programas ao mesmo tempo não são coisas ideais de se fazer.

Um bom exemplo nesse ponto é o celular que está conectado ao notebook ou a impressora e que não estão sendo usados. Eles ficam sugando a energia da bateria, contrariando a falsa ideia de que se não estão em atividade não consomem nada. Na hora de economia da energia é bom ficar atento a todos os periféricos que estejam conectados a sua máquina para evitar o desperdício.

Outro ponto que entra na lista de dicas de economia é sempre desligar o Wi-Fi e o Bluetooth de seu notebook toda vez que não estiver usando os mesmos.

Por final, para fazer a recarga não saia pegando qualquer carregador que você encontrar por aí e nem deixe a energia do computador acabar por completo. O ideal é que a bateria seja recarregada quando estiver entre 20% e 30%.

No caso de a bateria não durar mais de 30 minutos, pode ser sinal de que já está na hora de fazer a troca. E lembre-se de sempre buscar por alternativas originais para seu aparelho.

Por Denisson Soares


Notebook da Asus tem configurações modestas e visa ao público que usa o aparelho para atividades básicas.

A Asus está apostando bastante no mercado brasileiro. Após lançar diversos modelos de seus smartphones, da linha Zenfone, para o Brasil, a empresa asiática também está expandindo a sua atuação no mercado de notebooks. A companhia anunciou o lançamento do laptop Z550MA-XX005 no Brasil, aumentando as opções de escolha de seus clientes no país.

O notebook conta com especificações modestas e com preço atraente. O Asus Z550MA-XX005 é equipado com o sistema operacional Endless OS, que tem como base a estrutura Linux. Tal sistema foi desenvolvidos visando computadores com baixo poder de hardware. Ele exige pouco da máquina e garante bom desempenho no notebook da Asus. O Endless OS é um sistema destinado a alcançar pessoas que querem ter acesso ao mundo digital mas estão em áreas remotas onde o acesso à esse tipo de tecnologia ainda é restrito. O foco do sistema sistema é a inclusão digital. Sendo assim, o PC é destinado especialmente para os usuários mais básicos que querem acessar a internet, editar textos, enviar e receber emails, entre outras atividades.

Seu design segue a tendência de outros notebooks da marca. Ele apresenta uma carcaça segura e suficiente para manter a boa qualidade do produto. O notebook também conta de fábrica com diversos aplicativos voltados para a educação. Em suas especificações, ele conta com uma tela de 15,6 polegadas HD (1366×768 pixels), processador Intel Celeron N2940 Quad-Core de 2,25 GHz (Cache 2 MB), 500 GB de armazenamento interno (SATA 5400 RPM) e 4 GB de memória RAM. O chipset gráfico utilizado é o Intel HD Graphics 3000. Em sua conectividade, o laptop da Asus conta com Bluetooth 4.0, uma entrada HDMI, duas portas USB 2.0 e uma porta USB 3.0. Sua bateria conta com 3300 mAh.

A Asus pretende obter sucesso em sua aposta no mercado brasileiro de notebook, assim como está obtendo em seus smartphones. Se isso acontecer, podemos esperar que a empresa abra espaço para mais laptops de configurações das mais variadas.

Os interessados em adquirir o Asus Z550MA-XX005 já podem adquirir o modelo em lojas de varejistas online ou no site da própria fabricante por R$ 1.999. Com uma boa pesquisa, é possível encontrar o modelo a partir de R$ 1.708.

Por William Nascimento


Novo notebook da Samsung terá duas versões e custará cerca de US$ 799.

A fabricante de eletrônicos sul-coreana Samsung anunciou um novo notebook para seu portfólio. O 7 Spin se assemelha com diversos laptops já encontrados no mercado global, como a linha Yoga da Lenovo.

O lançamento apresenta um design bastante atraente para os consumidores. Além de fino, o notebook também é híbrido, com a possibilidade de se transformar em um tablet com o teclado dobrado para trás. O notebook chegará ao mercado norte-americano em duas versões no dia 26 de junho, na BestBuy e no site oficial da Samsung.

A primeira versão terá uma tela de 13 polegadas, enquanto a outra versão terá 15,6 polegadas. Ambas as telas terão uma resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) e serão sensíveis ao toque (TouchScreen).

O 7 Spin contará com um processador Intel Core i5 ou com um Intel Core i7, que promete excelente desempenho até para os usuários mais exigentes. Ele será equipado com 12 GB de memória RAM e terá opções de armazenamento interno de até 1 TB com opção de SSD. O teclado do 7 Spin é retroiluminado, ideal para digitar em ambientes com pouca luz. Como era de se esperar, ele é equipado com o mais recente sistema operacional da Microsoft, o Windows 10. O notebook também está anunciado no blog oficial da Microsoft, o que denota que ambas as empresas estão empenhadas em oferecer a melhor experiência para os usuários, tanto em software como em hardware.

A versão de 15,6 polegadas poderá ter sua bateria carregada totalmente em apenas 90 minutos. Já a versão de 13 polegadas levará cerca de 100 minutos para ser carregada por completo. Com apenas 20 minutos de carga, ambos os modelos terão até duas horas de energia suficiente.

Apesar de poder ser adquirido por consumidores domésticos, o foco do 7 Spin é o mercado corporativo, focando em produtividade. O laptop custará a partir de US$ 799, preço consideravelmente menor do que o 9 Spin, anunciado recentemente pela Samsung.

Ainda não há qualquer informação sobre a disponibilidade do 7 Spin em outros mercados além dos Estados Unidos. Tendo em mente as estratégias utilizadas pela Samsung no mercado de notebooks no Brasil, pode ser que o aparelho desembarque em nosso país. No entanto, o preço deverá ser bem salgado para o bolso dos brasileiros.

Por William Nascimento


Confira aqui um comparativo entre as marcas e qual é a melhor para você.

Se você está perto de comprar um notebook com um processamento e um vídeo mais "encorpado", tenho certeza que se essa dúvida já não chegou a você logo irá chegar. Afinal, o que casa melhor: Processador AMD ou Intel Core?

Essa é uma escolha nem um pouco fácil, ainda mais se você já tem uma experiência agradável com uma das "duplas". Por isso iremos tratar desse assunto com total neutralidade e sem favoritismo.

Não é surpresa para ninguém que os processadores Intel carregam uma legião maior de fãs, devido ao seu desempenho, performance gráfica, número de núcleos e por aí vai, mas e se lhe for apresentado um mundo dos processadores AMD que era embaçado pela grandiosidade da Intel?

Antes de tudo, vale lembrar que essas dicas são especificas para  análise em portáteis, como notebooks, ultrabooks e netbooks.

Quando se trata de desempenho e comparando de modelos concorrentes, os processadores Intel levam vantagem, às vezes por pontos decimais. Quando for comprar um portátil, recomendo usar o site GPU BOSS. Ele lhe oferece a possibilidade de comparação entre vários aspectos dos processadores e placas de vídeos, lhe projetando em uma escala de 0 a 10 quem terá o melhor desempenho.

Se optar por processadores Intel, recomendo comprar um i7, pois diferente dos desktops, quando seu processador não lhe oferecer mais um desempenho à altura das atividades exercidas, você não poderá simplesmente trocar o processador, sendo necessária a troca completa do aparelho. Outro conselho é procurar por processadores da terceira geração em diante. Nada contra a primeira e segunda, mas elas se tornaram defasadas e antiquadas. Fechando o assunto desempenho, procure processadores da série QM, um processador Intel Core i7 3610QM é mais poderoso do que um i7 5500U.

Já olhando pelo fator placa integrada, vale a pena reavaliar seus conceitos sobre a AMD. Com uma tecnologia superior à Intel, processadores AMD podem lhe render melhor desempenho gráfico combinado com o processador de quatro núcleos, além de consumir menos energia que a rival. Com placas integradas que chegam a mais de 2GB de vídeo, você desfrutará do melhor do vídeo onboard utilizando o sistema de controle gráfico dos processadores Intel, que mais uma vez supera a concorrente pela facilidade e funcionalidade do painel de controle. Para melhorar sua situação, a AMD criou um sistema em que permite utilizar a placa gráfica do processador (integrada) com a placa de vídeo AMD Radeon (dedicada) simultaneamente, tornando assim a memória total gráfica superior a 3.5 GB, o que torna capaz o processamento de jogos mais pesados e programas que requerem esforço de vídeo. Essa tecnologia se chama “Dual Graphics” e pode ser conhecida melhor clicando AQUI.

Por fim, quero ressaltar que foram categorizadas o desempenho e performance gráficas nesse post. Quesitos como marca do dispositivo, placa mãe, placa de vídeo dedicada, foram descartados e fica uma curiosidade: Você pode encontrar um notebook com processador Intel Core e uma placa de vídeo AMD Radeon, da mesma forma que pode encontrar um com processador AMD com placa Nvidia GeForce.

Wendel Dias Quaresma


Confira aqui algumas dicas do que verificar antes de escolher uma nova memória RAM para seu PC.

Muitas vezes quando o seu computador está lento, isso poderá ser resolvido com um upgrade na memória RAM do dispositivo. Antes de fazer a compra você deverá prestar atenção para certos detalhes que podem ser essenciais, como pegar peças erradas e contar com prejuízo no bolso.

É o perfil do usuário que vai apontar quanto é a memória necessária para o computador. Para músicas, edição de textos e navegação na internet, 2 GB de memória RAM são o suficientes para esses atos.

Já para aqueles que necessitam fazer edições de vídeos ou jogar games mais atuais em um nível médio de resolução, a memória RAM que deve ser considerada é de, no mínimo, 4 GB. Para esses trabalhos, mas com efeitos profissionais e jogos em resoluções máximas, a memória RAM deverá se apresentar entre 8 GB até 16 GB.

O que mais o usuário deverá verificar?

Outros atributos devem ser verificados, além da quantidade da memória RAM. A latência é uma delas. Ela vai apresentar o tempo da resposta da memória e isso é medido em ms (milissegundos). Pesquise memórias que tenham um numero menor de latência, pois serão melhores.

A taxa de dados também deve ser observada. Ela vai ser a velocidade da operação da memória que tem a sua medição feita por MT/s (transferência por segundo). Os módulos DDR2 ficam em 1066 MT/s e os DDR3 conseguem chegar a 1600 MT/s. Ou seja, quanto maior esse número, melhor será o desempenho.

Mais uma questão deve ser observa se refere ao tipo da memória que a placa-mãe do seu PC conta com compatibilidade. Hoje os padrões ficam em DDR2, DDR3 e os novos DDR4, que são os mais modernos.

Quantidades de slots

Elas são as entradas que estão disponíveis para pentes de memória. Observe isso para não comprar uma quantidade acima do que a placa-mãe tem suporte. Há alguns programas que você encontra na internet que vão apontar a compatibilidade da placa-mãe e também as entradas que são disponíveis.

A grande maioria das placas-mãe contam com a tecnologia Dual Channel, que possibilita que o seu sistema tenha melhor desempenho trabalhando em paridade. Ou seja, dois módulos de 4 GB trabalhariam melhor que apenas um de 8 GB.

O seu processador também deverá ser observado, uma vez que se o mesmo é em 32 bits, o máximo de memória RAM será de 3 GB. Não vai adiantar colocar um número maior que esse. Acima deste número somente com um processador com 64 bits.


Laptop possui tela de 13 polegadas e conta com configurações bastante potentes.

Com os olhos voltados para o mercado corporativo, a HP anunciou o lançamento de um novo notebook que traz uma bateria que garante até 13 horas de autonomia.

O EliteBook 1030 é destinado para os usuários que precisam de uma longa jornada com o laptop longe de uma tomada. Na versão com tela QHD a autonomia fica em torno de 9 horas, o que também é uma excelente marca. O laptop conta com uma tela de 13 polegadas, ideal para ser portátil, conforme o conceito. Para conseguir uma autonomia tão acima da média, a HP preferiu combinar desempenho com consumo de energia. Sendo assim, o EliteBook 1030 não apresenta especificações de hardware similares aos notebooks mais potentes do mercado. No entanto, vale ressaltar que a HP disponibilizou algumas configurações que podem ser alteradas, com o objetivo de deixar o laptop mais potente.

Por exemplo, é possível substituir a tela de Full HD por uma touchscreen QHD. Além disso, é possível aumentar em 2 vezes o armazenamento interno SSD e alterar o processador. Em resumo, o notebook da HP apresenta configurações intermediárias que podem melhorar de acordo com o gosto e o bolso do usuário, tendo em vista que as alterações encarecem o produto. Sua tela é de 13,3 polegadas (com proteção Gorilla Glass) e há duas opções de resolução (Full HD e QHD). Ele conta com a sexta geração do Intel Core M, rodando a 1,1 GHz. É possível trocar pelo Core M7 de 1,2 GHz. A memória RAM disponível é de até 16 GB, enquanto o armazenamento fica em 256 GB SSD, tendo 512 GB SSD como opcional.

Na área de conectividade, o EliteBook 1030 conta com WiFi, Miracast, Bluetooth 4.2, MicroUSB 3.0 (2x), USB Type-C e HDMI. Ele ainda conta com um conjunto potente de alto-falantes da Bang & Olufsen.

O laptop também possui aplicativos exclusivos como Intel vPro, Dynamic Protection e LANDesk. Como era de se esperar, ele vem equipado com o Windows 10, da Microsoft. Em relação à aparência do laptop, o visual é bastante limpo e lembra outros produtos da marca. A carcaça do computador é totalmente em metal e é incrivelmente fina, tendo em vista que conta com uma bateria de extrema potência.

Segundo a HP, o EliteBook 1030 estará disponível no exterior a partir de US$ 1.249. Ainda não há qulquer informação sobre a chegada do laptop no mercado brasileiro.

Por William Nascimento


Novo notebook é considerado o mais fino já produzido pela Vaio e conta com hardware potente e design slim.

A fabricante VAIO anunciou um novo modelo de notebook em território brasileiro, o VAIO PRO 13 G. O novo dispositivo traz um hardware potente combinado ao design slim. Quanto ao seu desempenho, o modelo traz a quinta geração do processador Intel Core i5, 4 GB de memória RAM e SSD de 128 GB. O VAIO PRO 13 G vem de fábrica com o sistema operacional Windows 10 Home.

O principal diferencial do modelo está no design moderno e ultrafino com acabamento Premium na cor prata, enquanto o teclado retroiluminado traz um leve inclinado que garante uma digitação fluída e mais confortável. O modelo também conta com tela LED de 13.3 polegadas com resolução Full HD.

O processador Intel Core i5 5200U (que possui frequência de 2.22 GHz em stock e 2.7 GHz em overclock) utilizado no dispositivo garante rapidez e alto desempenho, principalmente para uso profissional, além de um menor consumo de energia. Além disso, o dispositivo traz também o vídeo onboard Intel HD Graphics 5500, que possui compatibilidade com a nova API da Microsoft, o DirectX 12.

O modelo também conta com portas HDMI e VGA, que permite conectá-lo a até dois monitores, ideal para apresentação de slides e vídeos. Além disso, o VAIO Pro 13G traz três conexões USB, conexão Wi-Fi e Bluetooth, além de leitor para cartões.

Outro destaque do modelo é o som estéreo de alta qualidade e webcam com resolução em HD, ideal para realizar chamadas com vídeo.

O modelo é capaz de garantir ao menos seis horas de autonomia em uso moderado. Além disso, seu carregador conta com tecnologia USB Challing, que permite ao usuário carregar diversos dispositivos (fones de ouvido, tablets, celulares) sem que haja comprometimento das outras entradas USB.

Para garantir praticidade e mobilidade, o dispositivo tem 13 mm de espessura em sua tela, o que o classifica como o modelo mais fino já produzido pela empresa. É válido ressaltar o cuidado da fabricante ao oferecer uma estrutura em liga de magnésio, que garante maior resistência a danos.

O VAIO PRO 13 G pode ser encontrado à venda no site oficial da fabricante no Brasil e conta com preço inicial de R$ 8.199. No entanto, logo será possível adquirir o dispositivo em outras lojas do varejo.

Por Wendel George Peripato


Novo modelo apresenta um design inovador, mas preço ainda é salgado

A Dell – uma das maiores fabricantes de desktop e notebooks – lançou uma nova versão do modelo Inspiron 13 7000. A nova versão 2 em 1 vem na cor dourada e está equipada com processador Intel i7 de sexta geração.

O principal diferencial do modelo está na rotação de tela de 360 graus, que permite ao usuário usufruir do dispositivo de diferentes formas. Ou seja, é possível utilizar o modelo nos modos: notebook, tablet, apresentação e tenda. Para isso, basta mover a tela para formar o ângulo desejado.

Segundo a empresa, a versão dourada deve atender principalmente aos usuários que desejam um modelo com design inovador, sem abrir mão da praticidade e conforto que um modelo 2 em 1 oferece.

O modelo apresenta acabamento em aço escovado na cor dourada, tela de 13.3 polegadas com resolução Full HD e teclado retroiluminado (padrão Português – Brasil) anti respingos.

Já em relação ao hardware o modelo conta com processador i7 6500U de sexta geração que trabalha a 2,4 GHz, combinado ao chip gráfico Intel HD Graphics 520 capaz de executar programas que exijam certo desempenho.

Há também 8 GB de memória RAM DDR3 e capacidade de armazenamento de 500 GB. Ao realizar a compra do modelo no site oficial da Dell, o cliente tem a opção de adicionar um disco rígido híbrido que promete acelerar a inicialização do sistema operacional.

Segundo a Dell, o modelo tem autonomia de bateria de 6 horas em uso moderado. Essa autonomia pode ser explicada graças ao processador do modelo que possui litografia de 14nm e TDP de 15 w.

Quanto à temperatura, o modelo alcança facilmente os 40ºC em uso moderado. Em geral isso não deve incomodar o usuário, exceto ao utilizar o dispositivo como tablet durante um longo período de tempo. O modelo pode ser uma alternativa para quem busca desempenho e praticidade.

A Dell também assegura o serviço de garantia por um ano após a realização da compra.

A versão dourada já está disponível no mercado brasileiro por meio do site oficial da empresa e possui preço sugerido de R$4.749. Outros modelos da linha com processadores de menor desempenho da linha Intel e diferentes opções de cores também estão disponíveis e tem preço inicial de R$2.499.

Por Wendel George Peripato


Novo app para Mac promete facilitar a vida dos usuários e desbancar o WhatsApp Web.

É indiscutível que o Whatsapp conseguiu seu lugar a luz, após 7 anos de seu lançamento e a compra realizada pelo Facebook, trazendo ainda mais investimentos para o app. Milhões de pessoas usam o aplicativo diariamente para conversar com seus amigos, fazer novos amigos, resolver questões escolares e profissionais, sendo extremamente útil e indispensável para grande parte dos usuários de smartphones hoje.

Entretanto, um questionamento feito por praticamente todos os usuários é a respeito do uso do aplicativo no computador, já que muitos utilizam o app com tanta frequência que não conseguem ficar longe do mensageiro nem mesmo quando estão no seu desktop. Atualmente, temos como opção o Whatsapp Web, que roda por meio do navegador do usuário, porém, agora podemos contar com um app próprio para o Whatsapp em nossos desktops, ao menos, se você é um dos usuários do Mac, SO de Apple.

Trata-se do aplicativo FreeChat, que oferece as mesmas opções presentes no Whatsapp Web, bem como traz aos usuários do Mac outras vantagens, como o fato de ser um app, o que permite que você não precise manter uma aba com o Whatsapp Web aberto, ainda tendo como grande vantagem diante de outras opções alternativas o fato de não contar com muitos anúncios em sua interface, um enorme ponto positivo para o app.

Por enquanto, infelizmente o programa está disponível apenas para os usuários do SO Mac, não havendo nenhuma informação quanto a um possível lançamento para Windows ou até mesmo Linux, mas certamente para os usuários que contam com o Mac em seu desktop, vale o teste.

Com o FreeChat, será possível arrastar fotos de seu desktop para o app, podendo enviar para seus amigos, bem como responder de maneira rápida as mensagens e bloquear notificações de grupos e amigos, funções já presentes na versão nativa do Whatsapp para os dispositivos móveis e que acabam por facilitar a vida dos usuários.

O FreeChat é completamente gratuito, o que é ótimo, além de ser bem avaliado entre os usuários que possuem o programa, sendo uma boa opção para aqueles que desejam permanecer conectados com o mensageiro mais querido do mundo mesmo quando não estão em seu smartphone.

Por João Trajano


Yoga 900s, Y700 e Tablet ThinkPad X1 estão entre as novidades que desembarcam no Brasil neste primeiro semestre do ano.

Novos modelos de notebooks e tablets da Lenovo estão chegando ao Brasil. Eles foram apresentados ao público em janeiro na CES 2016, em Las Vegas. Um dos modelos é o Yoga 900s, que se destaca por ter tela de 12,5 polegadas sensível ao toque e com resolução QHD (2560X1440). Pesando apenas 999 gramas, o novo modelo é fabricado com fibra de carbono, que segundo a empresa, deixa a máquina mais leve e resistente. Além disso, o notebook conta com até 10,5 horas de duração de vídeo e o usuário não vai precisar recarregar as baterias. Além disso, o computador tem dobradiça que permite girar a tela a 360º.

Você adora jogar? Está sempre reunindo os amigos para se divertir com games online? A Lenovo vai lançar o notebook Y700, que é voltado para jogos. Além de muita potência, a máquina conta com câmara frontal 3D Intel RealSense, além de um processador Intel Core i7, placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960M com 4GB de memória, SSD de 512 GB, 16GB de memória RAM DDR4 e alto-falantes JBL.

Entre outras novidades, a Lenovo vai lançar o Tablet ThinkPad X1, que consegue rodar o sistema Windows 10 e conta, também, com alguns módulos que podem ser conectados a parte inferior do aparelho. Um deles, por exemplo, tem a capacidade de adicionar mais 15 horas de bateria, outro oferece ao Tablet um projetor portátil e, além disso, a tela é do tipo Intel RealSense.

Os interessados poderão comprar os módulos de forma separada e o tablet também acompanha um teclado removível, sendo ideal para quem quiser usar o dispositivo para trabalhar, escrever um texto, entre outras tarefas.

Além desta linha, a marca também lançou uma linha completa de ThinkPads para a versão corporativa em que podem ser encontradas as versões ultraleves, potentes, conversíveis e tudo em um em forma de tablet. Os novos aparelhos ainda não têm preço definido, mas poderão ser encontrados na loja online da marca. A previsão é que os novos computadores cheguem às lojas ainda no primeiro semestre deste ano. Além disso, os rumores são de que os novos dispositivos da Lenovo terão preços elevados. O que achou da novidade?

Por Babi


Aparelhos contam com processador dual-core e tela touchscreen. Preços variam de 5.999 a 7.999 rupias indianas.

A DataWind é conhecida mundialmente por fabricar dispositivos eletrônicos e distribuí-los em países em desenvolvimento. No início do mês, a empresa anunciou o lançamento de dois Netbooks de 7” e 10” com preço de lançamento de 5.999 e 7.999 rupias indianas, respectivamente.

O Netbook DroidSurfer 10” conta com tela sensível ao toque e resolução de 1024×600 pixels, além de sistema operacional Android 4.4.2 KitKat, processador Cortex A9 dual core de 1.6 Ghz e 1 GB de memória RAM.

Já o modelo de 7 polegadas conta com ecrã tátil com resolução máxima de 800×600 pixels, sistema operacional Android 4.4.2  e o mesmo processador utilizado no modelo de 10 polegadas. No entanto, o dispositivo possui apenas 512 MB de RAM.

Em geral, a grande diferença de ambos os dispositivos está no tamanho e resolução da tela, além da capacidade de armazenamento interno, que conta com 4 GB ou 8 GB, expansível por meio de cartão MicroSD. É possível acoplar mouse, teclado, disco rígido externo e pendrive por meio de conexão USB.

Ambos os modelos contam com conexão Wi-Fi e suporte ao Wi-Fi Hotspot, que permite ao usuário compartilhar sua rede com outros dispositivos por meio de conexão sem fio. Além disso, os modelos contam com câmera frontal de qualidade e bateria de boa duração com capacidade de 4000 mAh.

Os modelos estarão disponíveis através de diversas lojas do varejo indiano ainda esse ano. Além disso, os dispositivos chegarão ao mercado com acesso à internet gratuita e ilimitada por um ano.

O navegador utilizado em ambos os dispositivos é UbiSurfer, o qual não é capaz de reproduzir streaming de vídeos, áudio e realizar download. A DataWind adverte que o usuário que desejar liberar esses recursos deve contratar planos de internet separados, especificamente para isso.

Segundo a DataWind, toda criança tem direito a tecnologia, educação e informação, independente de seu nível social. E é exatamente por esse motivo que a empresa lançou seus portáteis na Índia, que possui a segunda maior população mundial.

Vale lembrar que a DataWind foi pioneira no lançamento de dispositivos móveis de baixo custo. Em 2012 a empresa lançou seu primeiro tablet, o Aakash, que podia ser encontrado com preço entre 35 e 45 dólares.

Além dos modelos de netbook, a empresa lançou no mês passado dois smartphones de entrada no mercado indiano: O  PocketSurfer 2G4X e o PocketSurfer 3G4Z, com preço de 2499 e 3999 rupias indianas, respectivamente.

Por Wendel George Peripato


Microsoft deve liberar nova atualização 10586.104 nos próximos dias.

Segundo rumores, a Microsoft estaria preparando um novo update para o sistema operacional Windows 10, o qual foi lançado em julho de 2015. Estipula-se que seja a versão 10586.104.

Ao que tudo indica, o novo update cumulativo do Windows 10 não deve trazer novos recursos aos usuários, mas sim realizar o reparo de alguns bugs em geral e proporcionar maior estabilidade do sistema. Além disso, a empresa visa aplicar melhorias na Surface, no menu iniciar e nos ícones do sistema.

Vale ressaltar que o update cumulativo será disponibilizado dentro do próprio sistema via Windows Update, para todos os usuários da plataforma, ao contrário do que ocorre no programa de testes Windows Insider Preview, onde os usuários cadastrados no programa recebem as atualizações em primeira mão.

Ainda assim, alguns especialistas alertam sobre o risco de erros após a atualização do sistema com base no patch disponibilizado pela Microsoft na última quarta-feira, o qual é exclusivo para testes. Segundo os especialistas, a versão de atualização 10586.104 deverá apresentar algumas semelhanças em relação ao problemático patch “Get to Windows”, que causou diversos erros no sistema operacional, fazendo com que vários usuários retornassem a uma versão anterior do Windows.

Os usuários do programa Insider Preview receberam uma atualização 14257 relativo à versão Redstone do Windows 10, que conta com diversas melhorias e correção de bugs, como o erro da extensão dll ao executar login em uma conta, melhorias no navegador Edge e correção do erro ao resetar o sistema.

A Microsoft também disponibilizou na última terça-feira uma atualização do Windows 10 Mobile exclusiva para usuários do Insiders Preview, que garante a correção de bugs e melhoria do sistema nos smartphones Lumia. Infelizmente não há estimativa sobre o lançamento de um patch para todos os usuários da plataforma mobile.

Segundo um levantamento oficial realizado pela NetMarketShare, o Windows 10 – após seis meses de lançamento – é hoje o segundo sistema operacional mais utilizado do mundo, tendo aproximadamente 200 milhões de usuários, ou seja, cerca de 11, 85%, sendo superado apenas pelo Windows 7, que ocupa aproximadamente 56% dos aparelhos. Já o Windows XP permanece ativo com 11,42%, mesmo após quatorze anos de seu lançamento.

Por Wendel George Peripato


Nova placa de vídeo custará entre 30 e 40 dólares e é voltada para usuários domésticos que buscam bons gráficos para tarefas simples.

 A Nvidia anunciou o lançamento de sua nova placa de vídeo de baixo custo, a GT 710, que possui arquitetura baseada na linha Kepler. O preço de lançamento do periférico varia entre 30 e 40 dólares.

 Segundo notas oficiais, o objetivo da empresa é ganhar o mercado de gráficos integrados com um modelo voltado diretamente aos usuários domésticos, que buscam bons gráficos para realizar tarefas simples, como por exemplo, assistir um filme em alta resolução ou até mesmo executar jogos que exijam pouco desempenho gráfico com fluidez.

As primeiras imagens divulgadas pela Nvidia sobre o seu novo chip gráfico demonstra a simplicidade do modelo. Tanto é que o modelo da linha GT 710 da ASUS possui sistema de refrigeração passiva, ou seja, apenas um dissipador de calor sem o uso de FANs. Já o modelo apresentado pela EVGA possui um sistema de refrigeração igualmente simples, porém, com um pequeno cooler.

A Nividia garante, que apesar da GPU não ser voltada ao público gamer entusiasta, a GT 710 garante desempenho 80% superior aos atuais chips gráficos integrados do mercado e é sim uma ótima opção para quem procura custo-benefício.

Vale lembrar que a placa de vídeo terá suporte ao conjunto de API Microsoft DirectX 12, que promete extrair ao máximo todo o potencial do chip gráfico. Dessa forma, deverá existir uma alta de quadros por segundo e quedas de frames reduzidas.

Em resumo, a GT 710 nativa da Nvidia terá clock de 954 MHz, suporte Direct X 12, tecnologia Kepler, 192 CUDA, suporte a três monitores e 3D Vision. Além disso, o cliente poderá optar entre o modelo de 1GB e 2GB de memória DDR3, que deve custar 30 e 40 dólares respectivamente.

Infelizmente ainda não se tem informações sobre a data de lançamento e preço em território nacional. Ainda assim, essa placa promete ser uma excelente alternativa para quem deseja deixar os gráficos integrados investindo pouco. 

Por Wendel George Peripato


Confira aqui algumas dicas para consertar as teclas do notebook.

O teclado do seu notebook parou de funcionar? É, sabemos que esse problema é irritante, ainda mais quando estamos fazendo algo importante. Mas apesar da raiva de momento, a boa notícia é que a maior parte dos problemas que ocorrem com o teclado são fáceis de corrigir.

Identificando o Problema:

É claro que para encontrar os erros é preciso identificar a raiz do problema. Então, pressione todas as teclas – letras e números – em vários programas. Esse procedimento deve ser realizado porque o erro pode estar na configuração do software. Se a informação for positiva, a saída é recorrer à ajuda de um programa específico.

A falha está ocorrendo em mais de um programa? Então o problema está no teclado. Apesar disso, é preciso ficar atento, já que uma série de possibilidades pode gerar a situação. Por exemplo, quando as teclas localizadas na mesma região não funcionam, o local pode está sujo.

Para resolver o problema, o processo é simples: basta limpar o teclado do notebook com um pincel. Agora se apenas uma tecla dá erro, a falha pode estar no mau posicionamento da tecla. Retire-a e coloque de volta. É recomendado buscar informações que ensine passo a passo de como encaixar a tecla do notebook.

Configuração Errada:

Nem o encaixe e nem a limpeza deram um fim no problema? Calma que o problema ainda pode ser solucionado. Isso porque alterações no sistema, incluindo atualizações, podem desajustar o dispositivo de entrada. O teclado do notebook parou de funcionar do nada? Reinicie o computador.

É possível que o mousepad esteja travado, por conta da paralisação das teclas. Entrar em desespero? Que nada! Basta manter o botão power pressionado até que o notebook desligue. Em seguida, é só ligá-lo novamente.

Reiniciou a máquina e o erro ainda persiste? Calma que ainda não é hora de entrar em desespero. Vá em Painel de Controle e entre em Dispositivos e Impressoras. Em seguida dê um duplo clique no ícone do próprio laptop. Selecione a aba Hardware e localize o teclado. Não encontrou ou está aparecendo apenas um ponto de exclamação? É só entrar no site da fabricante e baixar o driver de teclado mais recente.

Por Flavinha Santos


Aparelho é mais fino que o iPad Air 2 e custa até R$ 2.699.

A Samsung anunciou recentemente seu mais novo tablet, o Galaxy Tab S2. Com um design de causar inveja em qualquer concorrente, o gadget conta com apenas 5,6 mm de espessura e, sem dúvida, esse é um dos pontos fortes que a Samsung conseguiu implementar no aparelho. Ele é mais fino até mesmo que o iPad Air 2, da Apple, que conta com 6,1 mm.

O Galaxy Tab S2 é indicado para os usuários que presam pela mobilidade sem abrir mão de boas especificações e desempenho. Além de ser bastante fino, o tablet pesa apenas 272 gramas, o que traz bastante conforto na hora de segurá-lo. Mas não é só de boa aparência que os bons eletrônicos vivem. Sua tela na proporção 4:3 é ideal para ler livros (diferente do modelo anterior, que contava com uma proporção de 16:9) e ótimo para vídeos, mas limitado para ebooks.

A Samsung venderá o Galaxy Tab S2 em dois tamanhos de tela, uma de 8 polegadas e outra de 9,7 polegadas. Segundo a fabricante sul-coreana, o Tab 2 apresenta uma tela como cores e imagens vívidas.

Por dentro, o tablet parece dar conta do recado até para os mais exigentes. Ele virá de fábrica com o Android 5.0 (Lollipop) e com sensor de impressões digitais, recurso que vem ganhando popularidade entre smartphones e tablets em todo mundo. Ele conta com um processador Exynos Octa-Core, fabricado pela própria Samsung, possui 3 GB de memória RAM e conta com 32 GB de memória, que pode ser expandido via cartão microSD. Suas câmeras são de boa qualidade para um tablet da categoria, com 8 megapixels na traseira e 2.1 megapixels na frontal.

A Samsung está amadurecendo no mercado de tablet, antes dominado pela Apple. Agora, a empresa consegue apresentar bons produtos para que os consumidores possam optar por um tablet com o sistema do Google. Ao apresentar um tablet com leveza e características de hardware avançadas, a empresa garante um bom aparelho para o público.O Galaxy Tab S2 já está disponível no Brasil, mas os valores não são dos mais baratos. Há três versões: 9,7 polegadas com Wi-Fi (R$ 2.349), 8 polegadas com 4G (R$ 2.349) e 9,7 polegadas com 4G (R$ 2.699).

Por William Nascimento


Recebimento de mensagens em massa sempre causam muita dor de cabeça aos usuários. Confira aqui algumas dicas para diminuir o recebimento de Spam.

O recebimento de SPAM é um problema que incomoda muitos usuários. Os envios em massa costumam ser indesejáveis e em alguns casos contêm vírus e malwares capazes de comprometer até mesmo o desempenho de seu dispositivo e suas informações pessoais.

Mas afinal, existem maneiras de diminuir o recebimento de SPAM? A resposta para esta pergunta é sim! Confira com a gente algumas dicas para reduzir o recebimento de SPAM:

  1. Não divulgue seus e-mails em sites em sites públicos da internet: Inocentemente, muita gente insere o e-mail em fóruns de discussão, sites de compra e venda e redes sociais. As listas de envio são extraídas por meio de robôs que identificam potenciais endereços @exemplo.com. Opte pelo envio através de mensagens privadas.
  2. Não autorize o recebimento de mensagens em qualquer site: Muitos endereços, a fim de conseguir captar o maior número possível de e-mails, oferece em troca da informação uma série de sorteio de prêmios, vantagens ou benefícios. Desconfie, na maioria dos casos se trata apenas de tentativas mentirosas de persuasão.
  3. Possua um antivírus e mantenha seu firewall ativo: Apesar de todos saberem a importância do assunto, é válido lembrar que o envio de spams muitas vezes é feito através de computadores infectados. Evite que o seu faça parte dessa lista.
  4. Não responda e não clique para exclusão do cadastro: Como a listagem é feita de maneira bem grosseira, muitos e-mails que estão ali não existem ou então não estão mais ativos. Quando você se manifesta, você passa a informação de que aquele endereço de e-mail é válido e possui acesso constante. Esse comportamento gera o recebimento de muito mais spams, afinal, eles não estão preocupados com sua privacidade.
  5. Não baixe conteúdos desconhecidos provenientes de spam: Essa é outra estratégia que os spammers utilizam para saber se o seu endereço de e-mail está ativo. Através da oferta de vantagens ou informações que pareçam ser interessantes, os usuários realizam downloads que podem conter malwares nocivos. Além de correr o risco de prejudicar o desempenho de sua máquina, seu e-mail será vendido para empresas que tentarão, a qualquer custo, oferecer seus produtos e serviços.

Por Beatriz 


Confira aqui algumas dicas de como aumentar a quantidade de seguidores no seu Twitter.

Atualmente muitas pessoas vêm fazendo uso da rede social do passarinho, o Twitter, tanto pessoas comuns como grandes empresas do mundo, para que seja mais um meio de comunicação, dentre vários outros, entre a organização e seu consumidor final.

Embora o número de usuários desta rede venha crescendo, poucos deles sabem realmente como utilizar essa ferramenta em beneficio próprio. Desta forma iremos apresentar algumas maneiras para você fazer uma análise de seu perfil e como consequência aumentar seus seguidores na rede.

Com o aumento de seguidores você consegue disseminar suas informações para o maior número de pessoas possível, abaixo segue algumas dicas:

Faça uma promoção do seu Twitter em materiais físicos (impressos): Uma das maneiras mais fáceis de disseminar seu perfil para o público, é fazer uso de algum tipo de material impresso com divulgação do seu negócio. Para isso, tenha certeza que o link do seu perfil esteja em destaque neste panfleto.

SocialBro:

SocialBro é uma ferramenta muito interessante para quem pretende avaliar seus resultados na rede social, assim também como as informações sobre seus seguidores. Abaixo segue algumas, entre diversas outras, entregas deste serviço:

  • Quantidade de seguidores que você tem;
  • Quantidade de seguidores que não seguem você de volta;
  • Número de indivíduos que seguem você e você não as seguem de volta;
  • Em qual idioma os seus seguidores estão enviando tweets;
  • Localização dos seus seguidores;
  • Quantidade de seguidores que seus próprios seguidores possuem;
  • A frequência na qual acessam a rede.

Buffer:

Esta ferramenta funciona como um agendamento de Tweets, a qual também fornece dados para serem analisados, segue algumas de suas funções:

  • Contabilizar quantos clientes seu perfil recebeu
  • Numero de pessoas que retweetaram seus tweets
  • O número de pessoas que “favoritaram” seus tweets

Muitas pessoas acham que o uso dessas funções não trazem novos seguidores, porém, estão equivocadas, pois analisando esses dados é possível conhecer o perfil das pessoas que te seguem e assim realizar posts interessantes para seus seguidores.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA





CONTINUE NAVEGANDO: