Gamificação: um novo conceito de trabalho com técnicas de jogos



  

O que antes era apenas uma diversão para crianças e jovens, agora é tratado como uma inovação no ambiente de trabalho. A Gamificação é uma ferramenta que auxilia as empresas hoje a conseguirem com que seus funcionários tenham um rendimento maior, mesmo executando tarefas nem sempre tão agradáveis do dia a dia de trabalho.

Como definição, a Gamificação é a aplicação de técnicas de jogos em temas que não são direcionados para diversão, ou seja, é a utilização de metodologias oriundas dos jogos existentes, visando à área profissional.

Sua finalidade dentro do ambiente corporativo é envolver os funcionários e criar um engajamento entre eles, contribuindo, assim, para uma resolução mais rápida e prática de assuntos e problemas do cotidiano da empresa.

O sistema já é conhecido dentro da pedagogia, onde algumas escolas adequaram o conteúdo a ser aplicado em forma de games, trocando livros e apostilas por tablets e outros recursos, na perspectiva de tornar as aulas mais atrativas e dinâmicas, motivando o aluno e o ajudando na absorção do conhecimento. 

E seguindo esta mesma tendência, as empresas começam a trocar seus softwares de trabalho já existentes por novos programas, que apresentam as mesmas funcionalidades dos tradicionais, mas com uma nova aparência e recursos de jogos, fazendo com que o colaborador se interesse mais pela execução das suas tarefas.

Uma previsão feita por consultores de mercado afirma que neste ano cerca de 70% das 2000 maiores Companhias Globais, disponibilizariam pelo menos um destes aplicativos gameficados para seus funcionários ou seus clientes.

Assim como nos videogames, esses programas despertam a atenção, o interesse e chegam a viciar quem os opera, pois geram recompensas e fazem com que os funcionários produzam mais, mesmo em atividades não tão atrativas, mas que precisam ser realizadas.

Algumas das plataformas existentes possuem uma semelhança enorme com o que seria uma rede social corporativa. A diferença é que além das demandas diárias que cada funcionário tem de cumprir para ganhar bônus no jogo, é possível trocar informações e fazer elogios a seus colegas de trabalho.





Um dos benefícios que este sistema apresenta, diz respeito às avaliações de desempenho dos funcionários, que antes eram feitas a cada seis meses e agora podem ser realizadas a cada dia ou semanalmente, já que os supervisores têm acesso em tempo real sobre toda a evolução produtiva de cada setor, ajudando devido reconhecimento de cada funcionário.

Dentro do jogo, quando um funcionário cumpre suas tarefas e se destaca, além de ganhar pontos, ele acaba competindo com seus colegas de trabalho, o que para a empresa é algo muito vantajoso, pois esta concorrência sadia eleva a produtividade, devido a um comprometimento maior entre todos os funcionários.

Hoje, as empresas buscam constantemente por inovação e novas formas de comunicação com seus funcionários e clientes. Utilizar a técnica de games será em breve algo natural entre os empreendimentos corporativos, tanto para reter os talentos da corporação, quanto para cultivar e conseguir novos clientes.

A expectativa de especialistas é que em 2015 este mercado da Gamificação movimente cerca de U$$ 3 bilhões de dólares em todo o mundo.

Por André F.C.

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *