Vendas de tablets no Brasil em 2012



  

Segundo pesquisas da IDC, empresa contratada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), foram comercializados no Brasil 2,8 milhões de tablets no ano de 2012. O número é muito alto comparado às vendas de 2011, quando foram comercializados apenas 1,1 milhão de tablets, ou seja, um aumento nas vendas de cerca de 153%.

Muitas pessoas acham que o tablet substitui o PC, o que é não é verdade. O tablet é um aparelho com utilidades mais simplificadas do que o desktop. Para quem precisa usar todos os dispositivos presentes no computador, é melhor não adquirir o tablet, que serve apenas para suportar demandas menores como acessar páginas da internet e ler e-books.

Um dos motivos para o aumento das vendas de tablets no país foi sem dúvida a nova lei aprovada em 2011 pela presidenta Dilma Rousseff. Essa nova lei define que os tablets também devem ter os mesmos benefícios da Lei do Bem, que tornou os computadores mais acessíveis no Brasil. Com isso, o governo quer estimular os fabricantes, tanto nacionais quanto estrangeiros, a fabricarem esses aparelhos no país.





Em 2013, os empresários e comerciantes podem ficar otimistas, pois a previsão da IDC é um aumento de 90% nas vendas do produto.

Por Nathalia Henderson



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *