Rio de Janeiro irá ganhar sete mil pontos de acesso Wi-Fi



  

O projeto visa deixar a comunidade carioca mais conectada nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016

Uma novidade promete aquecer o coração dos cariocas ainda neste ano. A Cisco, uma empresa voltada à Internet das Coisas, será a responsável pelo projeto que promete implantar sete mil pontos de acesso wi-fi na cidade do Rio de Janeiro.

O objetivo desta inovação é tornar a comunidade carioca mais conectada para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016. Umas das propostas do projeto é trazer soluções para a cidade, a fim de melhorar a gestão, além da eficiência em garantir serviços públicos de qualidade durante o evento.

Em recente entrevista ao site Techtudo, o diretor de novos projetos da Cisco, Rodrigo Uchôa, afirmou que a maior preocupação é a possibilidade de oferecer uma base de redes e segurança não só dentro das instalações esportivas, mas também fora.

A empresa pretende gerar ambientes seguros que possuam a tecnologia Cisco. Assim, as instalações receberão o venues, que poderão ser instaladas dentro das arenas e também nas áreas de acesso comum, como aeroportos e hospitais.

Já os equipamentos para a instalação dos sete mil pontos wi-fi devem chegar ainda em 2015. Segundo informações, no total, serão cerca de 12 mil pontos de rede, distribuídos em 100 mil portas de rede LAN, 150 equipamentos firewall e NGIPS e 500 servidores.





A Cisco, no ano passado, foi a responsável por fornecer os equipamentos necessários para a montagem de dois Data Centers, um no Rio de Janeiro e outro em São Paulo, que esse ano servirão de abrigo de dados, além de serviços de tecnologia para os Jogos Olímpicos do próximo ano.

Para Uchôa, os eventos esportivos de 2016, aliados com as novas tecnologias, terão a tarefa de tentar aproximar os atletas com a comunidade e o público, além, é claro, de deixar um legado tecnológico para a cidade, tornando-a mais humana e criando conexões duradouras.

A implantação dessa tecnologia para os jogos mobilizará cerca de oito mil profissionais.

Por Andréa Corneli Ortis

Foto: Riotur



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *