HP pretende lançar novo notebook com preço acessível



  

Muitas pessoas se queixam dos valores atribuídos aos computadores e aparelhos eletrônicos em geral, principalmente aqueles aficionados por tecnologia, que estão sempre em busca de novidades e produtos com mais especialidades e novidades no mercado.

Para os geeks de plantão a boa novidade veio da HP, considerada uma das melhores empresas neste quesito tecnológico, e conhecida também como uma das mais “careiras”.

A informação veio em parceria com a Microsoft, que disse por meio do COO, Kevin Turner, pretender competir com os Chromebooks, do Google, já no final deste ano. Essa ideia veio pelo fato da HP lançar a sua linha de notebooks mais baratos neste período.

Os concorrentes não irão deixar barato e a disputa promete uma movimentação alta nas vendas de notebooks, facilitando o acesso à compra da classe média. De acordo com Turner, empresas como a Toshiba e a Acer já projetam o lançamento de seus aparelhos bem mais baratos, na faixa de R$ 550, com boa qualidade de processadores.

A declaração do executivo também se remeteu ao desenvolvimento da HP em um modelo de sete ou oito polegadas, com o sistema operacional Windows, que vem se destacando recentemente. O valor sugerido do dispositivo será de R$ 220. Segundo ele, a companhia vem com tudo na competição contra os Chromebooks e não pretende perder espaço para ninguém.

Tanto que as estratégias da Microsoft vão além, e suas cabeças pensam em medidas fortes como a redução do preço da licença do Windows, o que torna mais vantajoso na questão de oferta e procura do consumidor. Este por sua vez, sairia bem mais vitorioso com um leque de oportunidades acessíveis e de qualidade, a um valor bem camarada.





Não foi divulgada, ainda, nenhuma informação com o valor final deste notebook que a HP pretende lançar. Entretanto o que se sabe é que o valor sugerido até o momento para a comercialização do dispositivo é de R$ 440.

Resta agora aguardar as novidades e esperar mais revelações das empresas. A única certeza que se tem é que cada vez mais, o mercado tecnológico vai abrindo brechas e cria oportunidades para outras camadas sociais, que antes nem imaginavam usufruir de um produto de qualidade por um valor considerável baixo pelos padrões que temos hoje. 

Por Juliana Alves de Souza

HP

Foto: Divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *