Amazon Kindle Fire – Mudanças e novidades do novo tablet



  

Muitas especulações surgiram nos últimos meses acerca de um smartphone da Amazon. A companhia de fato tem investido no setor de tecnologia e possui o Kindle Fire como um de seus maiores trunfos.

O tablet possui não apenas uma ótima interface, mas também oferece uma experiência completa de leitura de arquivos digitais. Apesar do sucesso relativo com o Kindle, a Amazon preferiu não repetir a mesma fórmula com seu smartphone e ofereceu um produto com uma diversidade de funções completamente diferente do que estamos acostumados a ver no mercado atualmente.

As principais diferenças ficam por conta do visual do sistema operacional e da quantidade de câmeras presentes no aparelho e a capacidade de interagirem em conjunto com os sensores, acelerômetros e giroscópios. Apesar de não ser a fabricante número 1 de aparelhos eletrônicos, a Amazon está bastante confiante e pretende tornar o seu dispositivo mais atraente através de uma série de funcionalidades aos usuários.

Quanto ao hardware, o dispositivo possui quatro câmeras frontais que capturam a imagem do rosto do usuário e fornecem ao aparelho detalhes sobre os três eixos: X, Y e Z. Assim o hardware capta informações acerca da distância entre os olhos e a tela para projetar os efeitos 3D. Essas câmeras utilizam também uma iluminação em infravermelho, invisível aos olhos, mas que garantem o seu funcionamento em ambientes totalmente sem luz. Por dentro, o aparelho possui um processador quad-core de 2,2 GHz, 2 GB de memória RAM e 32 GB de capacidade de armazenamento. Já na parte traseira, temos uma câmera de 13 MP com capacidade de estabilização da imagem, além da possibilidade de armazenamento ilimitado de fotos na nuvem. Segundo a Amazon, o aparelho também suporta a tecnologia NFC, Wi-Fi e Bluetooth.





O smartphone, por enquanto, estará disponível apenas na operadora americana AT&T ao preço de 200 dólares com um contrato pós-pago ou 650 dólares no formato pré-pago. Quem adquirir o aparelho nos EUA também terá um ano de assinatura do serviço Amazon Prime gratuitamente. A companhia ainda não informou quando vai liberar a venda para outros países. 

Por Ebenezer Carvalho

tablet-amazon-kindle-fire

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *