Facebook está testando novas opções do botão Curtir



  

Ferramenta Reactions permite que o usuário escolha outras opções para interagir com a postagem.

Desde muito tempo, os usuários do Facebook têm pedido outras opções para o botão “Curtir”. Alguns pedem até mesmo a opção de “Descurtir”, como forma de interagir melhor com as postagens e publicações da rede.

Pensando nisso, o Facebook começou a testar desde o dia 8 de outubro, a ferramenta que foi batizada de “Reactions”. A ferramenta permite que o usuário escolha entre opções como um coração e uma risada, para interagir com a postagem.

A explicação dada por Mark Zuckerberg em sua rede social é a de que nem sempre os sentimentos provocados por um momento são expressados por um simples “curtir” e as opções vêm com o intuito de diversificar os momentos dos usuários.

A novidade vem com seis botões adicionais, que incluem emoticons de tristeza ou raiva, por exemplo. O botão “não curti” ainda não chegou, mas já é uma boa forma dos usuários demonstrarem seu descontentamento com alguma postagem que lhes cause algum desconforto.

Segundo Zuckerberg, “Reactions” dá ao usuário o poder de demonstrar facilmente sua tristeza e empatia.





A novidade foi lançada inicialmente na Irlanda e na Espanha, para testes, e somente depois disso chegará a outros mercados, como o brasileiro.

Enquanto a ferramenta não chega ao Brasil, os usuários continuam interagindo como podem: a opção de comentar com um emoticon já está disponível, e por enquanto é um bom substituto para o botão “Reactions”.

O grande problema da ferramenta “Reactions” é que cada vez mais a interatividade na internet está ligada a somente um clique. Se antes era necessário comentar uma postagem, para demonstrar sua indignação ou seu descontentamento, agora basta um clique para que um emoticon faça esse trabalho por você. Uma boa funcionalidade, todos concordam, mas que pode afastar cada vez mais as pessoas, e silenciar cada dia mais as opiniões.

Por Rodrigo Silva

Reactions



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *