Tablets – será que a moda vai pegar no Brasil?



  

No mundo inteiro, os tablets PC são um verdadeiro sucesso. Porém, no Brasil, a realidade é outra. Em 2010, o tablet surgiu como uma tendência das mais bem-sucedidas e veio para revolucionar o mercado de PCs, algo parecido com o que fez o Ipod no mercado dos tocadores digitais.

Entretanto, assim como o Ipod, o sucesso do tablet lá fora não reflete nos dados do Brasil, onde apenas 30 mil tablets foram vendidos, sendo que a maioria deles, foram adquiridos no chamado “mercado cinza”, característica dada ao comércio eletrônico exterior, via E-bay, Mercado Livre e afins, segundo dados do IDC. A muito se deve o fato de, por ser um produto novo e importado, seus preços ainda não se encaixam muito bem no bolso do brasileiro, e valores pagos pelas empresas de tecnologia em impostos fiscais acabam inflacionando o valor final do produto.





Devido a esse crescimento pouco expressivo dos tablets no Brasil, é provável que o PC continue como equipamento padrão nos próximos anos.

Por Adriana do Nascimento



1 comentário em “Tablets – será que a moda vai pegar no Brasil?

  • Além de caro, a portabilidade de um tablet se anula num país sem nenhuma segurança como o nosso. Seria maravilhoso consumir conteúdo num tab no metrô, mas não tenho coragem.

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *