Facebook mudará política de privacidade ainda em janeiro



  

Em breve você passará a ser mais vigiado pelo Facebook. Isto porque, até o final deste mês, a mais popular rede social do mundo fará alterações nos termos da política de privacidade do site.

Após estas mudanças, além das 70 informações já coletadas em seu perfil, como data e local de nascimento, preferências políticas e religiosas, suas mensagens enviadas e recebidas, números de telefone e muitas outras, agora a empresa irá controlar os anúncios publicitários que aparecem na sua página.

A proposta destas alterações é de contribuir para uma melhora na forma com que cada pessoa navega pelo site e permitir que apenas os assuntos mais relevantes para cada usuário sejam exibidos em sua página.

Desta forma, caso apareça um anúncio em seu perfil que não seja algo do seu interesse, você mesmo poderá proibir a exibição do mesmo, apenas clicando no “x” que aparece na parte superior da imagem publicitária quando se passa o mouse em cima dela.

A mesma ação ainda poderá ser feita quando surgirem sugestões de pessoas supostamente conhecidas (amigos de amigos, pessoas da mesma cidade ou região) e também para sugestões de determinados grupos em sua página.

Outro ponto importante sobre as novas políticas de privacidade, é que elas tornarão a procura por produtos e serviços mais personalizada, graças à utilização de recursos que descobrem sua localização e, a partir disso, enviam para seu perfil informações publicitárias de parceiros que se encontram mais próximos de você.

Toda vez que um determinado anúncio aparece em sua página, ele é exibido porque o Facebook já analisou os dados coletados em suas visitas anteriores na rede, os cookies e arquivos temporários do seu computador, tablets ou smartphone e repassou estas mesmas informações aos seus clientes que comercializam produtos relacionados com suas atividades e  buscas.





A rede social de Mark Zuckerberg assegura que somente divulga estas informações aos seus clientes depois de se certificar que não serão enviados nomes e informações pessoais que possam servir para identificação dos usuários.

A empresa afirma ainda que nenhum dado é enviado individualmente e que eles somente são disponibilizados aos seus parceiros comerciais, após serem combinados com um grupo de outros usuários que possuem as mesmas preferências e hábitos na rede.

E, para esclarecer de uma forma simples e objetiva estes novos termos, o Facebook criou uma página exclusiva que ensina aos usuários algumas formas de como proteger suas informações na rede.

Caso você ainda não tenha acessado a página e tenha dúvidas de como alterar as configurações de privacidade do seu perfil, clique aqui e aprenda o passo a passo de como ativar e desativar alguns destes recursos de segurança.

Por André F.C.

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *